Todos os posts em: sonhos

A Grade Hierárquica, por Ivan Brunetti

“Podemos comparar o ato de desenhar uma história em quadrinhos ao de criar uma realidade em miniatura numa página, ou, como disse Chris Ware, ‘sonhar no papel’. O sonho, por exemplo, é autobiografia ou ficção? Por um lado, os sonhos são saltos da imaginação, sinais da plasticidade das informações armazenadas no cérebro, as quais se recombinam de formas às vezes fantásticas, às vezes assustadoras, formas eu jamais poderiam ser imaginadas no estado de vigília – formas de ficção, portanto. Ao mesmo tempo, essa ficção específica só pode ter sido produzida por determinado cérebro, pelos estímulos que ele processou e armazenou. Num sonho seu, todas as personagens são essencialmente… você. Ou uma extensão devocê, seu autor inconsciente. No fim, autobiografia e ficção não constituem uma dicotomia, mas uma polaridade, um perpétuo cabo de guerra que não pode jamais ser definido e medido com precisão. A página de quadrinhos reflete o modo pelo qual o autor se lembra da sua própria existência da realidade, do fluxo de tempo, da importância das pessoas, lugares e coisas. Nas HQs, …

Dearly Beloved you are my Kindly Ones

Sandman – Entes Queridos (Citações II)

Agora sim, acabei de ler. Não vou comentar muito, só que esse arco fecha a maioria das pontas soltas deixadas ao longo da série. Vários personagens reaparecem e alguém morre. (quem será?). Bom, vamos às citações: “Nossa existência deforma o universo. Isso é responsabilidade” – Delírio. “Você fica tão vulnerável. Abre o peito e o coração. Qualquer um pode entrar e bagunçar tudo. Voê constrói tantas defesas. Passa anos construíndo uma blindagem completa para que nada possa te machucar, até que uma pessoa idiota, igual a qualquer pessoa idiota, aparece em sua vida idiota… Você dá a essa pessoa um pedaço seu. E ela nem pediu. Certo dia, ela faz uma boagem como te beijar, sorrir pra você, então sua vida já não é mais sua. O amor faz reféns. Entra em você. Corrói você por dentro e te deixa chorando no escuro. De modo que uma frase simples como “melhor continuarmos só amigos” ou “mas que perspicaz” vira um caco de vidro que se enterra no seu coração. Dói. Nao só na imaginação, não …

Sonhos Sorumbáticos

Sandman – Entes Queridos (Citações I)

Estou na metade de Sandman – Entes Queridos (Conrad, R$ 94). Aqui vão algumas citações que gostei na primeira parte. Neil Gaiman é uma das minhas grandes influências, não só para textos e um dos meus autores favoritos. “Não posso dizer que aprecio inícios. São coisinhas confusas. Prefiro belos finais. Neles, você sabe onde está”. – A Anciã, das Bondosas. “Sempre foi prerrogativa das crianças e dos estúpidos dizer que o imperador está nu. Mas o estúpido permanece estúpido e o imperador continua imperador”. – Sonho. “Andei fazendo uma lista de tudo que não ensinam na escola. Não ensinam a amar alguém. Não ensinam a ser famoso. Não ensinam a ser rico ou pobre. Não ensinam a se afastar de alguém que você não ama mais. Não ensinam a saber o que se passa na cabeça dos outros. Não ensinam o que dizer a alguém moribundo. Não ensinam nada que valha à pena saber. Às vezes eu me sinto… porra… sei lá. Oca. Em geral, quando não sinto o que deveria sentir. Uma amiga está …