quadrinhos, Resenhas
Comentários 4

A Mágica Acontece Entre um Quadro e Outro – Entrequadros, de Mário César

Desde 2009, Mário César de Oliveira vêm publicando a série Entrequadros. Primeiro, ela surgiu como um fanzine, publicado pelo 4º Mundo. Os dois seguintes foram publicados pela Balão Editorial e o último, Entrequadros – Ciranda da Solidão, abordando histórias do universo LGBT, foi financiado através do apoio do público, por meio do site de crowdfunding catarse.me . O lançamento será hoje, às 19h, no Testar Hostels, em São Paulo. O lançamento acontecerá junto com uma festa de Halloween.

O primeiro volume de Entrequadros, de Mário César

O primeiro volume de Entrequadros, de Mário César

O PRIMEIRO ENTREQUADROS

Como o próprio Mário conta na entrevista (que será publicada aqui no sábado), este fanzine foi uma compilação de trabalhos que ele já tinha prontos e que não foram publicados em coletâneas, como a Front. Mas nesse volume, já nos encontramos com a Morte, um dos personagens recorrentes de Mário, algo como um amálgama entre a Dona Morte de Maurício de Souza e a Morte, irmã do Sandman de Neil Gaiman. Neste volume também há a adaptação de um conto, artifício que se repetiria no volume seguinte. Mas, para mim, o destaque deste volume foi A Epopeia do Glorioso X-Pancadog, um representante canino e mutante do Sofrenildo do cartunista SamPaulo. Um tanto masoquista e um tanto engraçado.

Entrequadros - A Walk on The Wildside e Wake Up

Entrequadros – A Walk on The Wildside e Wake Up

A WALK ON THE WILDSIDE E WAKE UP

O segundo volume de Entrequadros traz duas adaptações de contos. O primeiro, Wake Up, de Nick Farewell, é bastante poético e analisa como as pessoas não param para se colocar no lugar dos outros, mesmo às vezes estando no lugar de outra pessoa. Já o segundo, A Walk on The Wild Side, é baseado tanto no conto Uma História de Amor, de Pedro Cirne, quanto na música de Lou Reed, falecido recentemente. E lá está ela, a personagem Morte, presente outra vez. O segundo conto adaptado mostra um homem que segue uma menina que só ele pode ver.

Entrequadros - Círculo Completo

Entrequadros – Círculo Completo

CÍRCULO COMPLETO

A primeira aventura de Mário César em uma narrativa mais extensa se dá neste terceiro volume de Entrequadros. Nele, Mário conta a história de Freuderico, um psiquiatra apaixonado pelo fantasma da sua mulher. A história vai e vem no tempo, mostrando dois momentos de Freud: um na sua juventude, durante a universidade e outro na maturidade, à procura de um novo amor. A psicanálise, a música, os relacionamentos e o envelhecimento são uma constante nos temas de Mário César, mas ele não trabalha esses assuntos de modo apelativo, mas de maneira natural, leve e com um humor do cantinho da boca. Freuderico, além de lidar com aspectos de vida e morte, de quebra, dá uma analisada na própria encarnação da morte. Assim como do primeiro volume para o segundo, em Círculo Completo podemos perceber uma evolução na narrativa de Mário César. Os diálogos são mais complexos, os beats são mais desenvolvidos, ele começa a ousar nos layouts e viajar mais na narrativa, como na sequencia espacial da história.

Entrequadros - Ciranda Da Solidão

Entrequadros – Ciranda Da Solidão

CIRANDA DA SOLIDÃO

Mas são nas histórias de Ciranda da Solidão que o potencial narrativo de Mário César é plenamente desenvolvido. A primeira história, O Clube das Pessoas Normais, mostra um adolescente lidando com as mudanças em seu corpo e mente. Nela, Mário César trabalha as imagens interna e externa que o personagem tem de si mesmo. A segunda história, Ciranda da Solidão, mostra, através da narrativa sem palavras os encontros e desencontros que se dão nos relacionamentos homossexuais, abrangendo, em poucas páginas, uma gama de variedades numa utilização sensacional das elipses. Em A Primeira Vista, o autor faz as vezes de autobiografia e conta a sua própria história de amor. Já em Esperando a Cera Secar, temo um drama, que poderia acontecer com qualquer casal. No caso, acontece entre duas mulheres. E o final é um soco no estômago, qualidade dos bom contos e histórias curtas. A Escrita no Muro, a história curta que fecha este volume, também é emblemática. Ela retrata o fim da vida de um homossexual, que sofre do mal de Alzheimer. Esta historia lembra muito o clima de um ótimo filme chamado Todas as Formas de Amor (Begginers), com Christopher Plummer e Ewan McGregor, que recomendo, assim como recomendo muito Ciranda da Solidão.

Analisar os vários aspectos da vida homossexual em várias fases dela me parece inédito no Brasil, principalmente tratado com seriedade. Alguns materiais brasileiros como O Quarto ao Lado e Sabor Brasilis também falam sobre homossexualidade, ainda que o último dá apenas uma pincelada no tema. Tem também as  graphic novels americanas de Bechdel (Fun Home) e Cruse (Stuck Rubber Baby), os hilariantes e críticos álbuns alemães de Ralf König (O Homem Ideal, Como Coelhos, … e Agora os Noivos Podem se Beijar). Estive atrás de um espanhol chamado Marica, Tu, mas nunca achei. O que sempre se encontra são coisas como Tom of Finland e outros quadrinhos eróticos, o que não é ruim, mas também sabemos que os relacionamentos homoafetivos não são feitos só de sexo – como  todo relacionamento hetero. É ótimo ver que alguém tem a cara e a coragem de mostrar outras faces disso também no Brasil.

Anúncios

4 comentários

  1. Pingback: Os Melhores Quadrinhos Brasileiros Que Li em 2013 | Splash Pages

  2. Pingback: Quadrinhos GLBT para todo o tipo de público (Brasil) | Splash Pages

  3. Pingback: Quadrinhos Para Quem Não Curte Quadrinhos | Splash Pages

  4. Pingback: [Prateleiras Comentadas] Minha Coleção de HQs! | Splash Pages

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s