O Thor Gordo: Por um Thor Mais Humano e Menos Divino

O Thor Gordo se tornou um verbete da enciclopédia eletrônica “urban dictionary” e do site “know your meme”. Depois de o encerramento da quadrilogia dos Vingadores terem levado milhares de pessoas aos cinemas e se tornado a maior bilheteria da história, não é de se espantar que as pessoas tenham se fantasiado de Thor Gordo para irem em festas de fantasia. Afinal, o Thor Gordo está bem mais próximo dos corpos reais dos homens do que o corpo de um Chris Hemsworth (deus me livre, mas quem me dera!). Vamos falar um pouco sobre essa mudança radical no Thor que aconteceu antes do Thor Gordo e como essa pançona acabou modificando o personagem para melhor. Pelo menos nos cinemas.  Continuar lendo “O Thor Gordo: Por um Thor Mais Humano e Menos Divino”

Anúncios

Por Que o Filme da Liga Extraordinária deu tão Errado?

A grande maioria das pessoas que leu os quadrinhos de A Liga Extraordinária (The League of Extraordinary Gentlemen), de Alan Moore e Kevin O’Neill, acabaou achando genial a reinvenção de tantos personagens da literatura universal especulativa. Mas por que quando o filme A Liga Extraordinária, dirigido por pelo diretor Stephen Norrington, com roteiro de James Robinson chegou aos cinemas em 2003, deixou tanto os fãs dos quadrinhos como o próprio Alan Moore decepcionado, a ponto de amaldiçoar os filmes de super-heróis para sempre? Vamos tentar explicar nosso pensamento aqui neste post. Continuar lendo “Por Que o Filme da Liga Extraordinária deu tão Errado?”

Melhores e Piores Leituras de Julho de 2019

Caros mergulhonautas e splashonados, já é agosto e julho chegou ao final! Então é hora do quê? Do quê? Da nossa listinha esperta de leituras melhores e piores feitas no mês, com diversos tipos de leitura, do europeu ao mangá, do gringo ao nacional, do mainstream ao experimental. Também temos algumas mini resenhas sobre livros teóricos sobre quadrinhos. São mais de quarenta mini resenhas este mês, então pegue sua pipoquinha para se preparar para ler essa enorme lista de leituras! Continuar lendo “Melhores e Piores Leituras de Julho de 2019”

A Ilha de Krakoa: O Pivô da Fase de Hickman nos X-Men

A ilha-mutante de Krakoa, localizada no Oceano Pacífico é o cenário e principal componente da nova fase de Jonathan Hickman à frente dos  X-Men, os mutantes da Marvel. Ela apareceu pela primeira vez em 1975, na revista Giant-Size X-Men #1, que também apresentou uma nova equipe mutante, com Wolverine, Tempestade, Noturno, Colossus e outros. Um pouco antes de revelar os planos de Hickman para os X-Men e para Krakoa, a Marvel lançou este especial, na linha de seus anuais, em Journey Into Mystery Annual #1: The Birth of Krakoa. Vamos falar um pouco sobre este volume, mas também vamos contar um pouco mais sobre esta misteriosa e poderosa ilha-mutante. Continuar lendo “A Ilha de Krakoa: O Pivô da Fase de Hickman nos X-Men”

Precisamos de um Super Vilão Gay ANTES de um Super-Herói Gay nos Cinemas?

Esta semana um site ligado ao Rotten Tomato divulgou que o Máscara Negra, vilão do filme Aves de Rapina, com estreia programada para 2020, seria o primeiro grande personagem gay em um filme de super-heróis para cinema. Interpretado na produção por Ewan McGregor, o personagem é um mafioso e um vilão classe C da galeria de vilões do universo do Batman. Mas quais são as consequências de termos no cinema um super vilão gay antes de termos um super-herói gay, bem representado? Vamos falar sobre isso neste post. Ah, e se você tem algum hate para destilar, pedimos que primeiro: leia o post e segundo: guarde o seu ódio para você, que certamente ele não faz bem nenhum para ninguém, principalmente quando é voltado à minorias. Avisado? Beleza, vamos à discussão. Continuar lendo “Precisamos de um Super Vilão Gay ANTES de um Super-Herói Gay nos Cinemas?”

Destaques Fantasmagóricos da Editora Mythos Para Julho de 2019

Julho chegou e, para o mês que marca a metade e a virada do ano, a Editora Mythos, além dos especiais de sempre, preparou o retorno de um grande herói. Ele é Kit Walker, o Fantasma, também conhecido como “o espírito que anda”. O Fantasma foi criado por Lee Falk em 1930 e foi o primeiro herói mascarado dos quadrinhos. Para julho, a Mythos preparou duas publicações com o Fantasma, além de outras publicações como lançamentos de sue catálogo. Mas os fãs do “espírito que anda” devem ficar ligados pois a Mythos Editora não vai parar por aí com novas publicações do personagem. É aguardar para ver. Agora vamos aos destaques doa lançamentos da Editora Mythos para julho de 2019. Continuar lendo “Destaques Fantasmagóricos da Editora Mythos Para Julho de 2019”

O Que é A Muralha da Fonte do Universo DC?

Nas histórias em quadrinhos recentes do Universo da DC Comics muito têm se falado sobre a Muralha da Fonte do Universo, que foi rompida graças às ações do heróis para proteger nosso mundo contra o multiverso negativo. Isso aconteceu na minissérie Noites das Trevas: Metal, capitaneada pelo autor Scott Snyder e é ele quem vem inserindo esses elementos aos poucos nesse novo multiverso da DC Comics, principalmente nas histórias da Liga da Justiça. Então, neste post vamos explicar para vocês do que se trata a Muralha da Fonte e o que é essa tal Fonte que é (era) protegida por uma muralha feita de antigos deuses. Continuar lendo “O Que é A Muralha da Fonte do Universo DC?”

Super-Gay: A Revista com Super-Heróis Homossexuais da Grafipar

Conforme prometemos, hoje vamos falar de uma polêmica produção da Editora Grafipar, de Curitiba, feita nos anos 1980. Hoje vamos falar de Super-Gay número um, uma revista que misturava paródias de super-heróis e… hum… homossexualidade. Mas como será que essa homossexualidade destes super-heróis era evidenciada nas histórias da revista? Contra quem nossos supers gays lutavam? E as lésbicas, como apareciam? Pessoas trans, havia? Quem eram os protagonistas? Quem produziu essa revista? E porque uma revista que, segundo os editores, estava fadada ao sucesso teve de interromper sua publicação no seu primeiro número? Você irá saber tudo isso neste post.  Continuar lendo “Super-Gay: A Revista com Super-Heróis Homossexuais da Grafipar”

Melhores e Piores Leituras de Junho de 2019

Olá mergulhadores! Junho, para variar também foi um mês intenso, estive em duas convenções de quadrinhos, a FloripaComicCon e a POC CON, dois eventos sensacionais, que vou deixar o link sobre eles no final desta postagem. Mas, claro, não deixei também de fazer minha extensa lista de leituras para vocês. Só que dessa vez ela veio no primeiro dia de julho. Este mês são quarenta e cinco quadrinhos e livros sobre quadrinhos que fizemos resenhas, e de todo o tipo de leitura: acadêmicos, biográficos, europeus, independentes, de super-heróis, mangás, alternativos e muitos outros. Então afivelem seus cintos de segurança que o nosso submarino vai submergir em leituras! Continuar lendo “Melhores e Piores Leituras de Junho de 2019”

10 Loucas Histórias do Mês do Editor Assistente na Marvel

Era janeiro de 1984 e, segundo, a Marvel, os editores principais de suas revistas haviam ido a uma convenção de quadrinhos e deixaram o fechamento das edições para os editores assistentes. Mas deixar os assistentes, os estagiários, na incumbência de cuidar das revistas da editora poderiam resultar grandes catástrofes. E foi o que aconteceu – de brincadeirinha, é claro! – muitas coisas loucas aconteceram naquele primeiro mês do ano de 1984 nas revistas da Marvel Comics. Neste post nós vamos falar de algumas delas e como os “editores assistentes” fizeram para trazer loucas histórias para essas revistas que os editores principais jamais teriam aprovado! Continuar lendo “10 Loucas Histórias do Mês do Editor Assistente na Marvel”

Os Comics Homoeróticos Feitos Por Francis Xie

Muito antes mesmo da existência da internet já circulavam por aí diversas versões de personagens da cultura pop de forma erótica. Era o que nos Estados Unidos se conhecia por Tijuana Bibles. Com o advento da internet, essa produção se transformou numa das regras da rede mundial de computadores, a de número 43: tudo que existe na internet tem sua versão erótica. Assim surgiram as versões fanarts eróticas dos personagens da cultura pop. E, claro, sua versão homoerótica. Mas o que o artista trans taiwanês Francis Xie tem de tão especial que o destaca dos outros artistas que fazem suas versões homoeróticas de personagens dos comics? É o que você vai saber neste post. Continuar lendo “Os Comics Homoeróticos Feitos Por Francis Xie”

Fomos Conhecer o Coletivo Geek, um Espaço Dedicado a Nós, Nerds!

O Coletivo Geek é um novo espaço de entretenimento nerd e geek na zona sul de São Paulo, no bairro de Moema. Trata-se de um edifício inteiro de cinco andares dedicado à cultura pop, contemplando diversos segmentos desse nicho e também com comidas e bebidas deliciosas para alimentar o corpo dos nerds e alimentar a alma com elementos colecionáveis. Venha comigo dar um “passeio” por esse espaço dedicado às nossas paixões nerds e geeks e aproveite para conhecer um espaço superlegal que combina cultura pop, quadrinhos, games, jogos e comida boa! Continuar lendo “Fomos Conhecer o Coletivo Geek, um Espaço Dedicado a Nós, Nerds!”

Quem São os D’Bari, os Alienígenas do Filme X-Men: A Fênix Negra?

Depois de muito tempo de especulação, finalmente, ao sair o filme de X-Men: A Fênix Negra, os espectadores puderam ficar sabendo quem é a personagem da atriz Jessica Chastain na película. Ela é Kun, líder da raça transmorfa e poderosa dos D’Bari. Claro, os D’Bari já haviam aparecido nos quadrinhos e possuem uma estreita ligação com a Saga da Fênix Negra nos quadrinhos. Neste post nós vamos falar mais sobre essa raça e sua influência no filme em que Jean Grey, interpretada por Sophie Turner, é a protagonista. Então se não quiser spoilers do filme não venha ver, mas se você já viu a película, está liberado para a leitura! Continuar lendo “Quem São os D’Bari, os Alienígenas do Filme X-Men: A Fênix Negra?”

30 Personagens dos Comics Baseados em Palhaços (e Que Não São o Coringa e a Arlequina)

Os palhaços sempre estiveram presentes na cultura popular, misto de humor com terror, também são estrelas de inúmeros filmes perturbadores e de horror. Alguma pessoas desenvolvem uma fobia por palhaços que se chama coulrofobia. Eles se popularizaram com as apresentações da Comédia Dell’Arte na Itália, onde personagens como o Polichinelo e o Arlequim eram os mais populares. No carnaval de Veneza, as máscaras de Pierrot e da Colombina são algumas das mais populares. E, claro, nossos queridos quadrinhos também absorveram essas criaturas na forma dos populares e vilanescos Coringa e Arlequina. Mas existem mais personagens nos quadrinhos de super-heróis baseados em palhaços e você vai ficar sabendo dessa palhaçada agora mesmo, lendo este post.

Continuar lendo “30 Personagens dos Comics Baseados em Palhaços (e Que Não São o Coringa e a Arlequina)”

Um Balanço do Conteúdo das Coleções da Salvat Após Seu Encerramento

Em abril de 2019, a Editora Salvat que vinha publicando diversas coleções de encadernados capa dura da Marvel Comics anunciou o encerramento abrupto de todas as suas coleções relacionadas à Casa das Ideias. Por determinado tempo foram quatro coleções simultâneas nas bancas, quinzenalmente, por preços próximos aos 50 reais. Isso provocou diversas reações por parte dos consumidores. Agora, chegando ao derradeiro momento, até então, desta coleções, trazemos um balanço sobre o conteúdo inédito trazido ao Brasil pela Editora Salvat e sobre republicações de coisas já consumidas pelos brasileiros. Vamos falar de coleções que ficam bonitas na estante e formam um pôster para você poder comprar todas? Vamos! Continuar lendo “Um Balanço do Conteúdo das Coleções da Salvat Após Seu Encerramento”

Atmosfera de Terror Cósmico. Venom, de Donny Cates e Ryan Stegman

Quando um personagem dos quadrinhos vai para os cinemas, as editoras sempre dão um jeito de dirigir seus holofotes para ele. Não foi diferente com o Venom que, antes de estrear nas telonas ganhou uma boa dose de especiais saindo pela Marvel Comics. Mas na época em que o filme foi para os cinemas, a Marvel resolveu tratar o personagem de uma maneira que nunca tentou: dando a ele um roteirista consistente. Assim, a Marvel chamou Donny Cates, que já vinha sendo aclamado por sua fase no encerramento do título de Thanos para dar conta de Eddie Brock e seu simbionte alienígena. O resultado tem sido muito apreciado por críticos e leitores e segue a linha de Alan Moore usando o mote “tudo que o personagem sabia sobre si mesmo era uma mentira”. E vamos falar mais sobre isso neste post. Quem vir ver, verá! Continuar lendo “Atmosfera de Terror Cósmico. Venom, de Donny Cates e Ryan Stegman”

Melhores e Piores Leituras de Maio de 2019

Maio foi um mês intenso. Quase não consegui parar para escrever nada no blog porque precisava entregar um quadrinho todo desenhado por mim, mas entre mortos e feridos salvaram-se todos. E o que salvou os acessos do blog foi a bunda do Lúcifer, ou melhor do Tom Ellis, que incrementou os números aqui. Isso que eu chamo de “Save As”. Este mês de maio, entretanto, teve inúmeras leituras, de europeus a mangás, de super-heróis a quadrinhos alternativos, de independentes a hipercomercializados. Então prepare seu mouse para clicar no post e acompanhar toda essa jornada de leituras e minirresenha que vêm aí! Sigam-me os bons! Continuar lendo “Melhores e Piores Leituras de Maio de 2019”

Tem Fogo? 15 Super-Heróis Que Fumam Tabaco

Hoje em dia, fumar é um hábito que muitos vêem como algo nojento e, principalmente, prejudicial à saúde. Mas houve tempos em que, aliado à publicidade das indústrias de tabaco, fumar era um ato distintivo, que diferenciava as pessoas e dava a elas distinção e elegância. A publicidade de cigarro chegava a associar os cigarros à esportes radicais. Viver perigosamente? Sim, mas não desse jeito. Isso, como tudo na cultura, se refletia nas histórias de super-heróis. Neste post trazemos um pouco da discussão sobre o ato de fumar tabaco (e não outras substâncias) pelos super-heróis e vamos ver caso a caso alguns super-heróis que costumam fumar nas revistas em quadrinhos. Continuar lendo “Tem Fogo? 15 Super-Heróis Que Fumam Tabaco”