O Que Vem Por Aí na Vertigo / Panini Comics em 2017

Durante o painel da editora Panini Comics na CCXP 2016, foram reveladas muitas novidades para a linha Vertigo para o ano de 2017. Algumas delas são continuações de séries já consagradas e outras, são séries totalmente novas e inéditas por aqui. Bem, vamos às novidades!

CONTINUAÇÕES DE SÉRIES

Foi anunciada a conclusão da série As Mais Belas Fábulas, que enfoca as personagens femininas do Universo de Fábulas. ALém disso, foi anunciada a graphic novel original da série chamada In All The Land (Por Toda a Terra). Escrita por Bill Willingham e desenhada por vários talentos artísticos, a graphic novel é vendida como trinta contos de sete dias terríveis e continua a explorar os segredos das moças encantadas das Terras das Fábulas.

Além disso, começará a elogiada fase de Jamie Delano no Homem-Animal, com Steve Pugh. Foi nessa fase que foi introduzido o conceito do Vermelho, um análogo animal ao Verde, do Monstro do Pântano. E por falar em Alec Holland, que não é Alec Holland, o Monstro terá publicado a fase de Grant Morrison e Mark Millar no Brasil. Ainda que Morrison tenha escrito poucos números da série, Millar ficou por muito tempo à Frente do Monstro. A fase começa com o encadernado A Raiz de Todo o Mal.


ver2017artART OPS

Das mãos do escritor Shawn Simon e do incrível desenhista retrô Michael Allred, o nome da série vem de uma brincadeira  expressão op-art, que é a falibilidade do olho humano para interpretar as ilusões de óptica. No caso da série, o nome descreve Operativos da Arte, que devem cuidar da vida secreta das pinturas, que vivem numa dimensão em duas dimensões separada da nossa. O site americano IGN, em sua crítica, disse que embora o conceito da série seja muito interessante, o roteirista Shawn Simon se demora muito para explicar as leis e o funcionamento do mundo da série, o que seria um ponto negativo. O ponto positivo, como sempre, é o trabalho de Michael e Laura Allred.

 


ver2017unfloowsunFOLLOW

A série da Vertigo focada em mídias sociais possui uma premissa parecida com a de 100 Balas, mas claro, com suas peculiaridades. Um magnata moribundo da indústria das mídias sociais quer deixar seus bilhões de dólares divididos para 140 pessoas  – ou ao número de pessoas que restar no momento de sua morte. Assim, a série acompanha diversos personagens ao redor do mundo – esses, escolhidos pelo magnata das redes sociais, – e as suas vidas particulares e o que pensam em fazer quando esse dinheiro todo estiver em suas mãos. A série é escrita por Rob Williams (o atual escritor de Esquadrão Suicida) e desenhada por vários artistas em ascensão.


ver2017royalsTHE ROYALS: MASTERS OF WAR

Também escrita por Rob Williams, The Royals: Masters of War, é uma minissérie em seis edições. A série tem como pano de fundo a Segunda Guerra Mundial em um mundo onde apenas a realeza tem poderes especiais. No ano de 1940, Londres é destruída por uma Blitz, cabe, então ao Príncipe Henry a tomar uma decisão fatídica. Mas por que as realezas do mundo inteiro estão evitando usar seus poderes para definir o destino da guerra? A série promete transformar a História de uma maneira que você nunca imaginou!


ver2017suicidersSUICIDERS

A série autoral de Lee Bermejo tem sido bastante elogiada lá fora. Foi ela que levou o escritor a se tornar roteirista da série We Are Robin. Eu fico meio com pé atrás quando se trata de Lee Bermejo. Curto muito a arte dele, mas detestei a graphic novel Batman: Noel. O mote da série é que no mundo pós-apocalíptico de New Angeles, matar não é crime, é entretenimento.  Após o “big one”, o grande terremoto que separou a Califórnia do resto dos EUA, o governo decidiu cortar relações com Los Angeles e os deixar à revelia. Então, a cidade se virou da melhor forma que sua tradição manda: com entretenimento! Trinta anos depois, inicia o reality show conhecido como SUICIDAS, onde homens monstruosos, equipados com tecnologia e genética avançada competem lado a lado pela sobrevivência.


ver2017babySHERIFF OF BABYLON

Tom King é o novo queridinho da DC Comics e dos leitores. Depois de uma passagem estelar pela revista de Dick Grayson, usando muito de sua experiência como operativo de combate da CIA, Tom foi parar na revista do Batman. Mas antes disso, ele escreveu essa série autoral para a Vertigo, O Xerife da Babilônia. A série se passa em 2003, em Bagdá, onde um policial da Flórida é incumbido de treinar soldados americanos no Iraque. A série é vendida como um conto moderno de um tumultuoso tempo de guerra que mexeu para sempre as estruturas da história. A história é desenhada por Mitch Gerards, que já desenhou muitas coisas para a Marvel Comics, entre elas, a série Marvel NOW! do Justiceiro. A arte dele é sensacional!


ver2017


Por fim, a editora apresentou a publicação da edição definitiva de Escalpo, uma série muito aguardada pelos leitores, magistralmente escrita por Jason Aaron e desenhada por R. M. Guéra. Eu não li nenhuma das séries novas, mas apostaria em The Royals e em Sheriff of Babylon, que parecem ter as melhores críticas. E você, o que achou de tudo isso?

Anúncios

2 Comments

  1. Essa UnFollow parece uma vibe bem Black Mirror. Agora animado mesmo eu fiquei com essas fases inéditas no Brasil do Homem-Animal e Monstro do Pântano. Cara, o Morrison tem bastante material, neh? Eu gosto, mas não consigo ler séries seguidas dele. É como se eu precisa relaxar um pouco daquelas tramas intrincadas e ideias excêntricas. Atualmente, estou concluindo Sete Soldados da Vitória (que não achei essa sétima maravilha toda).

    Curtir

    1. Oi Cristiano! Realmente, Morrison, às vezes, dá uma baita canseira na gente. Mas acho Sete Soldados mais leve. O negócio é ficar ligado nas inúmeras referências que ele colocou na HQ. Abraços!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s