Todos os posts com a tag: gotham

Renascimento DC e os Destaques da DC Comics / Panini Comics Para Março de 2017

Vocês estavam loucos para ler Renascimento, não é? Bem, então, este mês (cof, cof!) teremos o especial DC Renascimento pela Panini Comics. Mas não é só isso. Vão sair muitos encadernados para deixar sua estante um luxo só, até ela cair no chão, esparramar suas HQs e estragar todas elas! Uhuuu!

Anúncios

As Mulheres Criadoras Mais Poderosas dos Comics

A indústria de quadrinhos é machista? Você pode dizer que sim, você pode dizer que não. Mas os números, maninho, ah, esses não mentem. Vamos comentar aqui uma lista de quadrinistas mais prolíficas e poderosa da indústria dos comics norte-americanos e vamos tentar ver aonde chegamos com esses nomes e números. 1, 2, 3, lá vou eu! Quem não seu escondeu é meu!

Um Vilão Gay Não É Um Grande Passo na Representatividade, Não!

Essa semana ficamos sabendo, através dos episódios da série de TV, Gotham, que o personagem Pingüim, um dos vilões mais clássicos do Batman está apaixonado por outro super vilão clássico, o Charada. Dizem os produtores da série que queriam criar polêmica e adicionar diversidade à série, mas, caros leitores, supervilões gays não adicionam em nada para a representatividade.

10 Quadrinhos Noir de Super-Heróis dos Anos 2000

Os anos 2000 consolidaram um estilo de quadrinhos de super-heróis: os quadrinhos noir. eram roteiros mais densos, escritos de uma forma policial e investigativa. Também a estética deles era diferente das outras: uma atmosfera mais carregada, um chiaroscuro bem utilizado, pesado nas sombras. Muitas dessas séries de quadrinhos marcaram época e fizeram escola. Aqui, destacamos algumas HQs noir de super-heróis dos anos 2000.

Canário Negro: O Som e A Fúria, de Brenden Fletcher, Annie Wu e Pia Guerra

Quadrinhos e rock geralmente dão combinações boas. Não por coincidência, geralmente fãs hardcore de rock também são fãs muito dedicados de quadrinhos. O que a revista da Canário Negro faz é colocar tudo sob uma perspectiva feminina do rock e das aventuras dos quadrinhos. E isso funciona maravilhosamente bem. Vamos lá?

Melhores e Piores Leituras de Maio de 2016

No mês em que o Brasil sofre um golpe pesado tanto político, quanto econômico, social, moral e, principalmente, ético, fica difícil falar de coisas boas. o mundo está entrando em uma espiral de retrocesso conservador. Claro, sempre teremos os quadrinhos e o entretenimento para nos salvar. Aqui temos seis leituras que salvaram o mês e uma que afundou mais ainda!

A Hogwarts do Batman – Academia Gotham: Mistério na Sala de Aula, de Becky Cloonan, Brenden Fletcher e Karl Kerschl

Academia Gotham é uma história em quadrinhos com mistério, aventura e personagens cativantes, assim como os livros de Harry Potter, personagem de J.K. Rowling. A HQ é uma maneira leve e interessante de começar a ler quadrinhos de super-heróis e, principalmente do universo do homem-morcego.

Batman: Ano Dois – A Noite do Ceifador, de W. Barr, Davis, Neary, Alcala e McFarlane

Muitos fãs de quadrinhos e do Batman sabem que a sua história de origem definitiva se chama Ano Um. Ela foi escrita por Frank Miiller e desenhada por David Mazzucchelli e serviu de base para a nova trilogia do Morcego no cinema, como o filme Batman Begins, de Christopher Nolan. O que pouca gente sabe é que existiu um arco de histórias chamado Ano Dois, mas que a sua história envolve muita polêmica a ponto de ser esquecido do cânone do Morcego.

Concurso Cultural: Pequena Gotham – PROMOSplash, by Punch Comics

Olá pessoal, uma nova promoção se anuncia no blog! Mas desta vez tem que participar! Não é só curtir o blog e compartilhar com os amigos. Também tem que responder à pergunta do nosso Concurso Cultural! “Se você fosse o Batman quando pequeno, o que faria?” é a pergunta e a resposta mais criativa ganhará um exemplar em capa dura de Batman: Pequena Gotham, de Dustin Nguyen e Derek Fridolfs. Você responde aqui mesmo neste post nos comentários do blog colocando, claro, seu e-mail para entrarmos em contato. Confere aí a sinopse do encadernado, fornecida pela Panini Comics: “A vida na cidade grande acaba de ficar ainda mais louca com essa divertida edição indicada para todas as idades, apresentando Batman e todos seus adoráveis aliados e adversários! A luta contra o crime e as risadas andam juntas em Gotham com Batman, Robin, Asa Noturna, Mulher-Gato, Senhor Frio, Pinguim, Coringa, Arlequina, Hera Venenosa e mais! Heroísmo honesto e justiça jubilosa esperam por você em BATMAN: PEQUENA GOTHAM, que reúne as edições 1-6 da série de Dustin Nguyen …

10 Motivos Contraditórios Para Amar a Marvel e/ou a DC Comics

MUNDO REAL: Os personagens da Marvel vivem no mundo real. Sim, pelo menos em cidades que existem no mundo real. A maioria das histórias da Marvel têm como pano de fundo a cidade de Nova Iorque, é lá que vive o Homem-Aranha (Queens) e o Quarteto Fantástico (Manhattan). A Mansão dos Vingadores fica lá pertinho e os X-Men não muito distantes. HERÓIS HUMANOS: Eles são falhos. Não na sua moral, mas enfrentam dificuldades que os tornam mais próximos de nós. Os X-Men com o preconceito, o Homem-Aranha com as dificuldades financeiras, o Homem de Ferro com o alcoolismo e a doença cardíaca, o Demolidor e a deficiência visual. Todos obstáculos a serem superados por verdadeiros heróis. OS FILMES: Desde a década passada, a Marvel tem enchido as telas de cinema com filmes incríveis vindo de seu universo. Foi ela que deu uma incrementada na indústria de quadrinhos ao trazer seu Universo inteiro para as telonas, e são heróis das mais variadas origens e poderes. Começando pelo Blade indo até os Big Hero 6, que saíram …

Série Jonah Hex, de Justin Gray, Jimmy Palmiotti e Diversos Artistas

Os Melhores Quadrinhos de Super-Heróis que Li em 2014

Primeiramente, Feliz Natal! Dingou béu, dingou béu, acabou papel! Não acabou não! Tem muito quadrinho bom pra ler e eu vou estar aqui pra dar umas dicas! Então vamos lá, os quadrinhos nessa seção são só da Marvel e DC Comics, ok?! Então tá! Valendo! Antes de Watchmen: Minutemen, de Darwyn Cooke Ano passado a Panini publicou a iniciativa Antes de Watchmen no Brasil. Mas a Panini que é Panini não cumpre seus prazos e tudo chega no mês seguinte do calculado. Ou seja, esse Antes de Watchmen chegou a mim em 2014, não que isso importe para essa lista. Você pode conferir uma resenha completa dessa edição aqui. E da iniciativa toda de Antes de Watchmen neste link. Foi uma inciativa polêmica que não teve o apoio de seu criador Alan Moore, mas que em geral trouxe histórias muito boas para os leitores. Claro, houveram tropeços, mas essa edição dos Minutemen é um digno exemplar das melhores coisas que essa iniciativa poderia trazer. Batman: O Retorno de Bruce Wayne, de Grant Morrison e Vários …

Cidade-Maquete! Minimundo

10 Razões Por Que GOTHAM Merece Ser Assistida

Eu havia assistido o primeiro episódio de GOTHAM na TV e tinha gostado bastante da pegada, do enfoque e tudo mais, mas acabei me passando nos episódios e fiz uma maratona para assistir aos outros. E gostei muito do que vi em geral. Então se você não tá dando muita bola pra GOTHAM, aqui estão 10 razões para assistí-la: UM BOM COMEÇO: Para quem não conhece nada ou muito pouco sobre super-heróis, Gotham é um bom ponto de partida. Ela mostra a infância de Bruce Wayne, o Batman e o início da carreira de James Gordon no Departamento de Polícia de Gotham City. MOMENTOS SABOROSOS: E como Gotham não é uma série de super-heróis qualquer, ela tem mais tramoias, investigações, e menos soc, tum, pof, o que torna os momentos mais saboreáveis do que uma série de ação qualquer. Com certeza Gotham é mais cerebral, num estilo Law and Order ou The Good Wife. MÁFIA: Aaah, a boa e velha máfia… Quem não gosta de ver ela em ação? Na TV claro, porque de Máfia …

As Melhores Graphic Novels Estrangeiras que li em 2014

Aqui cabe uma explicação, graphic novels estrangeiras são todas as HQs que eu li que não são feitas nem nos EUA ou Brasil. Para as feitas nos EUA existe a categoria Graphic Novels Americanas. Não se esqueçam que ainda está para sair a lista das melhores HQs de super-heróis (Marvel e DC Comics) e da Vertigo, assim como um pequena lista de revistas para se evitar. Vamos a lista das Graphic Novels Estrangeiras: A Invenção de Morel, adaptado do livro de Adolfo Bioy Casares por JP Mourey (FRANÇA) Eu só costumo gostar de adaptações de quadrinhos se elas realmente são adaptações, ou seja, não apenas uma transcrição das palavras em imagens, mas que saibam usufruir dos recursos do meio quadrinhos. Uma história intrigante como A Invenção de Morel, de um dos grandes amigos de Jorge Luis Borges, Adolfo Bioy Casares, merecia uma adaptação ao seu nível. É o que JP Mourey realiza aqui, com sutileza, usando as cores para pontuar a narrativa de froma sábia e ajudando o leitor a entender a narrativa intrincada do …

É a flecha no alvo, mas o alvo na certa não te espera...

10 Razões Por Que ARROW Merece Ser Assistida

Ontem decidi: vou começar a acompanhar ARROW. E o que aconteceu? Fiquei a madrugada inteira assistido. Oliver Queen, o Arqueiro Verde é um dos meus heróis preferidos da DC e, talvez essa seja a razão da minha resistência em assistir à série. Muitos amigos já haviam falado muito bem da série, principalmente o fã hardcore Pablo Sarmento, mas eu estava resistente. Havia pegado um pedaço da série na programação da Warner, mas não tinha me conquistado. Talvez por ser uma série que precisa ser vista desde o começo. Enfim, se passei todo esse tempo acompanhado Stephen Amell e cia, deve haver uma razão. Então aqui vão 10: AGRADA AO PÚBLICO NOVO: Um trama bem desenvolvida, com intrigas, traições revelações. Não sei qual veio antes, mas entendi que Arrow é um Revenge para o público masculino e vice-versa. Não que ela não possa agradar às damas, pois tem motivos de sobra para tanto. Mas a série de Emily Thorne é um sucesso por uma razão e eu vejo que a estrutura da série e dos episódios, …