Como Foi a Comic Con Floripa 2019?

Olá mergulhadores! Hoje vou fazer uma resenha diferente aqui para vocês! Vai ser uma “resenha de evento”, de um dos acontecimentos dos quadrinhos que mais cresce aqui no Sul do Brasil, a Comic Con Floripa. Ela aconteceu nos dias 8 e 9 de junho de 2019 no Centro Sul, Centro de Eventos de Florianópolis, que fica perto da rodoviária, no centro da Cidade. O evento contou com uma área de artistas com quase cem mesas diferentes e encantou o pessoa que expôs lá pela eficiência e organização. Vamos falar agora um pouco mais sobre esse evento.

Florianópolis é um grande destino turístico do sul do Brasil. Ou seja, quem se propõe a visitar a “Ilha da Magia”, para um evento como a Comic Con Floripa, também pode usufruir de sua infra-estrutura turística. São mais de trinta praias dos mais diversos tipos. Quem não é de praia também pode curtir as belezas naturais da cidade, com suas construções históricas, seus fortes, a belíssima Lagoa da Conceição e passeios de barco. A temperatura no mês de junho é amena, mas para quem está acostumado com o frio, como os gaúchos, pode ser quente e para quem está acostumado com o calor, como paulistas e cariocas, pode ser frio,

FLOalley

PARA O PÚBLICO EM GERAL

A Comic Con Floripa se localiza no Centro de Eventos Centro Sul, que fica muito próximo à estação rodoviária e ao Mercado Público, que podem ser acessados a pé a partir do local do evento. No Mercado Público, que foi reformado há pouco tempo, pode-se degustar da culinária da ilha, além de comprar lembrancinhas e artesanatos de lembrança. Recomendo experimentar o pastel de siri. O espaço da Comic Con Floripa é impressionante, no segundo andar do Centro Sul, com salas para fã-clubes, auditórios para palestras e o espaço para os expositores. Tudo isso bem limpo e organizado, com policiamento e atendimento médico.

FLOmarcelo

Na frente do evento, haviam três food trucks disponíveis para o público: de milk-shakes e sorvetes, pizzas, e hambúrgueres, além do próprio bar do Centro Sul, com opções diversas de alimentação. Marcas de grandes expositores também marcaram presença na Comic Con Floripa, que contava com as Livrarias Catarinense, AVEC Editora, Script Editora, Editora Jambô e a editora Culturama, da Disney. Fãs-clubes de Harry Potter e Star Wars também marcavam presença. Além das mesas dos artistas, também haviam diversos estandes de lojinhas nerds.

FLOjotape

As palestras foram bastante diversificadas, mas com destaque para os 80 anos do Batman, que ocorre em 2019. O personagem também ganhou uma exposição própria dentro do salão de eventos. Outro destaque foi a palestra sobre as Graphics MSP, com alguns dos responsáveis por alguns títulos, como Jefferson Costa e Rafael Calça, Gustavo Borges, Danilo Beyruth e Cris Peter, além do editor Sidney Gusman. Falando sobre editores, também houve repeteco de um dos painéis mais elogiados da edição passada, que foi com os editores, além de Gusman, também participaram editores como Jotapê Martins, Cassius Medauar e Fabiano Denardin.

FLOleo

Uma coisa que me tocou muito foi a acessibilidade do evento. Haviam grupos de pessoas surdas que eram assessoradas por intérpretes de libras e eu, mesmo não sabendo Libras, vendi um quadrinho para uma pessoa com deficiência auditiva. Também os cadeirantes eram bem-recebidos no evento, que possui uma rampa de acesso tanto para eles, como para carga e descarga dos expositores.

FLObatman

As crianças, que sempre são a alegria do evento, compareceram em massa no domingo, algumas até trajadas de cosplay. Havia também alguns argentinos, que estavam conferindo a Comic Con Floripa, e também acabei “charlando” e vendendo quadrinhos para eles. O evento também fornecia para o público uma bag promocional que ajuda na hora de carregar as compras de quadrinhos e quetais, e ajuda também aos vendedores a incrementar suas vendas, no momento em que não podem fornecer sacolas grandes ou reforçadas o suficiente para seu público carregar.

PARA OS EXPOSITORES

Ano passado, quando fiquei sabendo da segunda edição da Floripa Comic Con 2018, já era muito tarde para me inscrever, mas amigos meus como o Fabiano Denardin e o Thiago Krening voltaram me falando maravilhas sobre o evento. Isso me levou a contatar a organização para tentar uma mesa em 2019. Entrei em contato com o Thiago Soares, que foi o responsável pelas mesas. O Thiago é um cara muito legal que levou sozinho todo a organização de um Artist Alley de quase 90 mesas. Sempre simpático e resoluto, verificava se estava tudo certo com cada mesa, todos os dias.

FLOthivag

Um grande elogio dos expositores para o Alley foi a maciez das cadeiras oferecidas no evento, eleitas “por fora”, como a melhor cadeira dos eventos de quadrinhos do Brasil. Você acha que é pouca coisa? Mas experimenta ficar sentado numa cadeira de bar durante um dia todo, pra ver como ficam suas costas e pescoço… As mesas eram duplas, ou seja, não era apenas uma mesa de 70×70 cm, mas duas, com direito a cadeira para acompanhante. Havia tomadas por todo o chão acarpetado do evento, bastava levar uma extensão para poder carregar sua maquininha de cartão ou seu celular.

FLOjustdance

Um ponto fraco do evento foi, para nós que estávamos no canto do Just Dance, o volume do jogo e a repetição de músicas (como ocorreu no famigerado karaokê do Netflix na CCXP 2016) muito perto do Alley. “Mimimi mimi mimi you sexy mimi”, música exclusiva do Just Dance, dava looping na nossa cabeça. Quando a música parou minha cabeça pulsava de dor. Uma dica seria reservar uma sala específica para esse tipo de atração com som alto e repetitivo, tendo em vista a existência dessas salas.

Se não fosse por causa desse incidente, a experiência com a Comic Con Floripa teria sido 10 de 10, principalmente pelo tratamento especial dado aos expositores que, como dizem, são o coração do evento. E nenhum evento quer que seu coração para de funcionar, certo? Fica então o convite para os mergulhadores deste blog conhecerem a Comic Con Floripa e para os amigos expositores, artistas e palestrantes pensarem com carinho numa participação nesse simpático evento. Como eu sempre digo, “ninguém sai sem um amigo novo de um convenção de quadrinhos”. Abraços submersos em mimi mimi you sexy mimi!


Agradecendo o The Phototruck Floripa (@thephototruck) pelas fotos utilizadas aqui e disponíveis aqui na sua página do Facebook.

2 comentários sobre “Como Foi a Comic Con Floripa 2019?

  1. “ninguém sai sem um amigo novo de um convenção de quadrinhos”. Nunca li frase mais verdadeira.
    Um dia ainda terei condições suficientes para prestigiar mais e maiores eventos de quadrinhos, como esse. Amei a acessibilidade do evento, algo que muito raramente encontro ao ler sobre… Qualquer tipo de evento.
    E sinto muito por seus ouvidos e suas cabeças lidando com a baladinha ashueheuhsa

    Curtir

    1. Heheh, valeu senhor Castle! Eventos de quadrinhos são muito legal! E que bom que cada vez tenham mais e mais opções para todos os gostos! Abraços! =)

      Curtir

Deixe um comentário, caro mergulhador!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.