Um Jogo com Você: Aos Cuidados de Rafaela, de Marcelo Saravá e Marco Oliveira

Rafaela, Cravo e Canela

Uma das melhores histórias em quadrinhos brasileiras lançadas esse ano, Aos Cuidados de Rafaela, é como um jogo de provocações, é um gato e rato ao melhor estilo Nelson Rodrigues, como diz a quarta capa da HQ. A trama é a seguinte: após muitas tentativas, Nicolas acaba contratando Rafaela para cuidar de sua mãe, Aureliana, uma decadente cantora da Era de Ouro do rádio. Ele acaba se afeiçoando à garota e a desejando, embora Rafaela não dê motivos para isso. Com a morte de sua mãe, ele acaba, um conluio com seu amigo médico, inventando uma síndrome que o faz merecer os cuidados de Rafaela.

Rafaela, Cravo e Canela
Rafaela, Cravo e Canela

Em, Aos Cuidados de Rafaela, os autores trabalham bem o silêncio na reação dos personagens, volta e meia aparece um quadro sem palavras apenas com os personagens encabulados ou escondendo uma emoção que está à flor da pele e que a imagem disso não pode negar. Também temos muitas interações aditivas entre quadros de coisas distintas que junto acarretam numa nova situação. Elas muito bem utilizadas aqui, como por exemplo na sequência em que Nicolas se barbeia, ou na parte em que leva um soco. As Splash Pages também são outro recurso utilizado em Aos Cuidados de Rafaela, mas, diferente do que se vê em graphic novels brasileiras, esse artificio é usado mais ao estilo americano, em que algum acontecimento marcante precisa ser destacado. A diferença, entretanto, está no conteúdo destes acontecimentos.

Mais rodada que catecismo...
Mais rodada que catecismo…

O texto de Marcelo Saravá é bem trabalhado. Não existe narração em off, mas os diálogos são eficientes e fazem muitas referências. Estão lá funks, referências a marchinhas de carnaval, música sertaneja, mas também tem coisas que revelam a idade dos personagens, quando Nicolas cita o programa Clube do Bolinha. Também tem citações sobre o momento político atual. A arte de Marco Oliveira é expressiva. Sua Rafaela, com as sobrancelhas e o nariz juntos, dando a ela um ar naïve e ao mesmo tempo aproveitador, mostra também um pouco do que é sua arte: que tem a naïvetté como marca, mas também com a “sujeira” e a “malandragem” da arte underground. Ainda destaco o uso das cores, muito bem aproveitadas para cada situação.

Aos Cuidados de Rafaela, de Marcelo Saravá e Marco Oliveira, (Zarabatana Books, 2014, 144 págs, R$ 46,00)
Aos Cuidados de Rafaela, de Marcelo Saravá e Marco Oliveira, (Zarabatana Books, 2014, 144 págs, R$ 46,00)

Como diz o título da resenha, Aos Cuidados de Rafaela é uma HQ lúdica, que brinca com o leitor ao propor jogos de composição diálogo/imagem ou layout/página. Um exemplo disso é a parte em que Nicolas bebe álcool e dentro da garrafa, os quadrinhos vão diminuindo, indicando, assim, que o conteúdo vai se dissipando. Mas a maior brincadeira é um jogo mesmo, desses de tabuleiro, muito bem engenhado pela equipe criativa. É o “Sem Cuidados de Rafaela”, um jogo no qual Nicolas deve chegar ao final com 50 pontos de dignidade, coisa que, é claro, ele não consegue.

Assim, Aos Cuidados de Rafaela é uma boa surpresa ao entregar para o leitor mais do que o esperado e ainda assim jogar com seu olhar e sua percepção, já que acontecem muitas e muitas reviravoltas na trama.

Anúncios
Categorias: Tags: , , , , , ,

5 Comments

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s