Análises, destaque, quadrinhos
Comentários 5

Os Sidekicks: Lutando Lado a Lado Com os Super-Heróis

O que é um sidekick? Bem, aqui no Brasil foi traduzido como o “parceiro mirim”, do super-herói, mas não necessariamente esse parceiro do herói precisa ser uma criança ou adolescente. Essa foi uma tradição que se iniciou mais nos quadrinhos de super-heróis com Robin, o Garoto-Prodígio. Agora, você vai conhecer os diversos personagens deste tipo e entender um pouco sua evolução.

É um pássaro, é um avião? Não é o...

É um pássaro, é um avião? Não é o…

AS ORIGENS

Não é de hoje que o protagonista se apoia em um coadjuvante para desenvolver sua história. Na comédia, eles são chamados de “escada”, os que dão a deixa para a piada. Mas o exemplo mais clássico de sidekick talvez seja o Sancho Pança, amigo de Dom Quixote, de Miguel de Cervantes. Claro, também temos o Dr. Watson, de Sherlock Holmes de Sir Arthur Conan Doyle. Temos o Spock, do Kirk de Star Trek. Mas o que nos importa é quadrinhos. E de super-heróis. Então sim, o primeiro sidekick foi Robin, nomeado assim por causa do pássaro e uma homenagem a Jerry Robinson, que era, na verdade, o sidekick de Bob Kane, o criador do Batman.

Pela honra de Greyskull, eu sou She-Ra!

Pela honra de Greyskull, eu sou She-Ra!

O SIDEKICK DE SI MESMO

Mas nos anos 1940 uma novidade abalava o mundo dos super-heróis. Ao gritar a palavra mágica SHAZAM! o menino Billy Batson se transformava no adulto Capitão Marvel. Lá nas histórias do Batman, Dick Grayson, o Robin, servia como catarse e identificação para as crianças, que tinham o sentido de que poderia participar de aventuras de super-heróis ao lado do Batman, assim como o Robin. Mas no caso do Capitão Marvel, a identificação era ainda maior. Já pensou? A criança gritando uma palavra mágica virava um adulto e podia fazer tudo que um adulto fazia? Eram as vantagens de ser adulto e criança ao mesmo tempo. Quem nunca desejou isso?

Etta, Etta, Etta, é a lua é o Sol é a luz da Tia Etta!

Etta, Etta, Etta, é a lua é o Sol é a luz da Tia Etta!

OS GORDUCHOS DA ERA DE OURO

Mas lá nos anos 1940, lá na Era de Ouro, além das crianças como Ricardito, Aqualad, Robin e Moça-Maravilha, ainda haviam outros sidekicks mais maduros e rechonchudos. Inspirados, dessa vez, em vários comediantes do cinema, eles faziam o alívio cômico das histórias dos super-heróis, como funcionava Etta Candy para a Mulher-Maravilha. Você pode conferir esse pessoal da pesada – literalmente! – com mais detalhes no post dos Coadjuvantes Cheinhos e Cômicos da Era de Ouro, clicando sobre o link.

We are young, we run green Keep our teeth nice and clean See out friends, see the sights Feel alright!

We are young, we run green
Keep our teeth nice and clean
See out friends, see the sights
Feel alright!

AS EQUIPES DE SIDEKICKS

Não demorou para que surgissem equipes de parceiros de heróis, como a Turma Titã, que reunia, em 1953, Robin, Kid Flash, Aqualad, Ricardito e Moça-Maravilha, e muitos, muitos integrantes depois, em que a equipe chegou a se dividir em Titãs Leste e Oeste ainda nos anos 1950. Nos anos 80, surgiam Titãs revitalizados, os Novos Titãs, que eram sucesso de vendas. Mas não podemos esquecer dos Novos Guerreiros, dos Novos Mutantes e da Justiça Jovem.

Isso é inveja sua, Mar-Vell!

Isso é inveja sua, Mar-Vell!

O CAMPEÃO DE SIKICKISMO

Teve um personagem que conseguiu ser sidekick não de apenas um, mas de quatro super-heróis da Marvel Comics. Sim! Quem conseguiu esse feito foi ninguém menos que Rick Jones. Ele já foi parceiro de longa data do Incrível Hulk, mas também já vestiu o uniforme de Bucky e lutou ao lado do Capitão América. Por um tempo ele também trocava de lugar com o Capitão Marvel da Marvel, Mar-Vell e, mais tarde, com seu filho, o terceiro Capitão Marvel, Genis-Vell. Tá bom ou quer mais? Hoje Rick Jones é o ser azul conhecido como Bomba-A.

"Logan, o que você acha de termos filhos???"

“Logan, o que você acha de termos filhos???”

WOLVERINE E SUAS PROTEGIDAS

Logan está sempre andando de lá para cá com menininhas a tiracolo. Elas são as sidekicks e protegidas dele. A tradição começou com Kitty Pryde na minissérie em que os dois vão para o Japão e combatem o mestre das artes marciais dos dois, Ogum. Isso foi na minissérie Wolverine & Kitty Pryde. Um tempo depois, foi a vez de Jubileu ocupar esse papel, surgindo num teleporte na Austrália a tempo de salvar Logan que havia sido crucificado pelos Carniceiros. Desde então se tornaram unha e carne até que a menina cresceu e conseguiu se virar sozinha. Por fim, a última protegida de Wolverine foi Hisako, a Armadura, que surgiu na fase de Joss Whedon e a relação ganhou força na fase de Warren Ellis em Astonishing X-Men. Mas essa relação paternal de Wolveine com as meninas foi só o começo. Não se esqueça: ele foi diretor da Escola Jean Grey para Jovens Superdotados!

MSSCCHUUUAACCKK! Um beijão do Ferolho!

MSSCCHUUUAACCKK! Um beijão do Ferolho!

OS BROMANCES

Aaaah, o Bromance! O romance entre caras que não são gays nem praticam incesto! A gente pode conferir isso em Punho de Ferro & Luke Cage, os michês Heróis de Aluguel. Mas também funciona para o Homem-Aranha e o Tocha Humana, ou para Ciborgue e Mutano, ou para o Fera e o Magnum, Superman e Batman…

Não é fácil ser Robin!

Não é fácil ser Robin!

OS SIDEKICKS PERVERTIDOS

É, chega um momento que os sidekicks se voltam contra seu protetores. Mas geralmente a coisa não é tão tranquila quanto quando o Robin se torna o Asa Noturna. Pegue o caso do Kid Miracleman, por exemplo, que massacrou Londres inteira apenas para chamar a atenção do Miracleman. Ou então dê uma olhada na HQ Brat Pack, de Rick Veitch, que mostra um olhar adulto sobre esse tipo de parceiro mirim, com muito sexo, abuso de drogas, morte e algumas cositas chocantes a más.

Eu tenho a melhor máscara! Não! Eu! Eu mato melhor! Não! Eu!

Eu tenho a melhor máscara! Não! Eu! Eu mato melhor! Não! Eu!

OS SIDEKICS HOJE

Hoje, por exemplo, temos heróis mirins que se miram nos heróis maduros. Como faz a Miss Marvel com a Capitã Marvel. Ou então o Miles Morales, que vai virar pupilo do Homem-Aranha. Temos o novo Robin Damian e seus modus operandi nada ortodoxo. Mas o caso mais interessante é a relação entre Hit-Girl e Kick-Ass, onde não se sabe exatamente quem é protegido de quem.

Lado a lado, cara a cara, rosto a rosto, beijo a beijo..

Lado a lado, cara a cara, rosto a rosto, beijo a beijo..

Claro, existem milhares de histórias de sidekicks, citei apenas algumas aqui. Se você se lembrou de mais uma, não deixe de deixar um comentário dizendo qual foi. Fiquem com o Supergrass:

Anúncios

5 comentários

  1. morri aqui com os “michês de aluguel, ahahhaha. agora, será que poderíamos “expandir” a ideia de sidekick para animais? tipo krypto ou lockjaw? tudo bem que alguns são mais mascotes, como o lockheed, mas me parece próximo.

    Curtir

  2. Pingback: Ainda Mais Quadrinhos Eróticos Gays de Super-Heróis | francilenegommez

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s