Todos os posts em: de carona na capa

Os Diálogos Transformadores de “Mulher-Maravilha”

O filme da Mulher-Maravilha está conquistando corações e mentes por todo o mundo (onde é permitido ser assistido) e cativado adultos e crianças com sua mensagem de luta e união. Muito dessa conquista vem da direção de Patty Jenkins e dos roteiros do filme, mas também da química entre Gal Gadot e Chris Pine. Vamos falar um pouco sobre esses diálogos?

Anúncios

A Memória Coletiva e Geracional dos Leitores de Quadrinhos

Por que existe tanto conflito entre os nerds dos quadrinhos quando o assunto é validar uma ou outra geração de super-heróis? Por que muitos insistem em categorizar certas pessoas como leitores de quadrinhos raiz e leitores de quadrinhos nutella? Isso é facilmente explicado através do funcionamento da memória coletiva do ser humano que, ao contrário do que a maioria pense, não é estanque, mas flutuante.

Que Quadrinhos Inspiraram a Famigerada Fonte Comic Sans?

Talvez a Comic Sans seja a fonte mais usada e mais odiada do mundo. Ela se tornou exemplo de design mau feito, pois as pessoas achavam a fonte bonitinha e queriam usar em tudo que se aplicasse à sua vida. Mas é inegável que sua inspiração veio dos quadrinhos. Mas, afinal, quais quadrinhos inspiraram a famigerada fonte Comic Sans?

As TOP 10 Musas dos Quadrinhos Europeus

Chegou a hora dessa gente que não é bronzeada mostrar seu valor! Estou falando dos quadrinhos europeus! E também estou falando das musas deles. Só que, diferente dos quadrinhos americanos, onde a sensualidade é velada e não é discutida, nos europeus, as suas musas são, sim, é dos quadrinhos eróticos. A seguir, citamos dez delas.

Uma Volta Pelo Inferno: Kid Eternidade, de Grant Morrison e Duncan Fegredo

A maioria das histórias de Grant Morrison são assim: geram múltiplas interpretações a cada leitura. Basta escolher a sua. Esta, ainda do período inicial da Invasão Inglesa, com a reinterpretação dos personagens clássicos da DC Comics, mostra toda a verve mágica do careca inglês, que tempos mais tarde iria unir tudo isso em séries como Patrulha do Destino e Os Invisíveis.

Os Melhores Quadrinhos da Marvel Que Li em 2016

Infelizmente vimos esse ano como a Marvel vem perdendo a força e a inovação. Dos quadrinhos selecionados aqui, boa parte deles são republicações. Ou isso significa que a Marvel está vindo com coisas ruins, ou que o que sai em encadernados (a base e o protetor destas listas) não vale tanto a pena sair dessa forma. Jogo essa reflexão para vocês. O que acham? E aqui vai minha lista:

Um Vilão Gay Não É Um Grande Passo na Representatividade, Não!

Essa semana ficamos sabendo, através dos episódios da série de TV, Gotham, que o personagem Pingüim, um dos vilões mais clássicos do Batman está apaixonado por outro super vilão clássico, o Charada. Dizem os produtores da série que queriam criar polêmica e adicionar diversidade à série, mas, caros leitores, supervilões gays não adicionam em nada para a representatividade.

Destaques do Checklist DC Comics/Panini Para Abril/2016

Com a insurgência do evento DC & Você, a Panini traz três novas revistas da DC Comics à baila e mais vários encadernados de séries desse momento editorial. Como não somos do seleto grupo que recebe os checklists da Panini todo o mês, não reparem que as imagens tem a marca d’água do blog Planeta Gibi, uma ótima fonte quando se trata de lançamentos e novidades. #fikadika

SplashPod S02E03 – Entrevista com Érico Assis Sobre Traduções

Olá mergulhadores! Nesse episódio entrevistamos o Érico Assis, ex-colaborador do Omelete e tradutor de editoras como Panini Comics (principalmente da Vertigo), Companhia das Letras e WMF Martins Fontes. Conversamos sobre como é o trabalho de um tradutor de quadrinhos, quais são os méritos e os desafios dessa atividade, “causos” envolvendo os trabalhos e muito mais. Peguem seus snorkels e vamos lá!

O Design da Capa do Herói #001 – Rian Hughes

Você não imaginava que por trás das capas de super-heróis que você tanto curte existe um profissional especializado para isso, não é mesmo? E é sobre isso que vamos falar aqui nessa coluna, chamada “De Carona na Capa”. Ela servirá para mostrar pra vocês esses designers que deixam as capas das suas revistinhas tão especiais e que fazem seus olhos brilharem na hora de comprar uma HQ. Mas não vamos falar só de desenhos, ah, isso qualquer um fala. Vamos falar do processo de design por trás da capa. Letterings, logotipos, layout e sim, um pouquinho de desenho também. E para começar, vamos falar de um cara especial, o Rian Hughes. Rian Hughes é um desenhista britânico muito famosos por seu trabalho para a revista 2000 a. D. em séries como Robo-Hunter e Dan Dare. Ele é um baita designer e trabalha com fontes de sua própria autoria, geralmente bastante inusitadas, deixando de lado as fontes prontas. Alguns dos clientes mais notáveis de Hughes, para além da indústria dos quadrinhos são a Virgin Airways, a …