Todos os posts com a tag: professor xavier

10 Personagens de Quadrinhos Que Estrearam Fora dos Quadrinhos

Pois é, amigos mergulhadores, muitos personagens populares (e nem tão populares) dos quadrinhos apareceram primeiramente em outras mídias. A maioria foram em desenhos animados, mas temos casos de séries e até filmes de TV e, muitos deles, bem recentes. Você pode conferir isso no post a seguir!

ÍSIS (ANDREA THOMAS)
Com o sucesso do seriado do Shazam nos anos 70, a DC Comics resolveu criar uma nova heroína para estrear um novo seriado. Assim surgiu Os Segredos de Ísis, uma série que contava a história de Andrea Thomas (Joanna Cameron), uma professora de ciências que encontrava um amuleto encantado. O amuleto conferia a ela o “poder dos animais e dos elementos” e a tornavam na Poderosa Ísis. Embora criada nos anos 70, só foi aparecer nos anos 2000 nos quadrinhos como esposa de Teth-Adam, o Adão Negro, inimigo figadal do Shazam! durante a maxissérie 52, da DC Comics. Nos quadrinhos, ela é Adrianna Tomaz, uma descendente direta dos faraós e, portanto, dos deuses egípcios.

FLAMA (ANJELICA JONES)
Em 1981, a Marvel lançou um desenho animado chamado “O Homem-Aranha e seus Amigos Espetaculares”. Era, por alguma razão inexplicável, sobre o Homem Aranha, o Homem de Gelo e Flama vivendo na casa da Tia May e combatendo o crime. Por alguma razão inexplicável, era sobre o Homem Aranha, o Homem de Gelo e Flama vivendo na casa da Tia May (a doce tia e mãe adotiva de Peter Parker, o cabeça-de-teia) e combatendo o crime. O conceito era ridículo, a animação pobre e o roteiro, absurdo — o que o tornava delicioso de assistir. Flama, nos quadrinhos, fez parte dos Satânicos de Emma Frost, depois dos Novos Guerreiros, foi promovida a Vingadora e liderou os Novos Aliados, uma equipe totalmente esquecível.

RENEE MONTOYA (QUESTÃO)
Reneé Montoya, que mais tarde se tornaria a heroína Questão, era uma policial viciada em álcool que tinha vários relacionamentos destrutivos. Um desses relacionamentos foi Kathy Kane, a Batwoman, também muito antes de Kathy se tornar a Mulher-Morcego. Mas ela estreou muito antes em 1992 no desenho animado do Batman, somente em 1998 ela foi para os quadrinhos tendo um papel de destaque na mega saga Terra de Ninguém. Na série 52, da DC Comics, ela se tornou pupila de Victor Sage, o Questão, e assumiu seu manto ao final da série. Uma das personagens lésbicas mais famosas e queridas dos quadrinhos.

SPIKE
No desenho X-Men Evolution dos anos 2000, Spike era o sobrinho de Tempestade que entrava para a Escola Xavier onde sua tia era professora ao lado de Wolverine. Spike tinha poderes de projetar espinhos através de seu corpo, um poder muito parecido com a da mutante Medula. Já nos quadrinhos, Spike não apareceu primeiro nos X-Men, mas nos X-Táticos, uma equipe de mutantes envolvida com a fama e paparazzos. Spike era um negro marrento que queria fama a todo custo e se dar bem nas costas da equipe. Como todo bom membro dos X-Táticos, ele acabou morrendo e foi substituído na equipe por outro personagem.

JIMMY OLSEN / PERRY WHITE
Jimmy Olsen e Perry White são instituições do Planeta Diário e das aventuras do Superman e, assim como a kryptonita, os dois surgiram no primeiro programa de rádio e grande sucesso dos anos 40 que contava as desventuras do Homem de Aço. As vozes de Jimmy e Perry eram feitas, respectivamente, por Jackie Kelk e Julian Noa. Nos quadrinhos, Perry é o grande chefe do Planeta Diário, mas já foi destituído desse cargo várias vezes. Já Jimmy é o grande amigo do Superman, estagiário do jornal, já teve revista própria nos anos 50, quando, a cada edição, ele ganha superpoderes diferentes.

H. E. R. B. I. E.
No final dos anos 70, a Marvel resolveu fazer novamente um desenho do Quarteto Fantástico. Por alguns problemas, o Tocha Humana não poderia aparecer no desenho, então resolveram substituí-lo pelo robozinho H.E.R.B.I.E. (não sei, não me pergunte a razão, mas dizem as lendas que o Tocha saiu por medo das crianças colocarem fogo no seu corpo. ::facepalm::). A sigla significa Humanoid Experimental Robot B-Type Integrated Electronics (Robô Humanoide Experimental Tipo-B Com Eletrônica Integrada). Nos quadrinhos, o robô foi criado pelo Senhor Fantástico e por Mestre Xar, dos Xandarianos (de onde vem a Tropa Nova) para enfrentar o Esfinge. Ele foi criado por Stan Lee e Dave Cockrum. Nos quadrinhos ele apareceu pela primeira vez em Fantastic Four#209, de Marv Wolfman e John Byrne.

ARLEQUINA (DRA. HARLEY QUINZEL)
A Arlequina nem começou como heroína e nem começou nos quadrinhos. Foi em 1993 na série animada do Batman, ela era uma espécie de versão feminina/escrava do Coringa. Muito tempo depois ela foi passar para os quadrinhos. Sua maneira tresloucada de se agradou muita gente, fazendo ela ganhar uma série própria de histórias. Em 2016 ela estrelará o filme do Esquadrão Suicida, equipe da qual começou a fazer parte na Iniciativa Os Novos 52. A fantasia de Arlequina é uma das preferidas das meninas – e por que não dizer dos meninos – cosplayers.

X-23 (LAURA KINNEY)
Laura Kinney foi criada no desenho animado X-Men Evolution, temporada 3, episódio 11, intitulado “X-23”. A personagem, a 23ª tentativa de se criar um clone de Logan, foi uma ferramenta que os criadores Christopher Yost e Craig Kyle utilizaram para aproximar Wolverine dos alunos mais novos do Instituto Xavier. X-23 foi parar nos quadrinhos em NYX, minissérie escrita pelo chefão da Marvel na época, Joe Quesada. Ela apareceu como uma prostituta que marcava seu corpo com cortes de garras em NYX#3, de 2004. Além de ser a Novíssima Wolverine, em março de 2017, sua versão live action estreou no filme Logan, sendo encarnada por Dafne Keen.

AGENTE PHILLIP COULSON
O agente Phillip Coulson é interpretado por Clark Gregg nos cinemas, nos filmes dos Vingadores. Ao lado de Nick Fury ele foi responsável pela criação dos Vingadores. Ela também é o protagonista da série de televisão Agentes da SHIELD. Já nos quadrinhos ele surgiu na minissérie Battle Scars (Cicatrizes de Guerra) ao lado de Nick Fury Jr., a versão negra e filha de Nick Fury dos quadrinhos que logo se tornou sua principal versão com o descarte do NicK Fury branco. Coulson, então, primeiro se tornou ativo dos Vingadores Secretos e contato dos heróis com a SHIELD e depois, como na televisão, passou a conduzir sua equipe própria de agentes, incluindo Deathlock e Harpia.

BATGIRL (BÁRBARA GORDON)
Uma versão feminina e adolescente de um grande herói, nesse caso, o Batman, a Batgirl também teve várias versões durante os anos. Entretanto a mais famosa delas foi Bárbara Gordon a filha/sobrinha do Comissário Gordon (essa origem também é nublada). Criada no seriado de TV de 1966 do Batman, lá ela era interpretada por Yvonne Craig. Barbara logo saltou para os quadrinhos. Hoje, ela faz parte de uma geração de heróis que tem grande apelo para a juventude feminina com histórias mais leves e descoladas e com desenhos carismáticos. Vale mencionar que mais de três garotas já usaram o codinome de Batgirl: Barbara Gordon, Cassandra Cain e Stephanie Brown.

Ahá! Aposto que você não sabia da origem estranha de alguns deles, né? Quando a gente investiga mais a fundo encontra cada coisa, né? E você? Que achou? lembrou de mais algum personagem dos quadrinhos que surgiu fora deles? Conta pra gente! Abraços submersos!

Anúncios

Caracterização: É Mais Importante a História ou o Personagem?

Muitos autores dizem que acabam colocando os personagens em detrimento da história que querem contar. Dizem que isso vale a pena quando a história é muito grandiosa para seguir uma caracterização. Um bom exemplo é Vingadores: A Queda, em que a Feiticeira Escarlate aparentemente enlouquece sem motivos e causa os eventos que levaram à minissérie Dinastia M. Mas então faço a pergunta: é mais importante a história ou o personagem?

10 Equipes Teens da Marvel Para Reavivar Seu Espírito Jovem

Esta semana a Marvel anunciou que, como final do evento Civil War II, os membros jovens da equipe dos Vingadores vão se demitir. Assim, será formada uma nova equipe, os Campeões, resgatando um nome antigo da Casa das Ideias. Miss Marvel, Nova e Miles Morales se juntarão ao Hulk Amadeus Cho, ao jovem Ciclope e à filha do Visão para proteger o mundo. Mas não foi a primeira vez que jovens adolescentes tiveram esse papel. Começando pela equipe dos X-Men, que eram os adolescentes mais estranhos de todos! Preparamos aqui uma lista de equipes jovens que já figuraram pela Marvel. Junte-se a nós!

[REVIEW] X-Men: Apocalipse, de Brian Synger

Já estamos no sexto filme da franquia X-Men. Quem diria que chegaríamos a isso lá em 2001, quando a gente se estapeava para saber que atores iriam protagonizar o filme dos mutantes mais incríveis e fabulosos da Marvel? Eu achei um ótimo filme, que entrega muita ação e caracterização bem ao estilo dos X-Men. Mas faltou pisar na tecla mais importante da equipe mutante de Xavier: o preconceito com quem é diferente.

Eu, o Hulk: Quando a Represa se Rompe

De vez em quando, seja na vida ou nas telas de cinema ou TV, nos deparamos com aquela cena, onde, em um ato de fúria insana, o personagem arremessa um copo na parede, destrói um objeto valioso, quebra um espelho ou desconta sua ira no ambiente a sua volta. Isso, amigos, é o Hulk. Um hulkinho pessoal que vive dentro deles.

[VALENTINE’S DAY] X-Men: Romance e… Tragédia!

Claro que uma das coisas que os leitores – e principalmente as leitoras – de X-Men mais gostam são os dramas românticos vividos pelos mutantes. Então, aproveitamos o Dia dos Namorados para fazer uma listinha dos casais mais românticos, apaixonados e melosos que os X-Men e adjacências já tiveram. Aqueles que tiveram de superar enormes obstáculos para manter acesa a chama do amorrrr. De quebra, indicamos para vocês algumas histórias bem trágicas e românticas. Preparem seus lencinhos de papel e vamos lá!

5 Histórias com Apocalipse para Ler Antes do Novo Filme dos X-Men

Ele é o primeiro mutante da face da Terra, chamado Em Sabah Nur, ele reinou no Egito antigo por anos e foi responsável pela construção das pirâmides. Ele acredita na sobrevivência dos mais fortes, ou seja, os humanos devem perecer em prol dos mutantes. Separei aqui algumas histórias importantes com Apocalipse para serem lidas antes do filme:

[TOP 12] Super-Heróis Mais Sexies do Cinema (Em Gifs)

Sim! Depois de fazermos nossa lista de musos e musas dos quadrinhos e todo mundo ter curtido (pelo menos é o que dizem nossos acessos) chegou a vez de fazermos uma lista dos super-heróis mais sexies do cinema. Sim! Atores sem camisa! Em gifs! E tem ator que fez mais de um super-herói no cinema! E sobrou até pra um bichinho! Vamos lá?

As TOP 10 Musas dos Comics e Seus Desenhistas Perfeitos

Chegou o momento mais aguardado desde… hã… ontem! Chegou a hora de revelar nossa seleção de 10 musas dos quadrinhos de super-heróis e os desenhistas que melhor as representam! Ficou com água na boca? Pois então deixa o queixo cair com tanta voluptuosidade. Porque se tem uma coisa que as personagens dos comics sabem ser é ser voluptuosas. Vamos lá! CANÁRIO NEGRO, DE ED BENES Ed Benes é o cara que a DC Comics proibiu de dar muito destaque na parte posterior das heroínas, se é que você me entende! Esse brasileiro desenhou duas vezes a Canário Negro: uma vez nas Aves de Rapina e em outra oportunidade quando ela foi a líder da Liga da Justiça de Brad Meltzer. Dinah Lance, a Canário, faz parte das meninas da meia-arrastão, assim como a Zatanna. Se aquela meia já realça as coxas e a parte que o Benes foi proibido de acentuar, imagina só ela tirando essa peça beeeem devagarinho? É ou não é um arrastão, minha gente? GATA NEGRA, DE TERRY DODSON Com a ajuda …

Batmirim um novo leitor!

Definições de Felicidade para um Colecionador de Quadrinhos

Pode ser fácil ou pode ser difícil fazer um fã de quadrinhos feliz. Mas vamos concluir que é b em fácil, na verdade, basta entender seu coraçãozinho quadriculado. Listei 10 coisas que fazem um fanático de quadrinhos feliz: REVISTA NOVA NAS BANCAS: Ah, que beleza ver aquele exemplar que você tanto queria ali nas bancas, primeiro você folheia na banca, depois folheia em casa e por fim, vai ler. CHEIRAR REVISTA: Sim, ler quadrinhos é um vício e nada melhor do que cheirar a revista e sentir o odor da tinta e do papel, da cola e tudo mais que deixou o seu gibi do jeito que está. COMPARTILHAR UMA DESCOBERTA: Eu li uma HQ do carvalho e agora quero mostrar para o povo como ela é boa, ter a gratidão das pessoas por fazê-las entrar no mundo de uma revista também é legal. ASSISTIR UM FILME BASEADO EM QUADRINHOS: Se gostamos do filme ou não, isso é o de menos, o legal é toda aquele suspense antes do filme sair e das especulações com …

O Conflito do Vietnã #19, da série The 'Nam, o que aconteceria se os vingadores vencessem a Guerra do Vietnã?

A intrínseca relação entre os super-heróis e as guerras

Basta reparar: as revistas de super-heróis possuem suas maiores vendas em tempos difíceis. São nessas épocas que o povo se torna mais acanhado, sem esperanças e vão busca forças nas revistas dos super-heróis. Desde o começo, as revistas de super-heróis mostraram os mesmos em suas capas lutando contra os inimigos da guerra. Capitão América dava um soca na cara de Hitler logo em sua primeira edição. Superman, Batman e Robin acertavam bolinhas na cara de Hitler, Mussolini e Hiruito. Mas enquanto na Marvel o confronto era direto, a DC Comics, ao longo dos anos, deletou essa luta da Segunda Guerra Mundial das páginas de Superman. Embora existam histórias do Homem de Aço lutando no front, uma história mostra que Clark Kent burlou o exame oftalmológico para que não servisse na guerra. Anos depois, a DC iria justificar a ausência da Sociedade da Justiça na guerra, afirmando que Adolf Hitler estava de posse de um artefato sobrenatural chamado Bastão do Destino, que criava uma barreira mística na Europa e na Ásia para ficarem à mercê do …

Antes que a Guerra Civil comece nos cinemas

Antes que a Guerra Civil comece nos cinemas, algumas coisas precisam ser trabalhadas no universo cinemático da Marvel. Explico. Durante a New York Comic Con 2014, a Marvel Studios sugeriu que no terceiro filme do Capitão América, Robert Downey Jr., que faz o Homem de Ferro nos cinemas, terá um papel de destaque. Isso, somado a um anúncio de Civil War para 2015 da editora Marvel, aumentou o buzz de que Capitão América 3 seria, sim Guerra Civil. Mas, como sabemos, o universo cinemático não é os quadrinhos, e alguns ajustes devem ser feitos para seguir os eixos principais da minissérie de Mark Millar e Steve McNiven. Vamos a eles? SOLDADO INVERNAL BONZINHO: No final de Capitão América – O Soldado Invernal, Steve diz que vai com Sam Wilson, o Falcão em busca de Bucky, o Soldado Invernal na Europa. Isso ficou como mote para o terceiro filme, mas se tivermos a Guerra Civil rolando, teremos muito mais coisa para contar do que como Rogers e Barnes fizeram as pazes. Bucky terá um papel essencial …

Todos querem a cabeça do Charles ou por que eu não gosto do Professor Xavier

Líder visionário dos X-Men, o Professor Xavier se tornou um entrave para as histórias dos mutantes. Já diria Kitty Pryde: “O Professor Xavier é um idiota!”. Desde então, muitos roteiristas tem evitado usar Charles Xavier nas histórias dos mutantes, a última vez que o vimos, ele havia sido assassinado por um Ciclope com os poderes de Fênix em Vingadores versus X-Men. O Professor Xavier foi criado por Stan Lee e Jack Kirby em setembro de 1963. Inspirado no visual de Yul Brynner em Sete Homens e um Destino, a grade ideia por trás de Xavier era um homem com grande poder mental reduzido a uma cadeira de rodas. Apesar de impossibilitado de andar, ele podia viajar o mundo através da mente dos outros. Xavier é o arquétipo do Líder Visionário, como já apontei aqui. Xavier também foi inspirado em Martin Luther King, o pastor que sonhava com a igualdade entre negros e brancos. E Xavier tinha um sonho parecido, a igualdade entre mutantes e humanos. PROFESSOR BITCH Porém, Xavier era o líder irretocável, inquestionável, inatingível …

X-Men Made In Brazil

A primeira editora a publicar os X-Men no Brasil foi a GEP – Gráfica e Editora Penteado. Através da revista Edições GEP que durou de 1968 a 1972, os X-Men dividiam a regularidade de sua aparição com Surfista Prateado e Capitão Marvel. Porém o mais incrível nessa revista eram as história produzidas inteiramente aqui no Brasil. As únicas da Marvel a terem essa nacionalidade. As histórias serviam para preencher as páginas da revista para que ela tivesse o número necessário para impressão. Um dos responsáveis pela criação das histórias era Gedeone Malagola, criador do super-herói nacional Raio Negro e de muitos outros. Apesar de nem sempre creditados, outros autores também colaboraram com as histórias tupiniquins das equipes mutantes, como Walter S. Gomes. Bem diferentes das histórias de Stan Lee – que também eram publicadas na revista – as histórias brasileiras não tinham aquele cacoete de explicar tudo que acontecia. Eram ingênuas em certa medida, mas também exploravam os personagens e seus poderes de maneira inédita. Em certa medida, elas lembram a série X-Men: First Class, …

Os Arquétipos e os Super-Heróis da Marvel

Os arquétipos funcionam de certa forma como instintos que guiam e moldam nosso comportamento. As mitologias, bem como os arquétipos, ajudam as pessoas a encontrarem suas identidades, ajudam-nas a em sua luta para entender o universo e o lugar que ocupam nele. Segundo Randazzo (1997, p. 32), os meios de comunicação têm o papel de transmissores da mitologia dos arquétipos, capitaneados pela publicidade geradora de modas e padrões que orientam as massas. No âmbito racional, os super-heróis se identificam com o arquétipo das Cenas do Cotidiano, quando em sua identidade secreta, seu alter-ego mortal. Ao demonstrar, incertezas, pouco conhecimento de si, ao se projetarem em oura pessoa que admiram, como fazem os super-heróis humanizados da Marvel, se aproximam mais dos leitores por serem identificados em suas fraquezas. Esses personagens além de lutar contra seus inimigos têm de batalhar para sobreviver, portanto, têm uma forte consciência das suas responsabilidades e obrigações, conforme diz o lema do Homem-Aranha: “com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”, tendo para si a crença de que tudo se realiza com esforço, mesmo …

X-Men para Novatos

Se você curtiu os filmes dos X-Men e não sabe por onde começar nos quadrinhos porque tudo é muito confuso, são muitos personagens, as histórias começam de um ponto em que você não consegue se situar e você precisa ter uma bagagem de informações para ficar atualizado… (ufa!). Aqui vai uma lista de recomendações de leituras que o ajudarão a começar sua aventura nos quadrinhos dos heróis mutantes. Se você gostou de: X-Men – O Filme Provavelmente vai gostar de: Marvel Millennium: X-Men Por quê? A linha Ultimate (Marvel Millennium no Brasil) foi criada exatamente para capturar o público vindo dos filmes. Você vai reparar que os uniformes também são de couro com alguns detalhes em amarelo. Outra correlação com o filme é que Magneto é o vilão principal e sua irmandade é muito parecida com a do filme (com exceção de Mística). Em uma das cenas de Marvel Millennium, inicialmente produzida por Mark Millar e Adam Kubert, Magneto ataca a Casa Branca e deixa o presidente George W. Bush nu na frente das câmeras …