Marvel e DC Comics Pegando no Pau

Caro marvete e caro decenauta! Caros fãs de capa e espada! Esse será um duelo como nenhum outro, mas cabe a você decidir quem vai gozar do privilégio da vitória.

Vem pra minha BatCaverna!
Vem pra minha BatCaverna!

De um lado temos Clark Kent, o Superman versus Bruce Wayne, o Batman, em suas identidades secretas, num lindo amasso secreto que ninguém, nem eles mesmos podem ficar sabendo. O bara mangá é uma HQ colorida e muito bem desenhada por Gesuido Megane que, se você passar rapidamente os olhos talvez repare alguma semelhança com o Batman de Greg Capullo. Aquelas piscinas azuis nos olhos de Bruce Wayne…

Para “ler” essa HQ, Senta!, clique abaixo:

http://baramangaonline.com/eng-gesuido-megane-batman-superman-sit/

Mas antes de partir para a HQ da Marvel, vamos falar sobre o bara mangá. Enquanto o yaoi, que é mangá gay mais famoso, é voltado para as meninas que gostam de ver meninos se pegando (é isso aí, porque só hetero pode ver meninas colando o velcro?), e o slash é uma versão erótica do quadrinho americano, os comics, o bara apresenta personagens mais parrudos, às vezes peludos, mais velhos, mais realistas. O termo bara vem de um livro de fotos em nu artístico do escritor japonês Yukio Mishima, autor de Confissões de Uma Máscara, uma dos livros mais celebrados da literatura japonesa.

É Agente Bat pra você!
É Agente Bat pra você!

Os yaoi geralmente são feitos por meninas para meninas, enquanto os bara são, em geral, feitos de menino para menino. A versão hetero do quadrinho erótico é o hentai, muito difundido no Brasil, inclusive. Os yaoi geralmente apresentam versões descaracterizadas dos gays, sendo por vezes até homofóbicos, já que na relação sempre há um dominante e um dominado. Já no bara, não existe esse tipo de diferenciação visual estereotipada, os dois lados da relação são equiparados.

Os quadrinhos aqui apresentados poderiam ser considerados como bara. Mas também poderiam ser considerados como slash fiction, já que a ficção deste gênero utiliza-se de personagens da cultura pop para fazer representações eróticas deles. Geralmente são fan fictions, mas também existem a slash art e os slash comics, como estes aqui.

Só não pode errar a mira!
Só não pode errar a mira!

Então o quadrinho da Marvel traz Daken, o filho do Wolverine e o Mercenário, inimigo do Demolidor numa cena de abuso sexual, ou talvez BDSM (bondage e sadomasoquismo) dependendo da forma como você encarar a história. Essa história aqui, escrita e desenhada por Ko Tora, eu não curti, mas há quem curta. Os dois já trocaram um beijo roubado na revista do Daken, o Wolverine Sombrio. A cena está aqui:

Ah, esses fora-da-lei, sempre roubando beijos...
Ah, esses fora-da-lei, sempre roubando beijos…

Para ler a HQ do Daken e Mercenário, “Estou orgulhoso que não disse nada!”, clique abaixo (por sua conta e risco):
http://baramangaonline.com/eng-ko-tora-小虎-xxkorori-xxコロリ-avengers-im-glad-i-didnt-say-anything-最初から言わなき/

Bem agora que você aprendeu conosco também a terminologia dos quadrinhos eróticos, vai ficar mais fácil jogar no Google quando você estiver sedento por putaria virtual. Porque, por Zeus, se nem citando quadrinhos eróticos gays, as pessoas vinham parar aqui, prevejo que em pouco tempo esse post e os demais relacionados logo terão muitos e muito acessos. Algum sex shop/livraria erótica/site gay/congênere quer anunciar no blog? Mundos morrerão, mundos viverão e Tá Falado!

PS: Meu consultor para Bara e afins, Marcell Solano, identificou alguns deslizes no texto, que coloco a errata dele a seguir:
1 ) Não se usa o termo Bara Mangá. Ou se usa bara, ou se usa gay mangá, como se usa nos EUA;

2) Bara, para alguns autores no Japão, soa pejorativo, por significar uma coisa tipo florzinha ou mariquinha. Eles preferem gay manga (gay comicu em katakana). Nota: Comicu? Sugestivo…
3) O Marcell convida a todos os amantes do bara, gay mangá e afins a participarem do grupo Bara Bar do facebook, link abaixo:
https://www.facebook.com/groups/541167219355517/?ref=browser

Anúncios

7 Comments

  1. Tem que postar mais bara que tá pouco cara! Os do Mentaiko são ótimos hahaha…
    Brincadeiras a parte, ótima matéria! Legal a dica do grupo do face hehe

    Curtir

  2. Isso é o que venho observando nos últimos tempos umas mudanças no no yaoi.Eu meso só gosto de bem poucos, mas essa nova leva que a negada chama de New Wave vem com mais sustância, uma que gostei pra caralho foi a autora Asumiko Nakamura, que tem um traço que seria perfeito para uma biografia em quadrinhos do Rimbaud.

    Eis o link para vosmecê ler:
    http://m.mangafox.me/manga/j_no_subete

    http://m.mangafox.me/manga/doukyuusei

    http://m.mangafox.me/manga/sora_to_hara

    http://m.mangafox.me/manga/barairo_no_hoo_no_koro

    Este link é só uma curiosidade para entender essa ideia de New Wave no yaoi:http://blyme-yaoi.com/main/2014/09/07/especial-new-wave/

    Bom proveito rapaz. E ficou daora a matéria.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s