A Comic Con Experience e os Reflexos da Crise Editorial

A CCXP é, sem nenhuma dúvida, a maior celebração dos nerds do planeta. Tem espaço para todo mundo e, para os artistas que têm a honra de participar dela, é o evento de quadrinhos mais lucrativo do ano. O Artists Alley, este ano, alcançou o recorde de mesas, com mais de 500 artistas divulgando e vendendo os seus trabalhos. Por outro lado, outra grande falta foi sentida: a de sebos, livrarias e editoras. Um evento deste porte, certamente é um reflexo da realidade do consumo do público nerd brasileiro. A ascensão do espaço independente e a diminuição do espaço mainstream seriam reflexos do nosso momento de consumo de produtos editoriais voltados ao público nerd? Vamos analisar essas possibilidades a partir da Comic Con Experience. Continuar lendo “A Comic Con Experience e os Reflexos da Crise Editorial”

Diabolik: Bandido Bom ou Bom Bandido?

Diabolik é o bandido mais astuto dos quadrinhos. Esqueça os supervilões. Diabolik não possui poderes, ele tem a manha, ele saca dos paranauês. Ele tem os equipamentos e o treinamento necessários para aplicar grandes golpes, roubar grandes fortunas, obras de arte, jóias caríssimas, artefatos antigos. E o melhor (ou pior) disso tudo? Os leitores o amam. principalmente na Itália. Ausente das publicações do Brasil por por pelo menos 25 anos, o personagem foi trazido de volta pela Editora 85, que publicou este volume em questão através de uma campanha do Catarse. É sobre Diabolik que vou falar neste post. Acompanhe! Continuar lendo “Diabolik: Bandido Bom ou Bom Bandido?”

12 Sintomas do Caos no Mercado Editorial de Quadrinhos Brasileiro

É, amigos… Diziam que era só tirar a Dilma, depois se tirava o resto. Que o governo dela estava afundando a economia brasileira. Por isso, era necessário o impeachment. Então a presidente da república foi tirada do poder, e o Brasil entrou na pior recessão econômica que já viu em sua História recente. Não acredite em tudo que alardeiam por aí. Mesmo que você não goste de discutir política, ela acaba nos afetando bastante. Garanto que nos dois últimos anos, você parou de comprar muitos quadrinhos que comprava antes. E a coisa só piora. Trouxemos, neste post, dez sinais que demonstram o buraco onde nossa economia se enfiou e como isso afeta nossos amados quadrinhos, infelizmente… Continuar lendo “12 Sintomas do Caos no Mercado Editorial de Quadrinhos Brasileiro”

Aquela Vez em que a Lady Di Quase Fez Parte da Marvel

Mês passado o casamento real do Príncipe Harry, da coroa britânica e da atriz americana Meghan Markle revirou o mundo das celebridades. Harry sempre foi o principe-problema, tendo inclusive ido a uma festa fantasiado de nazista. Não era de esperar que ele escolhesse uma atriz negra para desposar e causar comoção na tradicional família real inglesa. Mas, como estamos acostumados, sabemos que a família real inglesa de Elizabeth II vive de polêmicas e eventos de celebridades, sem nenhum poder real sobre o governo do Reino Unido. Uma dessas polêmicas e comoções se deu quando a Marvel quis transformar a defunta Lady Diana, princesa de Gales, em uma super-heroína renascida. Vamos contar melhor essa história a seguir. Continuar lendo “Aquela Vez em que a Lady Di Quase Fez Parte da Marvel”

A Editora Que o Pato Pagava Está Pagando o Pato?

Esta semana o mercado de quadrinhos foi pego de surpresa. A Editora Abril estava cancelando sua linha Disney, que nos últimos anos vinha focando em trazer encadernados de luxo das fases de ouro de personagens como Pato Donald, Tio Patinhas e Mickey Mouse. Décadas atrás, a Editora Abril era a editora que monopolizava a produção de quadrinhos nacionais, publicando Turma da Mônica, Disney, Marvel, DC Comics e mais tudo que se imaginasse de grandes marcas licenciadas. Hoje, saiu um relatório financeiro da empresa dizendo que, no ano passado, a editora teve um prejuízo de mais de 300 milhões de reais. Vamos falar um pouco sobre a Editora Abril? Continuar lendo “A Editora Que o Pato Pagava Está Pagando o Pato?”

Onomatopéias: Sons Materializados em Imagens

Se temos a personagem Cristal, da Marvel Comics, que transforma som em luz, da mesma forma, as onomatopéias transformam os sons em representações gráficas, em imagens, materializando-os nas páginas de gibis e dando um efeito de verossimilhança e de intensidade para essas histórias. Nesse post vamos investigar as onomatopéias, esse fenômeno tão característico dos gibis e entender sua importância para os quadrinhos, suas origens, a ligação com a língua inglesa, os mangás e a língua japonesa, e com o mestre dos quadrinhos Disney, Carl Barks. Continuar lendo “Onomatopéias: Sons Materializados em Imagens”

Melhores e Piores Leituras de Fevereiro de 2018

Olá mergulhadores! Fevereiro, o mês mais curto do ano, tão curto como nosso ordenado do mês, está no fim! E todo final de mês, você sabe que aqui no blog sai um apanhando com as minhas melhores e piores leituras do mês, que são publicadas periodicamente na página do Splash Pages no Facebook. Por isso, se quiser acompanhar as mini resenhas antes de sair no compilado mensal, curta e acompanhe a fanpage! Este mês temos mais de dez quadrinhos mini resenhados, ou seja, mais de dez dicas de leituras ou de não-leituras para você. Venha comigo se quiser vir ler! Continuar lendo “Melhores e Piores Leituras de Fevereiro de 2018”

Panini Comics Brasil: Uma Relação de Amor e Ódio

O aumento de quase 50% do preço de capa de algumas publicações da Panini Comics Brasil que vem se deflagrando desde o final do ano passado, está causando revolta e brigas nas redes sociais. Entretanto, eu não vim aqui insistir nessa tecla que venho falando de tempos em tempos sobre os problemas de transparência, comunicação e marketing da empresa Panini Comics Brasil. Dessa vez eu vou estudar o caso da empresa através do livro Lovemarks, de Kevin Roberts, e como uma relação transparente e baseada no respeito ao consumidor pode ser válida para as editoras de quadrinhos, principalmente nossa querida multinacional monopolizadora Panini Comics. Continuar lendo “Panini Comics Brasil: Uma Relação de Amor e Ódio”

Quem é o Lúcifer da Série de TV e dos Quadrinhos?

A série Lúcifer estreou ano passado no Brasil pelo canal à cabo Universal Channel. Mas o que poucos sabem é que ela trata de uma adaptação de uma série de quadrinhos. O personagem foi criado por Neil Gaiman, para sua série em quadrinhos Sandman, baseado no anjo Lúcifer da lenda cristã. Anos mais tarde ele ganhou uma série solo de quadrinhos que durou mais de setenta edições pelo selo adulto Vertigo. Neste post vou falar mais sobre o personagem dos quadrinhos, compará-lo com o da série e explicar porque a série corre o risco de cancelamento, embora tenha se tornado muito popular aqui no Brasil e fora dele. Continuar lendo “Quem é o Lúcifer da Série de TV e dos Quadrinhos?”

Quem Ganha Com a Briga Entre Pessoas a Favor e Contra a Diversidade ?

Quando a discussão da representação da diversidade vem à tona, a sociedade se divide. Progressistas são a favor. Conservadores são contra. Os dois ficam se digladiando de montão na internet e nos espaços sociais e os dois lados saem combalidos. Mas vale perguntar: quem lucra com essa discórdia? A resposta é fácil. São as empresas que se fazem de boazinhas ao representar as minorias. Elas se aproveitam de um momento de abertura da sociedade e do progresso social dos indivíduos estigmatizados e lucram com toda e qualquer polêmica sobre seus produtos. E é sobre isso que vamos falar: nem Marvel, nem Disney, nem Warner, nem DC Comics são essa Coca-Cola toda da Pabllo Vittar. E muito menos a Coca-Cola é inofensiva e boazinha para ninguém. Tolinhos. Continuar lendo “Quem Ganha Com a Briga Entre Pessoas a Favor e Contra a Diversidade ?”

O Design dos Super-Heróis: Identidade, Cores e Uniformes

Descubra como o design de um personagem pode auxiliar a maneira como uma história é contada e como ele pode reforçar sentimentos e qualidades de suas identidades. Saiba por que identidade pessoal e identidade visual não estão ligadas. Entenda por que a identificação visual de um personagem é importante e como isso faz com que seu direcionamento na história se torne mais claro. Veja como os símbolos e as histórias que eles contam e que contam sobre eles possuem um poder imenso sobre nós. Continuar lendo “O Design dos Super-Heróis: Identidade, Cores e Uniformes”

[Retrospectiva HQ] As 15 Notícias Mais Impactantes dos Quadrinhos em 2017

Sim! Esse é um blog de análises e opinião e não um site de notícias. Mas que elas têm impacto na forma como encaramos essa “indústria vital”, ah elas tem. Por isso decidimos ranquear as notícias de maior impacto nos corações e mentes dos leitores de quadrinhos neste ano de 2017. Selecionamos algumas notícias, 15 para ser exato. Claro, é uma lista e, como todas elas, são subjetivas. Certo que muita coisa ficará de fora. Veja se a sua notícia preferida entrou na nossa seleção: Continuar lendo “[Retrospectiva HQ] As 15 Notícias Mais Impactantes dos Quadrinhos em 2017”

Jodie Foster Destilando o Hate e a Shade nos Filmes de Super-Heróis

Pegue sua pipoca e seu refri, senta que lá vem a história, pois vai começar a sua, a nossa, a preferida entre 10 e 10 leitores de quadrinhos, a Sessão Treta da Semana. E a baguncinha mental dessa semana foi iniciada pela atriz, diretora, lésbica e prostituta mirim (calma, foi só um papel num filme – mas por que não inflamar mais a treta, né?) Jodie Foster. Jodie disse que os filmes de super-heróis não fazem ninguém pensar e só servem para enriquecer os estúdios de Hollywood? Estaria ela certa ou errada na visão deste polêmico blogueiro gay que vos escreve? Ah, você só vai saber acompanhando a treta! Venha mamar na minha treta que você gosta! Continuar lendo “Jodie Foster Destilando o Hate e a Shade nos Filmes de Super-Heróis”

Marvel Cancela Pelo Menos Cinco Títulos. Todos Eles Estão Ligados à Diversidade.

Bem, detratores da diversidade, vocês plantaram a bomba, vocês conseguiram. Está provado que o reino dos quadrinhos não foi feito para representar a todos. Pelo menos não o reino dos quadrinhos dos quadrinhos mainstream. Enquanto isso, os quadrinhos independentes dão de dez a zero em Marvel e DC Comics nesse quesito, não só em qualidade de história, mas como em representar bem esse tipo de personagens. Venha comigo e descubra quais são os títulos da Marvel que serão cancelados e tente desvendar comigo a razão desses cancelamentos. Continuar lendo “Marvel Cancela Pelo Menos Cinco Títulos. Todos Eles Estão Ligados à Diversidade.”

10 Super-Heróis Que Esticam

Agora vamos, pega, estica e puxa, e viva a Fanta bamboocha! Judas dançarino! Como existe personagem que estica nesse mundo dos super-heróis! Seria alguma compensação dos seus escritores e desenhistas? Não sabemos. O que sabemos é que montamos uma lista com dez personagens capazes de esticar várias partes do seu corpo e ainda lutam a eterna batalha contra o mal. Dê uma esticadinha de olhos e venha conferir! Continuar lendo “10 Super-Heróis Que Esticam”

Os Filmes de Super-Heróis Vieram Pra Ficar ou São Só “Uma Modinha”?

Nos tempos atuais é impossível pensar em cinema sem pensar nos super-heróis. Eles certamente se tornaram um filão muito lucrativo para muitos estúdios de cinema. Não por acaso a Marvel criou o Marvel Studios, que foi o pontapé inicial para que a Disney adquirisse a empresa. Mas será que os filmes de super-heróis vieram para ficar e já constituem um gênero cinematográfico. Vou tentar responder essa pergunta através do estudo de tendência e você, se quiser, pode me seguir lendo este texto. Continuar lendo “Os Filmes de Super-Heróis Vieram Pra Ficar ou São Só “Uma Modinha”?”

Você Chegou a Conhecer a Gorilla Comics?

Que tal um selo de quadrinhos que reunisse gente como Mark Waid, Kurt Busiek, Stuart Immonen, George Pérez e Mike Wieringo? E que esse selo fosse autogerido por um site de contribuições, muito antes do Kickstarter e do Catarse surgirem? Agora você vai saber um pouco mais sobre a Gorilla Comics e as razões de ela ter durado tão pouco… e você nem se lembrar dela. Continuar lendo “Você Chegou a Conhecer a Gorilla Comics?”

Cruéis e Adoráveis. O Bulevar dos Sonhos Partidos, de Kim e Simon Deitch

 

Muitos quadrinhos são perturbadores, muitos desenhos animados são assim também. Embora os quadrinhos mais perturbadores sejam feitos para adultos, os desenhos animados, muitas vezes são feitos para crianças. Devo crer que, assim como eu, você já se sentiu perturbado com um desenho animado quando criança. A maioria deles pertence à era de ouro da animação, época na qual se passa o Bulevar dos Sonhos Partidos. É sobre ele que vamos falar um pouco agora. Continuar lendo “Cruéis e Adoráveis. O Bulevar dos Sonhos Partidos, de Kim e Simon Deitch”