10 Equipes Teens da Marvel Para Reavivar Seu Espírito Jovem

Esta semana a Marvel anunciou que, como final do evento Civil War II, os membros jovens da equipe dos Vingadores vão se demitir. Assim, será formada uma nova equipe, os Campeões, resgatando um nome antigo da Casa das Ideias. Miss Marvel, Nova e Miles Morales se juntarão ao Hulk Amadeus Cho, ao jovem Ciclope e à filha do Visão para proteger o mundo. Mas não foi a primeira vez que jovens adolescentes tiveram esse papel. Começando pela equipe dos X-Men, que eram os adolescentes mais estranhos de todos! Preparamos aqui uma lista de equipes jovens que já figuraram pela Marvel. Junte-se a nós!

CAMmutants

OS NOVOS MUTANTES

Quando o Professor Xavier pensou que os X-Men haviam morrido no espaço, ele recrutou uma nova equipe de jovens mutantes para treinar e seguir seu sonho. No caminho da formação do grupo, Míssil, o brasileiro Mancha Solar, a indígena Miragem, a escocesa Lupina e a vietnamita Karma tiveram de enfrentar o Clube do Inferno. Com roteiros de Chris Claremont, a equipe figurou para sempre nos corações dos fãs de mutantes e foi responsável por alçar à fama o desenhista Bill Sienkiewicz. Mais tarde, já sob a liderança de Cable, os Novos Mutantes iriam se tornar X-Force, uma equipe de mutantes militarizados. Coisa dos anos 90 e de Rob Liefeld.


CAMwarriors

OS NOVOS GUERREIROS

Nos mesmos anos 90, uma outra equipe despontava pelas mãos de Fabian Nicieza e Mark Bagley, na primeira de suas muitas encarnações: Os Novos Guerreiros. Faziam parte da equipe a prima de Namor, Namorita; Richard Rider, o primeiro Nova da Terra; Rage, o adolescente preso num corpo de adulto; o atrapalhado Speedball, e os mutantes Flama e Marvel Boy – que mais tarde se tornou Justiça. Eles eram liderados pelo herói das ruas, Radical e auxiliados pela mulher que se mesclava nas sombras, Sillouette. Em histórias bem divertidas e que percorriam todo Universo Marvel, inclusive num futuro imaginário dominado pelo seu maior vilão, o Esfinge. Foi o fim dos Novos Guerreiros que deu origem aos embates da primeira Guerra Civil.


CAMyoung

OS JOVENS VINGADORES

Para preencher a lacuna dos Vingadores após os eventos de Vingadores: A Queda, qautro jovens heróis seguiram o legado de Hulk, Thor, Capitão América e Homem de Ferro. Assim surgiram os Jovens Vingadores: Hulkling, Wiccano, Patriota e Rapaz de Ferro. Depois, juntaram-se a eles a Gaviã Arqueira e Estatura, bem como uma nova e jovem versão do Visão. A série lidou com muitos atrasados do roteirista estrela Allan Heinberg, era desenhada por Jim Cheung, e durou só 12 números. A minissérie Vingadores: Cruzada das Crianças lidou com os eventos que levaram ao fim da equipe. Durante a Nova Marvel, uma nova equipe surgiu, com roteiros e narrativa inventiva e arte moderninha, conquistando os leitores. Mas essas histórias também não duraram muito tempo.


CAMrnaways

FUGITIVOS

Pelas mentes geniais de Brian K. Vaughan e Adrian Alphona chegava bem de mansinho, no início dos anos 2000 a equipe dos Fugitivos. Eles tinham um segredo: todos eles tinham poderes e eram filhos de vários tipos e espécies de supervilões! A narrativa esperta e cheia de ganchos de Vaughan fez com que a série se tornasse uma das favoritas dos fãs. Acabou durando pouco tempo nas mãos de outros roteiristas como Joss Whedon e Terry Moore. Hoje em dia alguns de seus integrantes andam por outras séries da Marvel, como a Irmã Grimm que faz parte da Força V, a equipe feminina de Vingadoras.


CAMloners

EXCELSIORS/THE LONERS

Dentro da série dos Fugitivos, outra equipe de heróis surgiu. Primeiro ela se chamava Excelsiors e era basicamente uma reunião de ex-super-heróis no melhor estilo Alcoolicos Anônimos que queriam deixar a vida heroica. Seus integrantes eram Arco-Íris, Ricochete, Mattie Franklin, Turbo, Falcão Negro e eram liderados pelo ex-herói Duende Verde, Phil Urich. Depois de serem convencidos a retornar à vida heroica – naquelas – os heróis estrelaram uma minissérie de seis edições, ainda inédita no Brasil, em que as capas imitavam os filmes oitentistas de John Hughes, como A Garota de Rosa Shoking, Curtindo a Vida Adoidado e O Clube dos Cinco.


CAMallies

JOVENS ALIADOS

Às vezes a Marvel tenta emplacar séries que desde o começo já estão fadadas ao fracasso. Esse é o caso da série dos Jovens Aliados, que tinha como elenco fixo, a Nômade (parceira do Capitão América no Universo Heróis Renascem), a Garota Aranha Anya Corazón, Toro e o herói renascido Gravity. Mas a verdade é que ninguém dava a mínima para essa equipe e ela não tinha nada – nada mesmo – de especial. Por mais que tentassem enfiá-la goela abaixo em vários crossovers, ela não tinha importância nenhuma. E mór-reu!


CAMacademy

ACADEMIA DOS VINGADORES

Depois de ver que títulos como Vingadores: A Inciativa, focando heróis em treinamento mostrando atos de bravura, a Marvel substituiu A Inciativa pela Academia dos Vingadores. Era uma escola de novos heróis – que estavam destinados a se tornarem grande vilões segundo Jocasta – dirigida por Hank Pym, o Vespa (na época). A primeira turma contava com os heróis Vigoroso, Radiação, Véu, Chocante, Tática e Réptil. Vale mencionar que Réptil surgiu como um personagem introdutório para o jogo e série The Super Hero Squad, de 2009. Mais tarde, alguns desses heróis passaram a figurar nas páginas de Arena dos Vingadores e, mais tarde, em Vingadores Infiltrados.


CAMgeracao

GERAÇÃO X

Eram os anos 90 e a Marvel queria vender ainda mais gibis. Então precisava de uma nova geração de super-heróis mutantes. Com o evento dos mutantes conhecido por Aliança Falange, em que Banshee e a Rainha Branca precisavam treinar um grupo de jovens mutantes contra a ameaça tecnorgânica da falange, surgiu a Geração X. Com base na Academia de Massachussets, ex-lar dos Satânicos de Emma Frost, a equipe consistia de Jubileu, M, Derme, Sincro, Câmara e Escalpo. Derme e Sincro acabaram mortos na famigerada fase de Chuck Austen nos X-Men. Os demais continuam pipocando pelas revistas mutantes.


CAMhope

GERAÇÃO ESPERANÇA

Dessa vez, também impulsionado por um evento mutante, A Busca das Cinco Luzes, deu origem à Geração Esperança. Depois dos eventos de Dinastia M e Dizimação, em que a Feiticeira Escarlate limou os mutantes e os novos mutantes do mundo, uma nova luz surgiu: ela era Esperança Summers. Junto com ela, começaram a surgir outras cinco luzes mutantes no computador Cérebro: o selvagem Talon, a azul Transônica, o lépido Velocidad, o esquisito e incompreensível Zero e a temerosa Oya. Zero era cuspido e escarrado em um personagem de Akira, de Katshuiro Otomo. Porém, desses personagens, a única que resiste bravamente é Oya, que inclusive foi destaque na saga Cisma e em Wolverine & Os X-Men. Nem mesmo Esperança Summers é importante hoje em dia.


CAMforce

FORÇA FANTÁSTICA

Rá! Deixamos por último a equipe que era no mínimo curiosa e no máximo bizarra dos anos 90. Era um spin-off do Quarteto Fantástico. Surgida após a morte de Reed Richards, em que a Mulher Invisível trajava luto num maiôzinho em que o quatro deixa ver seus seios. Ah, anos 90! A equipe da Força Fantástica era liderada por um Franklin Richards numa armadura, sua tia (não me pergunte!), a caçadora Huntara, um membro dos Inumanos chamado Devlor que podias se tornar uma criatura simiesca e, por fim, um wakandano chamado Vibraxas com poder de força vibratória (o terror das garotas! Hehe!) A revista durou 18 edições. A Força Fantástica era basicamente um protótipo da Fundação Futuro que não deu certo. Nada, nadinha certo.


CAMchampions

O que podemos dizer depois de tudo isso? Ah, sim! Todas essas equipes tiveram seus títulos descontinuados. Algumas duraram uma centena de edições, outras, uma dezena. Vamos torcer para que Os Campeões, de Mark Waid e Humberto Ramos tenham um longo caminho pela frente!

Anúncios

6 Comments

  1. Isso me lembra uma coisa: Afinal, a graphic novel que deu origem aos Novos Mutantes chegou a sair no Brasil? A Abril pulou e desde então ninguém parece ter se preocupado em publicá-la…

    Curtir

  2. Hey Guilherme,
    tô curioso aqui no splash pra saber a sua opinião sobre a possível saída dos x-men pós guerra civil ii. vi a imagem desse texto e quis fazer essa encomenda. lá vai: que tal um textão fabuloso falando sobre os antigos cancelamentos do título x e uma previsão sua de futuro.
    afinal, o que sera de nós?????? (em desespero aqui)

    Curtir

    1. Oi Hugo! Estou preparando um post sobre a Marvel Now 2.0 que deve sair em breve e que vai falar sobre isso também. Fica no aguardo! Abraços!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s