Citações, quadrinhos
Deixe um comentário

Sobre Ben Affleck como Batman, por Mark Evanier e Sergio Aragonés

Bentman

Bentman

“(…) O primeiro Super-Homem que você viesse a conhecer seria o seu Super-Homem. É assim que você sempre irá ver o personagem. Você pode até gostar das outras versões. Você pode até achá-las melhor desenhadas ou mais interessante. Mas o primeiro Super-Homem você nunca esquece.

(…) Acho que isso se aplica ao Batman também.

Batman foi criado em 1939 por um homem chamado Bob Kane, que veio a falecer há alguns anos atrás. Um amigo dele, chamado Bill Finger, escreveu sua primeira história, bem como algumas das mais importantes dentre todas elas. E o Sr. Kane disse em sua autobiografia que ele sentia pelo Sr. Finger não ter recebido mais crédito pelo Batman.

Kane desenhou por um tempo, mas um monte de outros artistas ajudaram-no no começo de tudo, e continuaram a desenhar quando Kane parou. Por alguma razão, todas as histórias eram assinadas por “Bob Kane” durante anos, como se fosse ele quem desenhasse todas elas. Mas na verdade, outras pessoas o faziam. Por um longo tempo. E alguns dos melhores que o desenharam eram Dick Sprang, Sheldon Moldoff e Jim Mooney.

Na verdade, um monte de pessoas desenhou o Batman através dos anos, incluindo Lee Sayre Schwartz, Phil Kelsey, Jerry Robinson, Irv Novick, Dick Dillin, Chic Stone, Charles Paris, Sid Greene, Jack Burnley, Carmine Infantino, Gil Kane, Bob Brown, Frank Springer, Nick Cardy, Jim Aparo, Neal Adams, Dick Giordano, Marshall Rogers, Frank Miller, Joe Giella, Winslow Mortimer, Kelley Jones, Graham Nolan, Klaus Janson, Staz Johnson, Mike Manley, Norm Breyfogle, Tom Lyle, Gene Colan e Walt Simonson.

É cara, estou pulando um monte de nomes.

Então, qual deles é seu favorito? Mais importante, qual dele foi o seu primeiro?

Eles não precisam ser os mesmos para ambas as perguntas. É que nem acontece com as garotas. Você nunca esquece a sua primeira namorada. Pelo menos, foi o que me contaram.

Meu primeiro Batman foi o de Frank Miller, em Cavaleiro das Trevas. Não vou dizer se é meu favorito ou não, e mesmo se fosse, isso poderia mudar.

Alguns ‘Batmans’ foram bem hostis, e outros, bem sãos. Alguns ‘Batmans’ foram muito espertos, e alguns ‘Batmans’ foram bem instintivos. Alguns ‘Batmans’ foram obcecados, e outros ‘Batmans’ foram bem lógicos. Alguns ‘Batmans’ foram bem realísticos, e alguns foram bastante caricatos”.

"Eu também já fui o Superman, chupem, fanboys"

“Eu também já fui o Superman, chupem, fanboys”

Resta esperar para ver como vai ser o Batman de Affleck, e aí, sim julgar.

Retirado do texto introdutório “escrito” pelo personagem Finster, em Fanboy#3, por Mark Evanier e Sergio Aragonés. Uma crítica e uma homenagem certeira aos adoradores de quadrinhos de super-heróis, com muito humor e muitos convidados especiais.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s