“Entrei na Feira da Fruta”, a Famosa Redublagem do Batman de 1966

Quem diria que um redublagem do seriado do Batman de 1966, feita por “apenas dois garotos”  iria fazer tanto que alcançaria fama nacional e, quiçá, internacional? O vídeo se tornou cult e hoje não existe um fã de quadrinhos (ou não) que não saiba da existência do famoso vídeo “Bátima: Na Feira da Fruta”.

Era julho de 1981 e os amigos Fernando Dutra Pettinati e Antônio Carlos Camano estavam em casa, nas férias, sem nada para fazer. Até que Fernando teve a idéia de usarem um videocassete “tunado” para fazerem uma redublagem do episódio “He Meets His Match, A Grisly Ghoul”, em português adaptado para “Um adversário à altura de um medonho inimigo”.

batporra

O seriado do Batman passava na TVS, atual SBT, todos os dias. Fernando tinha uma fita cassete original do seriado e resolveu chamar o amigo Antônio para a redublagem. Fernando, então, fazia a voz do Bátima, do Coringa, e de outros personagens, enquanto Antônio fazia o Robin e demais personagens. Nessa época os dois amigos estavam, respectivamente, com 18 e 17 anos. Fernando era o que hoje se chamaria de geek, um geek analógico,é claro, mas entendia tudo de eletrônica. Já Antônio era mais o estilo descolado e esportista.

batfernadoeantonio

Depois de assistirem mais de 30 vezes a fita, os dois acharam que já sabiam mais o menos o rumo que a história tomava para fazerem uma redublagem. Assim foi, mesmo que durante a gravação teve direito a muitas risadas, à quase destruição da sala de um deles para representar a luta e o “Bátima” repreendendo o “Robin” por falar muito palavrão: “Modere o linguajar, Robin, você é só um menino, eu te criei!”.

batfude

A fita circulou entre amigos e, de tanto ser emprestada e copiada, ela acabou desaparecendo. Só ressurgiu no início dos anos 2000, quando Fernando Chiocca colocou o vídeo em uma página da web do Geocities, que já tinha sido transformado em DVD e então passado para formato compatível com a web. Mas a grande popularidade do vídeo veio com a comunidade “Filme do Bátima”, na antiga rede social do Orkut, em 2004. Quando a rede social se extinguiu, a comunidade já tinha quase 9 mil membros.

batbatimaAlguns dos resultados dessa popularização foi conquistar fãs famosos como o pessoal do Programa Hermes & Renato, da MTV, que acabou criando um feature semelhante no seu programa que depois virou um programa próprio: o Tela Class. Fernando e Antônio foram convidados para vários programas de entrevistas e também chegou a ser feito um Encontro dos Fãs do Filme do Bátima.  Além de claro, criar expressões hilárias para o mundo nerd brasileiro que não serão esquecidas tão fácil como “Dick viadinho!” e “Putas pagas”, que creio que inspirou o nome da tradução brasileira do novo título do Deadpool, Deadpool e os Mercenários Pagos.

Em 2011, o quadrinista Eduardo Ferigato resolveu reunir um monte de pessoas do quadrinho nacional, durante o FIQ daquele ano, para produzir uma adaptação para quadrinhos do vídeo. A adaptação foi publicada na internet. Por fim, se você AINDA não viu o vídeo (sério? você mora no Brasil? nesse planeta? nessa dimensão?), segue abaixo um vídeo do youtube com ele na íntegra. Se você já viu, agora que sabe dos bastidores, porque não ver de novo?


Fonte: CAMANO, A. C. e PETTINATI, F. D.. Entrei na feira da fruta: esse documento não prova nada! São Paulo: Usina de Ideia, 2013.

batcapa

Anúncios

2 Comments

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s