Todos os posts com a tag: scott lobdell

Melhores e Piores Leituras de Abril de 2017

Sabe aqueles meses em que o mundo gira muito depressa? As notícias correm muito rápido, os desastres acontecem, você não para de estudar e trabalhar e tudo que você quer é um divertimento bobo, bem tolinho, só pra se esquecer do que está correndo atrás de você? Bem, esse foi o meu Abril. Então não esperem encontrar aqui grandes leitura que façam pensar, refletir e/ou construir um degrau acima na sua iluminação. Esse mês as leituras foram mais para desopilar do que pra qualquer coisa, como você pode perceber. Por isso, não temos muita coisa da Vertigo e o que tem, bem, decepciona muito. Vejam a seguir! MELHORES: MOTOQUEIRO FANTASMA: MÁQUINAS DA VINGANÇA, DE FELIPE SMITH, TRADD MOORE E DAMIEN SCOTT A nova versão do Motoqueiro Fantasma para as novas gerações conseguiu até uma aparição no seriado dos Agentes da SHIELD na TV, com Gabriel Luna interpretando Rob Reyes. Só que, aqui no Brasil, temos um problema, o Motoqueiro Fantasma não é Motoqueiro, ele é piloto. Afinal, ele não dirige uma motocicleta, ele dirige um …

Destaques do Checklist DC Comics / Panini Comics Para Fevereiro/2017

Uhuuu! Finalmente Os Novos 52 estão acabando! Hasta la vista, babe! E não volte! EPA! Pera, ainda falta acabar a revista do Superman. Mas ok, é mero detalhe. Em março já teremos o REBIRTH em terras brasileiras. Enquanto isso, fique com os destaques para o mês do carnaval! TAPADORES DE BURACOS Bem, você já sabe que a Panini fez uma manobra para fazer caber suas publicações em 52 números, né? Então foram necessários encadernados para encerras todas as séries. Alguns deles são estes. A Sombra do Batman Especial: Capuz Vermelho e Arsenal traz o fim do rosca-enrosca com a Filha do Coringa. Apesar de eu curtir a mística ao redor dessa personagem desde a Turma Titã, o roteiro é escrito pelo Scott Lobdell, então acho que vou passar. A Sombra do Batman: Grayson traz o encerramento da fase de espião de Dick Grayson, ex-Robin, ex-atual Asa Notuna. As histórias de Tom King foram muito elogiadas, bem como os desenhos de Mikel Janin. Eu estava com muita vontade de conhecer essa série e essa é minha …

A Marvel dos Anos 90 e a AIDS

Dezembro é o mês de conscientização e de combate à AIDS. O dia 1 de dezembro é o Dia Mundial de Combate a AIDS. A epidemia abalou o mundo no final dos anos 80 e começo dos anos 90. Os quadrinhos, que sempre refletem a realidade, não deixaram esse assunto de fora. A Marvel abordou o assunto das mais diversas formas, algumas delas, bastante equivocadas. Mas nenhuma trouxe o assunto à baila tão exemplarmente como uma certa edição do Incrível Hulk.

5 Histórias Natalinas dos X-Men (Merry X-Mas!)

O Natal vem vindo, vem vindo o Natal! Para entrar no ritmo e no espírito natalino, preparei uma lista com cinco histórias das festas de final de ano com os X-Men, minha equipe de super-heróis favorita. Dê uma olhada nessa lista e veja se você já leu alguma dessas histórias ou não, ou se pelo menos conhece elas! Ho ho ho!

Roteiristas Que (Quase) Todo Mundo Adora Odiar

Como nossas duas listinhas de desenhistas odiados fizeram sucesso aqui no blog, dessa vez resolvemos trazer para vocês roteiristas que são uma quase unanimidade do ódio entre os leitores. Histórias fracas, personagens, mal construídos, plots sem pé nem cabeça são alguns dos males que acometem esses senhores estes senhores aqui listas.  Venha ver quem são!

X-Men Circa 1998

Origens Secretas dos X-Men (Parte 2)

Dando sequencia à matéria anterior, daremoss equencia aos depoimentos dos criadores dos X-Men falando como foi dar vida a estes amados personagens. Estrelando esta segunda e última parte: Kitty Pryde, Vampira, Gambit e Medula! KITTY PRIDE, A AMIGA DO JOHN BYRNE Criadores: Chris Claremont e John Byrne Kitty foi criada  porque o editor-chefe, Jim Shooter, precisava colocar uma pessoa mais jovem na equipe. “Nós adicionamos Kitty para incluir uma perspectiva adolescente onde os jovens leitores tentariam se enquadrar”, diz Claremont, “Isso nos deixou mostrar em alguém o outro lado, ver a equipe com olhos novos.” Shooter odiava personagens com poderes de disparo, que atacam de longe, então Byrne colocou nela um poder passivo, inspirado num artigo científico dizendo que átomos não podem ocupar o mesmo espaço ao mesmo tempo. Originalmente o codinome Sprite(Ninfa) foi obscurecido pelo nome Kitty Pride, e isso surgiu indiretamente para Claremont. Claremont queria que o nome dela fosse Thunderbird (Pássaro Trovejante, depois do finado X-Man), não importando quais os poderes que daríamos a ela”, conta Byrne, “Eu pensei que não era …

Amados e Adorados pelo povo!

10 Motivos Mostrando Que os “Novos” Novos Titãs Estão com Tudo

Caso você não saiba, agora os Novos Titãs estão sendo publicados na revista da Liga da Justiça. Sim, e estão com uma nova, hum, digamos assim, continuidade. Você pode começar a partir da edição 30 de Liga da Justiça. A nova fase é escrita por Will Pfeifer (da fase memorável da Mulher-Gato Um Ano Depois e do infame Ataque das Amazonas) e da estrela ascendente Kenneth Rocafort (Superman, Capuz Vermelho e os Foragidos). Explicado? Vamos aos motivos!

SplashFolia – Concurso de Fantasias de Super-Heróis (Parte 3)

OLHA A CABELEIRA DO ZEZÉ (DI CAMARGO?). SERÁ QUE ELE É? Categoria Gala Gay Porque eu gosto de sofrer vou dizer que não existe coisa mais gay do que roupa de super-heróis. Vocês hão de convir quando eu digo que é difícil encontrar uma roupa espalhafatosa no meio de tanta fantasia colorida Mas a gente conseguiu. Tem homem que encontra a sua metade feminina no carnaval, mas não estou falando da sua metade da laranja, não, nem da sua alma-gêmea, carne e unha, dois amantes, dois irmãos, sonho lindo de viver. Não. Estou falando de encontrar o que há de feminino dentro deles. E por mais machão que seja, no carnaval, ele quer mesmo soltar a franga que existe dentro dele. E vai lá, se joga, arraza e se entrega, se fantasiando de mulher. Assim é o Carnaval… Mas falando dos super-heróis, geralmente quando os autores querem colocar um herói ou um vilão que entende de moda, eles geralmente fazem eles serem espalhafatosos. Um bom exemplo recente é o Bunker, ou o Casamata, como ficou …

Num podchy!

Os 10 Casais Gays Mais Famosos dos Quadrinhos

Muito mais importante que listar um monte de personagens gays dos quadrinhos é destacar os casais que existem na junção destes dois universos tão especiais. Casais gays podem ser como outros casais: normais e estranhos, bonitos e feios, destrutivos e construtivos, sacanas e santarrões, que provocam inveja e que não estão nem aí, caseiros e baladeiros, a diferença apenas existe na forma como fazem para ter prazer. E aí estou falando apenas do prazer sexual. Casais gays gostam de dormir e acordar juntos. De comer e beber juntos. De rir e chorar de rir juntos. E casais gays podem ser superheróicos ou até supervilanescos. Por que não? Como você vai perceber existem muitos casais gays estranhos no mundo dos super-heróis, tudo para pode passar pela censura e pelo gosto duvidoso da massa nerd que lê gibi. Mas eles existem. Não adianta fingir que não viu. E eles só querem ser tratados como qualquer outro casal: com respeito. Well, ladies, the time is coming for you to… gay-synch for you life! Chantay you stay (Reading this …

10 Razões Por Que o Superman dos Novos 52 Não Funciona

Hoje li a última edição do Superman da Panini e chego à conclusão de que não sei por que estou “investindo” em um personagem que não vai para frente. Nem a chegada de Scott Snyder e Jim Lee à revista serviu para transformar as histórias do Azulão menos “indigestas”. Por que eu NÂO deveria estar investindo está bem claro. Os motivos seguem abaixo: LOIS LANE SUBAPROVEITADA: Lois Lane é o coração e a mente das histórias do Superman. Não por acaso havia uma série que se chamava Lois & Clark: As Aventuras do Superman. A personagem, que já teve série própria, agora está apagada, com um namorado novo, um loiro aguado sem a mínima graça e sem a mínima tensão com Clark, que por sua vez não parece ter interesse nenhum em Lois. LEX LUTHOR NA CADEIA: A maior mente criminosa do Universo DC está na cadeia e, ao invés de aproveitá-lo da maneira que fizeram com Lionel Luthor na série Smallville, Luthor parece tão apagado quanto os outros personagens coadjuvantes. SUPERMAN NAMORANDO MULHER-MARAVILHA: Se …

Todos querem a cabeça do Charles ou por que eu não gosto do Professor Xavier

Líder visionário dos X-Men, o Professor Xavier se tornou um entrave para as histórias dos mutantes. Já diria Kitty Pryde: “O Professor Xavier é um idiota!”. Desde então, muitos roteiristas tem evitado usar Charles Xavier nas histórias dos mutantes, a última vez que o vimos, ele havia sido assassinado por um Ciclope com os poderes de Fênix em Vingadores versus X-Men. O Professor Xavier foi criado por Stan Lee e Jack Kirby em setembro de 1963. Inspirado no visual de Yul Brynner em Sete Homens e um Destino, a grade ideia por trás de Xavier era um homem com grande poder mental reduzido a uma cadeira de rodas. Apesar de impossibilitado de andar, ele podia viajar o mundo através da mente dos outros. Xavier é o arquétipo do Líder Visionário, como já apontei aqui. Xavier também foi inspirado em Martin Luther King, o pastor que sonhava com a igualdade entre negros e brancos. E Xavier tinha um sonho parecido, a igualdade entre mutantes e humanos. PROFESSOR BITCH Porém, Xavier era o líder irretocável, inquestionável, inatingível …

Excalibur: A Risada era a Lei – Alan Davis

Quando assumiu integralmente o Excalibur, Alan Davis tentou manter o mesmo tom que ele e Claremont haviam criado, porém o aspecto das histórias mudou um pouco. Alan Davis aprofundou-se na mitologia da equipe, explorando conspirações no Omniverso e trabalhando melhor cada personagem. Nesta época, a Technet também acabou aliando-se ao Excalibur, na ausência de sua líder, Pennettra. Na história “Tudo o que você queria saber sobre a Fênix, mas tinha medo de perguntar”, o autor elaborou toda a história da força-fênix, contando que desde tempos imemoriais, uma seita preparava seus adeptos, chamados Feron, para receber a força. Mas isso mudou com a chegada de Jean Grey e Rachel Summers. O adepto, que deveria seu o hospedeiro da força, Feron, acabou juntando-se ao grupo. Naquela época, outros personagens se juntavam à equipe, como o guerreiro com aspectos leoninos, Kylun, a alienígena shiar Cerise e o agente do governo capaz de alterar seu tamanho, Micromax. Foi uma época em que as histórias do Excalibur encontraram um outro patamar, não eram mais apenas histórias bem-humoradas que brincavam com …

Antes de Watchmen: Espectral, de Darwyn Cooke e Amanda Conner

Antes de Watchmen: Espectral nem parece uma história de Watchmen e isso é o que faz dela uma boa história. Não, eu não estpu criando polêmica dizendo que a HQ cultuada de Alan Moore e Dave Gibbons é uma história ruim. Pelo contrário, é um cânone mais do que legitimado (por mais redundante que isso pareça). Mas Espectral é uma HQ simples, não confundir com simplória, que funciona independente da pessoa ter lido a narrativa em que se inspirou. Por outro lado, se utiliza de elementos estilísticos que fizeram de Watchmen o que é. Por que essa HQ funciona? Bem, vou listar os itens pra você não se cansar e não se perder: 1. SIMPLICIDADE Certa vez eu li uma entrevista com Scott Lobdell – ok, talvez não seja o melhor exemplo, mas é um roteirista de sucesso – ele disse que quando você quer começar nas histórias em quadrinhos, não deve tentar fazer coisas muito rocambolescas: epopeia espacial, épicos históricos, com monstros gigantescos e heróis consagrados. Não. Deve buscar as coisas mais simples, histórias …