Conheça 20 Super-Heróis da Década de 1930

Você deve saber que os super-heróis começaram na década de 1930, mais precisamente, com o Doutor Oculto, criado por Jerry Siegel e Joe Shuster em 1935. Contudo, antes que a onda dos heróis arrebatasse as editoras em cheio nos anos 1940, alguns poucos personagens foram criados ainda nos anos 1930. Muitos deles se assemelhavam com a noção que temos de super-heróis hoje em dia, embora não necessariamente sejam considerados assim por muitos. Neste post iremos falar rapidamente sobre vinte desses personagens criados ainda na primeira década do fenômeno dos super-heróis. Sigam-me os bons! Continuar lendo “Conheça 20 Super-Heróis da Década de 1930”

Anúncios

Alguns Destaques do Checklist Mythos Editora Para Janeiro de 2019

Estamos no final de janeiro e agora chegou a vez de divulgarmos alguns destaques do checklist da Mythos Editora para este mês de janeiro de 2019. Não são muitos os destaques desta vez, mas em fevereiro a editora promete muitas novidades. Bem, não tenho mais o que dizer nesta abertura para vocês, então vou chamar o break, ou melhor, chamar as revistas em destaque do mês. Continuar lendo “Alguns Destaques do Checklist Mythos Editora Para Janeiro de 2019”

Guia de Leitura: Arqueiro Verde

O Arqueiro Verde vem aproveitando de uma boa fase de popularidade, principalmente pelo fato do personagem estrelar o seriado Arrow, encarnado por Stephen Amell. A popularidade da série Arrow é tanta, que as séries irmãs Flash e Supergirl formam o que foi conceituado como Arrowverse. Mas quando as pessoas querem ler quadrinhos protagonizados pelo Arqueiro Verde, não sabem por onde procurar ou por onde começar. Pensando nisso, fizemos mais um novo Guia de Leitura, dessa vez estrelado pelo Arqueiro Esmeralda de Star(ling) City. Pegue seu arco e flecha e mirem na sua leitura! Continuar lendo “Guia de Leitura: Arqueiro Verde”

Com Grandes Poderes de Compra, Vem Grandes Responsabilidades Sociais

Estamos vivendo um tempo em que a política virou um verdadeiro FLA FLU, não existe nenhum número entre 8 ou 80, ou se é isso ou se é aquilo. Isso fala muito sobre a identidade da sociedade que, ao mesmo tempo que incorre em uma ambivalência maior, por outro lado estabelece acirradas fronteiras ideológicas. Essa identidade e essa fronteira também tem a ver com os produtos que consumimos. Veganos vs carnívoros. Orgânicos x transgênicos. Mão de obra escrava versus trabalho digno. Comércio livre versus monopólio corporativista. Essa é a política do consumo, mas também é o consumo da política. E isso afeta aos quadrinhos também, vistos os recentes boicotes à produção da Marvel Comics e da Panini Comics Brasil. E é sobre a política que afeta nossas compra que vou falar a seguir. Continuar lendo “Com Grandes Poderes de Compra, Vem Grandes Responsabilidades Sociais”

10 Autores de Quadrinhos Eróticos Que Você Vai Adorar Conhecer

Para comemorar o ano novo que vem aí, que tal dar uma olhada em desenhos voluptuosos e com histórias sensuais? No final, você pode até soltar fogos de artifício! Bem, resolvemos elencar aqui não obras de quadrinhos eróticos, mas autores importantes com estilo e fama consagrados no meio dos quadrinhos. A maioria deles, claro, vem da Europa. Mas temos também brasileiros. Vamos a eles! Continuar lendo 10 Autores de Quadrinhos Eróticos Que Você Vai Adorar Conhecer

A Implosão da DC Comics nos Anos 70

Durante os final dos anos 60 e o início dos anos 70, a DC acabou comprando o maior sistema de distribuição americano e, por isso, colocou muitos título à venda. Mas com a chegada de Jeanette Khan à presidência da editora de Superman e Batman, esse número foi diminuído drasticamente devido às baixas vendas> Descubra quais foram esses títulos e como isso aconteceu. Continuar lendo A Implosão da DC Comics nos Anos 70

"Oi, Seu Civita, vamos jogar Monopoly?" "Ah, não você já ganhou e colocou todo o mercado de quadrinhos na prisão da distribuição!"

A Nova Revista da Marvel/Panini e os Fantasmas do Monopólio

Essa semana saiu a notícia confirmando o que as “solicitações” de pré-venda da Panini Comics já sugeriam: uma nova revista de 148 páginas vai ser lançada substituindo as revistas Homem de Ferro & Thor e Capitão América & Gavião Arqueiro. A revista se chamará Vingadores: Os Maiores Heróis da Terra e aparentemente no seu mix conterá Captain America, Hulk, Savage Hulk, Iron Man, Thor: God of Thunder, Loki: Agent of Asgard e Secret Avengers. As revistas Young Avengers e Hawkeye aparentemente serão concluídas nas publicações atuais. O atual momento econômico, o mix desta nova revista e a monopolização do mercado está trazendo o fantasma derrotista e pessimista de Natais passados mais pobres. Continuar lendo A Nova Revista da Marvel/Panini e os Fantasmas do Monopólio

Série Jonah Hex, de Justin Gray, Jimmy Palmiotti e Diversos Artistas

Os Melhores Quadrinhos de Super-Heróis que Li em 2014

Primeiramente, Feliz Natal! Dingou béu, dingou béu, acabou papel! Não acabou não! Tem muito quadrinho bom pra ler e eu vou estar aqui pra dar umas dicas! Então vamos lá, os quadrinhos nessa seção são só da Marvel e DC … Continuar lendo Os Melhores Quadrinhos de Super-Heróis que Li em 2014

Precisamos falar sobre Manara

Quadrinhos são hipersexualizados, isso é uma verdade. E os dos super-heróis, então, nem se fala. Pessoas que usam colantes grudados ao corpo e que revelam toda sua forma corporal para os leitores, costumam ter um teor masturbatório, com o perdão da palavra. Essa foi uma tendência muito grande nos anos 90, quando as chamadas bad girls se destacavam: Vampirella e sua roupa Borat, Lady Death e seus peitões, Witchblade e suas… suas coisas que tapavam suas coisinhas. Só para citar algumas. Mas aquele era um período em que o mercado de quadrinhos estava na sua adolescência, é só analisarmos o … Continuar lendo Precisamos falar sobre Manara

Os homens que não amavam o frio.

O Poder da Subjetividade: Soldado Invernal – Enterrando o Passado, de Jason LaTour e Nic Klein

Uma boa história policial com toques de crueldade e muita ficção científica, foi o que acabei achando em Soldado Invernal – Enterando o Passado, de Jason LaTour e Nic Klein, publicado este mês na edição especial de Avante, Vingadores! (Número … Continuar lendo O Poder da Subjetividade: Soldado Invernal – Enterrando o Passado, de Jason LaTour e Nic Klein

Os melhores Quadrinhos de Super-Heróis que Li em 2013

ANTES DE WATCHMEN: DR. MANHATTAN, J. MICHAEL STRACZYNSKI E ADAM HUGHES A série Antes de Watchmen teve seus altos e baixos. Os altos, até agora – falta sair a minissérie dos Minutemen – , foram os volumes do Dr. Manhattan e da Espectral, ambos resenhados neste blog. Os piores, do Roscharch e do Ozymandias. O que faz das minisséries do Dr. Manhattan e da Espectral tão boas é a ousadia. Através da iniciativa de ir um pouco além da história apresentada por Alan Moore e Dave Gibbons, os autores destes contos do passado, mostram porque – além dos milhares de … Continuar lendo Os melhores Quadrinhos de Super-Heróis que Li em 2013

Um Bangue-Bangue de Palavras: Descaracterizando Bendis

Esta semana acabei de ler a fase de Brian Michael Bendis em Os Vingadores. Foram quase dez anos à frente dos Maiores Heróis da Terra, uma run que começou polêmica – a Queda dos Vingadores – e morte de alguns dos seus mais queridos personagens, como o Visão e o Gavião Arqueiro. A fase terminou com a megassaga Vingadores versus X-Men. A última equipe é a nova casa de Bendis na Marvel. À despeito de suas grandes maquinações para revolucionar a Casa das Ideias, suas sequências bombásticas, suas experimentações narrativas e seus diálogos velozes, Bendis, um dos grandes representantes dos … Continuar lendo Um Bangue-Bangue de Palavras: Descaracterizando Bendis

Eram os Deuses Astronautas?, Terra X, de Alex Ross, Jim Krueger e John Paul Leon

“Morra antes de morrer. Não resta chance depois”. – C. S. Lewis Terra X, minissérie criada por Alex Ross e Jim Krueger, com desenhos de John Paul Leon, mostrava o Universo Marvel daqui a 20 anos, uma Terra onde todos os humanos possuem poderes. Publicada em 1999, depois do grande sucesso de O Reino do Amanhã (Kingdom Come, da DC Comics, de Mark Waid e Alex Ross, que também mostrava o futuro distópico do universo de Superman e Batman), a Marvel resolveu chamar Ross para fazer a sua versão do que aconteceria no Universo 616. A proposta era a de … Continuar lendo Eram os Deuses Astronautas?, Terra X, de Alex Ross, Jim Krueger e John Paul Leon

Eu cresci no Universo Marvel, por Joss Whedon

“Eu cresci no Universo Marvel. Eu tinha uns 10 anos quando entrei pela primeira vez. Ross Andru fazia o Homem-Aranha se balançar por toda Nova York. George Pérez tinha jogado os Vingadores na Contraterra. Foram os meus primeiros gibis, aquele pelos quais eu corria pra banca de jornal, mas logo estava lendo quase toda a linha da Marvel. Conhecia todas as histórias também; devorava todas as edições anteriores, origens e antologias que podia encontrar. Era um espaço rico e místico, cheio de grandes aventuras cósmicas e dramas pessoais. Um bom lugar para crescer. E a melhor parte de tido isso … Continuar lendo Eu cresci no Universo Marvel, por Joss Whedon

Sua arma mortal é a simplicidade: Invencível, de Robert Kirkman

Robert Kirkman foi responsável por uma revitalização da indústria de quadrinhos assim que sua série The Waking Dead começou a sair nos EUA. Quando os quadrinhos se transformaram  em série para a televisão, as vendas foram estratosféricas, atingindo patamares não vistos desde a década de 90. Mas não vou falar de Walking Dead aqui, embora ela “peque” pelo mesmos “deslizes” que a série em questão, que veio um pouco antes dos mortos-vivos. Estou falando de Invencível. Assim como Kurt Busiek fala na introdução do primeiro volume, eu custei a ler a série do super-herói de Kirkman, mas, quando engatei, não … Continuar lendo Sua arma mortal é a simplicidade: Invencível, de Robert Kirkman

A eternidade está catatônica: representações recorrentes na obra de Jim Starlin

Mais conhecido como o criador do personagem Thanos, Jim Starlin também é renomado por suas space operas no universo de quadrinhos de super-heróis, redefinindo o conceito de sagas cósmicas. Além de desenvolver grandes arcos de histórias e de ter trabalhado com praticamente todos os super-heróis da Marvel e da DC, Starlin também é dono de características próprias, que definem suas obras. Uma de suas maiores criações independentes, Dreadstar, é um de seus melhores trabalhos. Através de Dreadstar, – que foi publicado primeiro pela Epic (Marvel), depois pela First e compilado pela Dynamite – podemos visualizar toda sua temática e narrativa … Continuar lendo A eternidade está catatônica: representações recorrentes na obra de Jim Starlin

Imagine a Marvel (opa, Stan Lee) criando a DC Comics

Uma análise das revistas Imagine DC Comics de Stan Lee que saíram aqui no Brasil no início da década passada. No início dos anos 2000, com o desligamento total de Stan Lee da Marvel Entertainment Group, logo depois da empresa pedir falência e quase deixar de existir, “O CARA” criou seu próprio universo de super-heróis para a web, a Stan Lee Media e, depois, a POW! Entertainment. Então, em 2001, a DC o convidou para reimaginar seu universo através da visão da Marvel (opa, de Stan Lee) na série Just Imagine Stan Lee Creating…, No Brasil, as revistas saíram no … Continuar lendo Imagine a Marvel (opa, Stan Lee) criando a DC Comics