destaque, História dos Quadrinhos, quadrinhos
Comentários 11

Esquadrão Supremo: A Liga da Justiça da Marvel

Houve um dia como nenhum outro em que um encontro entre as equipes dos Vingadores e da Liga da Justiça não foi aprovado pela DC Comics. O resultado foi publicar a história pela Marvel, mas transformando os heróis da Liga em heróis de outra dimensão: o Esquadrão Sinistro. Vamos conhecer mais sobre a Liga da Justiça da Marvel!

Supremamente Sinistro!

Supremamente Sinistro!

A história acima foi escrita por Roy Thomas e desenhada por Sal Buscema, na história os vilões são enviados pelo Grão-Mestre para derrotar os Vingadores. Mas, em Avengers #85 (de fevereiro de 1975), surge o Esquadrão Supremo, a versão benigna da equipe anterior, com os mesmos membros. Nessa história, criada por Roy Thomas e John Buscema, seus membros eram Hipérion (Superman), Falcão Noturno (Batman), Doutor Espectro (Lanterna Verde), Tufão (Flash), Arqueiro Dourado (Arqueiro Verde), Lady Rouxinol (Canário Negro), Tom Polegar (Eléktron), Anfíbio (Aquaman) e Capitão Águia (Gavião Negro).

O enredo é basicamente o seguinte: os Vingadores perdidos no tempo e dimensões por causa de um feitiço da Feiticeira Escarlate, acabam se deparando com o Esquadrão Supremo que precisa debelar a ameaça do Cerebebê, uma criança com um cérebro imenso que planeja destruir o mundo por ter feito troça com ela. Claro que nossos heróis unidos conseguem resolver o problema.

Poxa, mas não chamaram o Sr. Sinistro! #xatiado

Poxa, mas não chamaram o Sr. Sinistro! #xatiado

O próximo encontro se dá durante a famosa Saga da Coroa da Serpente, uma das melhores histórias dos Vingadores segundo especialistas. Nela, as duas equipes se encontram, primeiro para lutar (claro!) e depois para livrar o mundo do Esquadrão da influência da Coroa da Serpente, um artefato capaz de controlar mentes. Essa história foi escrita por Steve Englehart e desenhada por George Pérez e foi uma das bases para Kurt Busiek e Carlos Pacheco comporem a megassaga megaelogiada Vingadores Eternamente. As histórias citadas até aqui foram publicadas em Coleção Histórica Marvel: Vingadores.

Em 1985, o editor e escritor Mark Gruenwald retornou ao Esquadrão Supremo, dessa vez escrevendo uma minissérie em 12 edições. Na trama, o Esquadrão Supremo quer transformar a terra deles em uma utopia, inciando, então, o Programa Utopia. Porém, o Batman da Marvel, o Falcão Noturno, é contra esse programa e vai buscar aliados e maneiras de sabotar esse intento.

Universos morrerão! Universos nascerão!

Universos morrerão! Universos nascerão!

Numa graphic novel subsequente chamada Esquadrão Supremo: A Morte de Um Universo, também pelos mesmos autores, o universo do Esquadrão encontra um fim e seus membros remanescentes vêm para a Terra 616 e passam a trabalhar para o Projeto Pégasus, o que os leva a um novo confronto com os Vingadores na fase Busiek/Pérez. A mini em questão foi publicada no Brasil na revista Gibi/Marvel Force da Editora Globo, mas apenas os 5 primeiros números. Já a última história citada foi cortada pela Editora Abril e trazida à nós anos depois pela Panini na Revista Wizard. Um detalhe interessante é que, quando Mark Gruenwald morreu, seu último desejo era que suas cinzas fossem mescladas às tintas que compunham o encadernado dessa sua fase no Esquadrão Supremo.

Talvez a versão mais conhecida do Esquadrão Supremo das novas gerações seja a versão para leitores maduros, conhecida como Poder Supremo. Escrita por J. Michael Straczynski e desenhada por Gary Frank, a série saiu pelo selo MAX e no Brasil foi publicada na revista Marvel MAX. A premissa da série era ótima. Um bebê superpoderoso cai na Terra e, ao invés de ser cuidado por pais carinhosos, ele é controlado pelos militares e o governo, se tornado uma arma. Hipérion é criado por pais falsos, que têm medo dele e, quando descobre seus poderes, acaba disparando sua visão de calor no seu cachorrinho.

O Esquadrão da fasse Busiek/Pérez, desenhado por Carlos Pacheco.

O Esquadrão da fasse Busiek/Pérez, desenhado por Carlos Pacheco.

A série também apresenta o Falcão Noturno e o Tufão, que nesta versão são negros, a Princesa do Poder, uma versão bastante distorcida da Mulher-Maravilha e o instável Doutor Espectro. Anfíbia, aqui é uma mulher, um monstro marinho que se criou no mar. Temos Arcana, uma versão de Zatanna que pode atravessar realidades e que rendeu, inclusive, um encontro com o Universo Ultimate, em que Nick Fury vai parar no mundo deles e a Princesa do Poder fica no Universo Ultimate. Porém, depois que Straczynski abandonou a série devido a desacordos com Joe Quesada, ela caiu no ostracismo depois de duas tentativas malfadadas de continuação.

Com poderes supremos, vêm responsabilidades supremas...

Com poderes supremos, vêm responsabilidades supremas…

Hoje temos um Hipérion na equipe dos Vingadores. Ele veio de um mundo moribundo e é seu único sobrevivente. Também, após Secret Wars, foi anunciada uma nova série dessa equipe, só que dessa vez com o nome de Esquadrão Sinistro, como no original. É esperar para ver porque usar essa versão Marvel da Liga da Justiça, tem sido, por anos, sinônimo de boas histórias.

O NOVO NOVÍSSIMO Esquadrão Sinixxxtro, ae!

O NOVO NOVÍSSIMO Esquadrão Sinixxxtro, ae!

Anúncios

11 comentários

  1. Lucas Rafael Faccioli diz

    Gostei muito do artigo, resumiu bem o conceito do Esquadrão.

    A imagem utilizada no final é a capa da mini tie- in de Secret Wars e não da mensal anunciada pra começar após Secret Wars. Tanto que o Hiperion que estrelara a mensal é o que no momento faz parte dos Vingadores e não o que aparece nas imagens.

    Curtir

  2. Ah cara eu NÃO gosto e tal deles, mesmo sendo versões análogas e tudo mais. Até o Morrison fez uma coisa parecida em Multiversity e eu não curti muito.
    E uma correção: Esquadrão Sinistro é tie-in da Guerras Secretas e não após, já que após vamos ter Esquadrão Supremo!

    Curtir

  3. Pingback: 10 Destaques Das Solicitações da Marvel Para Dezembro/2015 | 2quadrinhos

  4. Pingback: 10 Comics dos Anos 2000 Que Você Não Pode Deixar de Ler | Splash Pages

  5. Marcelo Da Silva Lima diz

    oi , eu to começando agora a companhar os quadrinhos e gostaria de saber se a dc tbm fez uma vesao dos vingadores nos quadrinhos pra enfrentar lja ,ouvi dizer que sim gostaria de saber mais sobre isso poderia me mandar um link de alguma materia sobre isso ? fico agradecido pela atençao

    Curtir

    • Guilherme Smee diz

      Oi Marcelo! Sim! A DC já fez uma versão do Vingadores. Mas na verdade ela saiu na revista do The Authority, eles eram chamados de Ultramrines. Essa história saiu no Volume 2 do The Authority. Se bobear você até consegue nas bancas! Abraços!

      Curtir

  6. marcelo diz

    oi , eu to começando agora a companhar os quadrinhos e gostaria de saber se a dc tbm fez uma vesao dos vingadores nos quadrinhos pra enfrentar lja ,ouvi dizer que sim gostaria de saber mais sobre isso poderia me mandar um link de alguma materia sobre isso ? fico agradecido pela atençao

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s