Quem é o Homem de Ferro de 2020?

O ano de 2020 está chegando! E com ele uma nova versão do Homem de Ferro! Isso mesmo, na agora longínqua década de 1980 os autores da Marvel imaginaram uma versão futurista do Homem de Ferro no então longínquo – para eles – ano de 2020. Esse seria um Homem de Ferro mais radical, sem escrúpulos e como uma armadura programada para ser muito mais letal e sanguinária do que qualquer versão já projetada por Tony Stark. Este Stark não daria uma segunda chance para seus oponentes. E sim! Esse Homem de Ferro de 2020 vai participar das histórias de 2020 de Tony Stark. Então se prepare com este post! Você pensou que estaríamos falando de Morgan SPOILER Stark? Pois se enganou. Mas como somos bonzinho também vamos falar da versão de Morgan nos quadrinhos. É só ler a seguir!

IMA20201994O Homem de Ferro de 2020 foi criado na minissérie futurista do Homem-Máquina, criada por Tom deFalco, Herb Trimpe e Barry Windsor-Smith, em 1984. Embora Aaron Stack, o Homem-Máquina tenha sido criado por Jack Kirby nos anos 1970, essa minissérie dava conta de uma salto temporal feito pelo personagem em que ele era levado ao futuro para combater megacorporações. O combate às megacorporações estava em voga nos anos 1980, como você pode conferir nas HQs American Flagg!, de Howard Chaykin, Martha Washington Vai à Guerra, de Frank Miller e Dave Gibbons e em Juiz Dredd. Percebam que essas temáticas estavam relegadas à HQs de pequenas editoras e mais que isso, todas essas tramas se passam em um futuro para o qual a realidade oitentista estava inexoravelmente rumando.

IMA2020capa

IMA2020machinemanAs grandes editoras davam seus passos com essa minissérie do Homem-Máquina que se passava no futuro. Na época, a Marvel tinha passado pelas mãos de diversos grandes empresários de grandes conglomerados industriais que não sabiam o que fazer com uma editora de quadrinhos. Poderíamos até encarar essa minissérie do Homem-Máquina como uma crítica à situação pela qual a Marvel Comics passava. Aaron Stack, o Homem-Máquina, passa a enfrentar a Baintronics, da megaempresária Sunset Bain. Mas logo, ele acaba se defrontando com o principal capanga de Bain, o letal Homem de Ferro de 2020.

IMA2020barrywindsor

O Homem de Ferro de 2020 era Arno Stark. Perceba o jogo de palavras que se estabelece entre os nomes “reais” dos dois personagens: Aaron Stack e Arno Stark. Um era um Homem-Robô, com um uma alma robótica revestida de humanidade e o outro era um homem revestido por uma carapaça robótica. Depois de Aaron e Arno se enfrentarem ferozmente, o Homem de Ferro de 2020 é derrotado e o Homem-Máquina quase mata Sunset Bain, não fosse a intervenção da robô Jocasta. Essa minissérie foi lançada recentemente pela Panini Comics em uma edição em capa dura com capa metalizada.

IMA2020walt

Arno Stark de 2020 é, então, naquela época, o herdeiro das Indústrias Stark (no final vamos explicar isso melhor). No nosso tempo, em 1994, uma época em que os personagens cruéis, raivosos e metrancudos que rangiam os dentes estavam em voga, o personagem ganhou uma edição especial por Walt Simonson, Bob Wiacek e Bill Rosado. O engraçado é que Arno sempre se refere a si mesmo como o “Homem de Ferro de 2020”. Bem, se fosse assim, nós seríamos o “Splash Pages de 2019”, né?! Antes disso, o personagem havia aparecido no número 20 do anual do título Amazing Spider-Man, em que se encontrou com o Homem-Aranha da época do uniforme negro. Essa edição é de 1986, e envolve uma trama semelhante a O Exterminador do Futuro, envolvendo além do Aranha, o vilão Nevasca. Depois disso, Arno Stark aparece em uma edição de Death’s Head II, conhecido aqui no Brasil como o caçador de recompensas espacial, Caveira.

O primeiro confronto entre o Homem de Ferro da realidade 616 com o Homem de Ferro 2020 se deu em Avengers of West Coast #61, quando Immortus trouxe à realidade a Legião dos Desmortos. Contudo esse Homem de Ferro de 2020 se revelou ser o Fantasma do Espaço, o segundo vilão que os Vingadores combateram. Immortus também esteve envolvido nos eventos de Vingadores Eternamente quando Rick Jones conclamou diversos personagens para lutar ao lado dos Vingadores na Batalha do Tempo. Arno Stark ganhou histórias curtas de oito páginas na antologia digital Astonishing Tales pela Marvel, em 2009. Essas histórias viriam a ser publicadas no Brasil em diversos números do primeiro volume da revista Avante, Vingadores!

Mas foi em 2013 que a sorte começou a mudar para Arno Stark e ele pulou de uma realidade alternativa para a realidade principal do Universo Marvel. Orson Scott Card havia criado uma história do Homem de Ferro do Universo Ultimate, em que Tony Stark havia nascido com várias necessidades especiais. Para que ele sobrevivesse, seus pais o colocaram em um experimento que, além de deixar sua pele azul, também reverteu seu estado de saúde e o tornou inteligente. Inspirados nisso ou não, a dupla de criadores Kieron Gillen e Dale Eaglesham trouxeram naquele ano de 2013, pela iniciativa da Marvel NOW!, a “Origem Secreta de Tony Stark”. Nela, é contada a verdade de que Tony Stark, na verdade era um filho adotado de Howard e Maria Stark e que o filho biológico do casal Stark, Arno, havia nascido muito frágil, incapaz de sobreviver.

Para proteger seu filho de um robô rigeliano, chamado Registrador 451, o casal enganou o andróide com Tony no lugar de Arno. Os Stark então, foram aconselhados que Arno nunca ficasse sem assistência média. Para isso, foi criada a Fundação Maria Stark para que, em segredo, cuidassem de Arno, mas que, de fachada servisse à outros propósitos – como foi o caso da manutenção da Mansão e da equipe dos Vingadores. Tony Stark acabou se encontrando com o Registrador 451 em uma missão espacial para destruir a Fênix e os dois acabaram compreendendo que os genes de Tony não eram dos Stark. Isso levou Tony a uma busca a Arno, que também se revelou um super-gênio. Ao tomar conhecimento do vírus Extremis, Arno o manipulou para fazer uso dele e reverter sua situação debilitada. Por várias vezes, Arno auxiliou Tony a combater inimigos que queriam dominar o mundo.

Nesta nova fase, o Fresh Start, oHomem de Ferro é escrito por Dan Slott e desenhada por Valerio Schiti, no título Tony Stark: Iron Man, muitos elementos ligados ao Homem de Ferro de 2020 foram inseridos. O Homem-Máquina, a robô Jocasta, a Baintronics e, claro, Arno Stark. A Marvel inclusive veiculou um anúncio com os ícones do Homem de Ferro de 2020 – rodas de engrenagem – com os dizeres: “2020 se aproxima”.

IMA2020ad

Na edição de número 11 de Tony Stark: Iron Man, é revelado que Arno Stark se uniu à Sunset Bain para acabar com Tony Stark e, não por acaso, ele está vestindo a armadura de engrenagens do Homem de Ferro de 2020. Arno Stark e a Baintronics são envolvidos em um joguete do vilão conhecido como Controlador e os dois irmãos acabam se enfrentando. Mas acabam recuperando o controle através da realidade virtual desenvolvida pelas Indústrias Stark chamada eScape. Vendo o fiasco de sua operação, Sunset Bain e o Controlador se preparam para refazer seus planos e declaram: “2020 é nosso e vamos tomá-lo!”.  Vem coisa especial por aí! Vamos ficar ligados!

IMA2020danslott

Mas e Morgan Stark? A filha de Tony Stark e Pepper Potts que apareceu em Vingadores: Ultimato e conquistou a todos com sua meiguice de menina de 5 anos? Existiu uma Morgan Stark nos quadrinhos? Perceba: o nome Morgan, na língua inglesa, não tem gênero. Assim, nos quadrinhos, Morgan Stark era TIO de Tony Stark. Ele era um trambiqueiro que, nas primeiras histórias do Homem de Ferro escritas por Stan Lee queria, a todo jeito, tomar as Indústrias Stark. Mas as coincidências não param por aí. Na realidade futurista do Homem-Máquina, adivinha quem é filho de Morgan Stark? Isso mesmo! Arno Stark! Que, por algum trambique de seu pai acaba herdando as Indústrias Stark no lugar de Tony e se torna o Homem de Ferro.

IMA2020morgan
Morgan Stark

Mas, e a FILHA de Tony Stark? Ela existe nos quadrinhos? Sim, ela existe, mas não se chama Morgan, e não é uma FILHA. Na edição número 500 de The Invincible Iron Man, por Matt Fraction e Salvador Larroca é mostrado o futuro 41 anos na frente, onde uma batalha contra o Mandarim devasta o planeta. O senhor dos dez anéis havia conquistado nosso mundo. O primogênito de Tony, Howard Stark III protege sua filha Ginny Stark, portanto neta de Tony, enquanto o próprio, envelhecido, trava sua derradeira luta contra o Mandarim. Os heróis vencem, mas não sem um custo: Howard III, Tony e Pepper acabam sendo enterrados por Ginny.

IMA2020ginny
Ginny Stark

É muito interessante como se passam os anos, as décadas, e os quadrinhos de super-heróis e seus produtos derivados, como o cinema, conseguem se autorreferenciar e se reinventar dentro das próprias limitações. A saga do Homem de Ferro 2020 e de Morgan Stark em Vingadores: Ultimato são belos exemplos disso. Por isso que conhecer as histórias e as cronologias dos super-heróis acaba sendo muito recompensador, para nós, fãs, descobrindo mais que apenas easter-eggs, mas toda uma rede de hipertextos e de conexões, sequer imaginadas pelo público leigo! 

IMA2020bain

Abraços submersos em engrenagens futuristas!

11 comentários sobre “Quem é o Homem de Ferro de 2020?

Deixe um comentário, caro mergulhador!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.