As Eras dos Quadrinhos, História dos Quadrinhos, quadrinhos
Deixe um comentário

As Eras dos Quadrinhos – Parte 4

Era de Prata – Uma nova esperança

Showcase #4 (1956), a primeira aparição de Barry Allen, o novo Flash, teria dado início a Era de Prata segundo alguns especialistas.

Showcase #4 (1956), a primeira aparição de Barry Allen, o novo Flash, teria dado início a Era de Prata segundo alguns especialistas.

Para estabelecer uma nova era, conforme a teoria de Kuhn, uma mudança de paradigma deve ser identificada. Essa transformação era preparada com o período de transição, pois um novo plano de fundo para as histórias já estava presente em algumas edições de horror e crime que abordavam os avanços da ciência. A ficção científica era um gênero novo e uma boa saída, já que guerra, crime e horror estavam fora da ordem do dia. A ciência nunca foi tão festejada como na Era de Prata, principalmente nos heróis re-imaginados por Julius Schwartz.

“Se nos anos de ouro muitos dos heróis tinham suas histórias calcadas no místico e no mitológico, no final da década de 50, com a corrida espacial e a iminência de uma guerra nuclear entre a URSS e os EUA, parecia mais apropriado que os heróis fossem produtos legítimos da ciência, mesmo que fantásticos demais”, nos diz Roberto Guedes, confirmando que não apenas as revistas em quadrinhos estavam mudando, mas todo o mundo ao redor delas. Os aspectos de ficção científica nos anos 60 não só mostravam mais ansiedade acerca de raças alienígenas e do futuro, mas também esperança. Um fator comum das histórias daquela época era deparar-se com uma explicação científica para um fenômeno, fossem os engenhos dos vilões, fossem as ações e poderes de um super-herói. Um novo paradigma começava a se estabelecer.

Fantastic Four #1(1961), teria dado início à Era Marvel dos quadrinhos.

Fantastic Four #1(1961), teria dado início à Era Marvel dos quadrinhos.

Mike Conroy afirma que a Era de Prata começou no ano de 1955, com a primeira aparição do Caçador de Marte, J’onn J’onnz, em Detective Comics#255, por ser ele o primeiro novo super-herói criado pela National Comics, que mais tarde assumiria o nome DC, desde os anos 1940. A maioria dos autores, no entanto, prefere estabelecer como início da nova era Showcase#4 (1956), a estréia do novo Flash, Barry Allen. Já os entusiastas da Marvel Comics defendem que Fantastic Four#1 (1961), uma resposta para a Liga da Justiça da National, iniciou os anos de prata. Eles vão além: essa edição iniciaria a Era Marvel dos quadrinhos.

Há de se concordar em parte com os marvetes, pois apenas com alguns elementos dos heróis da Casa das Idéias é que se completaria o paradigma da Era de Prata. A Marvel trouxe um sentido de cronologia mais arraigado e um universo comum para seus heróis, onde o que acontecia na história do primeiro refletia na do segundo, mas foram as fraquezas dos heróis e dos vilões os principais fatores que conquistaram o público. Anos mais tarde, a National contrataria alguns freelancers da Marvel para aproximar seus heróis do modelo criado pela concorrente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s