Super-Gay: A Revista com Super-Heróis Homossexuais da Grafipar

Conforme prometemos, hoje vamos falar de uma polêmica produção da Editora Grafipar, de Curitiba, feita nos anos 1980. Hoje vamos falar de Super-Gay número um, uma revista que misturava paródias de super-heróis e… hum… homossexualidade. Mas como será que essa homossexualidade destes super-heróis era evidenciada nas histórias da revista? Contra quem nossos supers gays lutavam? E as lésbicas, como apareciam? Pessoas trans, havia? Quem eram os protagonistas? Quem produziu essa revista? E porque uma revista que, segundo os editores, estava fadada ao sucesso teve de interromper sua publicação no seu primeiro número? Você irá saber tudo isso neste post.  Continuar lendo “Super-Gay: A Revista com Super-Heróis Homossexuais da Grafipar”

Anúncios

Melhores e Piores Leituras de Junho de 2019

Olá mergulhadores! Junho, para variar também foi um mês intenso, estive em duas convenções de quadrinhos, a FloripaComicCon e a POC CON, dois eventos sensacionais, que vou deixar o link sobre eles no final desta postagem. Mas, claro, não deixei também de fazer minha extensa lista de leituras para vocês. Só que dessa vez ela veio no primeiro dia de julho. Este mês são quarenta e cinco quadrinhos e livros sobre quadrinhos que fizemos resenhas, e de todo o tipo de leitura: acadêmicos, biográficos, europeus, independentes, de super-heróis, mangás, alternativos e muitos outros. Então afivelem seus cintos de segurança que o nosso submarino vai submergir em leituras! Continuar lendo “Melhores e Piores Leituras de Junho de 2019”

10 Loucas Histórias do Mês do Editor Assistente na Marvel

Era janeiro de 1984 e, segundo, a Marvel, os editores principais de suas revistas haviam ido a uma convenção de quadrinhos e deixaram o fechamento das edições para os editores assistentes. Mas deixar os assistentes, os estagiários, na incumbência de cuidar das revistas da editora poderiam resultar grandes catástrofes. E foi o que aconteceu – de brincadeirinha, é claro! – muitas coisas loucas aconteceram naquele primeiro mês do ano de 1984 nas revistas da Marvel Comics. Neste post nós vamos falar de algumas delas e como os “editores assistentes” fizeram para trazer loucas histórias para essas revistas que os editores principais jamais teriam aprovado! Continuar lendo “10 Loucas Histórias do Mês do Editor Assistente na Marvel”

Fomos Conhecer o Coletivo Geek, um Espaço Dedicado a Nós, Nerds!

O Coletivo Geek é um novo espaço de entretenimento nerd e geek na zona sul de São Paulo, no bairro de Moema. Trata-se de um edifício inteiro de cinco andares dedicado à cultura pop, contemplando diversos segmentos desse nicho e também com comidas e bebidas deliciosas para alimentar o corpo dos nerds e alimentar a alma com elementos colecionáveis. Venha comigo dar um “passeio” por esse espaço dedicado às nossas paixões nerds e geeks e aproveite para conhecer um espaço superlegal que combina cultura pop, quadrinhos, games, jogos e comida boa! Continuar lendo “Fomos Conhecer o Coletivo Geek, um Espaço Dedicado a Nós, Nerds!”

Como Foi a Comic Con Floripa 2019?

Olá mergulhadores! Hoje vou fazer uma resenha diferente aqui para vocês! Vai ser uma “resenha de evento”, de um dos acontecimentos dos quadrinhos que mais cresce aqui no Sul do Brasil, a Comic Con Floripa. Ela aconteceu nos dias 8 e 9 de junho de 2019 no Centro Sul, Centro de Eventos de Florianópolis, que fica perto da rodoviária, no centro da Cidade. O evento contou com uma área de artistas com quase cem mesas diferentes e encantou o pessoa que expôs lá pela eficiência e organização. Vamos falar agora um pouco mais sobre esse evento. Continuar lendo “Como Foi a Comic Con Floripa 2019?”

30 Personagens dos Comics Baseados em Palhaços (e Que Não São o Coringa e a Arlequina)

Os palhaços sempre estiveram presentes na cultura popular, misto de humor com terror, também são estrelas de inúmeros filmes perturbadores e de horror. Alguma pessoas desenvolvem uma fobia por palhaços que se chama coulrofobia. Eles se popularizaram com as apresentações da Comédia Dell’Arte na Itália, onde personagens como o Polichinelo e o Arlequim eram os mais populares. No carnaval de Veneza, as máscaras de Pierrot e da Colombina são algumas das mais populares. E, claro, nossos queridos quadrinhos também absorveram essas criaturas na forma dos populares e vilanescos Coringa e Arlequina. Mas existem mais personagens nos quadrinhos de super-heróis baseados em palhaços e você vai ficar sabendo dessa palhaçada agora mesmo, lendo este post.

Continuar lendo “30 Personagens dos Comics Baseados em Palhaços (e Que Não São o Coringa e a Arlequina)”

Um Balanço do Conteúdo das Coleções da Salvat Após Seu Encerramento

Em abril de 2019, a Editora Salvat que vinha publicando diversas coleções de encadernados capa dura da Marvel Comics anunciou o encerramento abrupto de todas as suas coleções relacionadas à Casa das Ideias. Por determinado tempo foram quatro coleções simultâneas nas bancas, quinzenalmente, por preços próximos aos 50 reais. Isso provocou diversas reações por parte dos consumidores. Agora, chegando ao derradeiro momento, até então, desta coleções, trazemos um balanço sobre o conteúdo inédito trazido ao Brasil pela Editora Salvat e sobre republicações de coisas já consumidas pelos brasileiros. Vamos falar de coleções que ficam bonitas na estante e formam um pôster para você poder comprar todas? Vamos! Continuar lendo “Um Balanço do Conteúdo das Coleções da Salvat Após Seu Encerramento”

Melhores e Piores Leituras de Maio de 2019

Maio foi um mês intenso. Quase não consegui parar para escrever nada no blog porque precisava entregar um quadrinho todo desenhado por mim, mas entre mortos e feridos salvaram-se todos. E o que salvou os acessos do blog foi a bunda do Lúcifer, ou melhor do Tom Ellis, que incrementou os números aqui. Isso que eu chamo de “Save As”. Este mês de maio, entretanto, teve inúmeras leituras, de europeus a mangás, de super-heróis a quadrinhos alternativos, de independentes a hipercomercializados. Então prepare seu mouse para clicar no post e acompanhar toda essa jornada de leituras e minirresenha que vêm aí! Sigam-me os bons! Continuar lendo “Melhores e Piores Leituras de Maio de 2019”

Quem é o Homem de Ferro de 2020?

O ano de 2020 está chegando! E com ele uma nova versão do Homem de Ferro! Isso mesmo, na agora longínqua década de 1980 os autores da Marvel imaginaram uma versão futurista do Homem de Ferro no então longínquo – para eles – ano de 2020. Esse seria um Homem de Ferro mais radical, sem escrúpulos e como uma armadura programada para ser muito mais letal e sanguinária do que qualquer versão já projetada por Tony Stark. Este Stark não daria uma segunda chance para seus oponentes. E sim! Esse Homem de Ferro de 2020 vai participar das histórias de 2020 de Tony Stark. Então se prepare com este post! Você pensou que estaríamos falando de Morgan SPOILER Stark? Pois se enganou. Mas como somos bonzinho também vamos falar da versão de Morgan nos quadrinhos. É só ler a seguir! Continuar lendo “Quem é o Homem de Ferro de 2020?”

COMEÇOU a Votação Para o MUSO HQBR 2019!

Ok. Depois de muito enrolar, começamos as votações. Eu estava quase desistindo, mas lembrei como eu odeio quando me prometem coisas e não cumprem. Lançaremos aqui na fanpage do Blog Splash Page os quatro primeiros grupos de MAIO, com votação concomitante entre os quatro integrantes.Os dois mais votados irão para as oitavas de final com os classificados de JUNHO. A enquete está numa postagem à parte na fanpage e no link no final do post. MAY THE BEST MUSO… WIN! <o/ Continuar lendo “COMEÇOU a Votação Para o MUSO HQBR 2019!”

Melhores e Piores Leituras de Abril de 2019

Mergulhadores! Este mês continuamos com o compromisso de trazer o maior números de minirresenhas sobre quadrinhos que conseguimos fazer. Este mês foram 50 publicações resenhadas, entre livros teóricos sobre quadrinhos, gibis de super-heróis, material importado, mangás, quadrinhos independentes, autobiografias, quadrinhos europeus e muito mais. Dê uma rolada na tela do nosso post e pare para ler as resenhas dos quadrinhos que você sempre quis saber como eram ou se deveria ou não comprar. Temos uma lista de melhores e, ao final, de piores leituras do mês. Quem gosta de quadrinhos não pode ficar de fora! Continuar lendo “Melhores e Piores Leituras de Abril de 2019”

Por Que um “Dia do Vilão” Deveria Ser Motivo de Comemoração?

Hoje, dia 29 de abril de 2019, a Panini colocou no ar sua nova campanha de “marketing”, o “Dia do Vilão”. Nela, a Panini Comics Brasil quer comemorar a vilandade e dizer que neste dia “o crime compensa”. O que uma campanha dessas, feita pela maior editora de quadrinhos do Brasil, tem a dizer sobre a nossa sociedade e principalmente sobre os fãs de quadrinhos? Desde quando é uma vantagem cometer crimes e ser “do mal”? Por que os supervilões atraem tanto as pessoas a ponto de uma editora preferir valorizar esse tipo de personagem em detrimento de publicar quadrinhos com mais representatividade? Vamos discutir tudo isso nesse post sobre mais uma campanha malfadada da Panini Comics Brasil. Continuar lendo “Por Que um “Dia do Vilão” Deveria Ser Motivo de Comemoração?”

Gen: Pés Descalços: o Célebre Mangá Autobiográfico de Keiji Nakazawa

Enquanto os americanos possuem uma extensa tradição em produzir quadrinho autobiográficos, principalmente a partir do advento dos quadrinhos undergrounds, é difícil ver mangás autobiográficos que cruzam a fronteira do Japão e chegam ao Ocidente. Uma honrosa exceção é Gen: Pés Descalços, o célebre mangá sobre a queda da bomba atômica sobre as cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki. Composto de dez volumes em mangá, foi publicado no Brasil pela Editora Conrad e também foi transformado em anime. Gen serve como um aviso para as próximas gerações dos horrores que a guerra e seu último recurso, a bomba atômica podem causar nas vidas das vítimas. Vamos falar um pouco mais sobre Gen: Pés Descalços e a sua importância. Continuar lendo “Gen: Pés Descalços: o Célebre Mangá Autobiográfico de Keiji Nakazawa”

Tudo Que Você Queria Saber Sobre a Vagina, Mas tinha Vergonha de Perguntar (ou de Explorar)

Ano passado a Companhia das Letras lançou o quadrinho “A Origem do Mundo: Uma História Cultural da Vagina ou A Vulva versus o Patriarcado”, da autora sueca Liv Strömquist, aderindo à onda (muito bem sucedida) de livros feministas, sejam eles em quadrinhos ou não. Neste quadrinho, a autora tenta apresentar as últimas descobertas sobre esse “misterioso” órgão sexual feminino e porquê se sabe tão pouco sobre ele na cultura popular. Ela fala sem rodeios sobre masturbação feminina, menstruação, ejaculação feminina, sobre o clitóris e sobre como a sociedade inibiu a evolução da sexualidade (principalmente a feminina) por muitos séculos. Convido vocês a lerem mais sobre este quadrinho e conhecerem mais sobre a vagina, esta desconhecida. Continuar lendo “Tudo Que Você Queria Saber Sobre a Vagina, Mas tinha Vergonha de Perguntar (ou de Explorar)”

Alguns Destaques do Checklist DC Comics/ Panini Comics Para Abril de 2019

A DC Comics pela Panini está parecendo uma confusão para alguns leitores, porque não temos comunicados oficiais nenhum da editora italiana para sabermos quando se encerram alguns títulos e começam outros. Algumas informações pipocam aqui e ali, mas nenhum comunicado oficial, como poderia ter, por exemplo, dentro das próprias revisas. Mais oficial que isso, impossível. Mas sabemos que um dos vários e inúmeros calcanhares de Aquiles da Panini Comics Brasil é a comunicação com seu leitor, como era no princípio agora e sempre, amém! Agora vamos aos destaques da DC Comics para abril de 2019.

Continuar lendo “Alguns Destaques do Checklist DC Comics/ Panini Comics Para Abril de 2019”

O Quadrinho Erótico do Hulk Produzido no Brasil: O Incrível (e Bem Dotado) Hukão

Era o início dos anos 1970, os anos de chumbo da ditadura estavam em seu auge junto ao chamado “milagre econômico” que deflagrou uma das maiores crises mercadológicas que o país já viu. Ansiando por abertura econômica e política do país, e também o afrouxamento da censura, muitas editoras começaram a investir pesado em publicações sobre sexo. Era a chance das bancas brasileiras verem e se abrirem para um mercado até então impossível aqui no país: as revistas pornográficas. Vendo um filão nestas revistas, além de fotografias, a editora paranaense Grafipar também resolveu investir nos quadrinhos eróticos, sob pesada censura do governo. Uma dessas publicações era Herói Erótico, que em seu número 5 trazia O Incrível (e Bem-Dotado) Hukão, com a chamada “Ele tem o maior… do mundo!”. É sobre essa revista que vamos falar neste post. Continuar lendo “O Quadrinho Erótico do Hulk Produzido no Brasil: O Incrível (e Bem Dotado) Hukão”

A Piada Sem Sal: Quando o Zé Carioca Parodiou o Batman

A Piada Mortal é uma das histórias mais clássicas do Batman. Em 1995, a Editora Abril criou, a partir de sua produção nacional de quadrinhos originais Disney, uma paródia desta história estrelada pelo Zé Carioca. Na verdade não exatamente o Zé Carioca, mas seu alter-ego super-heróico, o “Morcego Verde”, uma espécie de Batman mas que é um papagaio carioca caloteiro. Essa história farsesca foi publicada mais uma última vez pela Editora Abril em 2016 e é sobre ela que vamos falar neste post. Sigam nos os positivados e os negativados no SPC! Continuar lendo “A Piada Sem Sal: Quando o Zé Carioca Parodiou o Batman”

Anos de Chumbo, Punhos de Aço, Ditadura de Ferro: A Revista do Punho de Ferro Pela Bloch Editores

A história das adaptações dos quadrinhos gringos para as bancas brasileiras tem lá as suas histórias bizarras. Desde a mudança das cores do uniforme do Fantasma pela RGE até os inúmeros cortes feitos pela Editora Abril na famigerada publicação de Guerras Secretas, da Marvel, no Brasil. Danny Rand, o Punho de Ferro, criado na exploração dos filmes de kung-fu dos anos 1970, também não escapou destas atribulações. O fato é que quando ele chegou no Brasil, nosso país sofria uma pesada ditadura militar que fazia com que os jornais trocassem notícias que falavam mal do governo por receitas de bolo. Isso também acabou afetando os quadrinhos, mais precisamente nosso querido Danny Rand. É agora que vou explicar para vocês como isso aconteceu. Continuar lendo “Anos de Chumbo, Punhos de Aço, Ditadura de Ferro: A Revista do Punho de Ferro Pela Bloch Editores”