[REVIEW] MAIS Sobre os Spin-Offs de Civil War 2

Esse mês entraram no review as minisséries do Rei do Crime ligada a Guerra Civil e a antologia Choosing Sides que vai acompanhar Nick Fury. Além disso, damos continuidade às edições que revisamos mês passado. Pega uma pipoca aí, e senta, que lá vem história!

CWWx-men

CIVIL WAR 2: X-MEN, DE CULLEN BUNN E ANDREA BROCCARDO

Os X-Men começam a história lutando lado a lado com a Capitã Marvel contra a Ninhada – numa referência que só os leitores da antiga entenderão – dizendo para Carol que estão de olho no Magneto assim como ele está neles. Corta a cena para a Terra Selvagem e Noturno está se juntando à equipe de Magneto e é sondado psiquicamente por Psylocke. Então Fantomex invade Atillan com o intuito de matar Ulysses a mando de Magneto, mas lá é interceptado por outro ladão, Gambit, a mando de Tempestade. Gambit acaba capturando Fantomex. Enquanto que na Terra Selvagem é a vez de Psylocke debandar para o lado de Tempestade. A guerra interna dos X-Men está esquentando e Magneto promete trazer mais mutantes psíquicos para a luta.


CWWspidey

CIVIL WAR 2: AMAZING SPIDER-MAN, DE CHRISTOS N. GAGE E TRAVEL FOREMAN

Peter Parker e Ulysses estão lutando contra uns carinhas maus com robôs gigantes que o vidente previu e então conversam sobre a visão anterior do inumano sobre Clayton Cole voltar a ser o vilão Clash. Eles não acreditam muito porque acham Cole uma boa pessoa. Corta a cena para a casa dos pais de Cole que enchem a cabeça dele de minhoca – coisa que os parentes fazem – dizendo que ele é bom demais para ser um funcionário de Peter Parker e que a mulher que ele ama não é boa o suficiente por ser mãe solteira. Depois, numa conversa com sua amada, ela diz que tem medo de se casar com Cole por causa de seu passado vilanesco. Ela o deixa. Clayton Cole tem um surto nas indústrias Parker por causa das notícias desastrosas. Com um invento chamado Gravador Retroativo, Cole descobre a conversa de Ulysses e do Homem-Aranha e acaba confrontando o herói e saindo das IP. Ele acaba num bar de capagas onde o vilão Mendell Stromm – um vilão robótico das antigas e ligado com os Osborn – faz uma proposta para Cole. Ao que, depois de muito pensar, e já com a roupa do Clash, Cole liga para Stromm! Uhu! Agora sim, senti firmeza nessa HQ!


CWWgods

CIVIL WAR II: GODS OF WAR, DE DAN ABNETT E EMILIO LAISO

A revista mostra Hercules reunindo vários Deuses da Guerra, entre eles os amigos que já estavam a seu lado na última edição: Gilgamesh, Ire e Tirésias. Juntam-se ao grupo, Sigurd e Lorelei, dos argardianos, Teseu, do labirinto e Beowulf, da mitologia céltica. Juntos, eles lutam contra a ameaça da Cryptomnésia. Ao que o Capitão América e a Capitãa Marvel observam no telão, que Hércules está lutando apenas contra o ar. A Cryptomnésia enloquece Hércules tornando-o um deus do caos. E todos os heróis que ele reuniu, agora estão contra ele. Uma historinha bem dispensável.

 


CWWukysses

CIVIL WAR II: ULYSSES INFINITE, DE AL EWING E JEFTE PALO

Começa o treinamento de Ulysses por Karnak na Torre da Sabedoria. Ulysses é apresentado para um Inumano bizarro chamado Fechadura, que tem o poder de teleportar coisas através dele mesmo soltando uma gosma. Depois, ele é apresentado para outro Inumano, Brilho. Ele é responsável pela iluminação da torre, pois controla um líquen luminescente. Então temos, Língua, que controla o paladar e é a cozinheira da Torre. Ulysses confronta Karnak dizendo que todos ali são monstros, ao que o sábio diz que nada ali é real, nem mesmo ele ou Ulysses, apenas a Torre é real e é ela que faz todos eles realidade. Karnak está prestes a aplicar um gole em Ulysses, quando ele tem uma visão: todos da Torre irão morrer. Poxa, estava tão animado com essa história e degringolou de uma maneira horrível. Que pena!


CWWkingpin

CIVIL WAR II: KINGPIN, DE MATTHEW ROSENBERG, RICARDO LOPEZ ORTIZ E DALIBOR TALAJIC

É a minissérie focada no Rei do Crime. O Rei e outros de seus criminosos estão jantando, se despedem e um ex-capanga do Rei, Bushwacker tenta matá-lo. Ele está ao lado de Janus. Ao que o Rei pergunta: você veio aqui por mim ou por ele? E Bushwacker responde que é peo Rei. O Rei diz ótimo e mata Bushwacker. Ele é visitado por Sam Wilson, Espectro e Radical e diz que nada tem a ver com a morte de Bushwacker. Ele tenta junatar forças com o Coruja e a Madame Máscara, mas eles não topam. O Rei está preparando algo grande. Nisso temos um flashback de um criminoso chamado Janus que está fazendo tráfico de mulheres. O rei iria matá-lo,mas percebe que tem algo de especial nele: Ulysses não consegue prever nada envolvendo o criminoso. Então o Rei pede que ele mate a guarda de segurança para lhe provar lealdade. Em seguida temos uma pequena história com a origem Inumana de Janus! WOW! Agora sim me empolguei! E a arte é um deleite, das duas histórias!


CWWchose2

CIVIL WAR II: CHOOSING SIDES, DE VÁRIOS AUTORES E ARTISTAS

Durante essa minissérie, acompanharemos Nick Fury Jr. escrito e soberbamente bem desenhado por Declan Shalvey. A história lembra muito a fase de Jim Steranko em Nick Fury. A trama mostra Nick enfrentando um grupo que diz que para que a S.H.I.E.L.D. sobreviva, Nick Fury deve morrer. Segue-se de uma historinha esquecível do Radical salvando uma menininha. E então uma história da Controle de Danos que me deu sono, talvez preparando para a série da Marvel que viria por aí pela ABC.

Já na segunda edição, temos uma história-homenagem ao falecido James Rhodes, o Máquina de Combate. Uma das mais bonitas elegias já feitas ultimamente, com vários heroínas negras falando sobre a morte do amigo e o que ele significava para elas. Bem legal! Depois uma historinha bem dispensável do Golias, Tom Foster, o sobrinho de Bill Foster, que morreu na primeira Guerra Civil. Talvez tentando comparar as mortes de dois heróis negros. Inclusive a revista Choosing Sides, está, sim, focando quase que apenas em heróis negros. E eu acho isso super interessante, ainda que algumas histórias sejam bestas. Por fim, vemos que Nick Fury Jr. se declarou morto para o mundo e agora está usando o disfarce do Cavaleiro da Lua, uma vez que Marc Spector está num manicômio. Virada legal, hein?


CWWcapa

Bem, o veredito é que os dois títulos que entraram nessa leva, do Rei do Crime e Escolhendo Lados, foram os melhores dessa vez. O Rei do Crime me surpreendeu muito e a história escrita e desenhada por Declan Shalvey com o Nick Fury Jr. é linda! X-Men manteve o níve, Aranha melhorou e Gods of War e Ulysses estão bem, mas beem piores.Vamos ver no que isso vai dar! Deixe seu comentário!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s