Todos os posts com a tag: bryan hitch

Renascimento DC e os Destaques da DC Comics / Panini Comics Para Março de 2017

Vocês estavam loucos para ler Renascimento, não é? Bem, então, este mês (cof, cof!) teremos o especial DC Renascimento pela Panini Comics. Mas não é só isso. Vão sair muitos encadernados para deixar sua estante um luxo só, até ela cair no chão, esparramar suas HQs e estragar todas elas! Uhuuu!

Anúncios

Destaques do Checklist DC Comics / Panini Comics Para Fevereiro/2017

Uhuuu! Finalmente Os Novos 52 estão acabando! Hasta la vista, babe! E não volte! EPA! Pera, ainda falta acabar a revista do Superman. Mas ok, é mero detalhe. Em março já teremos o REBIRTH em terras brasileiras. Enquanto isso, fique com os destaques para o mês do carnaval! TAPADORES DE BURACOS Bem, você já sabe que a Panini fez uma manobra para fazer caber suas publicações em 52 números, né? Então foram necessários encadernados para encerras todas as séries. Alguns deles são estes. A Sombra do Batman Especial: Capuz Vermelho e Arsenal traz o fim do rosca-enrosca com a Filha do Coringa. Apesar de eu curtir a mística ao redor dessa personagem desde a Turma Titã, o roteiro é escrito pelo Scott Lobdell, então acho que vou passar. A Sombra do Batman: Grayson traz o encerramento da fase de espião de Dick Grayson, ex-Robin, ex-atual Asa Notuna. As histórias de Tom King foram muito elogiadas, bem como os desenhos de Mikel Janin. Eu estava com muita vontade de conhecer essa série e essa é minha …

Os Melhores Quadrinhos da DC Comics Que Li em 2016

Neste ano, a editora das lendas publicou no Brasil a fase que ficou conhecida com DC&VOCÊ. Eu gostei muito dos títulos e da proposta da editora tentar trazer histórias que agradassem à todo tipo de público. Claro que durante essa iniciativa tivemos alguns percalços como o título do Constantine. Mas a variedade foi muito boa e uma pena que vários títulos não saíram por aqui. Temos que ser felizes com o que temos não é mesmo? Ou não. Vamos aos melhores do ano da DC Comics:

MAIS 15 Super-Heróis Negros Importantes dos Comics

Olá mergulhadores! Hoje é dia da Consciência Negra! A data de hoje faz referência à morte de Zumbi dos Palmares, líder do Quilombo dos Palmares, um dos maiores centros de resistência negra contra a escravidão no Brasil. E se Zumbi foi um herói, nada melhor do que comemorar sua existência do que com uma lista de super-heróis da etnia negra, não é mesmo? Vem dar uma olhada neles!

Melhores e Piores Leituras de Maio de 2016

No mês em que o Brasil sofre um golpe pesado tanto político, quanto econômico, social, moral e, principalmente, ético, fica difícil falar de coisas boas. o mundo está entrando em uma espiral de retrocesso conservador. Claro, sempre teremos os quadrinhos e o entretenimento para nos salvar. Aqui temos seis leituras que salvaram o mês e uma que afundou mais ainda!

Destaques do Checklist DC Comics/Panini Para Abril/2016

Com a insurgência do evento DC & Você, a Panini traz três novas revistas da DC Comics à baila e mais vários encadernados de séries desse momento editorial. Como não somos do seleto grupo que recebe os checklists da Panini todo o mês, não reparem que as imagens tem a marca d’água do blog Planeta Gibi, uma ótima fonte quando se trata de lançamentos e novidades. #fikadika

10 Comics dos Anos 2000 Que Você Não Pode Deixar de Ler

Quando te falam 10 anos atrás, você pensa nos anos 2000 ou nos anos 90? O negócio é que muita gente parou de ler HQs no final dos anos 90 por causa de uma crise econômica real, que cada vez mais que eu converso com colecionadores de quadrinhos eles dizem o mesmo. Parei de ler nos anos 2000 e só voltei ali por 2005, o que dá mais ou menos uns 10 anos. Então, para você ir atrás do que perdeu listamos aqui 10 HQs destra época para que você vá atrás!

Os 10 Piores Crimes Contra as Mulheres nos Quadrinhos

Quando se pensa em crimes contra mulheres se pensa em estupro. Mas nem só de estupro vivem os crimes contra os personagens femininos nos quadrinhos de super-heróis. Não acredita? Há desde estupros a mortes, passando por decepamento a canibalismo. Legal né? Só que não. Então fizemos uma listinha de dez barbaridades que fizeram com personagens femininas nos quadrinhos.

10 motivos para você respeitar Jim Lee

Ele gosta de Kit-Kat de morango – coisa que só se encontra no Japão (ei, mas ele é sul-coreano!) – mas esse não é um motivo para respeitá-lo. Afinal, quem não gosta de Kit-Kat? Jim Lee é, hoje, um dos artistas e narradores mais influentes dos quadrinhos de super-heróis. Muito além dos anos 90, ele refez sua “image” ao longo dos anos, conforme o mercado de quadrinhos foi mudando. Ele foi se adaptando, crescendo e se mostrando uma das maiores forças criativas dos últimos 30 anos no quadrinhos. ESTILO: Com suas hachuras e estilo detalhado, mas não rebuscado, com um frescor moderno, Jim Lee passou da Tropa Alfa, para o Justiceiro e, então, para os X-Men. CÓPIAS: Durante os anos 90, uma forma de garantir que seus desenhos fossem aceitos pela Marvel e DC, o jeito era imitar Jim Lee. Muitos artistas renomados de hoje começaram assim e depois desenvolveram seu próprio estilo. NÚMEROS: A revista X-Men #1 (1991), escrita por Chris Claremont e desenhada por Jim Lee, ostenta, até hoje, o recorde de revista …

5 Aspectos do Capitão América em 5 HQs Recentes

Capitão América: Um Homem Fora de seu Tempo, por Mark Waid e Jorge Molina O Deslocado. Todo herói Marvel tem uma fraqueza, e a do Capitão, por um tempo, foi viver em uma época muito à frente de seu tempo. Adaptando o desajuste temporal do Capitão dos anos 60 para os dias atuais, a dupla de autores traz à tona momentos emocionantes, como quando Steve Rogers fica sabendo de Martin Luther King Jr. E retomam nossa fé na humanidade. Ultimate Marvel Capitão América, por Jason Aaron e Ron Garney O Alienado. Indo atrás de capangas que roubaram o soro do supersoldado, o Capitão é feito prisioneiro pelo seu semelhante da Guerra do Vietnã, Bazuca. Através dele, Steve Rogers fica sabendo da realidade dos países do terceiro mundo e de como os EUA os prejudicam. É uma boa história com espaço para o cinismo e o satanismo do roteirista. Capitão América: A Escolha, por David Morrell e Mitch Breitweiser Um por Todos e Todos por Um. A história acompanha um soldado em meio a uma guerra …

A Guerra vai ser pra decifrar todos esses personagens!

Um chá com a Marvel UK (11 de 12)

AS GUERRAS MYS-TECH Os grandes inimigos dos super-heróis britânicos eram os integrantes da corporação Mys-Tech, um grupo de sete magos oriundos do século X, que venderam sua alma a Mefisto em troca de imortalidade. Ao longo dos anos eles vem sacrificando almas para o demônio e acumulando riqueza e poder em seu império de negócios. Os atos derradeiros da organização resultaram nas Guerras Mys-Tech e envolveram grande parte dos heróis americanos da Marvel. Era uma época de crossovers e a lógica era quanto mais melhor. Participaram desta história Homem-Aranha, Hulk, X-Men, Nick Fury, Vingadores, X-Factor e Excalibur pelo lado americano e todos os super-heróis dos anos 90 da Marvel UK. O roteiro dos hoje celebrados Andy Lanning e Dan Abnett, responsáveis pelas minisséries de Aniquilação, era muito fraco. Para dar um exemplo, na minissérie muitos dos heróis morrem em combate com os Mys-Tech, mas, ahá, se encontra uma maneira de reverter todo o acontecido, voltar 24 horas no tempo e restaurar a vida dos heróis combalidos. Guerras Mys-Tech é um bom exemplo de tudo de …

Detalhe de HQ de Morrison

Um chá com a Marvel UK (8 de 12)

Grant Morrison também deu as caras na Marvel UK. Antes mesmo do sucesso com Zenith, o super-herói pop-star da 2000 A.D., o escritor escocês escreveu para a Doctor Who Weekly (tendo colaborado com um Bryan Hitch imberbe) e com Spiderman and Zoids Weekly. Zoids? Tratavam-se brinquedos famosos da década de 80, produzindo por uma empresa japonesa, que eram construtos mecânicos na forma de mamíferos, dinossauros e insetos, que como muitos outros brinquedos daquela época geraram animes, mangas, videogames e, na Inglaterra, uma série de comics.   Não eram só os Zoids que receberam esse tratamento. Em 1984, a Marvel lançava um outro selo nos Estados Unidos, a Star Comics, cujo publico alvo eram crianças pequenas e geralmente trazia desenhos animados ou brinquedos adaptados para os comics. He-Man e os Mestres do Universo, Thundercats, G.I. Joe, Transformers, Smurfs, Os Caça-Fantasma eram algumas das muitas séries que hoje são nostálgicas. Não demorou muito para que esse selo aparecesse também na Grã-Bretanha. O maior fenômeno de vendas da Marvel UK foi Transformers, que vendia 200 mil cópias por …