A HQ de Formação: Kingsman – Serviço Secreto, de Mark Millar, Dave Gibbons e Matthew Vaughan

Os Carinha do Rei

Além de mexer com a mitologia dos filmes e livros de espionagem, a nova HQ de Mark Millar e Dave Gibbons, que virou filme pelas mãos de Matthew Vaughan é um clássico. Ou melhor, tem a estrutura de um clássico. Por quê? Bem, ela usa a estrutura do “romance de formação”, mas no caso seria uma “HQ de formação”. O exemplo mais patente é a história de O Patinho Feio, que também poderia ser chamar do Lixo ao Luxo, é uma história de crescimento e transformação, tão clássica como qualquer outra do tipo que vemos nos cinemas, novelas, séries e, claro, nos quadrinhos.

Kingsman: Serviço Secreto
Kingsman: Serviço Secreto

O romance de formação é chamado Bildungsroman. Livros como As Aventuras de Huckleberry Finn, E o Vento Levou…, O Apanhador no Campo de Centeio, O Jogo do Exterminador, todos são romances de formação. Mas temos que destacar que muitos dos quadrinhos do século XXI são bildungsroman, pois grande parte deles se apoiam em contar em autobiografias as transformações do personagem principal, principalmente as biografias como Persépolis, Fun Home, Retalhos, Epiléptico e tantos outros.

Mas Kingsman está bem longe das graphic novels e muito mais perto dos filmes blockbusters cheios de explosões e cenas massavéi. Isso é o que Mark Millar e seus associados fazem de melhor. Mas dessa vez, Millar foi beber na fonte dos livros e filmes de espionagem ingleses, o que necessitaria um pouco mais de, vamos dizer, elegância, elemento que faz parte do gênero.

Mark Há Mil Por Hora
Mark Há Mil Por Hora

E se você pensa que ser elegante é ser frufru, gay, frutinha, afeminado, você não sabe é nada, Jon Snow, não sabe nada. Ser elegante é saber conversar com mulheres, é saber conquista-las, é saber se portar em sociedade, saber aproveitar o mundo e retirar dele o que há de melhor e saber alfinetar quem merece quando merece. Sim, uma versão gay hedonista wannabe para heteros, mas que funciona. Ou por que vocês acham que tantas mulheres se dão bem com gays? Ah, Jon Snow, Jon Snow…

Millar até se torna mais elegante na sua última HQ, tentando até retratar problemas sociais da baixa classe média da Inglaterra, que estão bem, mas bem longe dos problemas da classe média brasileira, mas ainda assim com um pezinho lá. Millar também mete um pezinho na jaca e um pezinho na arrogância e no simplório quando afirma que pessoas que vêm de classes mais baixas não têm bom gosto para roupas, não sabem discorrer sobre diversos assuntos ou que possuem pobreza de discurso. Ele cai no clichê por várias e várias vezes ao fazer comparações entre classes sociais, mas como um filme Sessão da Tarde (e filmes Sessão da Tarde não são clássicos?), cuja função é entreter e não questionar ou fazer pensar, ele funciona.

Perdido na Colômbia! FARC! FARC!
Perdido na Colômbia! FARC! FARC!

Kingsman tem sua quantidade de piadas, tem sua quantidade de explosões e bizarrices à la Millar, tem a parte que ele envolve a cultura pop e a cultura nerde para parecer kool e dyskooladho, mas diferente de qualquer outro trabalho de Millar ele tem literacidade – ou seja lá o que isso seja. Kingsman vai além  das pobres referências restritas ao comicdom, diferente de Procurado, Kick-Ass, Nêmesis ou Superior, todos muito calcados no mundo dos quadrinhos.

Mark Millar abriu uma janela quando mirou na mitologia jamesbodiana de espionagem e construiu uma história com o melhor dispositivo introdutório de leitores: usar o personagem como elemento introdutor de mundo, como eu já falei que usaram muitos personagens dos X-Men para fazer isso (Kitty, Jubileu, Fada). Sim, amigos, Mark Millar ainda tem salvação.

Os Carinha do Rei
Os Carinha do Rei
Anúncios

5 Comments

  1. Só li uns pedaços da HQ. Sei que há diferenças até quanto a nomes e personagens. Achei o filme muito bacana. Nada a ver a parte do agente cortado ao meio pela Gazelle e sem esguichar sangue.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s