Análises, quadrinhos
Comentários 3

Conheça Y: O Último Homem

Morte e sexo. Dois temas que atraem as pessoas. Eles são o estopim da trama de Y: O Último Homem. O ano é 2002 e uma praga arrasou a civilização e todos os machos, ou seja, todos portadores do cromossomo Y, são erradicados da face da Terra. Todos? Não.Um artista de fugas, recém formado em Letras e seu macaco capuchinho resistem bravamente.

Yorick e Ampersand: mergulhados em um oceano de estrogênio.

Yorick e Ampersand: mergulhados em um oceano de estrogênio.

Y: O Último Homem, junto com Fábulas, de Bill Willingham, veio para dar um novo fôlego para o selo Vertigo. Escrita por Brian K.Vaughan (Ex Machina, Fugitivos, Ultimate X-Men) e desenhada pela estreante Pia Guerra, a série é uma ótima recomendação para aquele seu amigo que não lê quadrinhos regularmente e também é uma forma de trazê-lo para o mundo dos quadrinhos, tal é seu poder de prender o leitor. Muito já se falou que os méritos são dos cliffhangers, as pontas soltas, que Vaughan deixa na história e das quais é mestre. Você TEM que saber o que acontece depois. É impossível ficar indiferente. Além de haver os cliffhangers de cada história dentro de um arco, perduram os grandes mistérios da série: o que causou a praga? Como o último homem e seu macaco sobreviveram?

O primeiro número da série é um bom exemplo. Apresentado ao leitor de uma forma cheia de dinamismo e suspense, a edição é uma aula de narrativa moderna, não deixando nada a dever a séries como 24 Horas e Lost. Brian K. Vaughan desenvolve uma história em 5 fronts: a perspectiva do protagonista, de sua mãe congressista, de Alter, líder de um comando israelense, da Agente 355, membro de uma sociedade secreta chamada Culper Ring e da Dra. Allison Mann, que acabaria por dar à luz ao suposto primeiro clone humano. Yorick Brown, o protagonista, está propondo sua namorada em casamento quando a praga acontece. Todas elas vão desembocar no momento em que a praga assola a humanidade.

Brian K. Vaughan iniciou nos quadrinhos através do projeto Stan-hattan, da Marvel. Sua estréia foi em Cable#43 (1997).

Brian K. Vaughan iniciou nos quadrinhos através do projeto Stan-hattan, da Marvel. Sua estréia foi em Cable#43 (1997).

Com todos os homens deixando a existência, restam apenas 1% dos proprietários de terra do mundo todo. 99% dos mecânicos, eletricistas e pedreiros estão mortos, mas restam 51% da mão de obra no ramo da agricultura. Apenas 14 nações possuem soldados femininos que serviram em unidades de combate terrestre. Em Israel, toda mulher com idade entre 18 e 26 anos realizou o serviço militar obrigatório por pelo menos um ano e nove meses. 85% dos representantes governamentais estão mortos, assim como 10% dos sacerdotes católicos, imãs muçulmanos e rabinos judeus ortodoxos. As mulheres, então, se puseram a preencher o papel dos portadores do cromossomo Y.

CONTINUA AMANHÃ…

Anúncios
Este post foi publicado em: Análises, quadrinhos

por

Guilherme “Smee” Sfredo Miorando nasceu em Erechim em 1984. É mestrando em Memória Social e Bens Culturais, onde pesquisa quadrinhos. Já deu aula de quadrinhos, trabalhou com design e venda de livros e publicidade. Faz parte do conselho editorial da Não Editora. Co-roteirizou o premiado curta-metragem Todos os Balões vão Para o Céu. Seu livro de contos Vemos as Coisas como Somos foi selecionado pelo IEL-RS em 2012. Publicou em 2014 a HQ Fratura Exposta e sua primeira narrativa longa, Loja de Conveniências. Em 2015 lançou a antologia FUGA, de HQs com seu roteiro. Em 2016 lançou a HQ coletiva Lady Horror Show e a HQ "muda" Esperando o Mundo Mudar. Mantém o blog sobre quadrinhos splashpages.wordpress.com

3 comentários

  1. Pingback: Os 10 Comics Que Me Ensinaram a Escrever | Splash Pages

  2. Pingback: 5 Destaques dos Lançamentos Vertigo/Panini Para Setembro/2015 | 2quadrinhos

  3. Pingback: 10 Pragas Mortais e Epidemias Fatais dos Quadrinhos | Splash Pages

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s