Todos os posts com a tag: sentinela

X-Men: O Pior X-Man de Todos, de Max Bemis e Michael Walsh

Para começar vou dizer para vocês que o título não está errado. Quando falamos de um integrante da equipe dos X-Men no singular, chamamos ele de x-man, assim mesmo, no minúsculo e no singular de men, que é man. X-Men, como uma equipe, uma reuniões de homens, é composta no plural e grafada em letras maiúsculas. Bem, explicado isso quero dizer que este post vai tratar sobre a minissérie X-Men: The Worst X-Man Ever, escrita por Max Bemis e desenhada por Michael Walsh. Você vai descobrir quem é ou foi o pior x-man de todos os tempos e porque ele mereceu essa alcunha. Sigam-nos os bons e os piores também!

QUE TAL… Super-Heróis Escritos Por Woody Allen?

Woody Allen é um diretor de cinema famoso por suas “marcas de estilo” totalmente características de sua obra, o que caracteriza o seu cinema como uma “cinema de autor” ou ainda, de “auteur”. Alguns quadrinhos também podem ser considerados como quadrinhos de autor, porque carregam no traço dos escritores que os produzem, isso sem falar nos desenhistas, cujo traço já dá a cara do quadrinho num primeiro olhar. Assim, fizemos um exercício e tentamos pensar que super-heróis poderiam ser escritos por Woody Allen se compararmos algumas obras cinematográficas deste diretor com alguns super-heróis que ele poderia escrever, ou quem sabe, até mesmo dirigi

Constantine: O Personagem Melhor Construído dos Quadrinhos de Super-Heróis

Criado por ninguém menos que Alan Moore, o outro mago inglês surgiu pela primeira vez nas páginas de Saga do Monstro do Pântano. Baseado no cantor do The Police, Sting, o personagem John Constantine, o Hellblazer, conquistou gerações e gerações de leitores na marca adulta da DC Comics, o selo Vertigo. Lá ele ficou por trezentas edições – um recorde para qualquer personagem – quando migrou para o universo tradicional da DC Comics. Mas vamos entender porquê esse personagem é tão rico.

Os Super-Heróis e suas Sombras

Seriam os vilões a maior nêmese dos super-heróis? Não quando se trata de enfrentar a eles mesmos. Existem muitas histórias em que os super-heróis tiveram de enfrentar seu lado sombrio para vencerem uma batalha maior: pelo bairro, pelo lar, pelo mundo ou pelo universo. Essa semana me deparei na banca com um livro diferente, se chamava As 7 Leis Espirituais dos Super-Heróis. Os autores eram Deepak Chopra e Gotham Chopra, seu filho. Não me chamou atenção o nome Gotham, pois é uma versão de Gautama, o nome de Buda, mas sim o nome dos dois. Deepak é um grande teórico da espiritualidade tendo trazido a visão do oriente para o ocidente. Já seu filho, Gotham, foi responsável pela Virgin Comics, um selo em parceria com a renomada gravadora, que trouxe quadrinhos como Mulher-Serpente e Sete Irmãos, dos que foram publicados no Brasil, e trouxe parcerias com Guy Ritchie, John Woo, Shekar Kapur e Wes Craven. Apesar da iniciativa não ter logrado tanto sucesso quanto esperado, o selo se tornou a Liquid Comics, que publica quadrinhos …

De Super e de Louco Todo Mundo tem um Pouco (III)

O HERÓI DÁ DEPRESSÃO Robert Reynolds, o Sentinela, assim como o Hulk, compartilha as identidades tanto de herói, como o Sentinela, quanto a de vilão, como o Vácuo. Mas o mais interessante das patologias do herói talvez seja a depressão que o acometeu quando o mundo se esqueceu dele. Isso mesmo, o MUNDO INTEIRO se esqueceu de que ele era um herói, e o mundo inteiro se esqueceu de que Reynolds era o supervilão Vácuo. Para conter o vilão, Reed Richard, o Senhor Fantástico, do Quarteto Fantástico, resolveu construir um dispositivo para que todos na Terra, inclusive Reynolds e sua esposa, esquecessem de que o Vácuo e o Sentinela já existiram. Assim, Reynolds caiu em depressão e no alcoolismo. Numa história subsequente, ele é analisado por um psiquiatra do qual ninguém tem conhecimento e, que numa reviravolta rocambolesca revela ser o Vácuo. Aliás, psiquiatras são a especialidade médica em que temos mais supervilões. O Sentinela/Vácuo acabou morto, durante a saga O Cerco, estripado por uma descarga energética desferida por Thor. O FIM DO MUNDO ESTÁ …

Superman/Batman

Identidade Secreta

Através do viés da história que é contada numa história em quadrinhos podemos dizer que os super-heróis assumem identidades secretas para proteger sua família e entes queridos. Como no exemplo da origem do Homem-Aranha que deixa um bandido escapar e depois descobre que o mesmo foi responsável pelo assassinato de seu tio. Peter Parker, o alter-ego do Homem-Aranha jura, então, usar seus poderes com responsabilidade e isso envolve não revelar sua identidade para o mundo. Por outro lado, se analisamos de um ponto de vista externo às histórias concluiremos que as identidade secretas como Peter Parker e Clark Kent existem com o intuito de trazer o leitor para realidade da HQ. Tanto Peter como Clark são dois desajustados na sociedade, eles não se encaixam nos padrões pré-estabelecidos pela mídia e por isso permitem a identificação com o que Umberto Eco chamou de leitor-médio deste tipo de entretenimento. É possível para o leitor se identificar com as histórias de Peter e Clark e ainda aspirar a ser também ele um super-herói, mostrando que por trás de …