Quadrinho Nacional: Artigo de Luxo ou Espécie em Extinção?

Nessas últimas semanas o “mercado” nacional de quadrinhos foi surpreendido com várias publicações nacionais com um número grande de páginas e um preço acima do comum que é praticado para esse tipo de publicação. Em face disso, vim trazer essa discussão, tentando abordar diversos aspectos que tornam essa realidade possível. (?) E tentar entender as dinâmicas desse “mercado” que se coloca ao mesmo tempo como artigo de luxo e como espécie em extinção. Continuar lendo “Quadrinho Nacional: Artigo de Luxo ou Espécie em Extinção?”

Escrevendo Diálogos Para Quadrinhos x Para Cinema, por Jules Feiffer

Jules Feiffer é um dos mais renomados cartunistas americanos, tendo trabalhado como braço-direito de Will Eisner, criador do Spirit, nos anos 40. Ele é ganhador de muitos prêmios e possui um Pulitzer por quadrinhos editoriais (charges e cartuns). Um dos seus últimos trabalhos publicados no Brasil foi Mate Minha Mãe, publicado aqui pela Companhia das Letras. Ele também trabalhou como dramaturgo e como criador de roteiros para cinema, escrevendo os diálogos do filme live-action do Popeye. Ele também foi um dos primeiros a escrever livros teóricos sobre super-heróis, em 1965, com o livro The Great Comic Book Heroes. Aqui, Feiffer dá dicas da escrita de diálogos, tanto para quadrinhos como para teatro e cinema. Dê uma checada! Continuar lendo “Escrevendo Diálogos Para Quadrinhos x Para Cinema, por Jules Feiffer”

A Diferença Entre a Avaliação de Crítica e Público Nos Quadrinhos

Nas artes em geral, sempre vemos uma grande discrepância entre avaliações de críticos e de público. È muito comum obras que foram sucesso de crítico, não serem de público. Por outro lado, pode também haver o insucesso compartilhado e o sucesso para os dois lados da moeda. Mas como essa diferença se dá em diferentes tipos de entretenimento? E como se dá nos quadrinhos? Continuar lendo “A Diferença Entre a Avaliação de Crítica e Público Nos Quadrinhos”

Splash Pod – S01 E10 – O Fenômeno das Coleções de HQs

Olá mergulhadores e mergulhadoras! Nesse episódio falaremos sobre as coleções de HQs que vêm invadindo as bancas brasileiras. Com capa dura e preço acessível e com lombada que forma desenho, elas vêm angariando um público bem amplo. Falaremos aqui sobre Salvat, Eaglemoss, Panini, Planeta DeAgostini e outras. Fique ligado para a polêmica, nossos pitacos e opiniões! VOCÊ PODE ACESSAR O PODCAST ATRAVÉS DESTE LINK ! … Continuar lendo Splash Pod – S01 E10 – O Fenômeno das Coleções de HQs

A Arte e a Arte de Perturbar os Confortáveis

A humanidade vive de dois movimentos: o de criar e o de compreender. Esses também são os dois lados da produção da arte e de toda comunicação em geral. Do produtor e do receptor. A arte é uma comunicação. Algumas vezes é um grito, outras vezes um sussurro, uma leve sugestão. Continuar lendo A Arte e a Arte de Perturbar os Confortáveis

Onde e Quando Você Lê Seus Quadrinhos?

Entrevistamos vários profissionais dos quadrinhos brasileiros para responder uma singela, porém inquietante pergunta sobre hábitos de leitura: “Onde e quando você lê seus quadrinhos?”. As respostas vão desde coisas normais como uma poltrona ou um sofá, passando pelo amigo vaso sanitário, até coisas mais inusitadas. Continuar lendo Onde e Quando Você Lê Seus Quadrinhos?

Ser tratado que nem bicho é dose pra leão... opa, pra chiuaua!

10 Motivos Para… Soltar o Bicho! (Na Marvel)

Há um tempo atrás trouxemos para você uma listinha com 10 bichinhos encantadores da Distinta Concorrência. Agora, chegou a vez do zoológico da Marvel abrir as portas para que você aposte no jogo do bicho com tanta contravenção que você nunca viu antes. Nem mesmo correntes douradas no pescoço nem camisas estampadas de rosa com ternos branquinhos vão nos segurar. Pegue a sua tabelinha no calendário do seu barbeiro, escolha seu bicho e confira o número. A hora do jogo é essa! Quer ir Mais Fundo? Mergulhe!

O Pelhor é que é isso aí mesmo!

Os 10 Piores Filmes de Super-Heróis

É, amigo, nem tudo são maravilhas quando se trata de filmes de super-heróis. Nem todos eles são aquele estrondoso sucesso de bilheteria. Alguns são bem ruinzinhos, toscos, e fracassos, principalmente aqueles que vieram antes dos anos 2000. Criei aqui uma lista dos piores filmes de super-heróis que assisti. A ordem é alfabética.

Quer ir mais fundo? Mergulhe!

Um Eco e um Suspiro da Cultura de Massa

O Papel da Crítica (Inclusive a de Quadrinhos)

Na faculdade de Comunicação Social aprendemos, logo no começo, sobre os gate keepers, ou seja, os formadores de opinião. Numa tradução literal, a expressão significaria “os guardiões do portão”, como na música de Sérgio Reis, do Menino da Porteira, triste que ela só, sertaneja que ela só, os guardiões da porteira são aqueles que selecionam quem ou o que entra e quem ou o que sai. Assim funciona a mídia em massa. Ela seleciona o que deve passar pelo seu portão e ser divulgado para o mundo. É um papel delicado. Mas ao fazer essa seleção – do que presta e do que não, do que a mídia acha que o público vai gostar ou não – mostra o quanto de poder esses veículos de comunicação tem em suas mãos.

Quer ir mais fundo? Mergulhe!

O Embate Entre Palavras e Imagens Nos Quadrinhos e No Audiovisual

Em seu livro de ficção, 1984, George Orwell cunhou, entre muitos outros, o termo duplipensar. Esse ato significa manter duas crenças contraditórias na mente ao mesmo tempo. Em artes como o audiovisual e os quadrinhos estamos usando dois sistemas de códigos diferentes: a imagem e a linguagem de palavras. Quer ir mais fundo? Mergulhe!

A Colorização da Pele dos Super-Heróis

Muitos artigos por aí falam sobre representações étnicas nos quadrinhos, mas poucos deles falam de como estes personagens são e eram colorizados de acordo com suas etnias. A colorização errônea da pele dos personagens é um pecado que a indústria dos quadrinhos ainda comete quando se trata de representar a variedade racial dos quadrinhos. A seguir, uma breve análise das representações étnicas através das cores nos quadrinhos: Continuar lendo A Colorização da Pele dos Super-Heróis

Muitos gibis de super-heróis nas prateleiras da Braz Shop

O Mercado de Quadrinhos Pela Visão das Bancas

Entrevistamos dois donos de bancas (as bancas que costumo ir, claro) para nos contar um pouco sobre a visão do mercado de quadrinhos por parte de quem vende esse material todos os dias. O mercado de quadrinho está maior ou menor? Variedade também é sinônimo de aumento de vendas? Vamos falar sobre isso e mais um pouco. Continuar lendo O Mercado de Quadrinhos Pela Visão das Bancas

SplashPod – S01 E05 – SEXO! SEXO! SEXO nos Quadrinhos!

Olá mergulhadores ! Mais uma vez, mergulhamos profundamente (ui!) nos quadrinhos para discutir algo melhor que os próprios: sexo ! Nesse episódio, discutimos episódios de sexo nos quadrinhos, sejam eles eróticos, pornôs, de ação ou qualquer outro estilo ! Dudu Bandeira, Guilherme Smee, Fabiomesmo e Santiago Castro, acompanhados dos convidados especiais Annie O’Reilly, J.R. Weingartner Jr., e Mario Cesar Oliveira (http://www.masquemario.net/), comentam sexo nas hqs, … Continuar lendo SplashPod – S01 E05 – SEXO! SEXO! SEXO nos Quadrinhos!