Todos os posts com a tag: fênix

Mães: a Nova Evolução das Super-Heroínas? A Silenciadora, Volume 1, de Dan Abnett, John Romita Jr. e Victor Bogdanovic

A Silenciadora fez parte de uma nova linha de heróis da DC Comics que veio na esteira de Noites das Trevas: Metal e foi o primeiro título da iniciativa a aportar aqui no Brasil. Ele trata da história de uma dona de casa e mãe de família negra que precisa rapidamente abandonar seus afazeres caseiros para dar conta de uma ameaça que vem do seu passado como assassina de aluguel. Esse passado envolve a organização Leviatã, de Tália Al Ghul e o fora-da-lei Exterminador. Agora, Glória Ventura, a Silenciadora, precisa cumprir suas tarefas do passado ao mesmo tempo que protege seu filho. Vamos falar um pouco mais sobre esta série e como algumas super-heroínas estão fazendo uma transição para o papel de mãe assumindo uma jornada dupla tão comum a tantas mulheres.

Vingadores Um Milhão Antes de Cristo. Estigma: Gay, Outsider e Estigmatizado

Na mais recente edição de Vingadores, escrita por Jason Aaron e desenhada por Dale Keown ficamos sabendo quem foi o primeiro humano a receber a marca do evento branco, o primeiro hominídeo a receber o poder de Estigma, que vem passando de anos em anos por diversos homens e mulheres. A novidade desta vez é que o primeiro ser humano a receber a marca do estigma foi um homossexual apartado da sua tribo por ter um comportamento sexual que destoa dos outros. O estigma é uma marca comportamental ou física que separa uma pessoa do convívio social pelos demais. A homossexualidade foi – e continua sendo – um fator de estigmatização. Vamos discutir um pouco sobre esse tema a partir da revista da Marvel e das teorías de sociólogos e antropólogos como Norbert Elias e Erving Goffman sobre estigma e estigmatização.

A História Oficial do Trisal Ciclope, Wolverine e Jean Grey

Bem, a essa altura você já deve estar sabendo que, aparentemente, as intenções de Jonathan Hickman para o triângulo amoroso mais famoso das histórias em quadrinhos mutantes é torná-los um trisal. Isso mesmo, Ciclope e Wolverine vão dividir Jean Grey e talvez muito mais na nova fase dos X-Men escrita por Hickman e desenhada por Leinil Francis Yu. Mas de onde veio toda essa disputa? Porque Jean é tão desejada tanto por Wolverine como por Ciclope? Como se desenvolveram essas atrações? Vamos contar a história oficial de tudo que aconteceu, mas o que ficou por debaixo dos panos, vamos deixar para sua imaginação!

10 Casos em que “Não era Amor, Era Cilada” dos Super-Heróis

Chegou o Molejão! É isso aí! Inocente, apaixonado. Eu ‘tava crente crente que ia viver uma história de amor. Quem nunca se sentiu assim que atire a primeira pedra! É uma cilada, Bino! Muitas vezes o cilador pode se confundir com o ciladado, porque se o amor é alguma coisa, é uma relação de trocas. Para o seu vilão o vilão é você mesmo. Afinal, se um não quer, dois não amam e se um não quer, dois não brigam. Se existe alguma culpa no cartório, certamente é dos dois. Mas longe de discutir a natureza dos relacionamentos estão as histórias de super-heróis que nos fazem pensar tudo tudinho no preto e branco e em heróis e vilões. Viemos trazer essas ciladas muito mais fáceis de sair e de se entender do que na vida real. Por isso, não confunda a realidade com a ficção. Na realidade, os vilões não são tão bem definidos quanto nos quadrinhos!

O Thor Gordo: Por um Thor Mais Humano e Menos Divino

O Thor Gordo se tornou um verbete da enciclopédia eletrônica “urban dictionary” e do site “know your meme”. Depois de o encerramento da quadrilogia dos Vingadores terem levado milhares de pessoas aos cinemas e se tornado a maior bilheteria da história, não é de se espantar que as pessoas tenham se fantasiado de Thor Gordo para irem em festas de fantasia. Afinal, o Thor Gordo está bem mais próximo dos corpos reais dos homens do que o corpo de um Chris Hemsworth (deus me livre, mas quem me dera!). Vamos falar um pouco sobre essa mudança radical no Thor que aconteceu antes do Thor Gordo e como essa pançona acabou modificando o personagem para melhor. Pelo menos nos cinemas. 

Melhores e Piores Leituras de Junho de 2019

Olá mergulhadores! Junho, para variar também foi um mês intenso, estive em duas convenções de quadrinhos, a FloripaComicCon e a POC CON, dois eventos sensacionais, que vou deixar o link sobre eles no final desta postagem. Mas, claro, não deixei também de fazer minha extensa lista de leituras para vocês. Só que dessa vez ela veio no primeiro dia de julho. Este mês são quarenta e cinco quadrinhos e livros sobre quadrinhos que fizemos resenhas, e de todo o tipo de leitura: acadêmicos, biográficos, europeus, independentes, de super-heróis, mangás, alternativos e muitos outros. Então afivelem seus cintos de segurança que o nosso submarino vai submergir em leituras!

Quem São os D’Bari, os Alienígenas do Filme X-Men: A Fênix Negra?

Depois de muito tempo de especulação, finalmente, ao sair o filme de X-Men: A Fênix Negra, os espectadores puderam ficar sabendo quem é a personagem da atriz Jessica Chastain na película. Ela é Kun, líder da raça transmorfa e poderosa dos D’Bari. Claro, os D’Bari já haviam aparecido nos quadrinhos e possuem uma estreita ligação com a Saga da Fênix Negra nos quadrinhos. Neste post nós vamos falar mais sobre essa raça e sua influência no filme em que Jean Grey, interpretada por Sophie Turner, é a protagonista. Então se não quiser spoilers do filme não venha ver, mas se você já viu a película, está liberado para a leitura!

Melhores e Piores Leituras de Maio de 2019

Maio foi um mês intenso. Quase não consegui parar para escrever nada no blog porque precisava entregar um quadrinho todo desenhado por mim, mas entre mortos e feridos salvaram-se todos. E o que salvou os acessos do blog foi a bunda do Lúcifer, ou melhor do Tom Ellis, que incrementou os números aqui. Isso que eu chamo de “Save As”. Este mês de maio, entretanto, teve inúmeras leituras, de europeus a mangás, de super-heróis a quadrinhos alternativos, de independentes a hipercomercializados. Então prepare seu mouse para clicar no post e acompanhar toda essa jornada de leituras e minirresenha que vêm aí! Sigam-me os bons!

Quem é o Homem de Ferro de 2020?

O ano de 2020 está chegando! E com ele uma nova versão do Homem de Ferro! Isso mesmo, na agora longínqua década de 1980 os autores da Marvel imaginaram uma versão futurista do Homem de Ferro no então longínquo – para eles – ano de 2020. Esse seria um Homem de Ferro mais radical, sem escrúpulos e como uma armadura programada para ser muito mais letal e sanguinária do que qualquer versão já projetada por Tony Stark. Este Stark não daria uma segunda chance para seus oponentes. E sim! Esse Homem de Ferro de 2020 vai participar das histórias de 2020 de Tony Stark. Então se prepare com este post! Você pensou que estaríamos falando de Morgan SPOILER Stark? Pois se enganou. Mas como somos bonzinho também vamos falar da versão de Morgan nos quadrinhos. É só ler a seguir!

Melhores e Piores Leituras de Abril de 2019

Mergulhadores! Este mês continuamos com o compromisso de trazer o maior números de minirresenhas sobre quadrinhos que conseguimos fazer. Este mês foram 50 publicações resenhadas, entre livros teóricos sobre quadrinhos, gibis de super-heróis, material importado, mangás, quadrinhos independentes, autobiografias, quadrinhos europeus e muito mais.Dê uma rolada na tela do nosso post e pare para ler as resenhas dos quadrinhos que você sempre quis saber como eram ou se deveria ou não comprar. Temos uma lista de melhores e, ao final, de piores leituras do mês. Quem gosta de quadrinhos não pode ficar de fora!

Melhores e Piores Leituras de Março de 2019

Batemos mais um recorde! Um recorde próprio, claro! Mas se no mês passado tivemos cinquenta quadrinhos e/ou livros sobre quadrinhos resenhados, este mês nós temos 52 quadrinhos! Isso mesmo OS NOVOS 52!!! A DC Comics e o Dan DiDio curtiram muito isso, mas principalmente esse número cabalístico que apresentamos para vocês! Que coisa… Mas nem tudo são Novos Deuses neste mundo… Também temos Apokolips… Então temos uma boa dose de leituras ruins e radioativas para você evitar a todo custo. Ligue suas caixas maternas e vamos nos transportar para esse mundo das mini resenhas!

[MUITOS] Destaques do Checklist Marvel/ Panini Comics Para Março de 2019

Depois dos lançamentos do checklist da DC Comics, temos os lançamentos da Marvel Comics para março de 2019. Como sempre, é bastante complicado achar todas as capas e sinopses das revistas da Marvel pela Panini, principalmente as que não são de Vingadores e Homem-Aranha. Por isso vocês vão encontrar aqui capas provisórias ou ainda capas americanas. Mesmo com o catálogo de lançamentos da Panini é bem difícil para nós que divulgamos seu material fazer isso. É como diz o ditado “quanto mais as coisas mudam, mais permanecem as mesmas”. E vamos aos destaques comentados do checklist.

Guia de Leitura: Capitã Marvel

Caros leitores e leitoras do Splash Pages, estão empolgados com o filme que vem aí da Carol Danvers, a Capitã Marvel? A primeira heroína da Marvel a ganhar um filme live-action solo? Mas se você pensa que Carol Danvers surgiu faz pouco tempo na cronologia da Marvel, bem, você está redondamente enganado. Ela anda pela Casa das Idéias desde o seu comecinho, nos anos 60, quando figurava como interesse de Philip Lawson, o Capitão Mar-Vell, dos kree. Nesse meio tempo ela foi próxima de pessoas como James Howlett, o Wolverine e Ben Grimm, o Coisa. Bem como serviu de ombro amigo para Tony Stark, o Homem de Ferro e também foi membro dos Vingadores e dos Piratas Siderais. Não é muito fácil travar um Guia de Leitura para ficar por dentro das histórias da Carol. Mas tem o que vocês não me pedem sorrindo que eu não faço chorando? Sejam bem-vindos ao Guia de Leitura da Capitã Marvel!

Melhores e Piores Leituras de Outubro de 2018

Olá mergulhadores! Vocês se lembram daquele videogame e daquele quadrinho em que o Superman usa seus poderes para estabelecer uma ditadura tirânica sobre o planeta Terra e o Batman e aliados tentam derrubar o déspota? Pois é, se lembrem dessa história. Querem saber o motivo? Hum… É que tem o review do volume final de Injustiça: Deuses Entre Nós esse mês (e o começo de outra leva de Injustiça… cof… cof…). Este mês temos 32 mini reviews para todos os gostos. De tirinhas a livros teóricos, de super-heróis a autobiografias em quadrinhos. Trinta e dois ao todo, quatro mais ou menos e cinco ruins, o resto tudo bão. Aproveite enquanto ainda podem ler minhas resenhas. Tomorrow never knows.

Destaques do Checklist Marvel / Panini Comics Para Setembro de 2018

Já estamos quase na metade do mês, mergulhadores! Mas para mim, parece que ele recém começou. A verdade é que já aconteceram muitas e muitas coisas esse mês: mortes, prisões, reviravoltas e facadas. Ok, ok, chega de tanta coisa ruim, vamos logo para as novidades dos destaques do checklist da Marvel pela Panini para setembro de 2018.

Melhores e Piores Leituras de Agosto de 2018

Este mês de agosto foi bastante carregado. Eventos, trabalhos, estudos, de tudo um pouco. Até a umidade do ar aqui em Porto Alegre ficou carregada, chegando até a 100%. Desse jeito não tem ser humano que não se sinta cansado ao chegar o final do mês. Mas mesmo assim, atingimos o recorde de 40 resenhas neste mês. parece que quando a gente está mais atrolhado de coisas é que acaba fazendo muito mais. Ironias da vida, também atingimos número recorde de leituras ruins no mês, que são 10. E isso também são ossos do ofício. Bem, chega de trololó e vamos para a lista de melhores e piores leituras do mês.

Reclamações Contra Representações Mal-Feitas de Minorias São Coisa de Agora?

Algumas páginas do Facebook e blogs estão usando exemplos de “o que aconteceria se os contras e os ranços reclamassem da diversidade nos anos 70”. Na verdade naquela época eles não reclamavam disso, pois essa representação na ameaçava o status quo e nem as suas belas famílias construídas nas rígidas regras sociais. Ninguém dava a mínima para gibis. Eles não fediam e nem cheiravam para ninguém. No passado, eles não enriqueciam ninguém. Hoje, a coisa mudou. Mas, claro, a representação errônea da diversidade incomodava aos diversos. Este post vai mostrar como o “mimimi” em prol da diversidade já existia e já era importante desde os anos 70, enquanto todo o movimento contra a diversidade só surgiu como uma forma de garantir às elites seus benefícios e dar continuidade à hegemonia em favor de poucos.

Saia Justa: O Feminino, o Feminismo e o Femismo nos Quadrinhos de Heróis

Por décadas, os criadores de quadrinhos de super-heróis presumiram que o público de suas histórias era predominantemente masculino. Houve muitas heroínas durante a história dos comics, mas a maioria tinha antes o propósito de alimentar as fantasias de garotos adolescentes do que focar o interesse de uma audiência feminina. Poucas delas tinham um título regular de sucesso. Stan Lee se perguntava: “poucas garotas lêem quadrinhos porque eles são voltados para um público masculino ou eles são voltados para um público masculino porque poucas garotas os lêem?”.