Todos os posts com a tag: matt fraction

Cullen Bunn: O Roteirista dos Supervilões

Cullen Bunn é um dos principais nomes dos roteiristas de quadrinhos da nova geração. Em pouco tempo já angariou inúmeros títulos sob seus cuidados, tendo participado da criação e da reintrodução de diversos personagens famosos tanto da Marvel quanto da DC. Não sabe de quem eu estou falando? Então me acompanhe e conheça mais do trabalho de Cullen Bunn.

Anúncios

Melhores Quadrinhos Americanos Que Li em 2016

Caros mergulhadores, dando continuidade às nossas listas espertas de melhores leituras do ano, lhes apresento agora os melhores quadrinhos americanos! Por quadrinhos americanos quero dizer quadrinhos publicados nos EUA, mas que não são nem Marvel, nem DC e nem Vertigo. E esse ano eles vêm com tudo! Venham, amigos! Venham ver!

Guia de Leitura: Os Inumanos

Sim, amigos! Os Inumanos são a aposta da vez da Marvel! Se não nas telinhas e telonas, pelo menos nos quadrinhos. Apesar de eles estarem em destaque em Agentes da SHIELD, parece que o seu filme foi cancelado. Além disso vem aí os eventos A Morte do X e X-Men versus Inumanos, que vão colocar a equipe das névoas terrígenas em evidência. Fiz aqui uma listinha de leituras importantes dos nossos amigos evoluídos pelos krees!

Melhores e Piores Leituras de Julho de 2016

Quem bate? É o frio! Não adianta bater, que eu não deixo o frio entrar! É, mas o frio entrou no mês mais congelante do ano! E com o fim dele, mas não do frio, trago para vocês a minha lista de melhores e piores do mês. Lembrando que muita coisa programada para julho pela Panini só chegou essa semana aqui. Então vocês vão ter de espera agosto. E lá vamos nós…

Os 19 Quadrinhos Mais Vendidos do Ano pela Panini (até então)

Eu sempre acreditei que, como formadores de opinião, e principalmente de quadrinhos, devíamos dar uma ajuda a divulgar os títulos das editoras para aquecer o mercado. Porque no Brasil quadrinho não vende e isso e aquilo. Mas a verdade é que nunca ganhei um quadrinho sequer de uma grande editora tipo a Panini para divulgação. Das editoras menores e independentes, sim. Então, será que a Panini precisa de ajuda na divulgação?

MAIS Destaques do Checklist Marvel/Panini para Junho/2016

Olá mergulhadores! Como sempre chega fim do mês e é hora do checklist do começo do mês. Pelo menos na Marvel Panini é assim! E olha que a gente foi atrás pra trazer outros destaques pra vocês lá na primeira semana. Mas fazer o quê, né, a gente só compra as revistas deles. Ah, pra que se preocupar em ser bom pro consumidor? Eles são líderes de mercado mesmo. Who cares? Hã… Nós!

Os Melhores Quadrinhos e Graphic Novels segundo o GoodReads

O GoodReads, para que não conhece, é uma rede social de leitura de livros, entre eles, claro, estão, quadrinhos e graphic novels. Todo ano no site acontece o GoodReads Choice Awards e ano passado não foi diferente. Então como um pretexto para que você conheça o GoodReads eu vou listar aqui os quadrinhos e graphic novel melhores avaliados pelos usuários do site em 2015. Mas atenção: apenas aqueles disponíveis no Brasil, valeu?

O Crime Que Você Cometeu – Criminosos do Sexo: Uma Estranha Habilidade, de Matt Fraction e Chip Zdarsky

Já pensou se toda a vez que você tivesse um orgasmo, o tempo se congelasse ao redor de você? O que faria com esses poderes? Os personagens em questão, Suzie e Jon, decidiram que iriam roubar bancos para salvar uma biblioteca. Essa é a sinopse de Criminosos do Sexo, que você vai saber um pouco mais aqui.

O Talento do Roteirista Charles Soule e a Invenção de Personagens

Um dos principais nomes da nova geração de roteiristas da Marvel e da DC Comics, nenhum roteirista dos últimos tempos teve uma ascensão tão meteórica como Charles Soule. Nenhum deles também é tão prolífico. Entre 2013 e 2016, Charles esteve envolvido com mais de 20 títulos, incluindo os do Universo Star Wars. Vamos conhecer um pouco mais desse novo talento.

As Melhores HQs da Marvel Que Li em 2015

E agora chegou a vez da Marvel, a casa das ideias, a editora do Stan Lee (só que não), lar de Homem-Aranha, X-Men e Vingadores! Apertem seus cintos dentro do Quinjet dos Vingadores ou do Pássaro Negro dos X-Men e boa viagem pelas nossas 10 melhores leituras Marvel! DEMOLIDOR: O FIM DOS DIAS, DE BRIAN MICHAEL BENDIS, DAVID MACK E KLAUS JANSON Era para ser mais uma minissérie da linha O Fim, mas o projeto acabou ganhando corpo e importância ao mesmo tempo que se afastava da linha original. Acabou virando dois encadernados aqui no Brasil com uma história que homenageia um dos grandes clássicos do cinema que é Cidadão Kane, de Orson Welles. Fizemos uma comparação entre as duas obras que você pode ler neste link. QUARTETO FANTÁSTICO POR MARK WAID, MIKE WIERINGO E HOWARD PORTER Mark Waid é um cara cujo o lugar no meu coração de fã de quadrinhos só vem crescendo. Essa fase do Quarteto que ele fez com o Wieringo tem como marca tanto sua competência como o seu “trabalho …

"Estou rezando por você..."

Vida + Significado = Magia. 10 Fatos Sobre Grant Morrison Que Talvez Você Não Saiba

Seguem aqui algumas anotações sobre a vida de Grant Morrison, que talvez você não saiba, encontradas no vídeo Falando com Deuses (Talking With Gods), do Grupo de Pesquisas Americano Sequart. O pai de Grant Morrison era a favor do desarmamento nuclear e tinha muito medo de uma Guerra Atômica. Nas HQs haviam pessoas que podiam deter as bombas nucleares, por isso o garoto Grant começou a gostar tanto deste tipo de arte. Algumas grandes influências de Grant Morrison: O Prisioneiro, Alesteir Crowley e 2001: Uma Odisséia no Espaço. Até os 19 anos não conhecia bebidas, garotas nem drogas. Só deixou de ser uma pessoa tímida e encabulada aos 30 anos. Ele tinha uma banda chamada: The Mixed. Quando Grant leu V de Vingança ele pensou “É isso que eu quero fazer. É assim que os quadrinhos devem ser.” Entretanto, quando escreveu uma história de Miracleman e a enviou para a editora, Alan Moore a vetou dizendo: “Não quero soar ameaçador como um mafioso, mas desista”. Essa história foi publicada este ano em Miracleman Annual #1, …

Os TOP 10 Musos dos Comics e Seus Desenhistas Perfeitos

Nosso próximo SplashPod, que sai Domingo, vai falar sobre sexo nos quadrinhos. E um dos assuntos será os musos e as musas dos quadrinhos. Além disso vamos falar sobre muitas outras coisas que tangem ao sexo nos quadrinhos, como HQs eróticas. Aqui fizemos uma seleção de 10 personagens dos quadrinhos de super-heróis e os desenhistas que fazem seus corpos mais perfeitos. Vamos à lista: CAPITÃO BRETANHA, DE ALAN DAVIS Nas histórias do Excalibur, tanto nas de Chris Claremont quanto as de Alan Davis, ou até mesmo na fase do Alan Moore, que Davis também desenhou, o nobre Capitão vivia aparecendo sem camisa. Na fase do Excalibur só dava ele com a calça do pijama listrado (porque listras emagrecem). Uma pena este personagem estar tão esquecido hoje em dia. NAMOR DO ESQUADRÃO FÊNIX, DE OLIVIER COIPEL O uniforme novo do Namor é aquele que deixava a cintura beeeem baixa, aparecendo aquelas ranhuras musculares que vão dar na região íntima, deixando nossa imaginação voar. Longe da sunguinha verde e do uniforme com asas, este, do Esquadrão Fênix, …

Num podchy!

Os 10 Casais Gays Mais Famosos dos Quadrinhos

Muito mais importante que listar um monte de personagens gays dos quadrinhos é destacar os casais que existem na junção destes dois universos tão especiais. Casais gays podem ser como outros casais: normais e estranhos, bonitos e feios, destrutivos e construtivos, sacanas e santarrões, que provocam inveja e que não estão nem aí, caseiros e baladeiros, a diferença apenas existe na forma como fazem para ter prazer. E aí estou falando apenas do prazer sexual. Casais gays gostam de dormir e acordar juntos. De comer e beber juntos. De rir e chorar de rir juntos. E casais gays podem ser superheróicos ou até supervilanescos. Por que não? Como você vai perceber existem muitos casais gays estranhos no mundo dos super-heróis, tudo para pode passar pela censura e pelo gosto duvidoso da massa nerd que lê gibi. Mas eles existem. Não adianta fingir que não viu. E eles só querem ser tratados como qualquer outro casal: com respeito. Well, ladies, the time is coming for you to… gay-synch for you life! Chantay you stay (Reading this …

Será que a culpa é dos pints de Guiness

O Círculo das Influências, de Will Eisner a Kelly Sue DeConnick

É inegável que autores influenciam e são influenciados. Dentro dos quadrinhos não podia deixar de ser o mesmo. Muitos deles, é claro, tiveram influência de outros tipos de arte, como a pintura, o teatro, o cinema. Esse é um blog que enfoca mais o roteiro, porque dos princípios da arte eu entendo é muito pouco. Então gostaria de mostrar para vocês o que podemos chamar de o Círculo da Influência dos Quadrinhos. Essa foi uma ideia que o Érico Assis explanou comigo uma vez enquanto comentávamos o livro Super Graphics, de Tim Leong. Na época cheguei a fazer um gráfico parecido para explicar as influências do rock’n’roll, que vocês podem conferir nesta primeira imagem. Nos quadrinhos, parti do ponto inicial que seria Will Einser, o cara que modificou o jeito moderno de fazer quadrinhos e influenciou, bem… todo mundo, de Alan Moore a Frank Miller, a Bendis e Ellis. Frank Miller, um confesso fã de Eisner, chegou a fazer um livro de entrevistas com o mestre, chamado Eisner/Miller, – uma provocação dos quadrinhos ao clássico …

Chris Ware e Building Stories: uma mídia dentro da mesma mídia ad abismum

A Era dos Quadrinhos de Forma

Estamos vivendo uma era em que os quadrinhos precisam se fortalecer em seu suporte mais antigo: o papel. A concorrência está aí. São os webcomics, os motioncomics, os quadrinhos em app, os quadrinhos em PDF e digitais pirateados. Mas o papel continua forte. A razão é que, por mais arcaico que seja, a leitura em papel permite uma experiência única no caso dos quadrinhos. Através dele, o conhecimento está nas mãos do leitor, que controla o ritmo da história e da leitura. Hoje muitos quadrinhos brincam com a forma como são produzidos, seja no layout de página, seja no design gráfico, nas onomatopeias, enfim, os quadrinhos de hoje abusam dos recursos gráficos para tornar essa mídia plena. Mas como foi que chegamos a esse patamar? Vou explicar em alguns itens. INFLUÊNCIA DAS GRAPHIC NOVELS Na metade da primeira década do século XXI, as graphic novels começaram a se proliferar nos EUA e no Brasil da mesma forma que os álbuns fazem na Europa. Porém, a diferença é que as graphic novels vindas dos Estados Unidos …

Capitã Marvel nos cinemas em 2018!

Quem é essa tal Capitã Marvel?

Quem é essa tal Capitã Marvel que vai ganhar filme pela Marvel Studios / Disney dentro do universo cinemático da Marvel? Quem é essa mulher que vem ganhando títulos da Marvel nos EUA e encadernados da Panini Comics no Brasil? O que é a Tropa Carol? Descubra aqui. Descubra agora! A ORIGEM DA MISS MARVEL O título Ms. Marvel, lançado em 1977, trazia uma história de superação feminina. O alter-ego de Miss Marvel é Carol Susan Jane Danvers, a filha mais velha e única garota de uma família muito grande, que passou a infância competindo com seus irmãos mais jovens. Desde muito cedo, Carol teve uma natureza independente e grandes aspirações para o futuro. Estes desejos, contudo, eram repreendidos pelo pai da moça, que preferia investir o seu dinheiro na educação de seus filhos homens e acalentava a crença que um marido seria a solução para os problemas da jovem, pois este a sustentaria pelo resto de sua vida. Desobedecendo a seu pai e seguindo sua admiração pela aviação e seu sonho de voar, Carol …

R de Repetição: os Roteiros de Rick Remender

Rick Remender é hoje um dos grandes nomes da Marvel Comics. Ele está encarregado de escrever o novo megacrossover da editora: AXIS, reunindo Vingadores e X-Men contra o Caveira-Vermelha-com-a-armadura-de-Massacre-com-pedaços-do-cérebro-do-Professor-Xavier-implantados. Rocambolesco, não? R de Rocambolesco. Uma das marcas registradas de Remender. O autor é exímio em trabalhar grandes momentos chocantes, grandes revelações, encurralar heróis, deixá-los à beira de um ataque de nervos. Rick Remender é hoje, um dos grandes revitalizadores dos anos 90 e do grim’n’gritty – as histórias cruéis e raivosas –, ainda que com outra pegada. O atual escritor de Fabulosos Vingadores, a equipe que junta X-Men com Vingadores, começou sua carreira se dedicando à animação. Trabalhou animando filmes como Anastascia e Titan A. I. Quem se lembra dessas películas viveu a infância nos anos 90. Um tempo depois, cansado de trabalhar para outras pessoas, Remender virou freelancer no mundo das HQs. É possível ver seu trabalho como arte-finalista em revistas como Vingadores, ao lado de Kieron Dwyer, naquela que ficou conhecida como A Saga de Kang, quando Kurt Busiek se despediu do título. …

Um Bangue-Bangue de Palavras: Descaracterizando Bendis

Esta semana acabei de ler a fase de Brian Michael Bendis em Os Vingadores. Foram quase dez anos à frente dos Maiores Heróis da Terra, uma run que começou polêmica – a Queda dos Vingadores – e morte de alguns dos seus mais queridos personagens, como o Visão e o Gavião Arqueiro. A fase terminou com a megassaga Vingadores versus X-Men. A última equipe é a nova casa de Bendis na Marvel. À despeito de suas grandes maquinações para revolucionar a Casa das Ideias, suas sequências bombásticas, suas experimentações narrativas e seus diálogos velozes, Bendis, um dos grandes representantes dos roteiristas de super-heróis do início do século XXI não sabe escrever uma revista de grupo. Mas cooomooo? Você diz, afirmando que ele revolucionou os Vingadores e que eles só são um sucesso no cinema por causa do que o Sr. Careca de Cleveland fez com eles. Sim, realmente ele tem esse mérito de transformar os Vingadores numa Liga da Justiça da Marvel, unindo os seus heróis mais populares numa equipe onde deveriam estar os mais …

Matt Fraction: Less is More, Moore is Lessie, and why try to be a Grant Morrison wannabe?

Ah, Matt Fraction, eu não sei o que faço com você. Se te amo ou te odeio, ou se continuo a ficar no meio. Termo. O fato é que o trabalho de Matt Fraction é inconstante. Lendo as páginas do especial que a Panini lançou de Os Defensores, percebi o quão bom narrador ele é. Não que eu já não tenha percebido isso em outras publicações, mas porque todo esse esforço exagerado para parecer cool e criar um estilo “próprio” em Casanova? Ou eu sou muito muito burro, ou não entendi a que veio a série. Era pra ser divertida? Talvez. Mas ela usa as referências de uma maneira que afasta e não envolve o leitor. Fraction começou como escritor independente, nas publicações The Five Fists of Science e Casanova, esta última em parceria com os ótimos artistas brasileiros Gabriel Bá e Fábio Moon. Logo depois, apadrinhado por Ed Brubaker, iniciou uma parceria com o mesmo no elogiadíssimo O Imortal Punho de Ferro, da Marvel, que reimaginava a mitologia de Danny Rand, o lutador de …

5 Prós e 5 Contras dos X-Men

Os X-Men irão completar 50 anos este ano, mais precisamente em setembro. Foi em 1963 que Stan Lee e Jack Kirby criaram “os mais estranhos heróis de todos”, os mutantes, os filhos do átomo. 2013 também será o ano em que a Panini Comics ultrapassará a numeração de 141 títulos com o nome dos X-Men estampados na capa da revista mensal homônima. O recorde anterior era da Editora Abril. Este ano Wolverine Imortal chega aos cinemas, adaptando a célebre minissérie de Logan no Japão, escrita por Chris Claremont e desenhada por Frank Miller. Em julho de 2014, a 20th Century Fox lançará o novo filme da franquia mutante X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido, um encontro entre duas gerações e períodos de tempo diferentes nas telas do cinema. Mas o que faz dos X-Men tão únicos para as pessoas amá-los e odiá-los? 5 Razões para gostar dos X-Men Diversidade. Os X-Men são lembrados como uma das equipes com maior número de personagens mulheres, mas não se resume apenas às personagens. Eles também angariaram um grande …