Origens Secretas dos X-Men (Parte 2)

X-Men Circa 1998

Dando sequencia à matéria anterior, daremoss equencia aos depoimentos dos criadores dos X-Men falando como foi dar vida a estes amados personagens. Estrelando esta segunda e última parte: Kitty Pryde, Vampira, Gambit e Medula!


Um filminho passou pela minha cabeça...
Um filminho passou pela minha cabeça…

KITTY PRIDE, A AMIGA DO JOHN BYRNE

Criadores: Chris Claremont e John Byrne

Kitty foi criada  porque o editor-chefe, Jim Shooter, precisava colocar uma pessoa mais jovem na equipe. “Nós adicionamos Kitty para incluir uma perspectiva adolescente onde os jovens leitores tentariam se enquadrar”, diz Claremont, “Isso nos deixou mostrar em alguém o outro lado, ver a equipe com olhos novos.”

Shooter odiava personagens com poderes de disparo, que atacam de longe, então Byrne colocou nela um poder passivo, inspirado num artigo científico dizendo que átomos não podem ocupar o mesmo espaço ao mesmo tempo. Originalmente o codinome Sprite(Ninfa) foi obscurecido pelo nome Kitty Pride, e isso surgiu indiretamente para Claremont.

Claremont queria que o nome dela fosse Thunderbird (Pássaro Trovejante, depois do finado X-Man), não importando quais os poderes que daríamos a ela”, conta Byrne, “Eu pensei que não era um bom caminho para se aproximar de um novo personagem; assim eu comecei imaginando a imagem de um pássaro para a idéia dele de Thunderbird e pensei em ‘Kitty Hawk’. Aquilo lembrou de uma amiga minha, Kitty Pride, e esse foi o nome que eu decidi usar.”


O Beijo da Mulher-Vampira!
O Beijo da Mulher-Vampira!

VAMPIRA, UMA BOMBA QUE EXPLODIU NA MS. MARVEL!

Criadores: Chris Claremonte e Michael Golden

Vampira foi criada como uma vilã por Claremont e Golden para um único propósito: tirar Ms.Marvel definitivamente dos Vingadores. “Vampira foi apenas uma bomba planejada, onde os detalhes não eram importantes, para acabar com Ms. Marvel.”, expõe Claremont, “Uma vez que nós redigimos aquilo (ver Origens dos Super-Heróis Marvel#4), começamos a pensar em Vampira como um personagem limpo e nós a fixamos nos X-Men, mas ela sempre era julgada por ter cometido um crime imperdoável (contra Ms.Marvel).

Golden criou o visual de Vampira, incluindo as mechas brancas sobre as têmporas, mas os artistas seguintes entenderam mal sua idade. “Ela já foi desenhada em seus quarenta anos e realmente envelhecida” explica Claremont “Nós nunca imaginamos que ela teria mais do que dezessete anos! Ela era uma suposta filha de Mística.” Para corrigir o erro, o artista de Uncanny X-Men, Paul Smith retocou-a na edição 172, quando ela entrou na equipe, e suas mechas brancas foram movidas para cima da testa fazendo-a parecer mais jovial.


Meu olhos não são encantadores?
Meu olhos não são encantadores?

GAMBIT, AGITANDO E MISTURANDO!

Criadores: Chris Claremont e Jim Lee  

A criação de Gambit foi um empenho conjunto. Claremont desenvolveu seu nome e personalidade enquanto Lee desenhou o visual de Gambit. “Chris descreveu ele como um cara nervoso e desordeiro, além de acrobata” diz Lee “Ele era um ladrão com mais charme do que beleza, do tipo de John Malkovich. Em retrospecto, provavelmente eu também tenha desenhado ele com um bom visual.”

A atitude de Gambit vem do tempo em que Claremont tirou férias em Nova Orleans. “Nós tínhamos um monte de pessoas honestas no grupo quando Gambit foi introduzido”, expõe Claremont, “Eu pensei em alguém que iria ‘agitar a mistura’ “. Lee deu a Gambit o uso de cartas de jogo e seu poder básico além de desenvolver sua malandragem e seu visual de impacto. “Nós estávamos tentando fazer os personagens mais realísticos” conta Lee.


Medula, na sua primeira aparição enquanto adulta.
Medula, na sua primeira aparição enquanto adulta.

MEDULA, A GAROTINHA QUE VÊ O BEM NAS PESSOAS!

Criadores: Como criança: Jeph Loeb e David Brewer;

Como adulta: Scott Lobdell e Jeff Matsuda.

Houveram duas Medulas: uma como criança, Sarah (Fator X#3) e outra, a terrorista da Nação Gene (X-Men Gênesis) e as duas foram fundidas numa só: Sarah, codinome: Medula.  Em um conceito original, Sarah era uma criança Morlock que tinha a habilidade de ver o bem nas pessoas, até mesmo conter os mais poderosos e violentos Morlocks. “Calisto e Tempestade perceberiam quanto ela era poderosa e ajudariam-na a usá-los”, conta Loeb “Isto é até onde eu tinha ido. Depois Lobdell usou a idéia de Medula ser como ela é agora”. Aquela idéia incluía um novo poder mutante e um novo nome Sheathe, mas os editores rejeitaram essa personagem por ser também muito sensual.

X-Men Circa 1998
X-Men Circa 1998
Anúncios

2 Comments

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s