10 Motivos, Análises, cinema, quadrinhos
Comentários 2

5 Prós e 5 Contras dos Filmes de Super-Heróis

Nada contra os filmes de super-herós, são ótimos, eu os adoro. Mas vamos fazer um exercício de imaginação e, através dos MESMOS itens, pensar no que os filmes de heróis possuem de sensacional e o que possuem de nada agradável?

  • OS PRÓS

Watcha gonna do, when they come for you?

Watcha gonna do, when they come for you?

1. NÃO EXISTE UM CÂNONE: Diferente de obras fechadas como Watchmen ou V de Vingança, não existe uma história definitiva de cada super-herói. Isso permite com que eles sejam adaptados livremente, sem se importar com cronologia ou fidelidade. Isso deixa os produtores livres para inovarem e produzirem novos personagens e situações que podem ser incorporadas posteriormente nos quadrinhos. Isso é bom porque traz novo público para os quadrinhos e para os super-heróis que antes não os conheciam.

Que Coisa feia!

Que Coisa feia!

2. TECNOLOGIA: Se fosse nos anos 80, quando os filmes de super-heróis começaram, metade dos efeitos especiais que temos hoje não seriam possíveis. Muitos personagens não existiriam e, se existissem, seriam muitos toscos para serem críveis, como Coisa e o Hulk. Na época de filmes como Avatar, quase tudo é possível nos cinemas para maravilhar os espectadores.

Quem quer ser um super-herói?

Quem quer ser um super-herói?

3. SUCESSO DE BILHETERIA: Os filmes de super-heróis são hoje uma mina de ouro. Atores disputam olho a olho, dente a dente, o papel de qualquer super-herói. Estúdios entram em guerra com a própria editora pelos direitos de produção e exibição dessas películas. Todos querem ser super-heróis e a indústria de quadrinhos de um salto de qualidade e alcance de público.

Família eh, família ah, famíliaaaa, e, e, e, e...

Família eh, família ah, famíliaaaa, e, e, e, e…

4. FILMES FAMÍLIA: O Marvel Studios provou que é possível fazer filmes de super-heróis para a família inteira. Eles podem ser lições de vida com humor e não precisam se prender à seriedade. Mas mesmo os filmes mais sérios, como os filmes de Batman, de Christopher Nolan, também mostram que, apesar dos pesares, é possível tirar uma lição de filmes de super-heróis mais sombrios.

Far away from me, it's sooo far awaaaay...

Far away from me, it’s sooo far awaaaay…

5. RUMO AO INFINITO E ALÉM: Histórias de super-heróis não acabam e, ainda assim, existe muito material original passível de ser adaptado para os cinemas. Mesmo em se falando de reboots, os estúdios estão dando um jeito de permanecer com a marca e os heróis por mais tempo, a despeito da idade avançada dos atores. Os heróis são substituídos como muitas vezes foi feito nos quadrinhos e não necessariamente por versões mais jovens suas. Os heróis de quadrinhos podem durar para sempre nos cinemas.


  • OS CONS

É o outro gato!

É o outro gato!

1. NÃO EXISTE UM CÂNONE: E isso pode ser ruim também. Por não existir um cânone, os estúdios podem ter a liberdade de adaptar os heróis a seu bel-prazer e resultar em coisa terríveis como a Mulher-Gato de Halle Berry – cujo personagem foi distorcido à última potência – e/ou o último Quarteto Fantástico – fracasso de bilheteria, por não ter buscado o approuch certo para esse tipo de filme. Ou seja, grandes mudanças no que pode ser considerado um cânone, ás vezes, podem ser malefícios para as adaptações cinematográficas.

Justiça Seja Feita: Não Dá, né?

Justiça Seja Feita: Não Dá, né?

2. TECNOLOGIA: Como sabemos, a única mídia que aceita tudo é uma folha de papel em branco. Nos gibis, os quadrinhos não tem limites, podem ir de A a Z gastando sempre o mesmo com papel, tinta e acabamentos gráficos. Já no cinema, o custo dos efeitos e produção é altíssimo. Filmes de super-heróis possuem um orçamento estratosférico. Cada vez mais se quer usar efeitos mais estrondosos possíveis para agradar ao público que quer coisas grandiosas, grandes combates, muitas explosões. Mas, e se o filme não agradar? É puro prejuízo para os envolvidos.

Quarteto Fracasso

Quarteto Fracasso

3. SUCESSO DE BILHETERIA: Essas disputas infantis entre estúdios e editoras só tem um lado perdedor: os fãs. O Quarteto Fantástico foi dissolvido na Marvel. Os X-Men quase não tem mais o viço que tinha e o número de títulos diminuiu. Além disso, ser sucesso de bilheteria significa que qualquer porcaria pode virar filme nesse raciocínio e , qualquer coisa pode ser feita de qualquer jeito, porque, bem, esses fãs bestas vão pagar mesmo. Pelo menos é assim que pensam os estúdios.

Nem tanto, mestre, nem tanto...

Nem tanto, mestre, nem tanto…

4. FILMES FAMÍLIA: A associação de super-heróis com filmes família é perigosa. Leva à lógica distorcida de que tudo que vem dos quadrinhos é para todo tipo de público, mas sabemos que isso é uma inverdade. Pegue os quadrinhos da Vertigo, por exemplo, algum em pré-produção para séries e filmes. Nem todos eles poderiam ser apresentados para crianças ou para serem vistos num domingo à noite com papai, mamãe, vovó, cachorro e periquito. Muito cuidado com essa associação. Depois a liga da One Million Moms pega no pé dos quadrinhos e ninguém sabe por quê.

Generation Next, YEAH!

Generation Next, YEAH!

5. RUMO AO INFINITO E ALÉM: Seriam super-heróis de quadrinhos um gênero do cinema? Será que existe uma fórmula para apresentar esses mitos modernos ao grande público? Nos quadrinhos sabemos que a resposta para essas perguntas é um não bem sonoro. Mas irá o cinema compartilhar de filmes diferentes de super-heróis, com pegadas indies, policiais, românticas, tens, de suspense, como temos nos gibis? Só o tempo e o infinito dirão!

E então? Concorda? Discorda? Deixe sua opinião nos comentários!

2 comentários

    • guilhermesmee diz

      Ué, mas eu não listei nenhum filme, Eu apenas ilustrei com imagens. São os filmes da Liga e da Geração X, né? Ou o do Quarteto de 1991? Abs!

      Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s