Todos os posts com a tag: elektra

Roteiristas Que (Quase) Todo Mundo Adora Odiar

Como nossas duas listinhas de desenhistas odiados fizeram sucesso aqui no blog, dessa vez resolvemos trazer para vocês roteiristas que são uma quase unanimidade do ódio entre os leitores. Histórias fracas, personagens, mal construídos, plots sem pé nem cabeça são alguns dos males que acometem esses senhores estes senhores aqui listas.  Venha ver quem são! Anúncios

As 10 Super-Heroínas Mais Importantes dos Quadrinhos

Depois que fizemos uma lista com os 10 mais importantes heróis negros dos quadrinhos e dos 10 casais gays mais famosos dos quadrinhos, nada mais justo que nomearmos agora as mulheres mais influentes nos quadrinhos em termos de importância. Mas não se esqueça que estamos falando só das super-heroínas e não de coadjuvantes como Lois Lane. Ok, ora de ir a lias ta em ordem de importância.

As 10 Mortes de Super-Heróis Mais Comentadas dos Quadrinhos

Pois é, caros leitores, hoje as mortes de super-heróis são tão banais que todo mundo sabe que seis menes depois, no máximo, eles estão de volta. Mas houve uma época, como nenhuma outra, que mortes de heróis davam no que falar. Esse postzinho maneiro aqui é para a gente dar uma olhada nas dez mortes que mais chocaram os quadrinhos e os fãs de quadrinhos. Vamos a elas?

MAIS Destaques do Checklist Marvel/Panini para Junho/2016

Olá mergulhadores! Como sempre chega fim do mês e é hora do checklist do começo do mês. Pelo menos na Marvel Panini é assim! E olha que a gente foi atrás pra trazer outros destaques pra vocês lá na primeira semana. Mas fazer o quê, né, a gente só compra as revistas deles. Ah, pra que se preocupar em ser bom pro consumidor? Eles são líderes de mercado mesmo. Who cares? Hã… Nós!

Frank Miller e Seus Colaboradores Frequentes

Muitos artistas renomados trabalharam com Frank Miller. Alguns exemplos são incrível detalhista Geoff Darrow (Hard Bolied: À Queima Roupa e Big Guy & Rusty), o co-autor de Watchmen, Dave Gibbons (Liberdade e Martha Washington Vai à Guerra), o multiplataforma dos quadrinhos Bill Siekiewicz (Elektra: Assassina). Vamos saber mais? Venha comigo se quiser viver!

Os Thunderbolts Estão de Volta. Mas, Quem São Eles?

Este mês a Marvel anunciou o retorno dos Thunderbolts, dessa vez liderados pelo Soldado Invernal, como consequências do evento Avengers: Standoff. A saga acontecerá no primeiro semestre de 2016 e envolverá as principais revistas dos Vingadores. A história envolve um segredo perturbador em uma cidadezinha do interior dos EUA. Então vamos desvendar o mistério dos Thunderbolts!

MC2: O Universo dos Filhos dos Heróis Marvel

O ano era 1998. Uma personagem se destacava nas págians de O Que Aconteceria Se… por ser a filha perdida de Peter e Mary Jane Parker. Ela era May Parker, a Garota-Aranha. Ela também era o início do MC2, um Universo Marvel futrurista que mostrava como se virariam os filhos dos heróis Marvel. Nós vamos contar mais para vocês!

Os 10 Piores Crimes Contra as Mulheres nos Quadrinhos

Quando se pensa em crimes contra mulheres se pensa em estupro. Mas nem só de estupro vivem os crimes contra os personagens femininos nos quadrinhos de super-heróis. Não acredita? Há desde estupros a mortes, passando por decepamento a canibalismo. Legal né? Só que não. Então fizemos uma listinha de dez barbaridades que fizeram com personagens femininas nos quadrinhos.

Será Que Ele É? 10 Criadores LGBT de Comics

Já foi o tempo em que essa pergunta andava nas bocas das pessoas. Hoje saber se uma pessoa é gay ou não só importa para os próprios gays que podem ter um interesse na pessoa. Tá, e a alguns moralistas que ainda acham isso um absurdo fora do comum. Talvez por essa razão a maioria dos criadores LGBT dos quadrinhos se encontra no meio indie, como é o caso de Alison Bechdel, Howard Cruse, Dean Haspiel, Ralph Konig e Julie Maroh, nomes proeminentes do gueto quadrinístico LGBT.

Todas as capas da ShadowLine publicadas nos Estados Unidos.

Shadowline: A Saga Das Sombras. A Primeira Linha De Super-Heróis Adultos.

Foi antes de Watchmen. Foi antes de sequer existir a Vertigo. O ano era 1986 e o cara era Achie Goodwin. Vamos falar de um selo que ele criou que é bastante obscuro e tem poucos lugares na internet que falam sobre ele. Se trata de uma derivação da Epic Comics, o selo ShadowLine, que no Brasil ficou conhecido como A Saga das Sombras.

[TOP 12] Super-Heróis Mais Sexies do Cinema (Em Gifs)

Sim! Depois de fazermos nossa lista de musos e musas dos quadrinhos e todo mundo ter curtido (pelo menos é o que dizem nossos acessos) chegou a vez de fazermos uma lista dos super-heróis mais sexies do cinema. Sim! Atores sem camisa! Em gifs! E tem ator que fez mais de um super-herói no cinema! E sobrou até pra um bichinho! Vamos lá?

Capitã Marvel nos cinemas em 2018!

Quem é essa tal Capitã Marvel?

Quem é essa tal Capitã Marvel que vai ganhar filme pela Marvel Studios / Disney dentro do universo cinemático da Marvel? Quem é essa mulher que vem ganhando títulos da Marvel nos EUA e encadernados da Panini Comics no Brasil? O que é a Tropa Carol? Descubra aqui. Descubra agora! A ORIGEM DA MISS MARVEL O título Ms. Marvel, lançado em 1977, trazia uma história de superação feminina. O alter-ego de Miss Marvel é Carol Susan Jane Danvers, a filha mais velha e única garota de uma família muito grande, que passou a infância competindo com seus irmãos mais jovens. Desde muito cedo, Carol teve uma natureza independente e grandes aspirações para o futuro. Estes desejos, contudo, eram repreendidos pelo pai da moça, que preferia investir o seu dinheiro na educação de seus filhos homens e acalentava a crença que um marido seria a solução para os problemas da jovem, pois este a sustentaria pelo resto de sua vida. Desobedecendo a seu pai e seguindo sua admiração pela aviação e seu sonho de voar, Carol …

X-Men e Quarteto Fantástico a caminho do desaparecimento

Estariam as equipes da Marvel X-Men e Quarteto Fantástico fadadas a desaparecer dos gibis da Marvel Comics? Não quero ser pessimista, mas todos os indícios levam a crer isso. Wolverine morre, o gibi do Quarteto é cancelado. Vamos tentar entender isso? Tudo começa quando a Fox começa a ganhar os direitos de fazer filmes de super-heróis da Marvel com os X-Men. O filme de 2001 foi um estrondoso sucesso e, junto com Blade, iniciou uma nova onda de filmes de super-heróis. Logo, a Fox também lançou os filmes de Demolidor, Elektra e do Quarteto Fantástico. Mas enquanto a franquia dos X-Men ia acumulando filmes bem-sucedidos, os outros filmes de super-heróis da Fox viraram fracassos de bilheteria. Os direitos do Homem-Aranha já pertenciam à Sony. A Marvel resolveu criar seu próprio estúdio, o Marvel Studios, primeiramente em parceria com a Universal Pictures, e lançou seu primeiro filme, O Incrível Hulk, estrelado por Edward Norton. Depois do lançamento de Homem de Ferro, estrelado por Robert Downey Jr., a editora viu que seu universo cinemático devia crescer e, …

Saudades: Especial do Mês

Mais um almanacão na lista do Saudades, pra não deixar nenhum Marvete com recalque. Hoje vamos falar de uma série de especiais todinha dedicada à Marvel. Ainda que, em sua concepção não tenha sido bem esse o propósito. Conheçam ou relembrem o Especial do Mês. Dados Gerais: Especial do Mês (Editora Abril) Duração: 4 números – Agosto de 1999 a Dezembro de 1999 O Contexto: A Marvel na Abril se expandia, mas em terras não-mutantes. Depois do boom das revistas mutantes no início da década de 90, a revista mensal Fator X foi cancelada e assim, muitos mutantes perderam sua casa. Era a época dos Heróis Renascem, em que Capitão América, Vingadores, Homem de Ferro e Quarteto Fantástico ganharam uma série de 12 edições na Abril. Além disso, havia a revista Marvel 99, que trazia boas histórias de Hulk, Demolidor, Elektra, mas principalmente de Deadpool e Kazar. As revistas de linha ganhavam o reforço de 100 páginas para suas anteriores 84 páginas. Para lançar mais aventuras, e aventuras separadas, a Abril resolveu lançar o Especial …

Eu cresci no Universo Marvel, por Joss Whedon

“Eu cresci no Universo Marvel. Eu tinha uns 10 anos quando entrei pela primeira vez. Ross Andru fazia o Homem-Aranha se balançar por toda Nova York. George Pérez tinha jogado os Vingadores na Contraterra. Foram os meus primeiros gibis, aquele pelos quais eu corria pra banca de jornal, mas logo estava lendo quase toda a linha da Marvel. Conhecia todas as histórias também; devorava todas as edições anteriores, origens e antologias que podia encontrar. Era um espaço rico e místico, cheio de grandes aventuras cósmicas e dramas pessoais. Um bom lugar para crescer. E a melhor parte de tido isso é que esse universo parecia estar crescendo junto comigo. Enquanto eu passava pela adolescência e me deparava com uma realidade sombria e mais complexa, a Marvel acompanhava cada um dos meus passos. As revistas, que já eram tão ricas, tornavam-se mais profundas e sombrias. Conceitos mais audaciosos, narrativa visual mais sofisticada. Os personagens era mais ambíguos, bem amarrados, torturados e adultos do que qualquer adulto pudesse suspeitar. Deathlock, Howard, o pato, Wolverine, Elektra. Estava a …

As Eras dos Quadrinhos – Parte 6

A Era de Bronze – Morte, o grande momento da vida O exemplo utilizado por Blumberg como a crise que estabelece novos paradigmas é a morte de Gwen Stacy, namorada do Homem-Aranha, publicada originalmente em Amazing Spder-Man #141 (Junho de 1973). A história, aqui, serve como o divisor de águas, a crise mencionada por Kuhn. A história inovava ao condenar uma personagem querida dos leitores a uma fatalidade, coisa até então impensada para o gênero. Os editores discutiram se o melhor para Peter Parker e Gwen Stacy era o casamento ou a morte. Decidiram pela morte. Este acontecimento redefiniu estatutos, os mesmos de que Eco falava anteriormente, de que o herói não deve se consumir. O fim de Gwen abriu espaço para mortes mais grandiosas como da Fênix e de Elektra. Era isso que o zeitgeist pedia. No início da década de 70, muitos jovens americanos tinham de encarar a morte de frente, sendo levados a combater no Vietnã por uma derrota anunciada. O escândalo Watergate desfez a imagem icônica que os ianques tinham de …