[REVIEW] MAIS Sobre os Spin-Offs de Civil War 2

Esse mês entraram no review as minisséries do Rei do Crime ligada a Guerra Civil e a antologia Choosing Sides que vai acompanhar Nick Fury. Além disso, damos continuidade às edições que revisamos mês passado. Pega uma pipoca aí, e senta, que lá vem história!

CWWx-men

CIVIL WAR 2: X-MEN, DE CULLEN BUNN E ANDREA BROCCARDO

Os X-Men começam a história lutando lado a lado com a Capitã Marvel contra a Ninhada – numa referência que só os leitores da antiga entenderão – dizendo para Carol que estão de olho no Magneto assim como ele está neles. Corta a cena para a Terra Selvagem e Noturno está se juntando à equipe de Magneto e é sondado psiquicamente por Psylocke. Então Fantomex invade Atillan com o intuito de matar Ulysses a mando de Magneto, mas lá é interceptado por outro ladão, Gambit, a mando de Tempestade. Gambit acaba capturando Fantomex. Enquanto que na Terra Selvagem é a vez de Psylocke debandar para o lado de Tempestade. A guerra interna dos X-Men está esquentando e Magneto promete trazer mais mutantes psíquicos para a luta.


CWWspidey

CIVIL WAR 2: AMAZING SPIDER-MAN, DE CHRISTOS N. GAGE E TRAVEL FOREMAN

Peter Parker e Ulysses estão lutando contra uns carinhas maus com robôs gigantes que o vidente previu e então conversam sobre a visão anterior do inumano sobre Clayton Cole voltar a ser o vilão Clash. Eles não acreditam muito porque acham Cole uma boa pessoa. Corta a cena para a casa dos pais de Cole que enchem a cabeça dele de minhoca – coisa que os parentes fazem – dizendo que ele é bom demais para ser um funcionário de Peter Parker e que a mulher que ele ama não é boa o suficiente por ser mãe solteira. Depois, numa conversa com sua amada, ela diz que tem medo de se casar com Cole por causa de seu passado vilanesco. Ela o deixa. Clayton Cole tem um surto nas indústrias Parker por causa das notícias desastrosas. Com um invento chamado Gravador Retroativo, Cole descobre a conversa de Ulysses e do Homem-Aranha e acaba confrontando o herói e saindo das IP. Ele acaba num bar de capagas onde o vilão Mendell Stromm – um vilão robótico das antigas e ligado com os Osborn – faz uma proposta para Cole. Ao que, depois de muito pensar, e já com a roupa do Clash, Cole liga para Stromm! Uhu! Agora sim, senti firmeza nessa HQ!


CWWgods

CIVIL WAR II: GODS OF WAR, DE DAN ABNETT E EMILIO LAISO

A revista mostra Hercules reunindo vários Deuses da Guerra, entre eles os amigos que já estavam a seu lado na última edição: Gilgamesh, Ire e Tirésias. Juntam-se ao grupo, Sigurd e Lorelei, dos argardianos, Teseu, do labirinto e Beowulf, da mitologia céltica. Juntos, eles lutam contra a ameaça da Cryptomnésia. Ao que o Capitão América e a Capitãa Marvel observam no telão, que Hércules está lutando apenas contra o ar. A Cryptomnésia enloquece Hércules tornando-o um deus do caos. E todos os heróis que ele reuniu, agora estão contra ele. Uma historinha bem dispensável.

 


CWWukysses

CIVIL WAR II: ULYSSES INFINITE, DE AL EWING E JEFTE PALO

Começa o treinamento de Ulysses por Karnak na Torre da Sabedoria. Ulysses é apresentado para um Inumano bizarro chamado Fechadura, que tem o poder de teleportar coisas através dele mesmo soltando uma gosma. Depois, ele é apresentado para outro Inumano, Brilho. Ele é responsável pela iluminação da torre, pois controla um líquen luminescente. Então temos, Língua, que controla o paladar e é a cozinheira da Torre. Ulysses confronta Karnak dizendo que todos ali são monstros, ao que o sábio diz que nada ali é real, nem mesmo ele ou Ulysses, apenas a Torre é real e é ela que faz todos eles realidade. Karnak está prestes a aplicar um gole em Ulysses, quando ele tem uma visão: todos da Torre irão morrer. Poxa, estava tão animado com essa história e degringolou de uma maneira horrível. Que pena!


CWWkingpin

CIVIL WAR II: KINGPIN, DE MATTHEW ROSENBERG, RICARDO LOPEZ ORTIZ E DALIBOR TALAJIC

É a minissérie focada no Rei do Crime. O Rei e outros de seus criminosos estão jantando, se despedem e um ex-capanga do Rei, Bushwacker tenta matá-lo. Ele está ao lado de Janus. Ao que o Rei pergunta: você veio aqui por mim ou por ele? E Bushwacker responde que é peo Rei. O Rei diz ótimo e mata Bushwacker. Ele é visitado por Sam Wilson, Espectro e Radical e diz que nada tem a ver com a morte de Bushwacker. Ele tenta junatar forças com o Coruja e a Madame Máscara, mas eles não topam. O Rei está preparando algo grande. Nisso temos um flashback de um criminoso chamado Janus que está fazendo tráfico de mulheres. O rei iria matá-lo,mas percebe que tem algo de especial nele: Ulysses não consegue prever nada envolvendo o criminoso. Então o Rei pede que ele mate a guarda de segurança para lhe provar lealdade. Em seguida temos uma pequena história com a origem Inumana de Janus! WOW! Agora sim me empolguei! E a arte é um deleite, das duas histórias!


CWWchose2

CIVIL WAR II: CHOOSING SIDES, DE VÁRIOS AUTORES E ARTISTAS

Durante essa minissérie, acompanharemos Nick Fury Jr. escrito e soberbamente bem desenhado por Declan Shalvey. A história lembra muito a fase de Jim Steranko em Nick Fury. A trama mostra Nick enfrentando um grupo que diz que para que a S.H.I.E.L.D. sobreviva, Nick Fury deve morrer. Segue-se de uma historinha esquecível do Radical salvando uma menininha. E então uma história da Controle de Danos que me deu sono, talvez preparando para a série da Marvel que viria por aí pela ABC.

Já na segunda edição, temos uma história-homenagem ao falecido James Rhodes, o Máquina de Combate. Uma das mais bonitas elegias já feitas ultimamente, com vários heroínas negras falando sobre a morte do amigo e o que ele significava para elas. Bem legal! Depois uma historinha bem dispensável do Golias, Tom Foster, o sobrinho de Bill Foster, que morreu na primeira Guerra Civil. Talvez tentando comparar as mortes de dois heróis negros. Inclusive a revista Choosing Sides, está, sim, focando quase que apenas em heróis negros. E eu acho isso super interessante, ainda que algumas histórias sejam bestas. Por fim, vemos que Nick Fury Jr. se declarou morto para o mundo e agora está usando o disfarce do Cavaleiro da Lua, uma vez que Marc Spector está num manicômio. Virada legal, hein?


CWWcapa

Bem, o veredito é que os dois títulos que entraram nessa leva, do Rei do Crime e Escolhendo Lados, foram os melhores dessa vez. O Rei do Crime me surpreendeu muito e a história escrita e desenhada por Declan Shalvey com o Nick Fury Jr. é linda! X-Men manteve o níve, Aranha melhorou e Gods of War e Ulysses estão bem, mas beem piores.Vamos ver no que isso vai dar! Deixe seu comentário!

Anúncios

1 Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s