Aventura Pelo Sangue Satânico: Carnificina, de Gerry Conway e Mike Perkins

Nunca pensei que um arco do Carnificina iria ser a razão principal de eu comprar uma revista mix, no caso Homem-Aranha: Aranhaverso. Mas a verdade é que Carnificina é uma das melhores séries saindo mensalmente nas bancas brasileiras. Escrita pelo veteraníssimo Gerry Conway e desenhada pelo artista das revistas noir de heróis, Mike Perkins, o título do Carnificina é uma mistura de aventura, suspense, terror e tramas bem elaboradas. Os personagens utilizados na narrativa também são bem utilizados e trabalhados. Essa é minha resenha da série até então e meu convite para que você também a acompanhe.

A revista Aranhaverso tem um dos melhores mixes atuais da Marvel, se não o melhor. Não só por causa de Carnificina, mas também por causa de Mulher-Aranha, Teia de Seda e Homem-Aranha 2099. Esqueça a Gwen-Aranha, que é uma chata de galochas. Já falei da revista Homem-Aranha: Aranhaverso antes e de como ela é legal nesse link. Carnificina veio adicionar uma nova dimensão a esse mix, que agora também conta com a minissérie do Gatuno, Robbie Brown, que faz parte da saga A Conspiração do Clone. Quando escrevi o post do Aranhaverso, não havia a revista do Carnificina no mix, então nada melhor do que fazer justiça à ela.

CARorigin

O Carnificina é o assassino serial do interior dos Estados Unidos, Cletus Kasady, que dividia a cela de prisão com Eddie Brock, o Venom. Acontece que o simbionte do Venom deu cria e deixou um casulo na cela da prisão depois que Eddie Brock escapou. Da união deste novo simbionte com Cletus Kasady surgiu Carnificina, um ser que tinha prazer em matar e matava aos milhares. Nos anos 90, época do surgimento do Carnificina, surgiu a saga Carnificina Máxima, cujos fãs do Homem-Aranha lembram com carinho aqui no Brasil, quando a Editora Abril lançou essa saga em dois especiais de lombada quadrada. Há rumores de que Woody Harrelson seria o primeiro a encarnar o Carnificina nos cinemas, no filme do Venom, que é protagonizado por Tom Hardy.

CARtotal

O escritor da série do Carnificina é velho conhecido dos fãs do Homem-Arnha. Ele é Gerry Conway, responsável nada mais nada menos do que a criação do Justiceiro e também escritor da famigerada morte de Gwen Stacy. Na DC Comics, ele foi o criador de Nuclear e de Vixen, entre outros. Conway faz, em Carnificina, um roteiro competentíssimo, daquelas histórias que te deixam aguçado pelo próximo capítulo, e que te envolvem em uma aventura de tirar o fôlego. Os desenhos da série são de Mike Perkins, mais conhecido por dividir as páginas de Capitão América com Steve Epting durante a fase de Ed Brubaker. Ele também é conhecido por trabalhos em Punho de Ferro, Union Jack e em Astonishing X-Men, na fase de Marjorie Liu.

Conheça mais sobre os meandros da decisão editorial de matar Gwen Stacy aqui neste link.

CARcarnifa

Este novo título do Carnificina surge, depois de várias tentativas de minisséries do serial killer simbionte, a grande maioria escrita por Cullen Bunn. Nem todas elas foram publicadas no Brasil. Fazem parte dessa fase, três encadernados originais americanos, cada um com cinco edições. O primeiro dele se passa numa mina de carvão no meio dos Estados Unidos, em que uma força-tarefa é levada para capturar o Carnificina. Mas ao invés disso, a criatura é atraída para lá por um sacerdote para cumprir uma velha profecia do Tomo Negro e se tornar o emissário de um deus demoníaco. Com isso, o Carnificina fica mais poderoso, podendo fazer réplicas escravas de si mesmo.

CARpreview

Mas como ele está em busca de mais poder, Kasady rouba um navio para chegar numa ilha indonésia que guarda o Tomo Negro, para então se tornar, junto com seu simbionte e os poderes arcanos e profanos, um deus sombrio e todo-poderoso. Esse arco se passa quase totalmente em alto-mar, com o Carnificina seduzindo uma jovem marinheira e gerando nela mais um outro novo simbionte, Ruína. O terceiro arco, que começou no mês passado, se passa já na ilha totêmica do Tomo Negro e discorre o desfecho da saga, para sabermos quem terá levado a melhor: a força-tarefa que foi incumbida de deter o simbionte ou o próprio Carnificina.

CARsentry

O interessante é que essa equipe de força-tarefa que persegue o Carnificina está extremamente arraigada na mitologia do Homem-Aranha. A equipe é comandada pela tenente-coronel Dixon, mas seu segundo em comando é o Coronel John Jameson, o filho do editor J. Jonah Jameson. De posse da Pedra da Lua, John se torna o Homem-Lobo, um aminimigo de Peter Parker. Também Eddie Brock, de posse do simbionte toxina, que agora é comandado por um dispositivo que pertence a Dixon. Manuela, uma das primeira vítimas de Carnificina completa a equipe. Quando a busca começa a envolver o Tomo Negro, Victoria Montesi e seus asseclas dos Redentores do Tomo Negro passam a fazer parte da caça a Kasady.

CARcarnfifina

Em uma mistura de satanismo e H. P. Lovecraft na Marvel, oTomo Negro teve seu maior destaque nos anos 90, na saga A Ascensão dos Filhos da Meia-Noite, que envolveu o Motoqueiro Fantasma, Blade, Doutor Estranho, Johnny Blaze e outros heróis da Marvel. A edição especial focada em Victoria Montesi e no Tomo Negro tinha a seguinte descrição: “Quando páginas perdidas há muito tempo do Tomo Negro, o Livro dos Pecados, escrito por Chthon, voltam à tona, os Redentores do Tomo Negro começam a coletá-las”.

Nos próximo meses, nós, brasileiros poderemos acompanhar os últimos atos dessa saga do adversário mais sanguinário do escalador de paredes da Marvel. Vale lembrar que Gerry Conway, o escritor desta série, criador do Justiceiro e da morte de Gwen Stacy estará em Canoas, no Rio Grande do Sul, como convidado especial da Comic Con RS, que ocorre nos dias 4 e 5 de agosto de 2018. Se você é fã do Homem-Aranha, certamente vai estar presente. Mas e aí? Já leu a série do Carnificina?

 

Anúncios

2 Comments

  1. Fiquei extremamente surpreso com essa série. Pensei que Conway ia dar uma de CC e escrever algo datado e chato, mas é de longe a melhor coisa em HA: Aranhaverso.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s