Um Passeio Pela Exposição “Quadrinhos”, do MIS

Até o dia 31 de março de 2019 fica em exposição a mostra Quadrinhos, no Museu da Imagem e do Som, o MIS, localizado no Jardim Europa, em São Paulo. A exposição foi liderada e organizada por Ivan Freitas da Costa, um dos sócios da Comic Con Experience. Aproveitando que já estaria em São Paulo para a CCXP 2018, resolvi dar um pulo na exposição Quadrinhos, no único dia em que eu poderia vistá-la durante minha estadia. Tirei mais de 200 fotos lá, mas separei algumas muitas para vocês . Neste post contarei um pouco do meu passeio na exposição, com o intuito de também instigá-los a visitar esta incrível, sensacional, magnânima mostra!

Continuar lendo “Um Passeio Pela Exposição “Quadrinhos”, do MIS”

10 Capas de Álbuns de Rock Inspirados na Linguagem dos Quadrinhos

Duas coisas que não saberia viver sem são quadrinhos e música. Mas nem sempre que eles se encontram as coisas saem direitinho, mas algumas vezes saem. Existem muitas capas de rock que foram desenhadas por renomados artistas de quadrinhos, assim como existem alguns artistas de quadrinhos, como Mike Allred, que já se aventuraram a gravar álbuns de rock. Os quadrinhos undergrounds de Robert Crumb e o rock tem muito a ver entre si e a contracultura. Mas neste post escolhemos 10 capas de álbuns de rock que se utilizam da linguagem dos quadrinhos (layouts, requadros, balões, personificação) para comunicar com seus comunicadores. Então, estão preparados? Let’s rock! (and roll). Continuar lendo “10 Capas de Álbuns de Rock Inspirados na Linguagem dos Quadrinhos”

10 Versões de Deus Nos Comics

Dentro dos quadrinhos de super-heróis e derivados, a fé cristã também é tratada como uma mitologia e como aspectos de lendas. Assim como temos a presença de deuses gregos, romanos, egípcios e nórdicos, bem como de outros panteões politeístas, as religiões monoteístas também recebem o aspecto de personagens sobre seus deuses, infernos e paraísos. Neste post trazemos várias versões semelhantes ao onipotente, onipresente e onisciente Deus das religiões judaico-cristã ocidentais nos quadrinhos de super-heróis. Que Deus esteja com vocês enquanto leem este post! Ele está no meio de nós! Continuar lendo “10 Versões de Deus Nos Comics”

O Incrível Caso dos Desenhistas Clones

Existem desenhistas que, de enxergar de longe, você já sabe de quem é a autoria do desenho. Outros, nem enxergando bem de pertinho. Porém, existe um caso ainda mais incrível que essa discrepância. O caso dos desenhistas clones. Aquelas obras de desenhistas que são tão parecidas que, às vezes fica difícil dizer de quem é qual. Fizemos uma lista com trinta desenhistas e quinze pares de clones. Não colocamos desenhistas brasileiros para não rolar aquele processinho esperto. Mas basta dizer que nos anos 90, o mercado queria era muito mais Jim Lees e muitos mais Rob Liefelds, Marc Silvestris e coisas assim. Isso acabou criando uma escola, não só no Brasil. Mas deixa o Brasil, que aqui só se pode falar bem dos nossos autores, não é mesmo? Vamos é mexer com os gringos. Preparados? Apontar… Fogo! Continuar lendo “O Incrível Caso dos Desenhistas Clones”

A Diferença na Representação dos Gêneros nos Quadrinhos

Já falamos e muitas outras pessoas, sites, trabalhos de conclusão, artigos acadêmicos, personalidades dos quadrinhos já falaram a respeito da sexualização da mulheres (e também dos homens) nos quadrinhos. Mas como isso se aplica para os desenhistas e para as desenhistas de quadrinhos? Como essa dinâmica das diferenças nas retratações dos gêneros masculino e feminino nos quadrinhos mudou ao longo dos tempos, se é que mudou? Vamos pegar emprestado um artigo de uma das maiores teóricas do gênero nos quadrinhos, Trina Robbins, para discutir essas mudanças. Continuar lendo “A Diferença na Representação dos Gêneros nos Quadrinhos”

O OUTRO Thor de Walter Simonson na Série Ragnarök

Walter Simonson, um dos grandes quadrinistas dos anos 80, foi aquele que cunhou aquela que é considerada a fase de ouro de Thor, o deus do trovão da Marvel nos quadrinhos. Foi durante sua fase que se deu a extensa Saga de Surtur, que o Thor Bill Raio-Beta surgiu e claro, que também foi nela em que Thor foi transformado em sapo. A Mythos Editora lançou dois encadernados da série Ragnarök, que saiu originalmente pela IDW, e traz uma versão desmorta e pós-fim-dos-tempos do Poderoso Thor. Neste post vamos falar mais sobre ela. Continuar lendo “O OUTRO Thor de Walter Simonson na Série Ragnarök”

Melhores, Piores e Leituras MEH! de Março de 2018

Hello, hello, hello, my girls! Enquanto vocês tomavam seus drinques no lounge das ilusões, nosso júri deliberou e já sabe quais as garotas que ficam e as que vão ter que dublar por sua vida nesse mês de março! Deixando os jargões da RuPaul de lado, março foi um mês de intensas leituras tanto de livros quanto de quadrinhos. Mas o que importa mesmo para nossos leitores do blog são os quadrinhos – não que livros relacionados não possam aparecer por aqui de vez em quando, como ocorreu mês passado. Então vou deixar vocês com as leituras do mês de março! São quase 20 mini reviews e quem se deu mal esse mês foi o polêmico e prolífico Garth Ennis. Lip Sync for your life! And… may the best woman, WIN! Continuar lendo “Melhores, Piores e Leituras MEH! de Março de 2018”

Conheça a HQ em que o Estrela Polar se Assumiu Gay

Sempre ouvimos aqui no Brasil de que Jean-Paul Beaubier, o Estrela Polar, integrante da equipe canadense Tropa Alfa, foi o primeiro herói da Marvel a se assumir como gay. O fato é que os brasileiros nunca puderam ler essa história, pois a Tropa Alfa, havia anos, não era mais publicada no Brasil quando essa história saiu. Por isso, resolvi dar uma lida nessa edição e ver como essa revelação é feita, já que ela envolve muita polêmica nos bastidores da Marvel e também falava sobre AIDS e heróis da Era de Ouro. Então, sem demora, vamos à história! Continuar lendo “Conheça a HQ em que o Estrela Polar se Assumiu Gay”

[Retrospectiva HQ] As 15 Notícias Mais Impactantes dos Quadrinhos em 2017

Sim! Esse é um blog de análises e opinião e não um site de notícias. Mas que elas têm impacto na forma como encaramos essa “indústria vital”, ah elas tem. Por isso decidimos ranquear as notícias de maior impacto nos corações e mentes dos leitores de quadrinhos neste ano de 2017. Selecionamos algumas notícias, 15 para ser exato. Claro, é uma lista e, como todas elas, são subjetivas. Certo que muita coisa ficará de fora. Veja se a sua notícia preferida entrou na nossa seleção: Continuar lendo “[Retrospectiva HQ] As 15 Notícias Mais Impactantes dos Quadrinhos em 2017”

Os Melhores Quadrinhos Brasileiros Que Li em 2017

Por fim, nossa última lista de quadrinhos contempla a produção nacional. Tenho que avisar que muita coisa lançada na CCXP 2017 vai ficar de fora, infelizmente, já que o evento se dá nas últimas semanas do ano. Então se eu não citei o seu quadrinho, não se desespere, que eu tenho todo 2018 ainda pra ler. Ossos do ofício, infelizmente… Vamos lá para os quadrinhos brasileiros, então! Continuar lendo “Os Melhores Quadrinhos Brasileiros Que Li em 2017”

Novo Editor-Chefe da Marvel Usava Pseudônimo Para se Passar Por Mangaka Japonês

A atual polêmica em torno do novo editor chefe da Casa da Ideias, C.B. Cebulski, nomeado em novembro de 2017, dá conta de pseudônimos, falsidade ideológica, acúmulo de funções, mas o principal problema foi se passar por um péssimo roteirista japonês. pesquisamos sua obra sob o pseudônimo de Akira Yoshida e algumas das ramificações do caso e trazemos um pouco do resultado para você, sempre, é claro, discutindo a situação. Nos acompanhe nesse navio afundado nas profundezas do mar corporativo e descubra toda a história! Continuar lendo “Novo Editor-Chefe da Marvel Usava Pseudônimo Para se Passar Por Mangaka Japonês”

Gail Simone Traça Sinceros Elogios a Rob Liefeld

Gail Simone é uma das mais reverenciadas escritoras femininas dos quadrinhos de super-heróis. Ela teve passagens marcantes por revistas como Deadpool, Mulher-Maravilha e Aves de Rapina, criando personagens coadjuvantes também marcantes, sempre cheios de bom humor e pendor para o feminismo. Em 2005, ela escreveu uma história em duas partes para a revista dos Novos Titãs (os números 27 e 28) em parceria com Rob Liefeld na arte. Não é segredo que o Youngblood, equipe criada por Liefeld foi inspirada nos Novos Titãs, e que Rapina e Columba só tem o destaque que tem hoje graças aos seus desenhos. Os dois aparecem na história de Gail. No dia 26 de outubro de 2017, Gail traço linhas elogiosas ao seu antigo parceiro de Novos Titãs através do Facebook. Confira o texto! Continuar lendo “Gail Simone Traça Sinceros Elogios a Rob Liefeld”

Os Filmes de Super-Heróis Vieram Pra Ficar ou São Só “Uma Modinha”?

Nos tempos atuais é impossível pensar em cinema sem pensar nos super-heróis. Eles certamente se tornaram um filão muito lucrativo para muitos estúdios de cinema. Não por acaso a Marvel criou o Marvel Studios, que foi o pontapé inicial para que a Disney adquirisse a empresa. Mas será que os filmes de super-heróis vieram para ficar e já constituem um gênero cinematográfico. Vou tentar responder essa pergunta através do estudo de tendência e você, se quiser, pode me seguir lendo este texto. Continuar lendo “Os Filmes de Super-Heróis Vieram Pra Ficar ou São Só “Uma Modinha”?”

Conheça o Projeto Black Lives Super Matter

Nem todo mundo valoriza a diversidade e nem todo mundo sabe como é importante ter todo o tipo de ser humano representado na cultura pop. Buscando conscientizar as pessoas sobre a importância de existirem super-heróis negros nos quadrinhos e que eles tenham a mesma importância que aqueles que são brancos é que Wendrick Ribeiro e Ked Maria criaram o collab Black Lives Super Matter. Entrevistei Wendrick sobre a iniciativa. Venha conhecer esse projeto junto comigo! Continuar lendo “Conheça o Projeto Black Lives Super Matter”

Você Chegou a Conhecer a Gorilla Comics?

Que tal um selo de quadrinhos que reunisse gente como Mark Waid, Kurt Busiek, Stuart Immonen, George Pérez e Mike Wieringo? E que esse selo fosse autogerido por um site de contribuições, muito antes do Kickstarter e do Catarse surgirem? Agora você vai saber um pouco mais sobre a Gorilla Comics e as razões de ela ter durado tão pouco… e você nem se lembrar dela. Continuar lendo “Você Chegou a Conhecer a Gorilla Comics?”

A História dos X-Men Acaba Nos Anos 90?

Se você gosta dos X-Men, tem muito a agradecer a um cara de cabelo e barba grisalhos que se chama Christopher Claremont. Ele vinha de uma escola de teatro shakespeariana e conferiu essa teatralidade às histórias dos mutantes quando evoluiu na Marvel de estagiário para roteirista nos anos 70. Foram mais de 17 anos ininterruptos na revista Uncanny X-Men e demais títulos, criando uma imensa mitologia para esses personagens. Claro que Claremont voltou mais tarde, mas o cenário já não era o mesmo. Por isso eu pergunto: com a saída de Claremont no início dos anos 90, a história dos X-Men acabou? Continuar lendo “A História dos X-Men Acaba Nos Anos 90?”

Os 10 Piores Grandes Escritores dos X-Men

Apesar de Chris Claremont ser a referência quando se fala em roteiristas dos X-Men, muitos escritores o seguiram após seus mais de 17 anos à frente dos títulos mutantes. Quando se fala em escritor ruim – e principalmente dos X-Men, o primeiro nome que vêm é Chuck Austen. Mas ele não é o único ruim. Você vai se surpreender com os nomes que contam na lista que segue. Continuar lendo “Os 10 Piores Grandes Escritores dos X-Men”

Inteligência Natural: Alex + Ada, de Jonathan Luna e Sarah Vaughn

Sem dúvida, a Image Comics vem trazendo os melhores quadrinhos dessa última safra. Alex + Ada, de Jonathan Luna e Sarah Vaughn é um desses representantes. Trata-se de um quadrinhos que fala sobre relacionamentos ao mesmo tempo em que explora os limites entre o humano e as inteligências artificiais. Segue agora uma pequena resenha deste trabalho: Continuar lendo “Inteligência Natural: Alex + Ada, de Jonathan Luna e Sarah Vaughn”