Todos os posts com a tag: philippe lejeune

Os Injustiçados Criadores de Justiceiros: As Biografias de Bill Finger e Joe Shuster

Estão nas livrarias físicas e virtuais duas publicações falando sobre a vida de dois grandes criadores de prestigiados super-heróis. Talvez os dois maiores super-heróis de todos os tempos. Temos a biografia de Bill Finger, criador e roteirista do Batman e de Joe Shuster, criador e desenhista do Superman. O que ambas têm em comum? É que estes criadores viveram, durante muitos e muitos anos, no ostracismo, sem serem creditados como autores destes grandes personagens. Os dois criadores sempre relegados à marginalidade para que a empresa que detinha os direitos à sua publicação, a DC Comics, retirasse toda a glória gerada por estes fabulosos super-heróis. Agora vamos falar mais um pouco sobre biografias, ausência de créditos e as carreiras dessas figuras, sem as quais a cultura pop não seria a mesma. 

A Dimensão Religiosa de Uma Coleção de Revistas de Super-Heróis

Muito já foi falado que os super-heróis são mitos e divindades modernas mas pouco foi falado sobre o consumo dessas divindades através de objetos colecionáveis. Ao mesmo tempo que as narrativas da Bíblia dão sentido à vida de milhares de fiéis, as superaventuras de diversos personagens encontram reflexo e servem de modelo de conduta na vida de milhares de espectadores e leitores. Se o dízimo ou o centésimo são uma forma de se comunicar com o sagrado da mesma forma que os senhores feudais compravam lugares no céu durante a Idade Média, os colecionadores encontram em artigos de luxo, em completar lacunas de suas coleções e em produtos exclusivos uma forma de perpetuar sua continuidade.

Como Funciona Uma Adaptação DE Quadrinhos e Uma Adaptação PARA Quadrinhos?

Hoje temos uma explosão de adaptações de quadrinhos para o cinema, para a televisão, para os videogames e também para os livros. Ao mesmo tempo, vemos um movimento contrário: de filmes para quadrinhos, mas principalmente da prosa escrita para a arte sequencial. Claro, não existe uma fórmula mágica para uma adaptação boa ou correta, mas deve-se focar nos pontos fortes de cada mídia e em suas particularidade. Se isso não for levado em conta, a adaptação fracassa. Nesse post vamos discutir um pouco sobre conceitos e formas de adaptações que envolvem quadrinhos e porque podemos nos frustrar tanto quando nossas expectativas não são atendidas nesses trabalhos. Vem comigo!