Melhores e Piores Leituras de Agosto de 2018

Este mês de agosto foi bastante carregado. Eventos, trabalhos, estudos, de tudo um pouco. Até a umidade do ar aqui em Porto Alegre ficou carregada, chegando até a 100%. Desse jeito não tem ser humano que não se sinta cansado ao chegar o final do mês. Mas mesmo assim, atingimos o recorde de 40 resenhas neste mês. parece que quando a gente está mais atrolhado de coisas é que acaba fazendo muito mais. Ironias da vida, também atingimos número recorde de leituras ruins no mês, que são 10. E isso também são ossos do ofício. Bem, chega de trololó e vamos para a lista de melhores e piores leituras do mês. Continuar lendo “Melhores e Piores Leituras de Agosto de 2018”

Diabolik: Bandido Bom ou Bom Bandido?

Diabolik é o bandido mais astuto dos quadrinhos. Esqueça os supervilões. Diabolik não possui poderes, ele tem a manha, ele saca dos paranauês. Ele tem os equipamentos e o treinamento necessários para aplicar grandes golpes, roubar grandes fortunas, obras de arte, jóias caríssimas, artefatos antigos. E o melhor (ou pior) disso tudo? Os leitores o amam. principalmente na Itália. Ausente das publicações do Brasil por por pelo menos 25 anos, o personagem foi trazido de volta pela Editora 85, que publicou este volume em questão através de uma campanha do Catarse. É sobre Diabolik que vou falar neste post. Acompanhe! Continuar lendo “Diabolik: Bandido Bom ou Bom Bandido?”

10 Sugestões Sobre Como Formar Novos Leitores de Quadrinhos

Vai e volta surgem teorias apocalípticas que o mercado de quadrinhos vai acabar. Agora estamos no olho do furacão, quando a teoria apocalíptica não é só que o mercado de quadrinhos vai acabar, mas que todo o mercado editorial vai sofrer um colapso e se adaptar para as novas gerações. No meio de tanta mudança, como amealhar novos leitores para publicações? E publicações de quadrinhos? Sabemos que novas gerações de leitores são a motivação que vai manter o mercado para os mais velhos. Mas os mais velhos também têm de ter consciência que para o mercado ser mantido, ele precisa mudar. É a velha “mão invisível” e a lei da oferta e da procura de Adam Smith se fazendo valer no capitalismo em que estamos encerrados. Neste texto vamos discutir possibilidades para que o mercado da leitura de quadrinhos se renove. Continuar lendo “10 Sugestões Sobre Como Formar Novos Leitores de Quadrinhos”

15 Diferentes Formações dos Defensores

Esta semana a Marvel anunciou uma série de tie-ins que resultarão na volta da equipe original dos Defensores. Contudo, esse nome ficou mais conhecido do grande público através da formação dos Marvel Knights, os Defensores do Netflix, uma coalizão dos personagens principais das séries Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage e Punho de Ferro. A verdade é que a equipe dos Defensores já passou por mais versões e formações do que você pode se lembrar. Separamos aqui as quinze formações mais lembradas dos Defensores. Uma diferente da outra. Sim, QUINZE formações. Se ficou curioso ou curiosa, bem, venha com a gente conhecer elas! Continuar lendo “15 Diferentes Formações dos Defensores”

[TOP 25] Curiosas Personalidades Que Já Tiveram Gibi Próprio

Olá mergulhadores! Volta e meia nós viemos com aqueles posts de curiosidades bizarras sobre os quadrinhos. Bem, este aqui é um deles. Fizemos uma seleção de celebridades, pessoas públicas e personalidades famosas que já tiveram gibis próprios em algum momento. Claro, que isso se deu muito mais nos anos 80 e 90, quando os gibis estavam em maior evidência e o culto à personalidades televisivas também. Deixamos de fora as personalidades dos anos 70 para cima, porque a maioria dos leitor do blog não iria se identificar e, talvez, nem reconhecer, como Mazzaropi, e os palhaços Pimentinha, Arrelia e Carequinha. Dito isso, apertem seus cintos e vamos viajar pelas personalidades que, bizarramente,  ou nem tanto, já tiveram gibis! Continuar lendo “[TOP 25] Curiosas Personalidades Que Já Tiveram Gibi Próprio”

Arquivos Digitais: Por Que São Importantes Para Publicar Uma HQ?

Sempre quando um leitor, desses bem newbies, bem desavisados, ou ainda, uma daqueles bem raiz, bem perdidos no tempo, pedem um quadrinho absurdo para a Panini e outras editoras, – por exemplo a continuação de Shade -, é respondido que a publicação depende da disponibilidade de Arquivos Digitais. Muitos materiais que fizeram sucesso no Brasil, como algumas séries da Vertigo e materiais da linha Marvel 2099, não possuem arquivos digitais nos Estados Unidos, e isso resulta que as editoras brasileiras não tenham como publicá-los. Mas, afinal, o que são esses tais “arquivos digitais”, para que servem e por que ninguém nunca teve paciência para te explicar? Bem, eu vou te explicar aqui e agora, é só ler a seguir. Continuar lendo “Arquivos Digitais: Por Que São Importantes Para Publicar Uma HQ?”

Quem é o herói SHAZAM!, o antigo Capitão Marvel?

Começou a divulgação do filme Shazam!, estrelado por Zachary Levi, que conta a história de um menino de 13 anos que, ao gritar uma palavra mágica, se torna um adulto superpoderoso. Para você que não conhece o herói , ou ainda, o conhecia ainda pela alcunha de Capitão Marvel, resolvemos preparar uma espécie de guia para entender a mitologia de Shazam, Billy Batson, seus inimigos e seus aliados. Vem com a gente! Continuar lendo “Quem é o herói SHAZAM!, o antigo Capitão Marvel?”

Aos Vestígios do Passado e Além: A Vida é Boa, Se Você Não Fraquejar, de Seth

Seth é um dos mais festejados quadrinistas canadenses. Ele também é um dos pioneiros a fazer quadrinhos indies autobiográficos, tendo começado ainda nos anos 90 esse tipo de história memorial que teve seu boom em meados dos anos 2000. A Vida é Boa, Se Você Não Fraquejar é o seu segundo trabalho publicado no Brasil, mas é de longe o mais famoso internacionalmente e o cartão de visitas da sua obra. Publicada pela Editora Mino em 2018, esse quadrinho é uma leitura obrigatória para aqueles que curtem artes sequenciais com teor autobiográfico. A seguir, descrevo um pouco melhor sobre esse quadrinho bem diferente do que estamos acostumados, mas com alguma coisinha em comum. Continuar lendo “Aos Vestígios do Passado e Além: A Vida é Boa, Se Você Não Fraquejar, de Seth”

A Diferença na Representação dos Gêneros nos Quadrinhos

Já falamos e muitas outras pessoas, sites, trabalhos de conclusão, artigos acadêmicos, personalidades dos quadrinhos já falaram a respeito da sexualização da mulheres (e também dos homens) nos quadrinhos. Mas como isso se aplica para os desenhistas e para as desenhistas de quadrinhos? Como essa dinâmica das diferenças nas retratações dos gêneros masculino e feminino nos quadrinhos mudou ao longo dos tempos, se é que mudou? Vamos pegar emprestado um artigo de uma das maiores teóricas do gênero nos quadrinhos, Trina Robbins, para discutir essas mudanças. Continuar lendo “A Diferença na Representação dos Gêneros nos Quadrinhos”

Bem-Vindo à São Francisco, o Lar Temporário Favorito dos Heróis Marvel

Sim, eu sei que você sabe que a cidade de Nova York é a principal cidade do Universo Marvel. É lá que estão o Edifício Baxter, do Quarteto Fantásticos e a Mansão dos Vingadores. Também é lá que está sediado o Clarim Diário e muitos outros cenários das revistas da Marvel. Mas a verdade é que São Francisco também costuma ser um cenário  frequente nas revistas dos heróis da Casa das Ideias. A cidade da Golden Gate, a cidade do bairro Castro, internacionalmente conhecido como o bairro mais gay do mundo, os bondes e as ladeiras, todos estão lá. Então fizemos uma lista de momento e heróis da Marvel que viveram em São Francisco por um bom tempo.

Continuar lendo “Bem-Vindo à São Francisco, o Lar Temporário Favorito dos Heróis Marvel”

15 Monstros Clássicos do Terror da Marvel

As revisões do Código de Quadrinhos dos Anos 70 deu a oportunidade para as editoras de super-heróis explorarem o lado sobrenatural de seus universos. Assim, legiões de monstros começaram a infestar principalmente os gibis da Marvel, inspirados em monstros clássicos da literatura e dos cinemas. Fizemos um compilados das 15 criações – ou seriam recriações – mais interessantes da Marvel nesse período sombrio e sobrenatural. Será que o seu preferido está entre eles? Será que você conhece todos esses horrores? Continuar lendo “15 Monstros Clássicos do Terror da Marvel”

Poucos Destaques do Checklist Marvel / Panini Comics Para Abril de 2018

Bem, mergulhadores, este é o mês em que todos os olhos (inclusive o terceiro) dos marvetes estão voltados para o filme Vingadores: Guerra Infinita. Claro que os lançamentos da Panini Comics para este mês estariam relacionados com o Titã Louco, Thanos. Nas revistas mensais não teremos nenhum novidade, a princípio. E temos mais alguns encadernados gatos pingados aqui e ali. Bem, vamos à eles. Continuar lendo “Poucos Destaques do Checklist Marvel / Panini Comics Para Abril de 2018”

As 20 Onomatopéias Mais Famosas dos Quadrinhos (e Mais)

Onomatopéias! Quando falamos delas, todo mundo logo passa a imaginar quadrinhos. De certa forma elas são sinônimos deles. Mas claro, além das onomatopéias genéricas, existem aquelas que são características de um personagem ou de uma situação. Elas estão presentes por tudo, seja nos quadrinhos, mas também nas artes plásticas, no cinema, na televisão e na publicidade. Fizemos aqui uma lista decrescente, das menos famosas para as mais famosas. Continuar lendo “As 20 Onomatopéias Mais Famosas dos Quadrinhos (e Mais)”

Jim Shooter e Suas Histórias: Mania por Controle e Complexo de Deus

Jim Shooter foi o mais novo contratado de uma editora de quadrinhos da História, ele também foi editor-chefe da Marvel Comics e um dos criadores e fundadores da Valiant Comics. Embora Shooter tenha todo esse currículo, ele não era bem quisto por seus pares. Autoritário, com sede de poder e de controle, pouco a pouco ele foi construído inimizades na indústria dos quadrinhos. Mas ele também tinha outra característica: criar personagens quase divinos ou totalmente divinos, que eram todo-poderosos. Será que isso era um reflexo das características de Shooter como chefe? Leia aqui e conheça um pouco mais. Continuar lendo “Jim Shooter e Suas Histórias: Mania por Controle e Complexo de Deus”

10 Livros Para Estudar Quadrinhos (Em Português)

Já pensou em fazer um TCC sobre quadrinhos? Ou um mestrado e doutorado pesquisando arte sequencial e a nona arte? Pois saiba que é possível e em diversas áreas de conhecimento! As pesquisas em histórias em quadrinhos tiveram um aumento exponencial no Brasil a partir dos anos 2000, embora muitos trabalhos acadêmicos pioneiros vem sendo feitos desde a década de 70. Neste post vou indicar alguns livros que você pode ler para adentrar o mundo teórico dos quadrinhos e começar a entendê-los sob uma perspectiva mais analítica. Se tiver interesse, vem que a hora é essa! Continuar lendo “10 Livros Para Estudar Quadrinhos (Em Português)”

Melhores e Piores Leituras de Fevereiro de 2018

Olá mergulhadores! Fevereiro, o mês mais curto do ano, tão curto como nosso ordenado do mês, está no fim! E todo final de mês, você sabe que aqui no blog sai um apanhando com as minhas melhores e piores leituras do mês, que são publicadas periodicamente na página do Splash Pages no Facebook. Por isso, se quiser acompanhar as mini resenhas antes de sair no compilado mensal, curta e acompanhe a fanpage! Este mês temos mais de dez quadrinhos mini resenhados, ou seja, mais de dez dicas de leituras ou de não-leituras para você. Venha comigo se quiser vir ler! Continuar lendo “Melhores e Piores Leituras de Fevereiro de 2018”

Saca Só as Referências Aos Quadrinhos Feitas no Clipe “Pantera Negra”, de Emicida.

Fã confesso de super-heróis, o rapper Emicida lançou essa semana o clipe “Pantera Negra”, em homenagem ao seu super-herói favorito dos quadrinhos, cujo filme estreia esse mês. Emicida é leitor de quadrinhos desde criança e , em release, o cantor se disse empolgado com o filme e que quis aproveitar a oportunidade de explorar o seu tema sempre presente de negritude e desigualdade social em combinação com o mundo dos super-heróis. Nós aproveitamos a oportunidade, e destacamos alguns pedaços dessa letra incrível que o rapper fez homenageando T’Challa de Wakanda. Saca só! Continuar lendo “Saca Só as Referências Aos Quadrinhos Feitas no Clipe “Pantera Negra”, de Emicida.”

Panini Comics Brasil: Uma Relação de Amor e Ódio

O aumento de quase 50% do preço de capa de algumas publicações da Panini Comics Brasil que vem se deflagrando desde o final do ano passado, está causando revolta e brigas nas redes sociais. Entretanto, eu não vim aqui insistir nessa tecla que venho falando de tempos em tempos sobre os problemas de transparência, comunicação e marketing da empresa Panini Comics Brasil. Dessa vez eu vou estudar o caso da empresa através do livro Lovemarks, de Kevin Roberts, e como uma relação transparente e baseada no respeito ao consumidor pode ser válida para as editoras de quadrinhos, principalmente nossa querida multinacional monopolizadora Panini Comics. Continuar lendo “Panini Comics Brasil: Uma Relação de Amor e Ódio”