Análises, destaque, quadrinhos
Comentários 12

[SALVAT] Coleção Preta x Coleção Vermelha = FIGHT!

Nesse momento temos nas bancas brasileiras duas coleções de grapich novels da Marvel nas bancas. A primeira delas, A Coleção de Graphic Novels Marvel, também conhecida como Coleção Preta, foi desenvolvida na Itália. A segunda, Os Maiores Heróis da Marvel, foi desenvolvida na Inglaterra e é conhecida como Coleção Vermelha.

Em breve, as bancas brasileiras serão invadidas por outras coleções, como a da DC Comics da Eaglemoss. Já vem sido publicada também a Coleção Comics Star Wars, da editora Planeta DeAgostini. Como são feitas com tiragem enorme, essas coleções podem ser vendidas a preços baratos e já estão incomodando o mercado editorial brasileiro, inclusive a poderosa Panini Comics, que tem lançado os mesmos volumes que a Salvat vai lançar meses antes, apenas para garantir que os leitores desavisados comprem.

Que a melhor... VENÇA!

Que a melhor… VENÇA!

Vamos fazer uma brincadeira aqui – mas não tão engraçada quanto as que as editoras fazem com os leitores -: comparar as duas coleções da Marvel pela Salvat em cinco itens e ver quem se sai melhor em cada um deles. Será que teremos uma vencedora?

Coleção de Graphic Novels da Marvel

Coleção de Graphic Novels da Marvel


  1. CONTEÚDO

Coleção Preta: As edições desta coleção trazem, em sua maioria, sucessos recentes da Marvel, como Dinastia M, Guerra Civil e Invasão Secreta, privilegiando arcos também de recentes de vários super-heróis, o que chama muita atenção dos fãs, pelo preço acessível.

Coleção Vermelha: Na coleção vermelha, são casadas histórias antigas ou de origem dos heróis que estão estampados na capa e alguma história recente e marcante do mesmo, sem privilegiar arcos muito famosos.

VENCEDORA: Preta


  1. EXTRAS

Coleção Preta: Geralmente traz material relacionado com a produção da revista, seus criadores, um material que dificilmente chega ao leitor brasileiro que não tem sites especializados em buscar informações de bastidores das HQs.

Coleção Vermelha: Nas suas páginas especiais, ela traz textos informativos sobre as trajetórias dos heróis em questão no título. Coisa, essa, que pode ser encontrada em qualquer Wikipédia da vida.

VENCEDORA: Preta

Heróis Mais Poderosos da Marvel

Heróis Mais Poderosos da Marvel


  1. INEDITISMO NO BRASIL

Coleção Preta: Muitas das histórias aqui publicadas, já estão na sua terceira publicação aqui no Brasil, o que faz muito dessas publicações um chover no molhado no caso de trazer coisas diferentes para nosso país.

Coleção Vermelha: Por trazer muitas histórias de origem, e muito antigas torna a publicação algo de um sopro de frescura no mundo das publicações capa dura. Mas também traz muitas coisas inéditas no Brasil no caso de minissérie de alguns personagens. As edições de Luke Cage e dos Três Guerreiros, por exemplo, trazem apenas histórias inéditas no Brasil.

VENCEDORA: Vermelha


CAPTÃO Américaaaaaa! Rá!

CAPTÃO Américaaaaaa! Rá!

  1. TRADUÇÃO

Coleção Preta: A tradução dessa coleção é aproveitada das edições já publicadas pela Panini, pois são republicações das republicações. A tradução do material brasileiro é feito por brasileiros.

Coleção Vermelha: Como muito do material é inédito no Brasil, as histórias precisam ser traduzidas pela primeira vez. Mas nesse caso, quem faz isso são profissionais portugueses e a adaptação de texto fica bastante esquisita e nada natural.

VENCEDORA: Preta


  1. EDIÇÃO

Coleção Preta e Vermelha: Já saíram erros bem feios de descuidos de editores nas edições preta e vermelha da Salvat, inclusive nas capas e contracapas como o nome CAPTÃO AMÉRICA. Também existem problemas de adaptação de texto dentro dos balões que, primeiro alteram o sentido original do texto e, segundo, para fazer caber o texto nos balões, eles excedem o espaço, deixando a página feia e poluída.

VENCEDORA: Empate

Erros Crassos!

Erros Crassos!


RESULTADO FINAL: Preta 3 x Vermelha 1, embora pessoalmente eu prefira a coleção Vermelha exatamente pelo único ítem que ela ganhou: ineditismo no Brasil.

E você, o que acha? Deixe seu voto e seu comentário!

Anúncios
Este post foi publicado em: Análises, destaque, quadrinhos

por

Guilherme “Smee” Sfredo Miorando nasceu em Erechim em 1984. É mestrando em Memória Social e Bens Culturais, onde pesquisa quadrinhos. Já deu aula de quadrinhos, trabalhou com design e venda de livros e publicidade. Faz parte do conselho editorial da Não Editora. Co-roteirizou o premiado curta-metragem Todos os Balões vão Para o Céu. Seu livro de contos Vemos as Coisas como Somos foi selecionado pelo IEL-RS em 2012. Publicou em 2014 a HQ Fratura Exposta e sua primeira narrativa longa, Loja de Conveniências. Em 2015 lançou a antologia FUGA, de HQs com seu roteiro. Em 2016 lançou a HQ coletiva Lady Horror Show e a HQ "muda" Esperando o Mundo Mudar. Mantém o blog sobre quadrinhos splashpages.wordpress.com

12 comentários

  1. Quando são Minisseries e Graphic Novels, beleza, mas o problema de juntar essas megassagas como Guerra Civil e Invasão Secreta e vender como GN é que não tem como incluir todos os spinoffs e tie-ins (que normalmente são melhores que a historia principal, digassedepassagem), então a leitura sempre fica com aquela sensação de que tá faltando alguma coisa.

    Nesses casos eu prefiro essas coletâneas da coleção vermelha, que pelo menos não prometem nada, são apenas “boas histórias de tal personagem”

    Curtir

  2. Baita texto, Gui. Uma vantagem que eu considero das edições Capa Preta é mesmo que alguns arcos já tenham sido outras vezes ajuda quem perdeu, como foi meu caso. Analisando com bastante crítica da pra dizer que eles realmente abrangem o melhor que saiu da Marvel nos últimos 20 anos.

    Curtir

  3. Gostei da comparação entre as duas, critérios claros. Entretanto eu prefiro a vermelha pelo ineditismo das primeiras histórias de cada personagem. Pesa também o fato de que os arcos da preta não me interessaram tanto porque tem muitos arcos “novos” e sou um leitor da velha guarda. O que comprei e comprarei dela são os arcos antigos que ficaram bonitos em capa dura e papel bom para substituição de formatinhos antigos. Outro fator bom da vermelha além das primeiras histórias são as atuais que servirão para mim de certa atualização do status do personagem de capa.

    Curtir

  4. O design da vermelha é mais bonito, tem mais a ver com gibis. Quanto ao conteúdo que pode ser visto na internet se pode dizer o mesmo das duas. Eu gosto da idéia de juntar histórias antigas e novas. É legal para comparar a evolução dos personagens. Sinceramente pra mim é empate. Legal seria fazer uma enquete sobre qual a preferida da galera.

    Curtir

  5. Israel diz

    Gui, qual o segundo erro? O primeiro na segunda coluna.
    Sei que a sonoridade fica estranha, mas é mesmo um erro de português?

    Curtir

  6. guilhermesmee diz

    Oi Isra! Aí o buraco é mais embaixo, como falam por aqui. O vilão é chamado também de Rei Cobra, mas não é esse o problema. Acontece que o personagem NEM APARECE em nenhuma página do encadernado. Tá bom ou quer mais? Hehehe! Abração!

    Curtir

    • guilhermesmee diz

      Quem precisa de carro quando se pode viajar nas capas dos super-heróis? (Aham, senta lá, Cláudia!) ¬¬’

      Curtir

  7. Pingback: Minhas 10 Melhores Leituras de Outubro/2015 | Splash Pages

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s