Melhores e Piores Leituras de Novembro de 2018

Ufa, amigos mergulhadores! Neste mês de novembro eu queria ser Jamie Madrox, o Homem-Múltiplo para dar conta de tantas tarefas. Mas, sim, eu consegui trazer para vocês muitas resenhas de quadrinhos de todos os tipos e também de livros sobre quadrinhos. também estou nos preparativos da Comic Con Experience (CCXP), onde vou lançar dois quadrinhos. Vocês podem me encontrar na mesa B14 do Artists Alley, vamos bater um papo e vocês podem conhecer meu trabalho também como roteirista. E agora, depois do break, vocês podem conferir quase 40 resenhas legais de quadrinhos, bons e ruins! Continuar lendo “Melhores e Piores Leituras de Novembro de 2018”

Anúncios

O Dia em Que Lois Lane Foi Uma Mulher Negra

Vivemos uma época em que, para adaptar alguns personagens dos quadrinhos para outras mídias, alguns produtores mudam sua etnia. Foi o caso, por exemplo, de Johnny Storm, interpretado por Michael B. Jordan no último filme do Quarteto Fantástico, de Iris West-Allen, a série do Flash, interpretada por Candice Patton ou ainda de Josie, de Riverdale, interpretada por Ashleigh Murray. Essa mudança causa reações exageradas nos fãs de quadrinhos. Mas no início dos anos 70, quando o movimento negro estava bem no seu início, uma capa da revista Lois Lane Superman’s Girlfriend chamava atenção. Era Lois Lane entrando e saindo de uma máquina que a transformava em uma mulher negra. Por muito tempo eu achava que essa história poderia ser revoltante, mas ao lê-la, acabei mudando de ideia. Saiba o porquê neste post. Continuar lendo “O Dia em Que Lois Lane Foi Uma Mulher Negra”

Melhores e Piores Leituras de Julho de 2018

O mês de julho foi bem propício para ficar em casa, debaixo das cobertas e lendo um bom dum gibizinho, não é mesmo mergulhadores? Até por que, se pudéssemos, não faríamos mais nada nesse tempo modorrento. Ah, e também teve a Copa, que não deixou as pessoas quietas e fez com que todo mundo se agitasse, gostando ou não de futebol. Infelizmente ninguém passa incólume pelo campeonato mundial do esporte bretão. Então, esse mês trazemos mais de 25 mini resenhas para vocês se divertir com bons quadrinhos e se afastar das más leituras. Em julho, em especial tivemos muitas más leituras, como você vai ver. Mas você vai ver muito mais coisas aqui, eu prometo! Continuar lendo “Melhores e Piores Leituras de Julho de 2018”

Melhores e Piores Leituras de Maio de 2018

Realmente maio foi um mês do cachorro para nós, brasileiros. A greve dos caminhoneiros deixou nosso país e nossas certezas – que já era poucas – de uma melhora na economia em frangalhos. Isso certamente se abaterá ainda mais nas vendas de quadrinhos pelo país, principalmente naquilo que depende das rodovias para ser entregue. Contudo, esse mês, trazemos quase 25 mini resenhas dos mais variados tipos de quadrinhos para vocês lerem, avaliarem e se divertirem, já que a crise não deixou ninguém se divertir. Muito antes pelo contrário. Continuar lendo “Melhores e Piores Leituras de Maio de 2018”

Destaques do Checklist DC Comics / Panini Comics Para Abril de 2018

Depois de uma dificuldade técnica e comunicacional da Panini no mês passado, esse Mês os hotsites voltaram a funcionar e, com eles, vieram os checklists. Pelo menos o da DC Comics. Este mês tem novidades para todos os gostos e formatos, dando destaque para a publicação do Superman de Curt Swan e Dennis O’Neil, comemorando os 80 anos do personagem. Sem mais delongas, vamos aos destaques. Continuar lendo Destaques do Checklist DC Comics / Panini Comics Para Abril de 2018

A Superwoman de Phil Jimenez: Empolgação e Dores de Cabeça

Eu havia feito um post no blog dizendo que havia adorado as primeiras edições de Superwoman, e que era uma carta de amor aos anos 50, mais precisamente às histórias de Lois Lane. Pois bem, lendo esse encadernado percebi que não. O título é uma homenagem às BOAS histórias do Superman e à sua mitologia, que não vinha sendo bem utilizada desde os Novos 52. Com personagens antigos sendo bem reaproveitados, mostrando que as histórias dos Novos 52 só não eram boas por algum erro de percurso ou de orientação. Li todo o encadernado que a Panini lançou e esse post vai dizer mais coisas pra vocês! Sigam-me os super-homens e as super-mulheres! Continuar lendo “A Superwoman de Phil Jimenez: Empolgação e Dores de Cabeça”

Os 10 Atores Mais Sexies das Séries de Super-Heróis

Bem, gente, eu tenho que confessar que eu entendo quase nada de séries de super-heróis, embora entenda de super-heróis. Mas eu tenho um senso estético bem apurado quando se trata de escolher uns carinhas bonitos para deleitar nossos olhos. Então, já que fazia tempo que eu não trazia esse olhar mais… hum… pornográfico aqui para o blog, resolvi fazer essa lista e dividir com vocês. Ok, mãos para cima, e que comece nossa exibição! Continuar lendo “Os 10 Atores Mais Sexies das Séries de Super-Heróis”

SUPERSEXO: Como Seria Uma Relação Sexual Com o Superman?

Ah tá, quer dizer que você nunca pensou nisso? Estaria mentindo quem dissesse que não. Em muitas mídias já vimos o Superman se envolvendo com muitas mulheres – e até homens, em realidades paralelas, mas nunca foi falado nada sobre o intercurso do Superman. Na DC Comics de hoje em dia, o Homem de Aço até tem um filho com Lois Lane, provando que sim, é possível um alienígena transar com uma terráquea e terem filhos. Continuar lendo “SUPERSEXO: Como Seria Uma Relação Sexual Com o Superman?”

Barbarella: A Heroína Que Luta Através do Sexo

Você já deve ter ouvido de Barbarella, certo? Se não pelos quadrinhos franceses, pelo filme estrelado por Jane Fonda nos anos 70. Barbarella é o símbolo da libertação feminina durante os tempos de liberação sexual. Você vai saber um pouco mais sobre os seus quadrinhos neste artigo. Continuar lendo “Barbarella: A Heroína Que Luta Através do Sexo”

Superwoman, de Phil Jimenez, é uma Carta de Amor aos Anos 50

A maior surpresa do Rebirth não é Superman, nem Batman, mas uma personagem que sempre deveria ter existido e somente agora virou realidade: a Superwoman. Todas as divulgações do evento Rebirth da DC Comics levavam os leitores a pensar que Lois Lane seria a nova encarnação da Superwoman. Mas todos estavam redondamente enganados. Continuar lendo “Superwoman, de Phil Jimenez, é uma Carta de Amor aos Anos 50”