Melhores e Piores Leituras de Setembro de 2019

Olá mergulhadores! Estamos de volta com nossa sessão mensal que expõe nossas melhores e piores leituras feitas durante o mês! Este mês tivemos poucas leituras, apenas 25 classificadas como boas e 5 classificadas como ruins. Mas você vai perceber que tivemos muitas leituras de livros sobre quadrinhos e que eles são importados, o que demanda uma leitura mais apurada e demorada. Mas está vindo um coisa muito legal nesse sentido, que só vou revelar quando estiver pronta. Enquanto você ficam especulando, aproveitem para dar uma olhada nas nossas leituras do mês de setembro. tem muita coisa legal (e outras, nem tanto!). 

Continuar lendo “Melhores e Piores Leituras de Setembro de 2019”
Anúncios

10 Grandes Editoras dos Comics: Hoje e Sempre

Vamos falar sobre grandes editoras dos comics? Bom, quando falamos em grandes editoras não queremos falar sobre casas publicadoras como a Marvel e a DC Comics. Queremos falar da força das mulheres por trás de grandes publicações da indústria dos comics norte-americanos. Muita gente por aí não valoriza o trabalho das mulheres e acha que elas ficam a dever quando se trata de qualidade. Este post serve para desfazer esse mito, mostrando que muitos dos trabalhos importantes dos quadrinhos foram feitos a partir da orientação de mulheres. Estão preparados para conhecê-las? Então vamos lá!

Continuar lendo “10 Grandes Editoras dos Comics: Hoje e Sempre”

Guia de Leitura: Mulher-Hulk

“O nome dela é Jennifer, encontrei ela na Disney!” Isso mesmo, gente! Nossa querida Jennifer Walters, a Mulher-Hulk está migrando para o streaming da Disney, o Disney+. Eu adoro as histórias desta personagem e, se você está querendo saber mais sobre a mulher verde, advogada e prima do Hulk, a hora é agora. Criamos um Guia de Leitura para você acompanhar as principais histórias da Mulher-Hulk ao longo dos tempos, desde sua criação por Stan Lee em 1980. Assim quando o seriado da verdona chegar às telinhas na sua casa, você já pode saber o que esperar! Venha conosco e ordem no tribunal! Continuar lendo “Guia de Leitura: Mulher-Hulk”

Melhores e Piores Leituras de Agosto de 2019

Temos quase quarenta, isso mesmo 40, mini resenhas fresquinhas e frescalhonas para você ler agora aqui no Splash Pages. Dizem que agosto é o mês do desgosto e isso pode até lá ser verdade, já que quase dez dessas leituras estão entre as piores do mês. Algumas ficaram num ponto limbo intermediário e foram parar nas melhores porque né, o copo tá quase sempre meio cheio. E tá quase sempre meio cheio porque se não tiver, como levar a vida com ele meio vazio? Não dá, né? Então encham o seu copo de cerveja, hidromel, Pepsi ou guaraná, suco de laranja, leitinho com nescau de bolinha ou o que você quiser e venha acompanhar essas nossas resenhazinhas! Continuar lendo “Melhores e Piores Leituras de Agosto de 2019”

X-Men: O Pior X-Man de Todos, de Max Bemis e Michael Walsh

Para começar vou dizer para vocês que o título não está errado. Quando falamos de um integrante da equipe dos X-Men no singular, chamamos ele de x-man, assim mesmo, no minúsculo e no singular de men, que é man. X-Men, como uma equipe, uma reuniões de homens, é composta no plural e grafada em letras maiúsculas. Bem, explicado isso quero dizer que este post vai tratar sobre a minissérie X-Men: The Worst X-Man Ever, escrita por Max Bemis e desenhada por Michael Walsh. Você vai descobrir quem é ou foi o pior x-man de todos os tempos e porque ele mereceu essa alcunha. Sigam-nos os bons e os piores também! Continuar lendo “X-Men: O Pior X-Man de Todos, de Max Bemis e Michael Walsh”

Como Foi a Comic Con Floripa 2019?

Olá mergulhadores! Hoje vou fazer uma resenha diferente aqui para vocês! Vai ser uma “resenha de evento”, de um dos acontecimentos dos quadrinhos que mais cresce aqui no Sul do Brasil, a Comic Con Floripa. Ela aconteceu nos dias 8 e 9 de junho de 2019 no Centro Sul, Centro de Eventos de Florianópolis, que fica perto da rodoviária, no centro da Cidade. O evento contou com uma área de artistas com quase cem mesas diferentes e encantou o pessoa que expôs lá pela eficiência e organização. Vamos falar agora um pouco mais sobre esse evento. Continuar lendo “Como Foi a Comic Con Floripa 2019?”

Melhores e Piores Leituras de Maio de 2019

Maio foi um mês intenso. Quase não consegui parar para escrever nada no blog porque precisava entregar um quadrinho todo desenhado por mim, mas entre mortos e feridos salvaram-se todos. E o que salvou os acessos do blog foi a bunda do Lúcifer, ou melhor do Tom Ellis, que incrementou os números aqui. Isso que eu chamo de “Save As”. Este mês de maio, entretanto, teve inúmeras leituras, de europeus a mangás, de super-heróis a quadrinhos alternativos, de independentes a hipercomercializados. Então prepare seu mouse para clicar no post e acompanhar toda essa jornada de leituras e minirresenha que vêm aí! Sigam-me os bons! Continuar lendo “Melhores e Piores Leituras de Maio de 2019”

A Piada Sem Sal: Quando o Zé Carioca Parodiou o Batman

A Piada Mortal é uma das histórias mais clássicas do Batman. Em 1995, a Editora Abril criou, a partir de sua produção nacional de quadrinhos originais Disney, uma paródia desta história estrelada pelo Zé Carioca. Na verdade não exatamente o Zé Carioca, mas seu alter-ego super-heróico, o “Morcego Verde”, uma espécie de Batman mas que é um papagaio carioca caloteiro. Essa história farsesca foi publicada mais uma última vez pela Editora Abril em 2016 e é sobre ela que vamos falar neste post. Sigam nos os positivados e os negativados no SPC! Continuar lendo “A Piada Sem Sal: Quando o Zé Carioca Parodiou o Batman”

Howard: Quando Um Pato Concorreu à Presidência

Você já deve ter ouvido falar que quando as cédulas de votação eram de papel, um rinoceronte do zoológico do Rio de Janeiro, chamado Cacareco, quase se elegeu para vereador da cidade. Mais recentemente, o palhaço Tiririca foi eleito a deputado estadual pelo estado de São Paulo, com o slogan “pior que tá, não fica”. Então o que impediria o pato mais famoso da Marvel, Howard, a se eleger presidente dos Estados Unidos? Com o tipo de candidato que anda se elegendo mundo afora, praticamente nada. Foi esse tipo de crítica social que o roteirista Steve Gerber e o desenhista Gene Colan fizeram na revista Howard The Duck #8. Eu vou contar um pouco dela para vocês! Continuar lendo “Howard: Quando Um Pato Concorreu à Presidência”

O Balanço da Indústria de Comics em 2018

Passado o ano de 2018, a distribuidora de quadrinhos estadunidense, a Diamond Comics, divulgou os números de vendagens dos comics nos Estados Unidos. Assim, resolvemos trazer uma pequena análise destes resultados para vocês, nossos leitores. O Excelsior JP, da página Os Impossíveis se juntou a nós para apresentar todo um balanço da indústria dos comics nos Estados Unidos no ano de 2018. Venha nos acompanhar! Continuar lendo “O Balanço da Indústria de Comics em 2018”

A Comic Con Experience e os Reflexos da Crise Editorial

A CCXP é, sem nenhuma dúvida, a maior celebração dos nerds do planeta. Tem espaço para todo mundo e, para os artistas que têm a honra de participar dela, é o evento de quadrinhos mais lucrativo do ano. O Artists Alley, este ano, alcançou o recorde de mesas, com mais de 500 artistas divulgando e vendendo os seus trabalhos. Por outro lado, outra grande falta foi sentida: a de sebos, livrarias e editoras. Um evento deste porte, certamente é um reflexo da realidade do consumo do público nerd brasileiro. A ascensão do espaço independente e a diminuição do espaço mainstream seriam reflexos do nosso momento de consumo de produtos editoriais voltados ao público nerd? Vamos analisar essas possibilidades a partir da Comic Con Experience. Continuar lendo “A Comic Con Experience e os Reflexos da Crise Editorial”

Diabolik: Bandido Bom ou Bom Bandido?

Diabolik é o bandido mais astuto dos quadrinhos. Esqueça os supervilões. Diabolik não possui poderes, ele tem a manha, ele saca dos paranauês. Ele tem os equipamentos e o treinamento necessários para aplicar grandes golpes, roubar grandes fortunas, obras de arte, jóias caríssimas, artefatos antigos. E o melhor (ou pior) disso tudo? Os leitores o amam. principalmente na Itália. Ausente das publicações do Brasil por por pelo menos 25 anos, o personagem foi trazido de volta pela Editora 85, que publicou este volume em questão através de uma campanha do Catarse. É sobre Diabolik que vou falar neste post. Acompanhe! Continuar lendo “Diabolik: Bandido Bom ou Bom Bandido?”

12 Sintomas do Caos no Mercado Editorial de Quadrinhos Brasileiro

É, amigos… Diziam que era só tirar a Dilma, depois se tirava o resto. Que o governo dela estava afundando a economia brasileira. Por isso, era necessário o impeachment. Então a presidente da república foi tirada do poder, e o Brasil entrou na pior recessão econômica que já viu em sua História recente. Não acredite em tudo que alardeiam por aí. Mesmo que você não goste de discutir política, ela acaba nos afetando bastante. Garanto que nos dois últimos anos, você parou de comprar muitos quadrinhos que comprava antes. E a coisa só piora. Trouxemos, neste post, dez sinais que demonstram o buraco onde nossa economia se enfiou e como isso afeta nossos amados quadrinhos, infelizmente… Continuar lendo “12 Sintomas do Caos no Mercado Editorial de Quadrinhos Brasileiro”

Aquela Vez em que a Lady Di Quase Fez Parte da Marvel

Mês passado o casamento real do Príncipe Harry, da coroa britânica e da atriz americana Meghan Markle revirou o mundo das celebridades. Harry sempre foi o principe-problema, tendo inclusive ido a uma festa fantasiado de nazista. Não era de esperar que ele escolhesse uma atriz negra para desposar e causar comoção na tradicional família real inglesa. Mas, como estamos acostumados, sabemos que a família real inglesa de Elizabeth II vive de polêmicas e eventos de celebridades, sem nenhum poder real sobre o governo do Reino Unido. Uma dessas polêmicas e comoções se deu quando a Marvel quis transformar a defunta Lady Diana, princesa de Gales, em uma super-heroína renascida. Vamos contar melhor essa história a seguir. Continuar lendo “Aquela Vez em que a Lady Di Quase Fez Parte da Marvel”

A Editora Que o Pato Pagava Está Pagando o Pato?

Esta semana o mercado de quadrinhos foi pego de surpresa. A Editora Abril estava cancelando sua linha Disney, que nos últimos anos vinha focando em trazer encadernados de luxo das fases de ouro de personagens como Pato Donald, Tio Patinhas e Mickey Mouse. Décadas atrás, a Editora Abril era a editora que monopolizava a produção de quadrinhos nacionais, publicando Turma da Mônica, Disney, Marvel, DC Comics e mais tudo que se imaginasse de grandes marcas licenciadas. Hoje, saiu um relatório financeiro da empresa dizendo que, no ano passado, a editora teve um prejuízo de mais de 300 milhões de reais. Vamos falar um pouco sobre a Editora Abril? Continuar lendo “A Editora Que o Pato Pagava Está Pagando o Pato?”

Onomatopéias: Sons Materializados em Imagens

Se temos a personagem Cristal, da Marvel Comics, que transforma som em luz, da mesma forma, as onomatopéias transformam os sons em representações gráficas, em imagens, materializando-os nas páginas de gibis e dando um efeito de verossimilhança e de intensidade para essas histórias. Nesse post vamos investigar as onomatopéias, esse fenômeno tão característico dos gibis e entender sua importância para os quadrinhos, suas origens, a ligação com a língua inglesa, os mangás e a língua japonesa, e com o mestre dos quadrinhos Disney, Carl Barks. Continuar lendo “Onomatopéias: Sons Materializados em Imagens”

Melhores e Piores Leituras de Fevereiro de 2018

Olá mergulhadores! Fevereiro, o mês mais curto do ano, tão curto como nosso ordenado do mês, está no fim! E todo final de mês, você sabe que aqui no blog sai um apanhando com as minhas melhores e piores leituras do mês, que são publicadas periodicamente na página do Splash Pages no Facebook. Por isso, se quiser acompanhar as mini resenhas antes de sair no compilado mensal, curta e acompanhe a fanpage! Este mês temos mais de dez quadrinhos mini resenhados, ou seja, mais de dez dicas de leituras ou de não-leituras para você. Venha comigo se quiser vir ler! Continuar lendo “Melhores e Piores Leituras de Fevereiro de 2018”

Panini Comics Brasil: Uma Relação de Amor e Ódio

O aumento de quase 50% do preço de capa de algumas publicações da Panini Comics Brasil que vem se deflagrando desde o final do ano passado, está causando revolta e brigas nas redes sociais. Entretanto, eu não vim aqui insistir nessa tecla que venho falando de tempos em tempos sobre os problemas de transparência, comunicação e marketing da empresa Panini Comics Brasil. Dessa vez eu vou estudar o caso da empresa através do livro Lovemarks, de Kevin Roberts, e como uma relação transparente e baseada no respeito ao consumidor pode ser válida para as editoras de quadrinhos, principalmente nossa querida multinacional monopolizadora Panini Comics. Continuar lendo “Panini Comics Brasil: Uma Relação de Amor e Ódio”