destaque, quadrinhos, Resenhas
Comentários 7

Batman: Ano Dois – A Noite do Ceifador, de W. Barr, Davis, Neary, Alcala e McFarlane

Muitos fãs de quadrinhos e do Batman sabem que a sua história de origem definitiva se chama Ano Um. Ela foi escrita por Frank Miiller e desenhada por David Mazzucchelli e serviu de base para a nova trilogia do Morcego no cinema, como o filme Batman Begins, de Christopher Nolan. O que pouca gente sabe é que existiu um arco de histórias chamado Ano Dois, mas que a sua história envolve muita polêmica a ponto de ser esquecido do cânone do Morcego.

BATmelhor

Batman com o X dos X-Men!

Li essa história no compilado O Melhor de Batman #01 (Editora Abril) que além de Ano Dois traz a clássica Morte em Família, com a morte de Jason Todd, o segundo Robin. Já Ano Dois, era, a princípio, para se chamar “Batman: 1980” e foi escrita em 1990 por Mike W. Barr (o mesmo escritor de Filho do Demônio) e desenhada por Alan Davis (Excalibur, X-Men), pelo menos em parte, quando foi completada por Alfredo Alcala e Todd McFarlane (Spawn, Homem-Aranha, Hulk). Com o sucesso da série Batman: Ano Um, a DC Comics resolveu rebatizar 1980 como Ano Dois.

Ano Dois trata-se da história do enfrentamento de Batman com o primeiro justiceiro mascarado de Gotham City, o Ceifador. Porém, o Ceifador, que também possui um passado de perdas, possuía métodos mais definitivos que o Batman. Ele possui mãos com foices, que literalmente ceifam a cabeça dos inimigos. Ao tornar a existência do Batman pública, o Ceifador retorna de sua aposentadoria e volta a “atacar” as ruas, o que o leva a um confronto direto com Batman.

BATyear2

O que é que há, velhinhos?

Durante a história ficamos conhecendo a Dra. Leslie Thompkins, que foi uma das primeiras pessoas a acolher Bruce Wayne criança, logo a pós a morte dos seus pais, tendo vivido algum tempo com Alfred Pennyworth na Mansão Wayne. Para quem não sabe, Leslie é a doutora que faz par romântico com James Gordon na série Gotham e é interpretada pela bela brasileira Morena Baccarin. Só que em Ano Dois, Leslie está bem envelhecida, servindo de consciência para Bruce Wayne e o Batman.

Também entra em cena a noviça Rachel Caspian, que está de volta aos serviços de caridade depois de ter passado um tempo no convento. Após ter passado perigo nas ruas de Gotham, ela é salva por Bruce Wayne e os dois logos se sentem atraídos, iniciando um romance que chega até o ponto de um pedido de casamento. Mas Rachel possui uma ligação com o Ceifador que não pode ser ignorada.

Ano Dois foi publicada nas edições de 575 a 578 de Detective Comics. Gosto muito da parte que foi desenhada por Alan Davis e que saiu no volume dois de Batman: Lendas do Cavaleiro das Trevas – Alan Davis (Panini Comics), mas a parte desenhada pelos outros dois artistas, Alfredo Alcala e Todd McFarlane está envolta em uma polêmica que chegou a tirar Ano Dois do cânone das histórias do Homem-Morcego.

BATabrilPra começar houve uma controvérsia com o renomado desenhista Alan Davis. Que, segundo a DC Comics, desenhou a arma errada nas mãos do Batman. Ele havia feito a arma do pré-crise ao invés da nova arma usada em Ano Um, de Frank Miller. A DC, então, redesenhou a arma. Isso deixou Alan Davis possesso e ele abandonou o projeto indo trabalhar nos X-Men, na Marvel. Então a DC Comics chamou Alcala e um novato em ascensão chamado Todd McFarlane para terminar de desenhar o arco de histórias. Dessa vez (ufa! ¬¬’ ) com a arma correta.

Mas falando do conteúdo mesmo da história, nesse arco de histórias, o Batman quebra o juramento que fez para seus pais de nunca usar uma arma de fogo. Na história, Bruce Wayne, que nunca usou revólver, pratica tiro acertando no alvo todas as vezes que atira. Ele quer usar o revólver para matar o Ceifador, acreditando que é a única maneira de acabar com ele. Ao mesmo tempo, outra barbaridade na mitologia batmaniana faz ele lutar lado a lado com Joe Chill, o responsável pelo assassinato de seus pais no Beco do Crime. Claro que, no final, o Ceifador acaba matando Chill e Batman deixa o Ceifador cair do alto de um prédio em construção, para que o vilão tenha o mesmo final de vários vilões da Disney, como por exemplo Gaston (Bela e a Fera) e Scar (O Rei Leão): morte por abismo.

BATreaper

Don’t fear the reaper, nanananana!

A história teve uma continuação com uma edição One-Shot, por W. Barr e Davis, em 1991, chamada Batman: Círculo Completo, que também está no especial da Panini. A história traz de volta todo o elenco de Ano Dois e mais o Robin Dick Grayson. Por causa da grande polêmica que causou ao longo dos anos, de Batman ter quebrado sua promessa aos pais logo no segundo ano da existência do herói justiceiro, a história caiu no esquecimento. O Ano Dois do Batman, hoje em dia é considerada a história presente em O Longo Dia das Bruxas, de Jeph Loeb e Tim Sale. É importante dizer que a história de Ano Dois inspirou a animação A Máscara do Fantasma, que é muito cultuada pelos fãs do Batman em qualquer mídia.

Ano Dois é uma história curiosa. Bem executada em parte, com personagens femininas cativantes como Rachel e Leslie, e um vilão esquecível como o Ceifador, acaba provando que às vezes a polêmica não faz os leitores lembrarem de uma história, mas esquecê-la quase completamente.

BATcover

Anúncios

7 comentários

  1. Hugo M diz

    Batman: Vitória Sombria seria o “ano três”? Marcado pela introdução do primeiro robin, Dick Grayson.

    Curtir

    • Guilherme Smee diz

      Acho que poderia ser considerado, mas existe um Ano Três que saiu na Detective Comics focando o Dick Grayson e aqui no Brasil saiu nas primeiras edições em formato americano do Batman pela Abril. Abraços!

      Curtir

  2. Klewerton bortoli diz

    achei muito interessante essa materia! soh nao entendi direito qual era a “arma certa” ou a arma “pre crise” sei lá….

    Curtir

    • Guilherme Smee diz

      Então, cara, o Alan Davis desenhou uma Mauser, mas o correto (que o Miller indicou) seria uma Colt .45. E daí veio o bafafá! Abs!

      Curtir

  3. Pingback: Melhores Leituras de Janeiro de 2016 | Splash Pages

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s