Todos os posts com a tag: jovens vingadores

Os Personagens Negros “Esquecidos” da Cronologia da Marvel

A Marvel possui muitos personagens negros, talvez não no número suficiente quanto gostaríamos. Ela possui até personagens negros inseridos retroativamente na cronologia.Vocês conhecem Isaiah Bradley? Vocês conhecem Adam Brashear? Bem, então chegou a hora de conhecerem!

Anúncios

Tamanho Não é Documento: Homem Formiga: Segunda Chance, de Nick Spencer, Ramon Rosanas e Jordan Boyd

Finalmente a Panini lançou o encadernado com as histórias do Homem-Formiga pré-Guerras Secretas. Apesar de fora do timing com o filme do herói é uma leitura interessante e descompromissada, mas que traz muitos elementos que fizeram dos heróis Marvel apetitosos para os leitores. Claro, também não tem como negar que Scott Lang absorveu muito de sua versão cinemática, interpretada por Paul Rudd. Vamos falar sobre isso tudo à frente!

10 Equipes Teens da Marvel Para Reavivar Seu Espírito Jovem

Esta semana a Marvel anunciou que, como final do evento Civil War II, os membros jovens da equipe dos Vingadores vão se demitir. Assim, será formada uma nova equipe, os Campeões, resgatando um nome antigo da Casa das Ideias. Miss Marvel, Nova e Miles Morales se juntarão ao Hulk Amadeus Cho, ao jovem Ciclope e à filha do Visão para proteger o mundo. Mas não foi a primeira vez que jovens adolescentes tiveram esse papel. Começando pela equipe dos X-Men, que eram os adolescentes mais estranhos de todos! Preparamos aqui uma lista de equipes jovens que já figuraram pela Marvel. Junte-se a nós!

10 Fases da X-Force Para Você Conhecer

A Fox anunciou intenções de fazer um filme da X-Force, depois do sucesso de Deadpool. Caso você não saiba, a equipe é deriva da revista do Novos Mutantes, a equipe de jovens mutantes dos X-Men. Foi criada nos anos 90, mais precisamente em 1992, por Rob Liefeld e Fabian Nicieza. Agora vamos conhecer um pouco sobre as fases que ela passou.

As 10 Maiores Duplas de Criação dos Comics

Acredito que os quadrinhos funcionam melhor quando são em colaboração do que quando feitos por uma pessoa só. Duas cabeças pensam melhor que uma e, assim cada um pode se dedicar ao seu ponto forte e trazer essas vantagens para os quadrinhos. Os comics americanos funcionam muito nesse sentido colaborativo. E as melhores colaborações dos super-heróis serão comentadas agora.

E foi TORNADO em VISÃO!

[Quem Veio Primeiro] Visão x Tornado Vermelho

Dois valiosos integrantes das duas maiores equipes da Marvel e da DC Comics. Dois androides que podem chorar e até mesmo amar mulheres humanas e criarem filhos com elas. Quem diria? É tanta coisa em comum que fica difícil dizer quem veio antes. Mas o Splash Pages fez uma pesquisa que nos leva lááá para a Era de Ouro. Então se aprochega aí que está na hora de resolver essa querela!

What are you looking at? Vogue, let body go with the flow...

Divas Divinas: The Wicked + The Divine, de Kieron Gillen e Jamie McKelvie

Imagine se cantores pops fossem a nova encarnação de um poderoso panteão que domina subliminarmente a humanidade por anos. Gente parecida com Beyoncé, Rihanna, Florence + the Machine, Usher e Pink resolvendo como o planeta deve girar. Agora, imagine que você é uma fã comum desse pessoal e se vê envolvida com eles. Essa é a trama de The Wicked + The Divine.

Será Que Ele É? 10 Criadores LGBT de Comics

Já foi o tempo em que essa pergunta andava nas bocas das pessoas. Hoje saber se uma pessoa é gay ou não só importa para os próprios gays que podem ter um interesse na pessoa. Tá, e a alguns moralistas que ainda acham isso um absurdo fora do comum. Talvez por essa razão a maioria dos criadores LGBT dos quadrinhos se encontra no meio indie, como é o caso de Alison Bechdel, Howard Cruse, Dean Haspiel, Ralph Konig e Julie Maroh, nomes proeminentes do gueto quadrinístico LGBT.

Os Melhores dos Melhores

Saudades: Melhores do Mundo (Panini)

A competição entre a Pixel Media e a Panini Comics pelo direito de publicação da DC Comics no Brasil acabou gerando a oportunidade de surgir um mix bem diferente de super-heróis da editora das lendas. E a Legião dos Super-Heróis finalmente voltava a ser publicada com regularidade em terras tupiniquins. Venha se lembrar ou conhecer a revista Os Melhores do Mundo, versão Panini Comics!

Amados e Adorados pelo povo!

10 Motivos Mostrando Que os “Novos” Novos Titãs Estão com Tudo

Caso você não saiba, agora os Novos Titãs estão sendo publicados na revista da Liga da Justiça. Sim, e estão com uma nova, hum, digamos assim, continuidade. Você pode começar a partir da edição 30 de Liga da Justiça. A nova fase é escrita por Will Pfeifer (da fase memorável da Mulher-Gato Um Ano Depois e do infame Ataque das Amazonas) e da estrela ascendente Kenneth Rocafort (Superman, Capuz Vermelho e os Foragidos). Explicado? Vamos aos motivos!

Analisando a Nova Formação dos Vingadores

Mark Waid e Mahmud Asrar foram anunciados como a nova equipe criativa dos Totalmente Novos Totalmente Diferentes Heróis Mais Poderosos da Terra, os Vingadores. A formação da equipe, entretanto, é pouco ortodoxa para os padrões da indústria dos quadrinhos mainstream. Apostando e calcada na diversidade, o que essa nova formação dos Vingadores nos diz sobre o status atual da indústria dos comics norte-americanos?

Num podchy!

Os 10 Casais Gays Mais Famosos dos Quadrinhos

Muito mais importante que listar um monte de personagens gays dos quadrinhos é destacar os casais que existem na junção destes dois universos tão especiais. Casais gays podem ser como outros casais: normais e estranhos, bonitos e feios, destrutivos e construtivos, sacanas e santarrões, que provocam inveja e que não estão nem aí, caseiros e baladeiros, a diferença apenas existe na forma como fazem para ter prazer. E aí estou falando apenas do prazer sexual. Casais gays gostam de dormir e acordar juntos. De comer e beber juntos. De rir e chorar de rir juntos. E casais gays podem ser superheróicos ou até supervilanescos. Por que não? Como você vai perceber existem muitos casais gays estranhos no mundo dos super-heróis, tudo para pode passar pela censura e pelo gosto duvidoso da massa nerd que lê gibi. Mas eles existem. Não adianta fingir que não viu. E eles só querem ser tratados como qualquer outro casal: com respeito. Well, ladies, the time is coming for you to… gay-synch for you life! Chantay you stay (Reading this …

Chris Ware e Building Stories: uma mídia dentro da mesma mídia ad abismum

A Era dos Quadrinhos de Forma

Estamos vivendo uma era em que os quadrinhos precisam se fortalecer em seu suporte mais antigo: o papel. A concorrência está aí. São os webcomics, os motioncomics, os quadrinhos em app, os quadrinhos em PDF e digitais pirateados. Mas o papel continua forte. A razão é que, por mais arcaico que seja, a leitura em papel permite uma experiência única no caso dos quadrinhos. Através dele, o conhecimento está nas mãos do leitor, que controla o ritmo da história e da leitura. Hoje muitos quadrinhos brincam com a forma como são produzidos, seja no layout de página, seja no design gráfico, nas onomatopeias, enfim, os quadrinhos de hoje abusam dos recursos gráficos para tornar essa mídia plena. Mas como foi que chegamos a esse patamar? Vou explicar em alguns itens. INFLUÊNCIA DAS GRAPHIC NOVELS Na metade da primeira década do século XXI, as graphic novels começaram a se proliferar nos EUA e no Brasil da mesma forma que os álbuns fazem na Europa. Porém, a diferença é que as graphic novels vindas dos Estados Unidos …

Young Avengers #007

10 Razões Por Que eu AMO os Jovens Vingadores (pegando só uma edição de exemplo)

A edição de exemplo aqui, é a Young Avengers #7, publicada aqui no Brasil nessa última edição de Homem de Ferro & Thor #009. ANOS 60: Noh-Varr, o Marvel Boy, é um megafã interdimensional dos Anos 60, mas principalmente das músicas daquela época. Toda hora ele está soltando uma referência a esse tempo. REDES SOCIAIS: Como recapitulação da história, os autores, Jamie McKelvie e Kieron Gillen usam o Yamblr, uma versão do Tumblr do Universo Marvel. Lá eles colocam imagens do que aconteceu nas edições anteriores. Nessa edição, porém eles se superaram e foi usando o Instagram, ou, uma espécie disso. Para contar o que os Jovens Vingadores fizeram durante três meses, estão lá 9 fotos com comentários dos próprios heróis. BITOCAAA: Não sei qual foi a palavra original usada aqui, mas nos comentários dos heróis no Instagram, ele acabam fazendo uma piada interna que somente Loki não entende. E ela tem a ver com Bitocaaa! CABEÇÕES DE NARRATIVA: Durante a Era de Prata, era muito comum vermos nas aberturas das histórias de equipe as …

Saudades: Coleção Pocket Panini

Almanacões! Quem não gosta de ter uma HQ de muitas págians para ler? Elas lembram a nossa infância, quando ficávamos doentes e tínhamos que ficar na cama lendo gibis. Elas lembram as férias, que passávamos lendo o Almanação de Férias da Turma da Mônica e fazendo passatempos e colorindo ficguras. São os Superalmanques Marvel e Dc, Hanna Barbera. As recompilações de minisséries, nos famosos encalhernados. Os Especiais do Mês. E aqui um digno representante dos Almanacões da última geração: a Coleção Pocket Panini!   Dados Gerais: Coleção Pocket Panini (Panini Comics) Duração: 6 números – Dezembro de 2005 a Maio de 2006 O Contexto: A Marvel na Panini se expandia e se expandia, mas muitas séries ficavam de fora dos mixes. A solução encontrada foi reativar o formato econômico, mas, dessa vez, em superencadernados que lembravam os Superalmanaques da Editora Abril. Muitas das séries que saíram na Coleção Pocket Panini já haviam sido canceladas há um bom tempo na Marvel, mas nem por isso deixavam de ser um ótimo material que deveria ser conhecido pelo …

A coreografia dos Jovens Vingadores, de Kieron Gillen e Jamie McKelvie

Um Loki criança. Um casal gay filhos de notórios vingadores. Um alienígena vindo de outra dimensão. Uma latina vinda de uma realidade alternativa. A garota normal que gosta de atirar flechas. Um grupo bastante improvável, mas que estrela a nova encarnação dos Jovens Vingadores, publicada no Brasil na revista Homem de Ferro & Thor. Criados pelos superstars Allan Heinberg (de Grey’s Anatomy e Looking) e Jim Cheung (Infinity), o anúncio dos Jovens Vingadores sugeria que seus integrantes seriam versões jovens do Capitão América, Homem de Ferro, Hulk e Thor. Os fãs estavam redondamente enganados, revelando personagens multifacetados e com histórias próprias e originais. As histórias destes personagens tiveram mais twists and turns em poucas edições do que qualquer outra revista de super-heróis. Ao lado dos Fugitivos, de Brian K. Vaughan e Aldrian Alphona, estes heróis representam o melhor que a Marvel tinha a oferecer, como um sopro de novidade em sua linha de heróis nos anos 2000. Pórem, após um grande tempo com o direito exclusivo de ditar os rumos destes personagens, Heinberg e Cheung …