Análises, arte, destaque, fique de olho, História dos Quadrinhos, quadrinhos, Quadrinhos Comparados, religião
Comentários 5

O Uniforme e os Símbolos da Mulher-Maravilha: Evolução e Significados

O filme da Mulher-Maravilha está nas telonas e a Gal Gadot está ahazando como a personagem. Um filme bem dirigido, bem roteirizado, enfim, o melhor filme da DC. Claro, não precisa muito, vamos combinar. Mas o mais legal desse filme é que não faz menção aos Estados Unidos em um momento sequer. E vamos lembrar que o uniforme da amazona de Themyscira tem tudo a ver com a Old Glory, a bandeira dos Estados Unidos. Por isso eu queria discutir aqui os símbolos que fazem parte do uniforme da Mulher-Maravilha, seus significados e como ele mudou ao longo dos tempos.

Bem, mergulhadores, antes que vocês me repreendam e me corrijam, já vou dizendo que aqui eu vou analisar pontos básicos do uniforme da Mulher-Maravilha. Não vou me ater a suas versões de outras mídias, não vou falar de outras pessoas que foram Mulheres-Maravilhas, não vou falar de realidades alternativas e não vou falar muito da Mulher-Maravilha do I-Ching dos Anos 70, embora você pode ler sobre ela aqui.

WWCyears

STARS AND STRIPES

Nas origens da Mulher-Maravilha não tem exatamente uma explicação do por quê Diana resolve se vestir tal qual a bandeira americana, afinal a sua nacionalidade, no máximo, seria grega. Há uma história da fase de John Byrne que explica que a Rainha Hipólita, mãe de Diana e líder das Amazonas foi a Mulher-Maravilha da Sociedade da Justiça e que ela escolheu as cores da bandeira americana para que os americanos a reconhecessem como aliada. Ela teria lutado na Segunda Guerra Mundial, enquanto Diana Prince só seria revelada ao mundo nos anos 80.

WWC40

Entretanto, o que se sabe dos bastidores é que a criação da Mulher-Maravilha aconteceu poucos meses antes da invasão japonesa à base americana de Pearl Harbor, no Pacífico, fato esse que deflagrou a Segunda Guerra Mundial. Inspirados pelo sentimento ufanista e patriótico, seus criadores, William Moulton Marston e Harry G. Peter, e seus editores resolveram conferir à Diana as cores da bandeira e seus demais símbolos como a águia-careca e as estrelas do seu saiote.


A ÁGUIA

A águia é um símbolo temeroso. Afinal, ela sempre foi símbolo de grandes impérios do mal que sacrificaram muita gente pelo poder: os romanos, os nazitas, os americanos (ooops!). Mas é a verdade. Fui pesquisar no Dicionário de Símbolos sobre a simbologia da águia e o verbete sobre o bicho é imenso. Mas, resumindo, a águia é o símbolo primordial do pai e da paternidade. Ela também representa o Sol que é um símbolo masculino. O que nos leva a pensar que essa “marca da civilização” no peito da amazona significa a posse do mundo do patriarcado sobre uma guerreira de ascendência matriarcal. Em outra acepção, a águia também significa “o iniciador”, a inocente Mulher-Maravilha foi corrompida pelo mundo dos homens e posta a lutar para eles e ao lado deles. Foi conspurcada e violada pela garra do pássaro de rapina.

WWCkingdomcome

A Mulher-Maravilha do Reino do Amanhã usando uma águia como armadura.

A águia também simboliza o Evangelho de João, o último da bíblia, do mesmo escritor de Apocalipse. Segundo os evangélicos essa simbologia se deve porque a águia voa em altitudes elevadas, tem uma visão ampla, suas asas representam o velho e o novo testamento e possui a capacidade de se renovar. A Mulher-Maravilha usa uma armadura dourada em forma de águia na minissérie futurista O Reino do Amanhã, que tem tudo a ver com passagens bíblicas e fins do do mundo. “Quando aplicada à tradição cristã, há uma inversão de imagem que conduz do Cristo ao Anticristo: a águia, símbolo de orgulho e opressão, passa a ser, a partir daí, apenas um rapinante cruel que rouba com violência!. Humm, dualidade… É o que representa os grandes impérios mencionados acima, não?

WWCms

A Mulher-Maravilha de Ross Andru foi capa da revista feminista Ms.

Bem, a águia foi usada no uniforme da Mulher-Maravilha dos anos 40 aos anos 70, onde foi eternizada pelo artista Ross Andru, uma dos artistas icônicos do Homem-Aranha. Foi depois da fase I-Ching  – em que Diana Prince abandonou qualquer uniforme e inclusive o título de Mulher-Maravilha – que a águia foi aposentada e substituída por uma estilização do “dablio-dablio” da Mulher-Maravilha. O engraçado é que aqui no Brasil, os editores inverteram o logo da Mulher-Maravilha para que ele compusesse dos M’s e não dois W’s. Durante a fase George Pérez o dablio-dablio peitoral já estava instituído.


SAIOTE, CALÇA, CALCINHA, CALÇOLÃO DA VOVÓ

Agora vamos para as estrelas, parte integrante da bandeira dos EUA, que simboliza os 50 estados do país. Não vou entrar muito em significado de estrelas no simbolismo, basta lembrar que elas representam iluminação, espírito, as estrelas estão associadas à feminilidade e à grande deusa primordial. Por isso, não seria de se estranhar que elas cubram o ventre de nossa heroína, sua região vulnerável. Nos quadrinhos, ver estrelas, significa sentir dor.

WWCcapa

Luuuuz, na passarela, que lá vem ela!

Mas aqui não quero analisar as estrelas, mas a vestimenta que está coberto de estrelas. Como dizia o teórico da comunicação, Marshall McLuhan, “o meio é a mensagem”, então vamos começar dizendo que Diana usava, na sua criação, uma saia que ia até os joelhos. Saias sempre foram o diabo nas taquaras dos desenhistas. E cheias de estrelas, então, nem se fala! Por isso, dos anos 50 em diante, ela passou a usar uma coisa que não era bem um short e nem uma tanga, então vamos chamar aqui de calçolão da vovó. Afinal, como vimos no filme, como uma amazona lutaria de saias?

WWCdeodato

A bunda… hã… a fase de Mike Deodato Jr. na Mulher-Maravilha nos anus 90.

Os anos 80, com George Pérez consagraram que a Mulher-Maravilha usava mesmo era uma calcinha, ou melhor, uma tanga no seu uniforme estrelado. Com Mike Deodato Jr. chegando às páginas da heroína, ela passou a usar uma tanga asa-delta, bem popular na época e que virou tendência nas heroínas criando o fenômeno de objetificação feminina dos quadrinhos chamado as bad girls. Elas não são mais tão “bad” hoje em dia. Graças à Zeus.

WWC52

Tira a calça e fica só de calcinha, Diana!

Mas a calcinha de Diana Prince perdurou até meados dos anos 2000, quando a terrível saga Odisséia nos apresentou uma Mulher-Maravilha que usava calças. A fase foi um fracasso e, quando foi relançada nos Novos 52, a proposta original foi que ela continuasse usando calças. Mas os nerds babões e objetificadores odiaram a ideia, e Diana ficou só de calcinha. Agora com a fase Renascimento e com o filme da Mulher-Maravilha nos cinemas, Diana está usando um uniforme que remonta origens romanas, embora sua origem seja grega. Ela usa um saiote típico dos centuriões e decuriões romanos da época do Império Romano. Ou seja, não adiantou fugir da masculinidade da águia, ela foi perseguir Diana bem na sua… hã… perseguida. Sorry, o trocadilho!


A TIARA

Por fim, temos a tiara, tão usada no seriado dos anos 70. No começo, o símbolo que estava na tiara era um estrela, mais uma vez simbolizando o feminino. Só que dessa vez, a estrela está na cabeça, o que poderia significar a sabedoria de Palas Atena. Muitas vezes as estrelas também aparecem como brincos. Mas quem luta de brincos? A estrela na tiara foi o elemento que mais durou, sendo retirada somente em algumas histórias da fase dos Novos 52, em que as cores metálicas de Diana foram substituídas do dourado para o prateado. Além disso, ela usava uma coleirinha no pescoço, mais um símbolo de dominação. No Renascimento Diana volta a usar o dourado e sua tiara volta a ter uma estrela – por vezes é uma águia, por vezes um WW estilizado. Acho que lá na DC Comics não se decidiram direito – como sempre. Um WW estilizado é usado pela princesa amazona no filme de 2017.

WWCrebirth

Mas, como falei antes, o novo uniforme de Diana, nada tem a ver com os poderoso Estados Unidos da América. As estrelas desapareceram de suas vestes inferiores. A águia, entretanto, está de volta, de um jeito ou de outro. A origem, reinventada pela enésima vez. Ela lembra, em sua nova encarnação, mais uma gladiadora romana do que qualquer outra de suas difusas origens. Não que esse visual não seja difuso. Mas nós a amamos de qualquer jeito e a tudo que, no final, ela representa como personagem e não como vestuário.

WWCmen

“Se eu não tiver calças, ninguém vai ter calças!”

Anúncios

5 comentários

  1. José Glaydson diz

    Guilherme, acredito que seria interessante abordar também a simbologia dos braceletes, sobretudo o significado original deles idealizado pelo criador da Mulher Maravilha.

    Curtir

    • Guilherme Smee diz

      Oi José! Vou dar uma pesquisada! Quem sabe não rende um artigo sobre as origens mitológicas da WW? Abraços! =)

      Curtir

  2. Fabricio Austré diz

    Realmente interessante o artigo. Divirjo um pouco de opinião sobre pequenos pontos mais no geral é uma boa observação e leitura sobre os símbolos em questão. Mas também concordo que vc deveria ter falado dos braceletes como foi dito no comentário anterior, de fato é algo interessante de se pesquisar e entender.

    Curtir

    • Guilherme Smee diz

      Oi Fabrício! Prometo que vou pesquisar e fazer um outro post sobre isso e a mitologia na WW! Abraços! =)

      Curtir

  3. Pingback: A Mitologia da Mulher-Maravilha: Deuses e Armas | Splash Pages

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s