Concurso Cultural: O Encontro Fortuito

Olá pessoal, uma nova promoção se anuncia no blog! Mas desta vez tem que participar! Não é só curtir o blog e compartilhar com os amigos. Também tem que responder à pergunta do nosso Concurso Cultural!

“O que você faria se encontrasse um personagem do folclore brasileiro?” é a pergunta e a resposta mais criativa ganhará um exemplar autografado de A Bandeira do Elefante e da Arara – O Encontro Fortuito, de Chrsitopher Kastensmidt, Carolina Mylius e Ursula Dorada. Você responde aqui mesmo neste post nos comentários do blog colocando, claro, seu e-mail para entrarmos em contato.
O seu encontro fortuito pode ser com o Boitatá, a Mula Sem Cabeça, o Saci Pererê, o Curupira, o Negrinho do Pastoreio, ou seja, qualquer personagem comprovado do folclore brasileiro. Fique ligado na criatividade. Essa promoção se encerra em 15/01/15, então não perca tempo e responda! Será válida apenas uma resposta por participante.

Anúncios
Categorias: Tags: , , , , , , ,

4 Comments

  1. Não, eu não iria tirar uma ‘selfie’ e nem ficar de papo, ia ser correndo! Talves minha pernas travassem, como se meus pés estivessem virados e na hora de correr é como se eu tivesse apenas uma perna, mas a minha esperança é conseguir correr pra bem longe e depois ter muuuita história pra contar.

    Giovanna Talamini (giovanna.talamini@gmail.com)

    Curtir

  2. São tão grandes e incríveis os mistérios dos personagens de nosso folclore, que verdadeiramente não sei o que faria. Talvez minha curiosidade por seres tão fantásticos me fizessem perguntar ao Curupira qual a verdadeira fonte das chamas em sua cabeça. Ou me fariam questionar Iara sobre o real motivo de cantar tão belamente e atrair homens inocentes para o fundo das águas, mesmo sabendo que de qualquer forma, a ela eles não pertenceriam. Ou até mesmo aconselhar o Boto Cor-de-Rosa que atualmente o simples charme de um homem dificilmente encantaria tão facilmente uma mulher, que ele precisava mudar sua tática, pois mesmo para um ser fantástico como ele, os tempos mudaram.
    São tantas as perguntas e tantos os seres que fico por aqui, como a certeza em meu peito que eles estão ali realmente, porém visíveis apenas aos corações mais sinceros e nobres daqueles que creem para ver, e não veem para crer…

    Marcus Vinicius de Araujo (marcuspallas@hotmail.com)

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s