Mês: janeiro 2015

DQN

Dia do Quadrinho Nacional – 30 de Janeiro – Depoimentos (Parte II)

“Fazer quadrinhos no Brasil é, antes de tudo, um trabalho para guerreiros. É uma das apostas mais incertas no campo das artes, pois se tudo ficar ruim para um músico, ele vai para a rua tocar e tira seu trocado, fazer música. Se tudo der errado para um quadrinista, ele vai mudar de emprego em outra área. Quadrinhos é o hobby da arte, que também é considerada hobby. Quadrinhos é o hobby do hobby. E tem gente que não desiste, faz quadrinhos vai às feiras, vendem sem trabalho, tira seu sustento ou, no mínimo, complementa a sua renda. Fazer quadrinhos no Brasil é esboçar um futuro promissor. Se o esboço já está interessante, espera só quando mandarmos ver na tinta.” Estevão Ribeiro, editor da Aquário Editorial, autor da tirinha Os Passarinhos, dos álbuns Pequenos Heróis e Futuros Heróis e muitos outros quadrinhos. “Os quadrinhos no mundo todo passam por um momento de qualidade como nunca visto antes. E dentro desse mundaréu de coisas surgindo é importantíssimo desenvolvermos o nosso jeito de fazer, o nosso jeito …

DQN

Dia do Quadrinho Nacional – 30 de Janeiro – Depoimentos (Parte I)

Viva! Hoje é o Dia do Quadrinho Nacional! E temos muito a comemorar, visto o salto de qualidade e de público que essa produção deu na última década. Chamei alguns amigos envolvidos com a produção nacional de quadrinhos para ratificar a importância dessa produção cultural no Brasil. Confere aí! “Há 146 anos Angelo Agostini lançava, no Brasil, uma nova forma de comunicação: os Quadrinhos de Nhô Quim (que veio bem antes do Yellow Kid, Flash Gordon ou Dick Tracy). Anos antes, ele já havia surpreendido a população com seu novo estilo de jornalismo: a imprensa ilustrada. Essa revolução na comunicação de massa criou raízes e hoje é impossível pensar em comunicação -impressa, televizada ou internetizada- sem que a imagem tenha seu importante espaço delimitado. Infelizmente, a imprensa escrita onde a ilustração ganhou força e se popularizou (a dita “imprensa marrom”) tem reduzido o espaço da ilustração em suas páginas. E os Quadrinhos, apesar de perderem seu espaço nas bancas, ganharam o mundo das livrarias e da virtualidade, e hoje vemos uma produção imensa de veteranos …

Num podchy!

Os 10 Casais Gays Mais Famosos dos Quadrinhos

Muito mais importante que listar um monte de personagens gays dos quadrinhos é destacar os casais que existem na junção destes dois universos tão especiais. Casais gays podem ser como outros casais: normais e estranhos, bonitos e feios, destrutivos e construtivos, sacanas e santarrões, que provocam inveja e que não estão nem aí, caseiros e baladeiros, a diferença apenas existe na forma como fazem para ter prazer. E aí estou falando apenas do prazer sexual. Casais gays gostam de dormir e acordar juntos. De comer e beber juntos. De rir e chorar de rir juntos. E casais gays podem ser superheróicos ou até supervilanescos. Por que não? Como você vai perceber existem muitos casais gays estranhos no mundo dos super-heróis, tudo para pode passar pela censura e pelo gosto duvidoso da massa nerd que lê gibi. Mas eles existem. Não adianta fingir que não viu. E eles só querem ser tratados como qualquer outro casal: com respeito. Well, ladies, the time is coming for you to… gay-synch for you life! Chantay you stay (Reading this …

DCMVCrisesGuerras

A Crise Final da Marvel e a Guerra Secreta da DC

Rumo ao fim da Marvel! Rumo às novas Guerras Secretas! E à Convergência de todas as Crises! Guerra tem pra todos os lados. Crise, então, eu tenho uma a cada dia. Mas a guerra que nos pegou de surpresa esse mês foi a nova edição da megassaga Guerras Secretas, da Marvel Comics, que completa 30 anos em 2015. Tanto é que a próxima edição do SplashPod vai ser inteiramente dedicada a discutir o final da Marvel, ou a nova Guerras Secretas. Mas para você ficar por dentro do que aconteceu historicamente, eu faço aqui um apanhado dos principais eventos que redefiniram Marvel e DC Comics e mexeram com suas realidades, seus multiversos e omniversos. Me acompanhem! 10 motivos mais um extra pra acompanhar Secret Wars e Convergence! 00. TORNEIO DE CAMPEÕES (1982) Tudo começou com um evento-teste em 1982, o Torneio de Campeões, que foi publicada aqui em Heróis da TV. Esse evento reunia vários heróis do mundo todo (e foi aqui que surgiram vários heróis internacionais) que eram divididos em duas equipes. Uma pertencia ao …

SplashPodDuraMole4

SplashPod – S01 E02 – Crossover: Capa Dura x Capa Mole (Brochura)

Neste segundo SplashPod apresentamos o crossover Capa Dura x Capa Mole, com a participação especial de Daniel HDR, Émerson Vasconcelos, Punch Comics e o Vinícius, do 2quadrinhos! Confere a set list: (00:00) Intro Batman (01:07) Acabamento Gráfico (07:56) Coleções Estilo Salvat (15:05) Quadrinhos Ostentação (18:35) Os Movimentos do Mercado (21:00) Daniel HDR (23:53) Qual você prefere? (33:25) O Trabalho Editorial: O case de Sandman da Conrad (35:50) Os Tipos de Papel (37:42) Os Paralelos com o Mercado Japonês (38:50) Émerson Vasconcelos (40:00) Os Encalhernados e os TPBs (43:45) Encadernadores Caseiros Anônimos (48:45) Punch Comics (50:44) Vinicius 2 quadrinhos (51:50) ISSN e ISBN (56:54) ByeBye SplashPod – S01 E02 – Crossover: Capa Dura x Capa Mole (Brochura). MÚSICAS (Anos 50 e 60): (00:36) Bobby Darin – Splish Splash (02:44) Ray Charles – Get Rythm (07:56) Herman Hermits – Into Something Good (20:41) Lesley Gore – It’s My Party (39:57) The Marcels – Blue Moon (56:54) The Beatles – Hello Good Bye CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO PARA BAIXAR O PODCAST!!!

My France will never be the same, I'm glad Ronald McDonald came...

Os Quatro Quadrinhos Mais Influentes da Infância #fourcomics #4hqs

Ontem, 22 de janeiro, a editora Archie Comics lançou no twitter um desafio de postagens, no estilo #musicmonday. A ideia era selecionar as capas dos quatro quadrinhos mais influentes na sua infância. Logo, ditando a hashtag #fourcomics a timeline estava cheia de quadrinistas, fãs e profissionais da área declarando suas paixões da infância. Algumas podem parecer óbvias, postando só revistas de super-heróis, mas outras não, como por exemplo as de Kurt Busiek, que colocou quase só quadrinhos europeus. Detalhe: Busiek passou a infância na França. Eu também coloquei os meus e, como uma boa criança brasileira dos anos 80, as influências não poderiam ir muito além dessas. Mas como esse blog é meu e eu faço nele o que eu quero, eu vou explicar melhor essas influências e como elas transformaram minha vida: AS HISTÓRIAS DE PARÓDIAS DA TURMA DA MÔNICA Sim, a primeira mesmo foi Cebolinha e Mônica em Romeu e Julieta, lá nos anos 70. Mas eu não tinha chegado ao mundo naquela época, então peguei as paródias de filmes da turminha como …

desdc

Os Melhores Destinos do Verão no Universo DC

Devido à grande procura de reservas em nossos pacotes para o Universo Marvel, resolvemos fazer uma parceria com uma agência de viagens homônima na Universo DC e oferecer também pacotes para os lugares mais selecionados do Universo da Lendas, neste verão que fará Mefisto e Blaze morrerem de inveja. Santa Prisca Priscaaa, quiero bailar la salsa! Priscaaa! Um paraíso tropical que se tornou um enclave revolucionário no Mar do Caribe. A magia da militarização pode ser sentida nas suas belíssimas torturas, obrigações e restrições. Você sentira na pele como é ser um priscano ao visitar esse país proibido pelos Estados Unidos. Apenas alguns bons cidadãos conseguem chegar a essa ilha. Entre seus mais ilustres frutos está o porradeiro Bane. Aproveite nossa oferta de verão para Santa Prisca e ganhe uma garrafa do drinque local, Veneno! Ilha do Arqueiro Verde Tem horas que o mundo te incomoda tanto com seus barulhos, cheiros e obrigações que tudo que você quer é ficar sozinho numa ilha deserta. Nada tema. Nossos agentes autorizados estão preparados para simular um desastre …

DESMarvel

Os Melhores Destinos do Verão no Universo Marvel

Não sabe para onde ir nesse verão? Cansado das opções chatas como praia, montanha e casa da sogra? Acha que o dólar subiu tanto que a próxima viagem que você vai fazer é pro Microverso? Não se preocupe, selecionamos vários pacotes turísticos acessíveis para incríveis lugares no Universo Marvel! Confira! Madripoor No melhor estilo favela chic, em Madripoor convivem a tecnologia dos gigantescos arranha-céus com a rusticidade dos casebres em palafitas. Ideal para quem gosta de conhecer os costumes locais como roubar, traficar, praticar crimes a mando de algum supervilão como para os que gostam de compras de luxo, participando de leilões de grandes jóias, automóveis e outros olhos da cara da alta sociedade. Um dos pontos que nosso guia recomenda é o Bar Princesa, local de lutas de bar como você nunca viu antes e é muito capaz de você se encontrar com Wolverine ou a Mulher-Aranha por lá. Fique de olho no tapa-olho! Ilha da IMA Localizada no belíssimo Caribe, a Ilha da IMA fica no lugar onde era a ilha de Barbuda. …

Quadrinhos e palavras cruzadas: uma aproximação

Palavras cruzadas e quadrinhos: uma aproximação

Talvez as coisas eu mais se compre nas bancas hoje em dia seja isso mesmo: palavras cruzadas e quadrinhos. Ok, e cigarros, balinhas, cafezinhos e os famosos jornais populares de cinquenta centavos com “junte e ganhe”. Mas vamos às palavras cruzadas e quadrinhos: elas são duas formas de participação do leitor. Enquanto a primeira joga com as palavras fazendo das letras, imagens, a segunda já trabalha com as imagens propriamente ditas e o discurso que faz o leitor ir além nas páginas da revista para completar o joguinho. Vamos ver mais semelhanças entre as palavras cruzadas e os quadrinhos? TREINAR O CÉREBRO: Muito já se falou de ativar os dois hemisférios do cérebro, o esquerdo, do raciocínio, onde nós encontramos as letras e o direito, da criatividade, onde são processadas as imagens. Utilizando os dois lados do cérebro, tanto nas palavras cruzadas quanto nos quadrinhos, mantemos ele ativo e produtivo por mais tempo em nossa vida. Ficamos mais criativos e nosso raciocínio funciona mais rápido, de forma que nossos neurônios envelhecem mais lentamente; SEQUÊNCIAS DE …

O ator que faz o papel de Superman também faz filmes pornôs gays. Como eu sei? Um passarinho me contou... (oooops...)

Como os super-heróis podem ter salvo a indústria pornográfica

Que os super-heróis estão em todas as telas você sabe. Nas telas de cinema, nas telas de televisão, dos computadores, dos celulares. Mas muita gente gostaria de ver seus amados super-heróis pelados, e sim, fazendo coisinhas. Ora, que é isso, não fique encabulado(a), bancando de falso(a) moralista. Quem nunca sonhou (ou fantasiou) em ser salvo por seu super-herói favorito ou super-heroína favorita, e em troca prestar alguns favores para o benfeitor(a). Ainda não se convenceu? Pois saiba que são os super-heróis que estão salvando a indústria pornográfica americana. Hoje, vamos ser sinceros, ninguém mais aluga filmes pornôs, ou muito menos paga por eles, tendo em vista torrents e vídeos em streaming a la youtube que existem na web. Isso causou uma quebra na indústria pornográfica. Porém, com a chegada de Axel Braun, que dirigiu mais de 400 filmes pornôs desde a década de 90, a maré começou a mudar. Tudo começou com uma paródia pornô da série dos anos 1960 de Batman, “BatmanXXX”, em 2010, que fez tanto burburinho e tanto sucesso na internet, que …

Death by Design, de Chip Kidd e Dave Taylor

Morte Pelo Design. Batman: Death by Design, de Chip Kidd e Dave Taylor

O lançamento de uma graphic novel pelo notável designer Chip Kidd foi muito celebrado nos EUA, porém não atende a tanto burburinho sobre ela. Chip Kidd é um designer de livros e capas de livros muito experiente, prolífico e bem cotado nos EUA. Ele trabalha bastante com quadrinhos e capas de encadernados e livros relacionados, principalmente aqueles que tem a ver com a DC Comics. Kidd fez o logotipo da minissérie Trindade e da linha Grandes Astros DC, por exemplo Ganhou prêmios como livro Mitology: The DC Comics Art of Alex Ross. Também com Peanuts: The Art of Charles M. Schulz e com Batman: Animated. Death By Design é a sua primeira graphic novel. A história tenta fazer que dois acidentes do mundo real em edificações passem a fazer sentido no mundo de Gotham City, envolvendo as Empresas Wayne, o Batman, o Coringa e as tão comentadas empreiteiras corruptas de hoje em dia. Apesar de ele não cometer erros de roteirista principiante, afinal teve assessoria de Neil Gaiman, alguns (vários) problemas são notados. Por outro …

A Popozuda passa uma mensagem, sim!

Quadrinho nacional: um mercado de nicho ou um mercado popular?

Estava discutindo isso com um amigo no facebook. Os quadrinhos brasileiros devem seguir seu próprio caminho ou devem seguir as fórmulas de outros mercados como o americano e japonês para se tornarem populares? Vemos que desde 2010 os quadrinhos brasileiros têm amadurecido. Têm se tornado diversos e oferecem várias alternativas para quem quer conhecê-lo. Até existem super-heróis brasileiros, embora ninguém seja capaz de citar um de destaque. Nossa discussão começou com isso: super-heróis brasileiros. Não acho que esse estilo de história se popularize ou se dê bem no Brasil, pelo motivo de que super-heróis são um produto da cultura americana. Ninguém vê super-heróis franceses, polinésios ou argentinos. Ano passado um coletivo de quadrinistas brasileiros colocou no ar uma campanha no catarse para empenhar um álbum de crossover de super-heróis brasileiros chamado: A Ordem. Super-heróis se originam de tempos de dificuldades, como a grande depressão no anos 30 nos Estados Unidos ou a Segunda Guerra Mundial. Como falei nesse link sobre a intrínseca relação entre super-heróis e guerras. Ao mesmo tempo, no Brasil não existem guerras …

Batmirim um novo leitor!

Definições de Felicidade para um Colecionador de Quadrinhos

Pode ser fácil ou pode ser difícil fazer um fã de quadrinhos feliz. Mas vamos concluir que é b em fácil, na verdade, basta entender seu coraçãozinho quadriculado. Listei 10 coisas que fazem um fanático de quadrinhos feliz: REVISTA NOVA NAS BANCAS: Ah, que beleza ver aquele exemplar que você tanto queria ali nas bancas, primeiro você folheia na banca, depois folheia em casa e por fim, vai ler. CHEIRAR REVISTA: Sim, ler quadrinhos é um vício e nada melhor do que cheirar a revista e sentir o odor da tinta e do papel, da cola e tudo mais que deixou o seu gibi do jeito que está. COMPARTILHAR UMA DESCOBERTA: Eu li uma HQ do carvalho e agora quero mostrar para o povo como ela é boa, ter a gratidão das pessoas por fazê-las entrar no mundo de uma revista também é legal. ASSISTIR UM FILME BASEADO EM QUADRINHOS: Se gostamos do filme ou não, isso é o de menos, o legal é toda aquele suspense antes do filme sair e das especulações com …