destaque, Melhores Leituras 2015, quadrinhos
Comentários 10

Piores Leituras de 2015

Vamos começar com a má notícia, que aí você já fica sabendo do desastre, do gato que subiu no telhado e daí passamos para as coisas boas. Como política do blog, eu não comento as piores leituras de HQs brasileiras, até pra não frustrar ninguém que está começando, o que não é o caso das HQs estrangeiras, já que se chegam até nós, é porque os artistas já estão estabelecidos. Então vamos lá ao luxo do lixo.

RUIbat

RUIbatman66BATMAN’66

Recadinho: você não pode transpor uma mídia direto para a outra. É necessário uma coisinha chamada adaptação. Assim como não dá pra dar um ctrl+c e ctrl+v dos frames de um filme e colar em uma HQ e fingir que aquilo é um quadrinho, também não dá pra fazer o mesmo com um quadrinho digital, cheio de recursos digitais. Porque a graça dele acaba sendo o que a mídia digital permite, e isso se perde em uma mídia estática. Sem falar que fica bem na cara os recortes do frames digitais usados na internet e “encaixados” no quadrinho. Se isso não bastasse, as histórias de Batman’66 são fracas demais. O que se salva no final, acabam sendo os desenhos mesmo.


 

RUiamaO ATAQUE DAS AMAZONAS

Lá fui eu, bem inocente pegar no sebo essa saga. Que legal uma saga que foca na Mulher-Maravilha… Não pode ser tão ruim quanto alardeiam por aí. O Will Pfeiffer não é um escritor tão ruim em Mulher-Gato e Novos Titãs. Vamos dar uma chance? Vamos! Mas eu estava errado, amigos. O Ataque das Amazonas é um lixo bem cheio de chorume. Uma história besta que não valoriza nem as amazonas, nem a Mulher-Maravilha, nem as heroínas da DC. Enfim, uma perda de tempo de leitura e que com certeza foi picotada e destruída por decisões editorias.


 

RUIariaA MAGIA DE ARIA

Humm, Magia! Legal, eu pensei quando peguei essa HQ no sebo. Mal sabia eu que se ela estava no sebo, era lá que ela devia ficar. A Magia de Aria tem uns desenhos e artes legais de Jay Anacleto, mas o texto, gente, é tão pedante que quer mostrar que o cara conhece os badulaques da magia e da mitologia que fica completamente impenetrável. Sabem um texto pseudo-intelectual que não tem nada a dizer, nenhuma mensagem? Que só que mostrar “eu sei, você, não, e que se foda quem não entendeu”? Assim é essa HQ. Ainda não entendi porque trouxeram ela para o Brasil. Devia estar baratinho no catálogo.


 

RUIlutherAS AVENTURAS DE LUTHER ARKWRIGHT

Bem, essa HQ tem um prefácio do Alan Moore dizendo que, nos anos 70 foi ela quem o inspirou a fazer quadrinhos com seus conceitos mirabolantes de dimensões paralelas e ficção científica. Ok, amigos, se vocês acham que Grant Morrison tem uma linguagem difícil e que, mesmo espremendo bastante não sai suco de conhecimento nenhum, experimentem fazer líquido com a laranja do Brian Talbot, que escreveu e desenhou essa HQ. Ala se passa em tempos e espaços distintos, só que o leitor acaba perdido neles, porque eles vem e vão tão rapidamente que você se perde. Parabéns, Alan Moore que gostou e tirou algo dessa HQ. Eu, definitivamente, não estou nesse nível.


 

RUi99HOMEM-ARANHA: 99 PROBLEMAS

Essa HQ faz parte do selo Marvel Knights (sim, mais uma tentativa) e é a pior de todas dessa iniciativa, sendo que as HQs do Hulk e dos X-Men são legais, mas ainda não aportaram em terras tupiniquins. 99 Problemas parece uma HQ do Jeph Loeb com problemas tanto esquizofrênicos quanto de overdose de LSD. Uma história mucho louca em que o Homem-Aranha tem de enfrentar todos seus inimigos (praticamente 99, um por página) e conta com a arte enlouquecedora (no mal sentido) de Marco Rudy. Não que a arte seja feia, é belíssima, mas o desenhista tem o defeito de encher sua narrativa de firulas. Às vezes isso dá certo, quando se trabalha para a narrativa funcionar junto, como no incrível Sandman: prelúdio. Não é o caso desta HQ. Para ler mais sobre ela, clique nesse link.


RUIheman

Oi amigos, aqui é o He-Man! No episódio de hoje aprendemos que não devemos subestimar e nem superestimar o leitor. Nem achar que ele vai comprar qualquer coisa do Batman, nem qualquer megassaga da DC, nem que ele precisa ser iludido com textos pedantes e/ou plots intrincados demais. Por fim, uma arte rocambolesca e bem pintada não é sinônimo de boa narrativa. Então, amiguinho, você já sabe quais foram as piores leitura do ano! Eu tenho a Força, que ela esteja com você!

Anúncios

10 comentários

      • Nah, a segunda parte é coerente. Eu também boiei no primeiro, mas como tinha recebido os dois volumes de uma vez li logo o segundo e entendi a história.

        Curtir

  1. Lucas Rafael diz

    Eu ainda acho Heróis Dc e Os Mestres do Universo pior que 99 Problemas (que foi ruim mas a arte me atrai mais q a da DC)

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s