quadrinhos, Quadrinhos Comparados
Comentários 3

Os sonhos e pesadelos de Sandman

Sonhos estão sempre presentes nos quadrinhos, podemos vivenciar os maiores medos e os maiores desejos dos personagens. Entretanto, nas histórias em quadrinhos de super-heróis esses parecem ser os únicos aspectos dos sonhos que existem. Existem milhares de histórias aí para provar. Mas fica mais estranho quando somos apresentados a sonhos e pesadelos de grupos, pois todos parecem sonhar da mesma maneira ao mesmo tempo. O que não acontece muito parecido na vida real.

Até tu, Watchmen?

Até tu, Watchmen?

Dividir os personagens vem de uma tradição desde que o primeiro grupo de super-heróis, a Sociedade da Justiça, foi criada. Nessas histórias não havia muta interação entre os heróis e cada um devia responder por uma parte do combate. O mesmo acontecia na Era de Prata, com a Liga da Justiça: cada personagem resolvia uma parte do problema e ainda garantia uma aula de ciências para seus alunos-leitores, bem no estilo Era Atômica.

Assim foi ao longo do tempo, com os personagens acordando sobressaltados ou porque tiveram uma visão do futuro, remoeram algo do passado, viram seu maior desejo e não gostaram ou viveram seu pior pesadelo. A última história que li dessa maneira está na revista número um do mago inglês Constantine, nas aventuras da Liga da Justiça Dark, em que os personagens têm de enfrentar construtos dos seus próprios pesadelos.

Sonhei com um gatão!

Sonhei com um gatão!

Mas nem tudo é clichê no mundo dos super-heróis. Uma revista, surgida em 1988, mostrou as várias facetas dos sonhos, ainda que não todas. Essa revista era Sandman, de Neil Gaiman. Com a tagline “Eu lhes mostrarei o terror num punhado de areia”, Gaiman explorou o lado mais sombrio dos sonhos e pesadelos, garantindo no primeiro arco de Sandman, Prelúdios & Noturnos, uma dose de cada tipo de histórias de horror.

Essa areia é para o meu gato gigante...

Essa areia é para o meu gato gigante…

O fato é que a série de Neil Gaiman inovou o tema sonhos como nenhuma outra pessoa e influenciou uma geração a buscar novas formas de contar histórias. É possível ver a versatilidade de Gaiman contando os mais variados tipos de história, indo da Roma Antiga às Viagens de Marco Polo e preenchendo suas narrativas com os mais diferentes estilos de desenhos e desenhistas que trouxeram à luz como imaginam que os sonhos devem ser.

Anúncios
Este post foi publicado em: quadrinhos, Quadrinhos Comparados

por

Guilherme “Smee” Sfredo Miorando nasceu em Erechim em 1984. É mestrando em Memória Social e Bens Culturais, onde pesquisa quadrinhos. Já deu aula de quadrinhos, trabalhou com design e venda de livros e publicidade. Faz parte do conselho editorial da Não Editora. Co-roteirizou o premiado curta-metragem Todos os Balões vão Para o Céu. Seu livro de contos Vemos as Coisas como Somos foi selecionado pelo IEL-RS em 2012. Publicou em 2014 a HQ Fratura Exposta e sua primeira narrativa longa, Loja de Conveniências. Em 2015 lançou a antologia FUGA, de HQs com seu roteiro. Em 2016 lançou a HQ coletiva Lady Horror Show e a HQ "muda" Esperando o Mundo Mudar. Mantém o blog sobre quadrinhos splashpages.wordpress.com

3 comentários

  1. Essa “Liga da Justiça Dark” é um lixo.
    Quanto a Sandman, tenho a coleção Conrad em minha coleção. É um material, sem dúvidas, de elevado valor literário.
    A citação acima, de T. S. Elliot, sintetiza bem tudo o que estaria pra vir em 10 anos de publicação Sandman…
    Abraços!

    Curtido por 1 pessoa

  2. guilhermesmee diz

    Eu gosto da LJD geralmente, Kleiton. Os desenhos do talentosíssimo Mikel Janín são de babar.
    Eu também tenho a coleção da Conrad, gosto muito dela.
    Abraços!

    Curtir

  3. Pingback: As 10 HQs Mais Bem-Avaliadas do Guia dos Quadrinhos | Splash Pages

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s