Todos os posts em: Resenhas

Resenhas de algumas HQs.

Aprendendo a Transcender: Corpos, de Si Spencer e Vários Artistas

Alguns corpos encontrados no mesmo lugar da cidade de Londres, porém em diversos espaços de tempo da história humana. Passado, presente e futuro. Quatro detetives investigando a origem dos corpos e o paradeiro do assassino dessas mesmas vítimas. Mas estranhas coincidências e símbolos estabelecem uma ligação entre estes cadáveres. Somente os detetives que aceitarem sua verdade chegarão ao fim da história.

Anúncios

Dois Quadrinhos Que Resgataram Minha Infância

Essa semana li dois quadrinhos que me fizeram voltar para uma época de Sessão da Tarde, salgadinho e refrigerante. Um deles é um relançamento em capa dura da Panini Comics em capa dura no universo da Turma da Mônica. O outro é uma minissérie da Disney que resgatei nos sebos, pois ela acabou se perdendo na inúmeras mudanças que fiz durante a vida. A seguir falo mais sobre elas.

Inteligência Natural: Alex + Ada, de Jonathan Luna e Sarah Vaughn

Sem dúvida, a Image Comics vem trazendo os melhores quadrinhos dessa última safra. Alex + Ada, de Jonathan Luna e Sarah Vaughn é um desses representantes. Trata-se de um quadrinhos que fala sobre relacionamentos ao mesmo tempo em que explora os limites entre o humano e as inteligências artificiais. Segue agora uma pequena resenha deste trabalho:

Robocop Versus Exterminador do Futuro: As Continuações Jamais Filmadas, de Frank Miller e Walter Simonson

Na década de 80, Frank Miller era o máximo em quadrinhos de ação que se podia esperar. Na década de 80, Robocop e o Exterminador do Futuro eram o máximo em filmes de ação que se poderia esperar. Alguém pensou: “hey, vamos chamar o Miller para fazer o roteiro de um filme crossover entre essas duas franquias!”.

Melhores e Piores Leituras de Maio de 2017

O mês de maio está acabando! E com ele muitas denúncias, JBSs, Odebrecht’s e alguns políticos vão indo junto. Nem mesmo o melhor roteirista de quadrinhos, de séries, de filmes, poderia prever ou escrever uma situação como a que nosso país está passando. Verguenza dessas pessoas que se dizem nossas excelsiors representantes. Nem o Doutor Destino teria planejado algo tão friamente. Bem, vamos aos destaques.

Homem-Morcego Noir. Batman: Nove Vidas, de Dean Motter, Michael Lark e Matt Hollingsworth

Quem matou Selina Kyle? É a pergunta que os anúncios e o enredo dessa minissérie nos fazem. Quem investiga esse acontecido é o detetive particular Dick Grayson, lá nos atribulados anos 50, em Gotham City. Para isso, ele vai contar com a ajuda de Bruce Wayne, ou seria a ajuda do Batman?

Melhores e Piores Leituras de Abril de 2017

Sabe aqueles meses em que o mundo gira muito depressa? As notícias correm muito rápido, os desastres acontecem, você não para de estudar e trabalhar e tudo que você quer é um divertimento bobo, bem tolinho, só pra se esquecer do que está correndo atrás de você? Bem, esse foi o meu Abril. Então não esperem encontrar aqui grandes leitura que façam pensar, refletir e/ou construir um degrau acima na sua iluminação. Esse mês as leituras foram mais para desopilar do que pra qualquer coisa, como você pode perceber. Por isso, não temos muita coisa da Vertigo e o que tem, bem, decepciona muito. Vejam a seguir! MELHORES: MOTOQUEIRO FANTASMA: MÁQUINAS DA VINGANÇA, DE FELIPE SMITH, TRADD MOORE E DAMIEN SCOTT A nova versão do Motoqueiro Fantasma para as novas gerações conseguiu até uma aparição no seriado dos Agentes da SHIELD na TV, com Gabriel Luna interpretando Rob Reyes. Só que, aqui no Brasil, temos um problema, o Motoqueiro Fantasma não é Motoqueiro, ele é piloto. Afinal, ele não dirige uma motocicleta, ele dirige um …

Atirando-se do Alto da Ponte. Suicidas, de Lee Bermejo e Matt Hollingsworth

Dizem que a nova Vertigo, sem a grande editora e fundadora Karen Berger, não é mais a mesma. Títulos fracos, sem apelo e que deveriam muito em conteúdo para a nascente preponderância da Image Comics em títulos de propriedade do autor. Suicidas faz parte dessa leva. Será que ele confirma essa teoria? Vamos ver a seguir.

Melhores e Piores Leituras de Março de 2017

Março! A Carne é Fraca e o Carnaval! Todo mundo prensado e moído pelo carro alegórico das festas e das fraudes na carne. Delícia, delícia! Assim você me mata! Mas nesse mês tivemos confeccionada uma lista de leituras bem versátil e erudita, vão de super-heróis a quadrinhos brasileiros, passando por Star Wars e os mangás. Tá bem diverso, dá uma olhadinha ali, ó: THE WICKED + THE DIVINE, DE KIERON GILLEN E JAMIE MCKELVIE Eu já havia resenhado essa HQ quando li , o volume que comprei em uma promoção em Londres, mas ler ele em português com uma tradução bem feita é diferente. Acabei gostando ainda mais do quadrinho que trata de uma congregação de deuses que sempre esteve pelo mundo, mas que dessa vez eles vêm na forma de cantores pop, para depois, morrerem e renascerem com uma outra forma. Os desenhos de Jamie McKelvie dão um visual moderno e matador para os personagens, muito inseridos na moda e na nossa cultura pop. Uma baita recomendação para vocês. Você pode ler uma resenha …

Saudades: Vertigo (Opera Graphica)

As histórias presentes nesta segunda encarnação de uma revista com o título Vertigo são, em grande parte, editadas pelo atual chefão da Marvel, o editor-chefe Axel Alonso. Aqui ele reuniu um time de alto escalão dos quadrinhos para trazer histórias curtas e contundentes que deixam o leitor abismado nos temas crime, horror, guerra e western.

Uma Volta Pelo Inferno: Kid Eternidade, de Grant Morrison e Duncan Fegredo

A maioria das histórias de Grant Morrison são assim: geram múltiplas interpretações a cada leitura. Basta escolher a sua. Esta, ainda do período inicial da Invasão Inglesa, com a reinterpretação dos personagens clássicos da DC Comics, mostra toda a verve mágica do careca inglês, que tempos mais tarde iria unir tudo isso em séries como Patrulha do Destino e Os Invisíveis.

Vingadores: Sob Ataque, de Roger Stern, John Buscema e Tom Palmer

Uma das melhores sagas dos Vingadores, que reforçou comportamentos dos integrantes da equipe e plantou sementes de histórias vindouras. Na história, uma nova e maior formação dos Mestres do Terror, liderada pelo Barão Zemo ataca a Mansão dos Vingadores e causa um forte abalo na equipe. É o que você vai ver/ler a seguir.

Melhores e Piores Leituras de Janeiro de 2017

Como diria Silvio Santos: “Olé, olé, olé, olé, feeling hot, hot, hot!”. Este verão está de matar! Mas pra refrescar (pelo menos a mente) a gente lê e esquece um pouco do bafão. Aqui está a minha seleção de melhores e piores leituras do mês. Não teve nenhuma leitura horrível esse mês, então fiquemos com as melhores apenas!

Love Is Love: Uma Coletânea de Quadrinhos em Honra às Vítimas do Massacre de Orlando

Era 12 de junho de 2016, eu estava com meus amigos gays comemorando o aniversário do cara que viria a ser meu namorado um pouco tempo depois em uma casa noturna alternativa. Cheguei em casa por umas sete da manhã e nos noticiários estava dando que um franco-atirador havia invadido uma boate gay de Orlando, nos Estados Unidos, matando 49 pessoas. O crime, como se provou depois, foi definido como crime de ódio. Uma vez que o atirador era homofóbico, mas, como na maior parte dos casos de homofobia, sentia atração por homens.

Visões de 2020, de Jamie Delano, Frank Quitely, Warren Pleece e Outros

O ano de 2020 está chegando, mas muito antes dele, em 1997, o autor da Vertigo, Jamie Delano imaginou como seria o futuro três décadas depois. O resultado é bastante bizarro, mas algumas coisas, estranhamente fazem sentido, como se fosse uma realidade alternativa do que estamos para viver. Isso baseado em decisões tomadas mundialmente, como a eleição de Donald Trump. Mais, a seguir

Lumberjanes: Cuidado Com o Sagrado Gatinho, de Noelle Stevenson, Grace Ellis, Shannon Waters e Brooke Allen

Que tal um quadrinho produzido apenas por mulheres com o intuito de mirar garotas adolescentes como público? Assim é Lumberjanes, que conta as divertidas histórias de um grupo de garotas escoteiras em um acampamento de verão nos Estados Unidos. Com personagens cativantes e desenhos enérgicos, Lumberjanes conquista a cada página.

Civil War #8. A Nova “Morte” e os Possíveis Futuros da Marvel

Hoje saiu o penúltimo número da segunda minissérie de Guerra Civil. O mote é uma guerra entre a Capitã Marvel, Carol Danvers e o Homem de Ferro, Tony Stark pelo futuro do Universo Marvel. O inumano Ulisses é capaz de ver o futuro, mas o que é melhor? Deixar que ele aconteça ou evitá-lo. São duas corrente de pensamento e uma luta que se encerra neste número.

Os Melhores Quadrinhos da Marvel Que Li em 2016

Infelizmente vimos esse ano como a Marvel vem perdendo a força e a inovação. Dos quadrinhos selecionados aqui, boa parte deles são republicações. Ou isso significa que a Marvel está vindo com coisas ruins, ou que o que sai em encadernados (a base e o protetor destas listas) não vale tanto a pena sair dessa forma. Jogo essa reflexão para vocês. O que acham? E aqui vai minha lista:

Mulher-Maravilha: Terra Um, de Grant Morrison e Yanick Paquette

Chegou às bancas o encadernado que reimagina a origem da Mulher-Maravilha para uma nova audiência. Isso é feito pelas mãos de Grant Morrison (Homem-Animal, Novos X-Men, Os Invisíveis, LJA) e Yannick Paquette (Jovens X-Men, Monstro do Pântano). Apesar de, na superfície, a origem não apresentar grande modificações, são as nuances que causam a reverberação do impacto da pedra no lago.

Da “Morte do X” a “Inumanos vs. X-Men”

Muitos, como eu, achavam que seria o fim da franquia X na Marvel. Mas as megassagas que seguiram às Guerras Secretas envolvendo mutantes estão aí para provar o contrário. A Morte do X e Inumanos vs. X-Men abrem caminho não só para novas revistas dos mutantes como também dos habitantes de Attilan. E é sobre essas duas megassagas que vamos falar neste artigo.

Esqueça Seus Julgamentos. Nimona, de Noelle Stevenson

Noelle Stevenson é hoje conhecida pela aclamada série independente Lumberjanes. Mas antes dela, Noelle publicou a websérie Nimona, que conta a história de uma garota com o mesmo nome, que possui poderes transmorfos. Tudo que ela mais quer é ser a comparsa do maior vilão do reino, o Lorde Coração Negro. Mas nem tudo é o que parece nesse quadrinho que possui uma narrativa inovadora e revigorante nas formas de encarar certos paradigmas de personagens.

Os Quadrinhos de Arquivo X. Arquivo X: Clássicos – Vol.1, de Stefan Petrucha e Charlie Adlard

A série de TV Arquivo X foi um imenso sucesso nos anos 90. Criada por Chris Carter, ela abordava principalmente fenômenos alienígenas, mas todo o rol de mistérios do mundo estavam incluídos. Com uma abordagem investigativa, tinha na figura dos personagens Fox Mulder (David Duchovny) e Dana Scully (Gillian Anderson), o volúvel e a cética, num interessante embate. A editora New Order trouxe ao Brasil o compêndio em questão que traz as nove primeiras histórias da série.

A Mulher-Maravilha do Rebirth: Bissexual, Mas Principalmente Bem Estruturada

Quem é a Mulher-Maravilha? Muitos podem se perguntar. Existem inúmeras versões para ela. Na iniciativa dos Novos 52, surgiram muitas discrepâncias, se colocarmos lado a lado suas aventuras solo e ao lado da Liga da Justiça. O evento Rebirth veio para sanar de uma vez por todas a resposta para nossa pergunta inicial.